Curriculum Vitae

Rui Leandro Alves da Costa Maia

Data da última atualização »Last update : 16/11/2017


Rui Leandro Alves da Costa Maia. Concluiu Sociologia e Metodologias Fundamentais pela Universidade do Minho em 2002. É Professor Associado na Universidade Fernando Pessoa. Publicou 15 artigos em revistas especializadas e 28 trabalhos em actas de eventos, possui 43 capítulos de livros e 9 livros publicados. Possui 55 itens de produção técnica. Orientou 1 tese de doutoramento, orientou 5 dissertações de mestrado e co-orientou 4 nas áreas de Psicologia, Sociologia e Outras Ciências Sociais. Recebeu 2 prémios e/ou homenagens. Actua nas áreas de Ciências Sociais com ênfase em Sociologia, Ciências Sociais com ênfase em Outras Ciências Sociais e Humanidades com ênfase em História e Arqueologia. Nas suas actividades profissionais interagiu com 70 colaboradores em co-autorias de trabalhos científicos. No seu curriculum DeGóis os termos mais frequentes na contextualização da produção científica, tecnológica e artístico-cultural são: Migrações, Imigração, História, População, Rotary, Nupcialidade, Redes Sociais, Cancro, Coeducação e Crime.


Endereço de acesso a este CV:

http://www.degois.pt/visualizador/curriculum.jsp?key=9363588034534832


Dados pessoais (Personal data)
Nome completo
Full name
Rui Leandro Alves da Costa Maia
Nome em citações bibliográficas
Quoting name
Maia, Rui Leandro Alves da Costa
Categoria profissional
Position
Professor Associado
Domínio científico de atuação
Scientific domain
Ciências Sociais-Sociologia.
Ciências Sociais-Outras Ciências Sociais.
Humanidades-História e Arqueologia.
Endereço profissional
Professional address
Universidade Fernando Pessoa
Faculdade de Ciências Humanas e Sociais
Departamento de Ciência Política e do Comportamento
Praça 9 de Abril, n.º 349
Paranhos
4249-004 Porto
Portugal
Telefone: (+351)22507127Extensão: 2303
Fax: (+351)22550826
Correio electrónico: rlmaia@ufp.edu.pt
Sexo
Gender
Masculino»Male




Graus Académicos (Academic Degrees)
1997-2002 Doutoramento
Phd
Sociologia e Metodologias Fundamentais (5 anos » years) .
Universidade do Minho, Portugal.

1991-1995 Mestrado
Master degree
História das Populações (4 anos » years) .
Universidade do Minho, Portugal.

1984-1988 Licenciatura
Licentiate degree
Ciências Históricas (4 anos » years) .
Universidade Portucalense Infante Dom Henrique, Portugal.





Vínculos profissionais (Professional Positions)
Universidade Fernando Pessoa
Set/1990-Actual Professor Associado





Línguas (Languages)
Compreende
Understandig
Espanhol (Bem), Francês (Bem), Inglês (Bem).
Fala
Speaking
Espanhol (Bem), Francês (Bem), Inglês (Bem).

Reading
Espanhol (Bem), Francês (Bem), Inglês (Bem).
Escreve
Writing
Espanhol (Bem), Francês (Bem), Inglês (Bem).




Prémios e títulos (Awards Prizes, and Honours)
1990 Prémio Engenheiro Nuno Meireles, Câmara Municipal do Porto.
2011 Prémio de Mérito - Open Mind, ALTEC - Associação de Laserterapia e Tecnologias Afins.




Membro de Associações Profissionais/Científicas (Professional/Scientific Association membership)
Actual Associação Ibérica de Demografia Histórica, Membro.
Investigador.




Produção científica, técnica e artística/cultural (Scientific, technical and artistical/cultural production)
Livros publicados/organizados ou edições
Published/organized books or Editions
1. Maia, Rui L. A. C. 2017. Crime e Segurança nas Cidades Contemporâneas. ed. 1, 1 vol., ISBN: 978-989-8647-74-0. Porto: Fronteira do Caos .
2. Maia, Rui L. A. C. ed. 2016. Dicionário "Crime, Justiça e Sociedade" (Dictionary "Crime, Justice and Society" ed. 1, 1 vol., ISBN: 978-972-618-853-7. Lisboa: Edições Sílabo.
3. Gomes, I.; Maia, R. L. eds. 2009. Special education: From theory to practice. Proceedings of the I International Congress on Family, School and Society ed. 1, ISBN: 978-989-643-033-7. Porto: Edições Universidade Fernando Pessoa.
4. Oliveira, Gisela M; Silva, Pedro N; Maia, Rui L; Rodrigues, Cristina F; Diogo, M. T; Dinis, Maria A. P; Ribeiro, Nuno M; Sousa, M. J. L.. 2009. Tecnologias CAC e Inquéritos de Percepção da Opinião Pública sobre “O papel da Captação e do Armazenamento/Sequestração de Dióxido de Carbono no Futuro da Energia na Europa”:O caso-de-estudo da Comunidade Fernando Pessoa. ed. 1, 1 vol., ISBN: 978-989-643-037. Porto: Edições Universidade Fernando Pessoa.
O carvão e outros combustíveis fósseis, continuarão a ser, por décadas, a principal matéria-prima energética para as Centrais Térmicas, não obstante os esforços para, dentro do possível, substituir os combustíveis fósseis por fontes de energia renovável.Tal como está, hoje, bem documentado, a produção de gases com efeito estufa (GEE), designadamente CO2, resulta da combustão dos ditos combustíveis fósseis, sendo que se espera ser possível mitigar substancialmente a emissão de tais gases com a aplicação das chamadas Tecnologias Limpas do Carvão.Há, pois, necessidade de promover o abatimento do CO2 através de Tecnologias de Emissão Zero ou Tecnologias Livres de Carbono, incluindo designadamente a Captura, o Transporte e a Sequestração geológica de CO2 correspondentes ao que é costume designar por Tecnologias CAC (Captação e Armazenamento de Carbono). De facto, tais tecnologias e, designadamente, o armazenamento geológico de CO2 são as únicas que, no estado actual do conhecimento, são capazes de permitir que se cumpram as metas do ambicioso programa da EU para a energia e o ambiente conhecido por “20 20 para 2020” em conjugação com os aspectos económicos das directivas relativas ao Comércio Europeu de Licenças de Emissão – CELE (Directivas 2003/87/EC, 2004/101/EC e 2009/29/EC).A importância do tema está, aliás, bem demonstrada com o facto da Comissão Europeia ter formalmente admitido que as metas supracitadas serão impossíveis de atingir sem Sequestração Geológica de CO2. Esta é, pois, uma das razões de ter sido recentemente publicada a Directiva Europeia 2009/31/EC de 23 de Abril de 2009 expressamente dedicada ao tema do Armazenamento Geológico de CO2.Ora, a questão do armazenamento geológico de CO2 implica, para além das Tecnologias CAC acima mencionadas e da sua viabilização em termos tanto técnicos como económicos, ou seja, neste último aspecto, competitiva com o sistema CELE, também o conhecimento, da percepção pública sobre o assunto. Isto é, a praticabilidade da.

5. Oliveira, G.; Silva, P.; Maia, R.L.; Rodrigues, C.F.; Diogo, M.T.; Ribeiro, N.M.; Lemos de S. M. 2009. Tecnologias CAC e Inquéritos de Percepção da Opinião Pública sobre "O papel da Captação e do Armazenamento/Sequestração de Dióxido de Carbono no futuro da Energia na Europa": O caso-de-estudo na Universidade Fernando Pessoa . ed. 1, ISBN: 978-989-643-037-5. Porto: Fundação Fernando Pessoa / Universidade Fernando Pessoa.
Trata-se de um eBook.

6. Gomes, I.; Maia, R. L. eds. 2009. Special education: From theory to practice. Proceedings of the I International Congress on Family, School and Society ed. 1, ISBN: 978-989-643-033-7. Porto: Edições Universidade Fernando Pessoa.
7. Oliveira, G.; Silva, P.; Maia, R.L.; Rodrigues, C.F.; Diogo, M.T.; Dinis, M.A.P.; Ribeiro, N.M.; Lemos de S. M. 2009. Tecnologias CAC e Inquéritos de Percepção da Opinião Pública sobre "O papel da Captação e do Armazenamento/Sequestração de Dióxido de Carbono no futuro da Energia na Europa": O caso-de-estudo da Comunidade Fernando Pessoa. ed. 1, ISBN: ISBN: 978-989-64. Porto : Fundação Fernando Pessoa / Universidade Fernando Pessoa .
Trata-se de um ebook .

8. Maia, Rui L. A. C. 2009. Discípulos de Baden-Powell. Sociologia das Representações e das Expectativas do Escutismo em Portugal. ed. 1, 1 vol., ISBN: 978-989-643-026-9. Porto: Edições Universidade Fernando Pessoa.
Estudo sociológico sobre o Escutismo em Portugal com vista a um melhor conhecimento, endógeno e exógeno, do Movimento, capaz de permitir perceber que papeis ele desempenha na formação de crianças e de jovens e de que forma essa formação molda e permanece, em acrescento de saberes e de posturas cívicas, para lá das vivências de quem o frequenta. Tem por base de recolha de informações o inquérito e a entrevista: o primeiro respondido por cerca de 5300 pessoas ainda pertencentes, já pertencentes e não pertencentes ao Movimento, a segunda, dirigida aos mesmos públicos, em número aproximado de sessenta. .

9. Maia, Rui L. A. C. 2003. O Sentido das Diferenças. Migrantes e Naturais: Observação de Percursos de Vida no Bonfim. ed. 1, 1 vol., ISBN: 972-31-1028-8. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian / Fundação para a Ciência e a Tecnologia.
Estudo sociológico sobre as migrações internas de rurais que, entre os anos de 1940 e de 1969, se fixaram num espaço da cidade do Porto de forte industrialização e que, permanecendo, foram fazendo os seus percursos de vida, conforme a investigação regista pela observação dos actos de casamento, pelas informações provenientes de um inquérito e de uma entrevista direccionada. O estudo relaciona percursos de vida de residentes naquele espaço, migrantes e naturais, e procura deslindar as suas lógicas de associação, ao casamento, consoante os espaços de naturalidade para concluir que, em muito, são eles que lhes marcam o posicionamento social, mesmo quando a migração ocorreu antes, por vezes em crianças ou na adolescência, e, de certa forma, lhes limitam, face aos naturais, os campos de penetração social. .

10. Maia, Rui L. A. C. ed. 2002. Dicionário de Sociologia ed. 1, 1 vol., ISBN: 972-0-05273-2. Porto: Porto Editora.
Dicionário de Sociologia composto por 630 entradas e por vasta lista de referências bibliográficas que visa chegar o conhecimento desta área científica a todos quantos, académicos ou público em geral, por ela se interessam. .
11. Maia, Rui L. A. C. 1998. Subsídios para a História do Rotary em Portugal. ed. 1, 1 vol.. Porto: Associação Portugal Rotário.
O texto, resultado do tratamento de fontes provenientes de diversos arquivos nacionais e internacional e de fontes secundárias, como revistas e jornais, descreve a história do Movimento Rotário em Portugal, com ênfase para as vivências ocorridas no período do Estado Novo e após o 25 de Abril de 1974 nas dimensões política e religiosa. .
12. Maia, Rui L. A. C. 1996. São Miguel de Barreiros e a sua População. 1700-1925 (Estudo Demográfico). ed. 1, 1 vol., ISBN: 972-8184-11-5. Porto: Edições Universidade Fernando Pessoa.
Análise social e demográfica de longa duração da população de São Miguel de Barreiros, comunidade paroquial correspondente ao actual território da freguesia da Maia, sede do concelho com o mesmo nome, fundada principalmente na exploração, no tratamento, na interpretação e na descrição dos registos paroquiais de baptizados, de casamentos e de óbitos, entre os anos de 1700 e de 1925. Trata-se de uma comunidade fronteiriça à cidade do Porto que, por isso mesmo, reflecte os processos de interacção entre dinâmicas sociais e económicas decorrentes de redes de relações sociais existentes entre populações com impactos nos comportamentos micro-demográficos. .
13. Maia, Rui L. A. C; Correia, Delfim. 1996. Contributos para a regionalização. ed. 1, 1 vol.. Porto: Edições Universidade Fernando Pessoa.
O texto está suportado na exploração dos dados de inquérito sociológico administrado em meio académico sobre a temática da regionalização, política e administrativa, do território português, apresentando diferentes alternativas e avaliando os argumentos a favor e os argumentos contra. .

Capítulos de livros publicados
Published book chapters
1. Estrada, Rui. 2017. População, território e crime: um olhar pelas estatísticas oficiais.  In Crime e Segurança nas Cidades Contemporâneas, ed. Nunes, Laura M; Sani, Ana; Estrada, R.; Viana, F.; Caridade, Sónia; Maia, R.. , 139 - 156. ISBN: 978-989-8647-74-0. Porto: Fronteira do Caos .
2. Maia, Rui L. A. C; Seixas, Paulo C. 2016. Desigualdades Sociais.  In Dicionário Crime, Justiça e Sociedade, ed. Maia, R.; Nunes, Laura M; Caridade, Sónia; Sani, Ana; Afonso, L.; Estrada, R; Nogueira, C.; Fernandes, H, 165 - 167. ISBN: 978-972-618-853-7. Lisboa: Edições Sílabo.
3. Maia, Rui L. A. C. 2016. Fontes Primárias.  In Dicionário Crime, Justiça e Sociedade, ed. Maia, R.; Nunes, Laura M; Caridade, Sónia; Sani, Ana; Afonso, L.; Estrada, R; Nogueira, C.; Fernandes, H., 220 - 221. ISBN: 978-972-618-853-7. Lisboa: Edições Sílabo.
4. Maia, Rui L. A. C; Seixas, Paulo C. 2016. Reorganização Social.  In Dicionário Crime, Justiça e Sociedade, ed. Maia, R.; Nunes, Laura M; Caridade, Sónia; Sani, Ana; Afonso, L.; Estrada, R; Nogueira, C.; Fernandes, H, 422 - 424. ISBN: 978-972-618-853-7. Lisboa: Edições Sílabo.
5. Maia, Rui L. A. C. 2016. Crítica das Fontes.  In Dicionário Crime, Justiça e Sociedade, ed. Maia, R.; Nunes, Laura M; Caridade, Sónia; Sani, Ana; Afonso, L.; Estrada, R; Nogueira, C.; Fernandes, H., 150 - 151. ISBN: 978-972-618-853-7. Lisboa: Edições Sílabo.
6. Maia, Rui L. A. C. 2016. Fontes Secundárias.  In In Dicionário Crime, Justiça e Sociedade, ed. Maia, R.; Nunes, Laura M; Caridade, Sónia; Sani, Ana; Afonso, L.; Estrada, R; Nogueira, C.; Fernandes, H., 221 - 222. ISBN: 978-972-618-853-7. Lisboa: Edições Sílabo.
7. Maia, Rui L. A. C. 2016. Índice de Perceção de Corrupção – IPC.  In Dicionário Crime, Justiça e Sociedade, ed. Maia, R.; Nunes, Laura M; Caridade, Sónia; Sani, Ana; Afonso, L.; Estrada, R; Nogueira, C.; Fernandes, H., 263 - 264. ISBN: 978-972-618-853-7. Lisboa: Edições Sílabo.
8. Maia, Rui L. A. C. 2016. Inquérito.  In Dicionário Crime, Justiça e Sociedade, ed. Maia, R.; Nunes, Laura M; Caridade, Sónia; Sani, Ana; Afonso, L.; Estrada, R; Nogueira, C.; Fernandes, H., 268 - 269. ISBN: 978-972-618-853-7. Lisboa: Edições Sílabo.
9. Maia, Rui L. A. C; Seixas, Paulo C. 2016. Contrato Social.  In Dicionário Crime, Justiça e Sociedade, ed. Maia, R.; Nunes, Laura M; Caridade, Sónia; Sani, Ana; Afonso, L.; Estrada, R; Nogueira, C.; Fernandes, H., 99 - 100. ISBN: 978-972-618-853-7. Lisboa: Edições Sílabo.
10. Maia, Rui L. A. C. 2014. Competition and Complementarity: Notes on the International Projection of Europe’s West Coast.  In Globalization and Metropolization. Perspectives in Europe’s West Coast, ed. Santos, P. M. and Seixas, P. C. , 27 - 39. ISBN: 978-0-9819336-6-5. Berkeley: Institute of Governmental Studies, University of California, UFernando Pessoa & ISCSP-CAPP/ULisboa.
11. Maia, Rui L. A. C. 2013. Estatísticas criminais: conceitos, tratamentos e leituras.  In I Congresso Português de Criminologia, ed. Associação Portuguesa de Criminologia, 113 - 122. ISBN: 978-989-20-4322-7. Vila do Conde: Associação Portuguesa de Criminologia.
12. Maia, Rui L. A. C; Maia, Rui L; Rijo, Delminda. 2013. A população de Lisboa entre os seculos XVII e XVIII: origens geográficas, famílias e reprodução.  In Atas do I Congresso Histórico Internacional As Cidades na História: População. , ed. Câmara Municipal de Guimarães, 287 - 311. ISBN: 978-989-8474-13-1. Guimarães: Universidade do Minho / Câmara Municipal de Guimarães.
13. Maia, Rui L. A. C. 2011. Reprodução, contracepção e aborto no Portugal do século XX: práticas e discursos. Um estudo de caso na cidade do Porto.  In Família, Espaço e Património, ed. CITCEM - Centro de Investigação Transdisciplinar Cultura, Espaço e Memória, 123 - 136. ISBN: 978-989-8351-14-2. Porto: CITCEM.
O texto aborda, com sustento em depoimentos de duzentas mulheres de cinquenta ou mais anos residentes na zona oriental da cidade do Porto, a influência da origem geográfica em relação às questões de reprodução, de contracepção e de aborto.
14. Maia, Rui L. A. C. 2010. A imigração inclusiva no programa do XVII Governo Constitucional: entre as ideias e as acções. Uma perspectiva a partir da imigração brasileira.  In Da geografia das palavras à geografia das acções, ed. Isabel Nena Patim, Alcinda Cabral, Isabel Ponce de Leão e Fernando Hilário, 319 - 328. ISBN: 978-989-643-047-4. Porto: Edições Universidade Fernando Pessoa.
O texto estabelece a relação entre os propósitos inscritos para a imigração no Programa do XVII Governo Constitucional Português e as acções que, em final de legislatura, foram, de facto, empreendidas e chamada a atenção para o trabalho que é necessário realizar-se tomando por referência a comunidade brasileira radicada em Portugal. .
15. Maia, Rui L. A. C. 2010. África e Ásia na Europa: uma perspectiva a partir da Demografia.  In Património Partilhados. Estudos sobre África e Ásia., ed. Alcinda Cabral, 171 - 182. ISBN: 978-989-643-046-7. Porto: Universidade Fernando Pessoa.
O texto oferece uma panorâmica geral sobre o estado da população mundial e o potencial de crescimento e de sustentação da demografia europeia a partir das contribuições que as populações africana e asiática podem ter no velho continente através da imigração chamando a atenção para a importância da definição de uma política demográfica global que seja facilitadora do processo de integração de estrangeiros e, bem assim, do equilíbrio global na relação entre países de economias desenvolvidas e países de economias emergentes. .
16. Maia, Rui L. A. C. 2007. Conhecimentos e percepções da sociedade civil sobre a imigração e os imigrantes.  In Cidadania(s). Discursos e práticas, ed. Teresa Toldy, Cláudia Ramos, Paulo Vila Maior e Sérgio Lira, 271 - 281. . Porto: Edições Universidade Fernando Pessoa.
O trabalho faz uma caracterização empírica, a partir da recolha de um conjunto alargado de informações via inquérito, concertada com a literatura da especialidade, sobre o que pensam os cidadãos portugueses da imigração e dos imigrantes, considerando questões de fundo como os espaços de origem, os aspectos legais, os requisitos prévios de autorização de entrada e de permanência e a aceitação de princípios de partilha e de convivência. .
17. Maia, Rui L. A. C. 2007. Descrição Sociológica da Imigração Marroquina: uma aproximação a partir do exemplo de Aver-o-Mar.  In Marroquinos na Venda Ambulante, ed. Alcinda Cabral , 65 - 90. ISBN: 978-0728830-86-1. Porto : Edições Universidade Fernando Pessoa .
A partir de um estudo de caso centrado na comunidade de Aver-o-Mar, do concelho da Póvoa de Varzim, o texto faz a descrição sociológica da imigração marroquina, adoptando uma perspectiva sistémica, que, nomeadamente, dá conta das vivências que os actores estabelecem no espaço de acolhimento, de uns para com os outros e com a população local, e dos contactos, materializados de várias maneiras, que mantêm com aqueles que, seus familiares, permaneceram no país de origem. .
18. Maia, Rui L. A. C. 2007. Portugal e Marrocos: Estruturas Demográficas Diferenciadas e Aproximação pela Imigração. Entre o Global e a Comunidade.  In Portugal-Marrocos. Diálogos Culturais, ed. Alcinda Cabral e Hohammed Charef, 165 - 186. ISBN: 978-972-36-0908-0. Porto: Edições Afrontamento.
O texto aborda a problemática do desequilíbrio demográfico entre espaços pertencentes ao chamado mundo desenvolvido e espaços pertencentes ao chamado mundo em desenvolvimento, tendo por referência os casos de Portugal e de Marrocos, que nele são tratados em dupla temporalidade, presente e prospectiva, e equaciona a imigração como uma realidade mutuamente oportuna e, bem assim, como uma forma de regular assimetrias e desigualdades. .
19. Maia, Rui L. A. C. 2003. Imigrantes marroquinos em Portugal: uma perspectiva a partir das redes de relações sociais.  In Imigração Marroquina, ed. Alcinda Cabral, 77 - 96. . Porto: Edições Universidade Fernando Pessoa.
O texto aborda a problemática das redes de relações sociais estabelecidas pelos imigrantes marroquinos na dupla perspectiva espacial, entre a origem e o acolhimento, com base num estudo empírico no concelho da Póvoa de Varzim. .
20. Maia, Rui L. A. C. 2002. Demografia.  In Dicionário de Sociologia, 97 - 98. ISBN: 972-0-05273-2. Porto: Porto Editora.
Referência à área específica do conhecimento que se dedica ao estudo da população humana, com definição de meios e de campos de actuação e com descrição retrospectiva. .
21. Maia, Rui L. A. C. 2002. Malthus, Thomes Robert.  In Dicionário de Sociologia, 227 - 228. ISBN: 972-0-05273-2. Porto: Porto Editora.
Referência ao pensamento de Thomas Robert Malthus sobre a relação entre o crescimento demográfico e o crescimento dos recursos e sobre as causas e as consequências inerentes. .
22. Maia, Rui L. A. C. 2002. Modo de Vida Urbano.  In Dicionário de Sociologia, 248 - 249. ISBN: 972-0-05273-2. Porto : Porto Editora.
Referência ao conceito de modo de vida urbano na perspectiva histórica do pensamento sociológico. .
23. Maia, Rui L. A. C. 2002. Espaço.  In Dicionário de Sociologia, 134 - 136. ISBN: 972-0-05273-2. Porto : Porto Editora.
Referência ao conceito de espaço na perspectiva da sua apropriação social. .
24. Maia, Rui L. A. C. 2002. Êxodo Rural .  In Dicionário de Sociologia, 154 - 158. ISBN: 972-0-05273-2. Porto : Porto Editora.
Referência ao conceito de êxodo rural e às suas implicações na sociedade global. .
25. Maia, Rui L. A. C. 2002. Ecologia Urbana.  In Dicionário de Sociologia, 115 - 116. ISBN: 972-0-05273-2. Porto: Porto Editora.
Referência ao conceito de ecologia urbana na perspectiva da Escola de Chicago. .
26. Maia, Rui L. A. C. 2002. População .  In Dicionário de Sociologia, 298 - 298. ISBN: 972-0-05273-2. Porto : Porto Editora.
Referência ao conceito amplo de população: de direito, presente, residente… .
27. Maia, Rui L. A. C. 2002. Sistema Social .  In Dicionário de Sociologia, 346 - 347. ISBN: 972-0-05273-2. Porto : Porto Editora.
Referência ao conceito de sistema social enquanto unidade macro que engloba subsistemas diferenciados entre si que, por isso mesmo, complementam e viabilizam o conjunto. .
28. Maia, Rui L. A. C. 2002. Cidade.  In Dicionário de Sociologia, 53 - 53. ISBN: 972-0-05273-2. Porto: Porto Editora.
Referência ao(s) conceito(s) de cidade(a) e às transformações históricas que estão associadas. .
29. Maia, Rui L. A. C. 2002. Geração.  In Dicionário de Sociologia, 176 - 176. ISBN: 972-0-05273-2. Porto : Porto Editora.
Referência ao(s) conceito(s) de geração. .
30. Maia, Rui L. A. C; Lança, Isabel B. 2002. Sociologia.  In Dicionário de Sociologia, 359 - 364. ISBN: 972-0-05273-2. Porto : Porto Editora.
Descrição da Sociologia, numa perspectiva histórica, enquanto área específica de conhecimento, das suas correntes de pensamento e dos seus paradigmas orientadores, dos seus procedimentos correntes de abordagem das questões sociais. .
31. Maia, Rui L. A. C. 2002. Transição Demográfica.  In Dicionário de Sociologia, 395 - 395. ISBN: 972-0-05273-2. Porto : Porto Editora.
Referência à Teoria da Transição Demográfica. .
32. Maia, Rui L. A. C. 2002. Envelhecimento.  In Dicionário de Sociologia, 126 - 126. ISBN: 972-0-05273. Porto : Porto Editora.
Referência ao conceito de envelhecimento na perspectiva demográfica e às suas implicações sociais, económicas e culturais. .
33. Maia, Rui L. A. C. 2002. Migrações.  In Dicionário de Sociologia, 240 - 241. ISBN: 972-0-05273-2. Porto : Porto Editora.
Referência ao conceito amplo de migrações, das suas causas e das suas consequências. .
34. Maia, Rui L. A. C. 2002. Redes Sociais.  In Dicionário de Sociologia, 312 - 312. ISBN: 972-0-05273-2. Porto : Porto Editora.
Referência ao conceito de redes sociais. .
35. Maia, Rui L. A. C. 2002. Ressocialização.  In Dicionário de Sociologia, 324 - 325. ISBN: 972-0-05273-2. Porto : Porto Editora.
Referência ao conceito de ressocialização. .
36. Maia, Rui L. A. C. 2002. Portugal: uma democracia em aprofundamento.  In (Re)visão das ditaduras europeais da segunda metade do século XX, 223 - 231. . Porto : Edições Universidade Fernando Pessoa.
O texto descreve procedimentos de funcionamento institucional da II República Portuguesa e apresenta, numa lógica comparativa, similitudes, diferenças e constrangimentos entre hierarquias de poder: nacional e local. Com registos históricos, chama a atenção, por relação às autarquias locais, para os mecanismos dissuasores do funcionamento da democracia participativa, de plena separação de funções e de interesses ou de “poderes”. .
37. Maia, Rui L. A. C. 2002. Centro/periferia.  In Dicionário de Sociologia, 51 - 52. ISBN: 972-0-05273-2. Porto: Porto Editora.
Referência aos conceitos de centro e de periferia, com associação, para o espaço físico, das complementaridades e das assimetrias inerentes.
38. Maia, Rui L. A. C. 2002. Eugenia.  In Dicionário de Sociologia, 151 - 152. ISBN: 972-0-05273-2. Porto: Porto Editora.
Referência ao conceito de eugenia e às suas interpretações históricas. .
39. Maia, Rui L. A. C. 2002. Urbanização.  In Dicionário de Sociologia, 396 - 396. ISBN: 972-0-05273-2. Porto : Porto Editora.
Referência ao conceito de urbanização. .
40. Maia, Rui L. A. C. 2002. Censos.  In Dicionário de Sociologia, 50 - 50. ISBN: 972-0-05273-2. Porto: Porto Editora.
Referência às características fundamentais do documento Censo, das suas potencialidades e dos seus limites, com breve descrição histórica. .
41. Cunha, Pedro; Toldy, Teresa; Ramos, Cláudia; Cardoso, João C; Leite, Isabel C; Maia, Rui L; Santos, Paula M; Silva, Manuela M.; Vaz, Isabel. 2001. Nova e de Maneira Diferente: Coeducar no Espaço Universitário .  In A Profissão Docente e os Desafios da Coeducação - Perspectivas Teóricas para Práticas Inovadoras, ed. Cadernos Condição Feminina, 55 - 65. . Lisboa: CIDM - Comissão para a Igualdade e para os Direitos das Mulheres .
42. Maia, Rui L. A. C. 1998. O Rotary e o poder instituido (Estado salazarista e Igreja Católica).  In Poder e Sociedade, 293 - 315. . Lisboa: Centro de Estudos Históricos Interdisciplinares - Universidade Aberta.
O texto, fundado na exploração de documentos internos do Movimento Rotário e em fontes secundárias, aborda a problemática das relações de Rotary com os poderes civil e religioso em Portugal. .

43. Maia, Rui L. A. C. 1998. A Descolonização Portuguesa: Um Balanço Crítico.  In Pós-Colonialismo e Identidade, ed. Victor Pereira Da Rosa e Susan Castilho, 11 - 26. ISBN: 972-8184-30-1. Porto: Edições Universidade Fernando Pessoa.
O texto aborda a problemática da descolonização portuguesa suportada no tratamento estatísticos das mortes, por causas, dos militares que estavam em missão nas então colónias portuguesas e cruza as informações daí provenientes com os períodos de governação de Oliveira Salazar e de Marcelo Caetano para concluir que, nesta matéria, os desfecho era inevitável. Trata ainda a questão, no decurso do processo, em dimensão sistémica pela análise dos discursos proferidos pelos lideres dos principais partidos políticos portugueses e pelos lideres dos principais movimentos políticos e militares dos territórios beligerantes em fase de pré-independência. .
44. Maia, Rui L. A. C. 1998. Percursos de vida: reconstituição simultânea por testemunhos escritos e orais (o exemplo dos que se instalam na cidade).  In Metodologias Qualitativas para as Ciências Sociais, 99 - 105. . Porto : Faculdade de Letras - Universidade do Porto.
O artigo é resultado de uma investigação fundada na exploração dos registos paroquiais de casamento de uma paróquia da cidade do Porto entre os anos de 1940 e de 1969 e, em simultâneo, no desenvolvimento sistemático de registos biográficos recolhidos por entrevistas e dá conta da profundidade analítica alcançada pela associação de procedimentos. .

Artigos em revistas com arbitragem científica
Papers in periodics with scientific refereeing
1. Maia, Rui L. A. C; Faria, Luís P. 2016. "O rejuvenescimento urbano. Cinquenta Anos de Observação Sociodemográfica em Portuga", A Obra Nasce 1, 11: 107 - 127.
2. Mateus, Teresa; Maia, Rui L; Teixeira, Paula. 2014. "Awareness of listeriosis among Portuguese pregnant women", Food Control 46, 0956-7135: 513 - 519.
3. Maia, Rui L. A. C; Moreira, Maria J. G; De Matos, P. 2014. "Exploring illegitimacy in Portugal during the 19th Century", Romanian Journal of Population Studies, 1: 5 - 38.
4. Mateus, Teresa; Silva, Joana; Maia, Rui L; Teixeira, Paula. 2013. "Listeriosis during Pregnancy: A Public Health Concern", ISRN Obstetrics and Gynecology 2013, 851712: 1 - 6.
5. Maia, Rui L. A. C. 2007. "Desagregação familiar, migrações e idade média ao primeiro casamento: estudo de caso no Bonfim, paróquia da cidade do Porto", Antropológicas 1, 10: 437 - 458.
O texto aborda a problemática da desagregação familiar decorrente das migrações internas e as suas implicações em matéria de constituição de família pela idade média ao primeiro casamento num espaço da cidade do Porto, tendo por base a exploração dos registos de casamento, entre os anos de 1940 e de 1969. .
6. Maia, Rui L. A. C. 2004. "Porto e Vila Nova de Gaia num só concelho: reflexões a partir da recente evolução demográfica e habitacional da Área Metropolitana do Porto", A Obra Nasce 1, 2: 18 - 38.
O texto aborda a problemática do crescimento recente, observado pelos censos de 1991 e de 2001, da população e da habitação na Área Metropolitana do Porto e dá conta da tendência para o empolamento das periferias espaciais face ao núcleo urbano deste espaço e ainda do desfasamento entre os ritmos de crescimento da habitação face aos ritmos de crescimento da população, apontando dinâmicas e factores de competitividades que podiam advir da junção dos dois maiores concelhos “ligados” pelo rio Douro: Porto e Vila Nova de Gaia. .

7. Maia, Rui L. A. C. 2003. "Nicolau Nasoni no contexto da arquitectura barroca", A Obra Nasce 1, 0: 94 - 121.
O texto aborda o legado arquitectónico de Nicolau Nasoni à luz das concepções barrocas de espaço e, nesse sentido, atribui às suas obras muito mais uma concepção plástica e escultórica do que uma concepção arquitectónica que o filie nesse estilo. .

8. Maia, Rui L. A. C. 2002. "Migrações e redes de relações sociais em meio urbano: um exemplo a partir do Porto ", Revista de Demografia Histórica 1, XX: 53 - 80.
O artigo é resultado de uma investigação fundada na exploração dos registos paroquiais de casamento de uma paróquia da cidade do Porto entre os anos de 1940 e de 1969. Pela associação nominativa, deslinda as redes de relações que entre si os indivíduos estabelecem, nomeadamente, tomando como base de análise as homogamias: origens geográficas, ocupações, idades… .

9. Maia, Rui L. A. C. 2000. "Espaços de vivência e diferentes concepções do tempo: um discurso enre a sociologia e a história", Antropológicas 1, 4: 75 - 98.
O artigo discute as concepções de tempo pelas dimensões da Sociologia e da História e chama a atenção para o potencial analítico que uma perspectiva de conjunto encerra. .
10. Maia, Rui L. A. C. 1999. "Redes e sistemas sociais: uma perspectiva teórica-analítica no longo percurso da sociologia das migrações", Las migraciones del siglo XX 1, 1: 17 - 29.
O artigo é resultado de uma investigação fundada na exploração dos registos paroquiais de casamento de uma comunidade urbana entre os anos de 1940 e de 1969. Pela associação nominativa, deslinda as redes de relações que entre si os indivíduos estabelecem, nomeadamente, tomando como base de análise as suas origens geográficas. .
11. Maia, Rui L. A. C. 1998. "São Miguel de Barreiros, uma comunidade entre o campo e a cidade. 1700-1925 (estudo demográfico). ", Boletín de la Asociación de Demografia Histórica 1, XVI: 215 - 241.
O artigo é resultado de uma investigação fundada na exploração dos registos paroquiais de baptismo, de casamento e de óbito, entre 1700 e 1925. A comunidade é fronteiriça à cidade do Porto e os resultados decorrentes da análise demográfica bem o evidenciam, designadamente em relação à visível para as crianças abandonadas. .

12. Maia, Rui L. A. C. 1998. "A cidade com espaço desigual. Alguns aspectos das migrações para o Porto entre 1940 e 1969", Antropológicas 1, 2: 107 - 114.
O artigo é resultado de uma investigação fundada na exploração dos registos paroquiais de casamento de uma paróquia da cidade do Porto entre os anos de 1940 e de 1969 e dá conta de aspectos da ocupação social do espaço em função das origens geográficas dos residentes. .


Trabalhos completos/resumidos em eventos com arbitragem científica
Papers in conference proceedings with scientific refereeing
1. Maia, Rui L. A. C. 2015. "Delinquência Juvenil: os Atos Reportados e as Cifras Negras", Trabalho apresentado em Colóquio Internacional “@s jovens e o crime - transgressões e justiça tutelar”, In Atas do Colóquio Internacional “@s jovens e o crime - transgressões e justiça tutelar”, Coimbra.
2. Fernandes, V.; Silva, Isabel; Maia, R.. 2014. "O papel do envolvimento parental no ajustamento académico dos estudantes: Apresentação do projecto Universidade de Pais", Trabalho apresentado em 10º Congresso Nacional de Psicologia da Saúde, In sicologia, Saúde & Doenças, Porto.
3. Fernandes, Helder; Nogueira, Cristiano; Maia, Rui L; Nunes, Laura M; Sani, Ana; Caridade, Sónia; Afonso, Lígia. 2013. "Crime e Violência – O Crime Reportado e as Cifras Negras. ", Trabalho apresentado em VIII Simpósio Nacional de Investigação em Psicologia , In Livro de resumos do VIII Simpósio Nacional de Investigação em Psicologia , Aveiro.
4. Fernandes, Helder; Nogueira, Cristiano; Maia, Rui L; Nunes, Laura M; Sani, Ana; Caridade, Sónia; Afonso, Lígia. 2013. "Crime e Violência – O Crime Reportado e as Cifras Negras. ", Trabalho apresentado em VIII Simpósio Nacional de Investigação em Psicologia , In Livro de resumos do VIII Simpósio Nacional de Investigação em Psicologia , Aveiro.
5. Sani, Ana; Nunes, Laura M; Maia, R.. 2012. "Diagnóstico – In/Segurança numa Comunidade Urbana", Trabalho apresentado em VI Congresso Internacional em Psicologia Forense e Exclusão Social. Constelações de Vida, In VI Congresso Internacional em Psicologia Forense e Exclusão Social. Constelações de Vida, Lisboa.
6. Maia, Rui L. A. C. 2008. "A Influência das Migrações Internas na Nupcialidade e na Fecundidade", Trabalho apresentado em III Congresso Português de Demografia , In O Declínio Demográfico, Que Mudanças? , Lisboa.
7. Sani, Ana; Nunes, Laura M; Maia, Rui L. 2012. "In/Segurança numa Comunidade Urbana Problemática – Um Estudo Exploratório. ", Trabalho apresentado em I Congresso Internacional “Crime, Justiça e Sociedade, In Livro de resumos do I Congresso Internacional “Crime, Justiça e Sociedade, Porto.
8. Sani, Ana; Nunes, Laura M; Maia, Rui L. 2012. "In/Segurança numa Comunidade Urbana Problemática Um Estudo Exploratório. ", Trabalho apresentado em I Congresso Internacional Crime, Justiça e Sociedade, In Livro de resumos do I Congresso Internacional Crime, Justiça e Sociedade, Porto.
9. Sani, Ana; Nunes, Laura M; Maia, R.. 2011. "El Crimen, la Víctima y el Control Social: Cuestionario de Evaluación de una Comunidad Urbana", Trabalho apresentado em VI Congreso Nacional de Psicología Jurídica y Forense, In VI Congreso Nacional de Psicología Jurídica y Forense, Palma de Maiorca.
10. Sani, Ana; Nunes, Laura M; Maia, R.. 2011. "Diagnóstico local de segurança numa comunidade urbana", Trabalho apresentado em 1º Congresso Internacional "Construir a Paz", In 1º Congresso Internacional "Construir a Paz", Porto.
11. Silva, Isabel; Maia, R.; Teixeira, M.; Santos, J.. 2011. "Diagnóstico de cancro colo-rectal e de cancro do estômago: Que impacto nos estilos de vida ao nível da actividade física", Trabalho apresentado em VII Seminário Internacional Educação Física, Lazer e Saúde, In VII Seminário Internacional Educação Física, Lazer e Saúde - Livro de Resumos, Braga.
12. Sani, Ana; Nunes, Laura M; Maia, Rui L. 2011. "Inquérito para análise (in)segurança e estratégia de policiamento. ", Trabalho apresentado em Congresso Internacional “Construir a Paz” , In Programa e livro de resumos do Congresso Internacional “Construir a Paz” , Porto.
13. Sani, Ana; Nunes, Laura M; Maia, Rui L. 2011. "Diagnóstico de Seguridad / Inseguridad: un Estudio Exploratorio en una Comunidad Urbana. ", Trabalho apresentado em VI Congreso Nacional de Psicología Jurídica Y Forense, In Libro de resúmenes del VI Congreso Nacional de Psicología Jurídica Y Forense, Palma de Maiorca.
14. Sani, Ana; Nunes, Laura M; Maia, Rui L. 2011. "Inquérito para análise (in)segurança e estratégia de policiamento. ", Trabalho apresentado em Congresso Internacional “Construir a Paz” , In Programa e livro de resumos do Congresso Internacional “Construir a Paz” , Porto.
15. Sani, Ana; Nunes, Laura M; Maia, Rui L. 2011. "Diagnóstico local de segurança numa comunidade urbana.", Trabalho apresentado em Congresso Internacional “Construir a Paz” , In Programa e livro de resumos do Congresso Internacional “Construir a Paz” , Porto.
16. Sani, Ana; Nunes, Laura M; Maia, Rui L. 2011. "Diagnóstico de Seguridad / Inseguridad: un Estudio Exploratorio en una Comunidad Urbana. ", Trabalho apresentado em VI Congreso Nacional de Psicología Jurídica Y Forense, In Libro de resúmenes del VI Congreso Nacional de Psicología Jurídica Y Forense, Palma de Maiorca.
17. Sani, Ana; Nunes, Laura M; Maia, R.. 2011. "Inquérito para análise da (in)segurança e estratégia de policiamento", Trabalho apresentado em 1º Congresso Internacional "Construir a Paz", In 1º Congresso Internacional "Construir a Paz", Porto.
18. Sani, Ana; Nunes, Laura M; Maia, R.. 2011. "Diagnóstico de Seguridad / Inseguridad: un Estudio Exploratorio en una Comunidad Urbana", Trabalho apresentado em VI Congreso Nacional de Psicologá Jurídica y Forense, In VI Congreso Nacional de Psicologá Jurídica y Forense, Palma de Maiorca.
19. Teixeira, M.; Silva, Isabel; Maia, R.; Santos, J.; Gonçalves, A.. 2010. "Estilos de vida antes e após o diagnóstico de cancro gástrico e colo-rectal: Será que o diagnóstico altera os comportamentos?", Trabalho apresentado em VII Congresso Internacional Investigação e Desenvolvimento Sócio-Cultural, In Actas do VII Congresso Internacional Investigação e Desenvolvimento Sócio-Cultural, Porto.
20. Ribeiro, M.E.; Maia, R.; Barros-Duarte, C.. 2010. "Consequences of shift work and night shifts in nursing professionals", Trabalho apresentado em International Symposium on Occupational Safety and Hygiene, In Proceedings book of Occupational Safety and Hygiene – SHO 2010 , Guimarães.
21. Maia, Rui L. A. C. 2009. "Sociograph of Disability in School Environment: Characterize to Intervene", Trabalho apresentado em I Congresso Internacional Família, Escola e Sociedade - Educação Especial, In Special Education: From Theory to Practice, Porto.
O Censo de 2001 deu a conhecer a realidade numérica da deficiência em Portugal, caracterizando-a por espaços, por grupos etários e por tipologias: a auditiva, a visual, a mental, a paralisia cerebral e a que congrega os casos indiferenciados. A expressão de cada uma destas tipologias tem variações regionais e etárias e não está devidamente cartografada por relação à população em idade escolar, que, neste âmbito, se quer estender até aos 24 anos, de forma a contemplar aqueles que, genericamente, podem frequentar e concluir o ensino superior, que deve, cada vez mais, estar implicado com a inclusão de alunos com tais perfis. A escolaridade obrigatória, inclusiva, não oferece uma cobertura de apoio satisfatória para alunos com NEE – Necessidades Educativas Especiais na medida em que lhes faltam os recursos físicos e humanos. É necessário, por isso, caracterizar este défice e apontar caminhos complementares e alternativos de uma inclusão plena que, apenas por si, a Escola não fornece e que carece de desenvolvimento de trabalho em rede com a Família e com a Sociedade Civil Organizada. .
22. Oliveira, G.; Silva, P.; Maia, R.L.; Rodrigues, C.F.; Diogo, M.T.; Dinis, M.A.P.; Ribeiro, N.M.; Lemos de S. M. 2008. "How is Carbon Capture and Sequestration perceived by public ? The case study of University Fernando Pessoa (Portugal) community (preliminary results)", Trabalho apresentado em Workshop on “Energy, Greenhouse Gases and Environment”, Universidade Fernando Pessoa, Porto, Portugal, In CD ROM (Proceedings, Presentations and Posters), Porto, 6th-8th October, 2008.
CD-ROM (Proceedings, Presentations and Posters) edited by M.J. Lemos de Sousa, Gisela Oliveira, Cristina Rodrigues, Alzira Dinis, Miguel Tato Diogo, and Nelson Barros and published (2009) by University Fernando Pessoa editions, Porto, Portugal. ISBN 978-989-643-029-0.
23. Silva, Isabel; Maia, R.; Teixeira, M.; Santos, J.; Gonçalves, A.. 2009. "Gastric and colorectal cancers: Do patients change their lifestyle after the diagnosis?", Trabalho apresentado em 23rd Annual Conference of the European Health Psychology Society, In Psychology & Health, Pisa.
24. Maia, Rui L. A. C; Trigo, Miguel; Camelo, Cláudia; Quoniam, Luc. 2008. "Educação e formação ao longo da vida: progressão na carreira e certificação de competências", Trabalho apresentado em 1º Encontro de Educação Corporativa Brasil/Europa, In Actas 1º Encontro de Educação Corporativa Brasil/Europa, Porto.
A educação e a formação fazem parte de um mesmo processo de aquisição e de renovação de conhecimentos nas sociedades contemporâneas, caracterizadas, designadamente, pela existência de alterações tecnológicas céleres e pela permanência das pessoas, por cada vez mais anos, no mercado de trabalho. As exigências daí decorrentes fazem da aquisição de conhecimentos um importante factor de competitividade, entre indivíduos e sociedades, e impelem à institucionalização de um cada vez mais evidente regime de carreiras, fundado nas capacidades cognitivas, e a uma certificação de competências, forma de aproximar diferenças de gerações que se encontram no mercado de trabalho e de promover a simbiose entre aprender e fazer, como se tem verificado, pelos exemplos aqui apresentados de Portugal e de França, em toda a União Europeia. .

25. Oliveira, G. M; Silva, P.; Maia, R.L.; Rodrigues, C. F; Diogo, M.T.; Dinis, M. A. P; Ribeiro, N.M.; Lemos de S. M. J. 2008. "How is Carbon Capture and Sequestration Perceived by Public? The case study of University Fernando Pessoa (Portugal) community (some preliminary results) (Poster)", Trabalho apresentado em Workshop on “Energy, Greenhouse Gases and Environment” , In M.J. Lemos de Sousa et al., Eds, Workshop on “Energy, Greenhouse Gases and Environment”, Universidade Fernando Pessoa, Porto, Portugal, October 6, 7 and 8, 2008. , Porto.
ABSTRACT: The 2007 EU ACCSEPT Project and Survey refers to an extended survey of public opinion in EU countries on the role of CO2 Capture and Storage (CCS), under the sponsor of the 6th Framework Programme. This consultation focused on the following stakeholders: energy industry, research and government sectors, environmental non-governmental organisations, and national parliaments. Results from this project indicated that 75% of the sample believed that CCS was necessary to their own country. The arising importance of CCS is firmed by numberless R&D projects on this particular subject all over EU and the World, as well as, by the recent (January 2008) implementation, by the European Parliament and the Council, of a proposal for a Directive on the Geological storage of carbon dioxide. However, the ACCSEPT survey did not run in Portugal. This is the reason why the University Fernando Pessoa (UFP), through the CIAGEB Research Group on Energy, decided to translate the ACCSEPT inquiry document to Portuguese language, in order to make now possible to apply this European project in Portugal. This action is part of the general UFP project COSEQ: CO2 Geological Sequestration in coals from the Douro Coalfield (NW Portugal). (...) Main results: 10.0% of the consulted community replied the inquiry (525 answers in a community of 5000 people); 65.9% of the respondent individuals considered that CCS may have a very important or important role in the national debate on climate change; 60.0% answered that wide-scale implementation of CCS plants is required to achieve deep reductions in CO2 emissions in the country; 86.4% chose financial support for Research, Development and Demonstration projects as the most important incentive to promote CCS development; The following factors are considered to be the most important for the current and future development of CCS technologies: (i) the development of other zero or low-carbon energy generation technologies, and (ii) existence of ...

26. Maia, Rui L. A. C. 2007. "O impacto das migrações internas nos mercados matrimoniais e na reprodução: um esudo de caso em Portugal", Trabalho apresentado em VIII Congreso de la Asociación de Demografia Histórica , In Actas del VIII Congreso de la Asociación de Demografia Histórica , Menorca.
O texto, fundado na observação de famílias de um espaço da cidade do Porto, constituídas entre os anos de 1940 e de 1969, aborda as problemáticas da idade média e da reprodução associadas ao espaço de origem dos residentes, pelas tipologias de naturais e de migrantes, e mostra, por análise estatística, as diferenças comportamentais decorrentes dessa filiação geográfica. .
27. Maia, Rui L. A. C. 2006. "Opiniões e percepções sobre a imigração: contributo para a definição de uma política de imigração para Portugal", Trabalho apresentado em Terceiro Congresso da Associação POrtuguesa de Antropologia, In Actas do Terceiro Congresso da Associação Portuguesa de Antropologia, Lisboa.
O texto, fundado na exploração dos dados de um inquérito respondido por uma amostra de conveniência, descreve, por tratamento isolado e por associação, as opiniões e as percepções que os cidadãos nacionais têm sobre a imigração e os imigrantes e deixa perceber a existência de diferenças relevantes em funções de um conjunto de factores com o género, a idade, a escolaridade, a ocupação ou a residência. .

28. Maia, Rui L. A. C; Leão, Isabel P.. 2005. "O papel da imprensa brasileira na socialização: o caso do jornal Sabiá", Trabalho apresentado em Reunion de Antropologia del Mercosur - Identidad, Fragmentación e Diversidad, In Actas de la Reunion de Antropologia del Mercosur - Identidad, Fragmentación e Diversidad, Montevideo.
O texto aborda a problemática da socialização dos imigrantes brasileiros radicados em Portugal com base na análise sistemática do jornal Sabiá, órgão de informação da comunidade brasileira sediada no país, e explora as tipologias de assuntos que no mesmo são explanados e, bem assim, a importante função que as mesmas têm em matéria de defesa de direitos e de mobilização colectiva. .

Artigos em revistas sem arbitragem científica
Papers in periodics without scientific refereeing
1. Maia, Rui L. A. C; Mateus, Teresa; Teixeira, Paula. 2017. " “Listeria listeria monocytogenes em alimentos”", Tecnoalimentar, 12: 40 - 43.
2. Maia, Rui L. A. C. 2009. "Migrações, Nupcialidade e Transição da Fecundidade. Estudo de caso no Bonfim, paróquia da cidade do Porto", Revista de Guimarães, 115/116: 197 - 214.
A partir de uma base de dados de registos de casamento da paróquia do Bonfim, da cidade do Porto, levantada entre os anos de 1940 e de 1969, o artigo analisa comportamentos referentes às idades médias ao primeiro casamento de mulheres residentes segundo as tipologias de naturais do espaço urbano e de migrantes e analisa o impacto que, de conjunto, a nupcialidade e as migrações, na reprodução.

3. Maia, Rui L. A. C. 2001. "Notas sobre a evolução da população na cidade do Porto e dos concelhos limítrofes entre os séculos XIX e XX", Boletim Informativo do NEPS (Núcleo de Estudos de População e Sociedade) 1, 22: 13 - 19.
O artigo, fundado na exploração de indicadores demográficos, dá conta da evolução da população urbana coincidente com o espaço do Grande Porto, fazendo a sua observação pelo século XX e registando as flutuações entre os concelhos constituintes. .

4. Maia, Rui L. A. C. 2000. "Migrações, mercados e condicionantes", Boletim Informativo do NEPS (Núcleo de Estudos de População e Sociedade) 1, 16: 5 - 12.
O artigo discute, numa perspectiva teórica, as causas e as consequências das migrações, tomando como referências as dimensões de atracção e de repulsão. .

5. Maia, Rui L. A. C. 1999. "Casamento e migração: uma análise diferencial de comportamentos entre naturais e migrantes residentes na cidade", In Memoriam Carlos Alberto Ferreira de Almeida 1, 2: 427 - 440.
O artigo é resultado de uma investigação fundada na exploração dos registos paroquiais de casamento de uma paróquia da cidade do Porto entre os anos de 1940 e de 1969 e dá conta de comportamentos diferenciados nas idades médias ao primeiro casamento de homens e de, sobretudo, mulheres em função das suas origens geográficas e, por elas, das tipologias de casamento que efectuaram: migrantes com migrantes e naturais com naturais.


Trabalhos completos/resumidos em eventos sem arbitragem científica
Papers in conference proceedings without scientific refereeing
1. Maia, Rui L. A. C. 2015. "Agentes de controlo e criminalidade juvenil feminina", Trabalho apresentado em Colóquio Internacional “@s jovens e o crime - transgressões e justiça tutelar, In Atas do Colóquio Internacional “@s jovens e o crime - transgressões e justiça tutelar, Coimbra.
2. Maia, Rui L. A. C. 2000. "Descontinuidades e permanências nas estruras da economia e da sociedade portuguesas nos últimos sessenta anos", Trabalho apresentado em IV Congresso Português de Sociologia , In Actas do IV Congresso POrtuguês de Sociologia, Coimbra.
O artigo, fundado na exploração de indicadores estatísticos, dá conta da evolução demográfica e económica da sociedade portuguesa nos últimos sessenta anos do século XX. .

3. Maia, Rui L. A. C. 1998. "A grande cidade como destino: aspectos da mobilidade geográfica de Amarante para o Porto no decurso do século XX", Trabalho apresentado em Congresso Histórica 98, In Actas do Amarante: Congresso Histórico 98, Amarante.
O artigo, fundado na exploração de registos paroquiais de casamento do Bonfim, espaço da cidade do Porto, entre 1940 e 1969, dá conta dos fluxos migratórios regionais no sentido periferia e interior para o litoral e o urbano, com ênfase para as proveniências do concelho de Amarante para a cidade do Porto.
4. Maia, Rui L. A. C. 1998. "As alteraçoes estruturais de nupcialidade numa comunidade semi-urbana", Trabalho apresentado em V Congreso de la ADEH, In Actas del Congreso Internacional de la Población : V Congreso de la ADEH , Logroño.
O texto chama a atenção para o efeito que a proximidade do espaço estudado em relação a um espaço central urbano tem nos comportamentos, em longa duração, para a nupcialidade, em relação a indicadores como a distribuição sazonal, a idade média masculina e feminina ou a expressão do celibato. .

5. Maia, Rui L. A. C. 1996. "Genealogia e hereditariedade", Trabalho apresentado em III Congresso de História da Antropoloxía e Antropoloxía Aplicada, In Actas do III Congresso de História da Antropoloxía e Antropoloxía Aplicada, Santiago de Compostela.
O trabalho faz uma caracterização empírica, fundada na exploração dos registos paroquiais, particularmente os de óbito, concertada com a literatura da especialidade, sobre os processos de classificação causas de morte e de transmissão de doenças. .

6. Maia, Rui L. A. C. 1996. "História e política: o uso da imagem de D. Afonso Henriques durante o Estado Novo", Trabalho apresentado em Congresso Histórico de Guimarães, In Actas do 2º Congresso Histórico de Guimarães, Guimarães.
O texto, fundado na exploração de manuais de Língua Portuguesa e de História, em vigor no Ensino Primário durante o Estado Novo, e em fontes secundárias, discursos da Assembleia Nacional e textos de jornais nacionais sobre a temática da Exposição do Mundo Português, de 1940, e sobre a figura do primeiro rei de Portugal, dá conta da multiplicidade de imagens que associam, pelas qualidades, D. Afonso Henriques e Oliveira Salazar. .
7. Maia, Rui L. A. C. 1996. "A historiografia portuguesa: caminhos por percorrer", Trabalho apresentado em Congresso Histórico de Guimarães, In Actas do 2º Congresso Histórico de Guimarães, Guimarães.
O texto chama a atenção para o potencial de análise, por associação de variáveis, inerente à exploração dos registos paroquiais de baptismo, de casamento e de óbito, organizados em fichas de família, nomeadamente em termos de quantificação, de facilitação de testes de inferência estatística, capazes de permitirem um avanço significativo na utilização da história para a testagem de modelos comportamentais que, em si, ajudem a explicar melhor o passado e a transportá-lo, no limite, para o presente. .

Textos em jornais ou revistas
Texts in newspapers or magazines
1. Maia, Rui L. A. C. 19 ago. 1993. "A implantação do R.I. em Portugal e o poder político" Portugal Rotário, 37 - 37.
O texto aborda a problemática das relações, por vezes difíceis, entre o Movimento Rotário em Portugal e o Estado Português, antes e após o 25 de Abril de 1974. .
2. Maia, Rui L. A. C. 15 abr. 1993. "O Rotary e a Igreja Católica" Portugal Rotário, 14 - 15.
O texto aborda a problemática das relações, por vezes difíceis, entre o Movimento Rotário em Portugal e a Igreja Católica, antes e após o 25 de Abril de 1974. .
3. Maia, Rui L. A. C. 15 abr. 1992. "José Régio - Para além da poesia " Portugal Rotário , 4 - 5.
O texto descreve um episódio do escritor e poeta José Régio a propósito da publicação da obra A Chaga do Lado, vivido entre ele e o Padre Costa Maia. .
4. Maia, Rui L. A. C. 15 fev. 1992. "O Rotary e o Estado Novo: 1949" Portugal Rotário, 14 - 15.
O texto descreve a relações difíceis do Movimento Rotário em Portugal no período do Estado Novo com incidência documental no ano de 1949. .
5. Maia, Rui L. A. C. 19 nov. 1987. "O Tratado de Tordesilhas: indícios do conhecimento pré-colombino de terras americanas" Jornal da Maia, 1 - 9.
O texto, fundado em descrições coevas, aventa e explora a hipótese de um conhecimento régio de terras americanas antes da fixação do Tratado de Tordesilhas. .
6. Maia, Rui L. A. C. 29 out. 1987. "O redescobrimento medieval das canárias e a luta pela sua posse" Jornal da Maia, 1 - 6.
O texto, fundado em descrições coevas, descreve o processo de resgate das Ilhas Canárias para Portugal durante o reinado de D. Afonso IV. .

Prefácio, Posfácio
Preface, Postface
1. Gomes, I.; Maia, R. L. 2009. "Introduction. In I. Gomes & R. L. Maia (Eds.), Special education: From theory to practice. Proceedings of the I International Congress on Family, School and Society. [DVD] Edições Universidade Fernando Pessoa". Porto. (Apresentação)
2. Maia, Rui L. A. C. 2008. "Marroquinos na Venda Ambulante". Porto. (Apresentação)
O texto descreve em síntese os conteúdos do livro e, panorâmica geral, discorre sobre a forma como vivem os imigrantes marroquinos me Portugal: que lugar aqui ocupam? O que fazem? Com quem se relacionam? De que forma continuam ligados ao seu país e às suas famílias? .
3. Maia, Rui L. A. C. 2004. "Apresentação - A Monarquia Portuguesa em Verso". Porto . (Prefácio)
O texto faz a introdução, com enquadramento histórico e epistemológico, da obra em verso sobre os percursos de cada um dos monarcas de Portugal, entre D. Afonso I e D. Manuel II. .



Trabalho técnico
Technical work
1. Maia, Rui L. A. C. O grande livro das 555 perguntas,2008 (Relatório de consultoria).
O texto divide-se por várias áreas de conhecimento e adopta linguagem apropriada a crianças e a jovens. Sobre o mesmo foi realizada consultoria científica face a todos os temas relacionados com as Ciências Sociais e com a História. .


Apresentação oral de trabalho
Oral work presentation
1. Fernandes, H.; Nogueira, C.; Maia, Rui L. A. C; Nunes, Laura M; Sani, Ana I; Caridade, S.; Afonso, L.. Crime e violência - o crime reprotado e as cifras negras,VII Simpósio Nacional de Investigação em Psicologia,Aveiro,2013 (Poster).
2. Maia, Rui L. A. C; Rijo, Delminda. A população de Lisboa entre os séculos XVII e XVIII: origens geográficas, famílias e reprodução,Primeiro Congresso Internacional “As Cidades na História: População”,Guimarães ,2012 (Congresso).
3. Maia, Rui L. A. C. Os imigrantes e a demografia portuguesa,Jornada Científica sobre a Imigração e a Crise Económica em Portugal,Porto,2012 (Conferência ou palestra).
Apresentação do estado da população em Portugal e da contribuição, no período entre censos, 2001-2011, da imigração para o crescimento demográfico. .

4. Maia, Rui L. A. C. Estatísticas criminais: conceitos, tratamentos e leituras,1º Congresso Português de Criminologia,Vila Nova de Gaia,2012 (Congresso).
5. Maia, Rui L. A. C; Matos, Paulo T.. Illegitimacy in 19th Urban Portugal. A General Approach,9th European Social Science History Conference (ESSHC) 2012 at University of Glasgow, UK,Glasgow,2012 (Congresso).
This article falls within the scope of the Urban Spaces: Demographic and Social Dynamics in Portugal, 17th-20th centuries project, which aims to contribute towards a greater understanding of the core demographic characteristics of Portugal’s urban populations. It is within this framework that the incidence of out of wedlock births assumes such great importance as a variable in the overall birth rate due to its high prevalence in the 19th century. .

6. Maia, Rui L. A. C. The final years of the African war and captains of the closure: individual discourses,RETHINKING WARFARE,Porto,2012 (Comunicação).
7. Sani, Ana; Nunes, Laura M; Maia, Rui L. Diagnóstico local de segurança numa comunidade urbana,Congresso Internacional “Construir a Paz”,Porto,2011 (Poster).
8. Maia, Rui L. A. C; Sani, Ana I; Nunes, Laura M. Diagnóstico de Seguridad / Inseguridad: un estúdio exploratório en una comunidad urbana,VI Congreso de Pscicología Jurídica y Forense,Ilas Baleares,2011 (Comunicação).
9. Silva, Isabel; Maia, R.; Teixeira, M.; Santos, J.. Diagnóstico de cancro colo-rectal e de cancro do estômago: Que impacto nos estilos de vida ao nível da actividade física?,VII Seminário Internacional Educação Física, Lazer e Saúde,Braga,2011 (Poster).
10. Sani, Ana; Nunes, Laura M; Maia, Rui L. Inquérito para análise (in)segurança e estratégia de policiamento,Congresso Internacional “Construir a Paz”,Porto,2011 (Poster).
11. Maia, Rui L. A. C. Empreendedorismo, Empregabilidade e Ensino Secundário e Superior: Desafios e Oportunidades para Portugal,Empreendedorismo, Empregabilidade e Ensino Secundário e Superior,Porto,2011 (Conferência ou palestra).
12. Sani, Ana; Nunes, Laura M; Maia, Rui L. El Crimen, la Víctima y el Control Social: Cuestionario de Evaluación de una Comunidad Urbana,VI Congreso Nacional de Psicología Jurídica Y Forense,Palma de Maiorca, Espanha ,2011 (Poster).
13. Maia, Rui L. A. C. Envelhecimento demográfico em meio urbano: constrangimentos e oportunidades,Inflexões Urbanas e Políticas Públicas: Um Diálogo Portugal-Brasil,Lisboa ,2011 (Seminário).
14. Mateus, Teresa; Maia, R. L; Teixeira, Paula. Awareness of listeriosis among Portuguese pregnant women,ISOPOL XVII, International Symposium on Problems of Listeriosis,Porto,2011 (Comunicação).
15. Maia, Rui L. A. C. A influência das migrações internas na capacidade de reprodução das populações urbanas antes do acesso generalizado dos métodos contraceptivos: um estudo de caso na cidade do Porto,IX Congresso da Associação de Demografia Histórica ,Ponta Delgada - São Miguel ,2010 (Congresso).
Por análise de comportamentos de grupos de mulheres residentes na cidade do Porto, segundo as suas origens geográfica, procura-se perceber de que forma a condição de migrantes impõe comportamentos diferenciados em matéria de nupcialidade e de reprodução considerando, nomeadamente, a as idades médias ao primeiro casamento, os intervalos genésicos e o número médio de descendentes.

16. Maia, Rui L. A. C; Seixas, Paulo C. Contribuintes demográficos da dor,3º Congresso Interdisciplinar da Dor,Lisboa,2010 (Congresso).
A partir de uma base de dados de doentes identificados com cancro gástrico e/ou com cancro colo-rectal, foi feita uma análise com diferenciação por género e por grupos de idades que dá conta da existência de algumas diferenças a considerar, nomeadamente em relação à precocidade na identificação da doença em relação ao género masculino. .
17. Maia, Rui L. A. C. A premente necessidade de definição de uma política de população para Portugal,IX Congresso da Associação de Demografia Histórica ,Ponta Delgada - São Miguel,2010 (Congresso).
Considerando o estado da população portuguesa, de envelhecimento duplo, são criados cenários com extensão a 2050 que dão conta de uma inevitável evolução demográfica conducente ao colapso da forma de organização societária em que assentam os pilares do Estado Social, pelo que a sua manutenção imporá a definição e o alcance de objectivos de um política que conjugue estrategicamente saldos naturais e saldos migratórios e que, por essa via, resulte na obtenção de uma maior equilíbrio entre grupos funcionais de produtores e grupos funcionais de dependentes. .
18. Maia, Rui L. A. C; Ribeiro, Ana F. Reprodução, contracepção e aborto no Portugal do século XX: práticas e discursos. Um estudo de caso na cidade do Porto,I º Encontro CITCEM - Centro de Investigação Transdisciplinar Cultura, Espaço e Memória,Guimarães,2010 (Seminário).
Duas centenas de mulheres residentes numa parcela da cidade do Porto, o Bonfim, fechado o ciclo reprodutivo, relatam as suas próprias histórias de vida em matéria de reprodução, de contracepção e de aborto. São histórias de vida que, ao darem visibilidade às práticas de contracepção e de aborto, permitem conhecer melhor os mecanismos reguladores da reprodução em meio urbano ao longo de uma boa parte do século XX e, dessa forma, deixam clara a influência que, com maior ou menor expressão, as mesmas tiveram na evolução que os processos reprodutivos sofreram ao longo das últimas décadas caracterizadas pela passagem de um regime de nascimentos “em alta” para um regime de nascimentos “em baixa”. .
19. Teixeira, M.; Silva, Isabel; Maia, R.; Santos, J.; Gonçalves, A.. Estilos de vida antes e após o diagnóstico de cancro gástrico e colo-rectal: Será que o diagnóstico altera os comportamentos?,7th International Congress of Investigation and Sociocultural Development,2009 (Congresso).
20. Maia, Rui L. A. C. Os portugueses e os imigrantes: opiniões, percepções e expectativas,I Encontro Percursos Interculturais. Comemoração do Dia Internacional dos Migrantes (16 de Dezembro),Melgaço,2009 (Comunicação).
A comunicação deu a conhecer alguns resultados decorrentes da administração de um inquérito a uma mostra da população portuguesa sobre opiniões, percepções e conhecimentos da imigração e dos imigrantes pondo em evidência aproximações e distanciamentos de posições entre grupos de respondentes constituídos a partir de perfis cruzados em função da educação formal, da ocupação e profissão e dos espaços de residência. .

21. Silva, Isabel; Maia, R.; Teixeira, M.; Santos, J.; Gonçalves, A.. Gastric and colorectal cancers: Do patients change their lifestyle after the diagnosis?,23rd Annual Conference of the European Health Psychology Society,Pisa,2009 (Poster).
22. Oliveira, G.; Silva, P.; Maia, R.L.; Rodrigues, C.F.; Diogo, M.T.; Dinis, M. A. P. How is CarbonCapture and Sequestration perceived by public ? The case study of University Fernando Pessoa (Portugal) community preliminary results),Workshop on “Energy, Greenhouse Gases and Environment”,Porto,2009 (Poster).
CD-ROM (Proceedings, Presentations and Posters) edited by M.J. Lemos de Sousa, Gisela Oliveira, Cristina Rodrigues, Alzira Dinis, Miguel Tato Diogo, and Nelson Barros and published (2009) by University Fernando Pessoa editions, Porto, Portugal. ISBN 978-989-643-029-0.
23. Maia, Rui L. A. C. A imigração inclusiva no Programa do XVII Governo Constitucional: entre as ideias e as acções. Uma perspectiva a partir da imigração brasileira,IV Encontro de Estudos sobre Ciências e Culturas,Ponte de Lima,2008 (Congresso).
Dar a conhecer as realizações do XVII em matéria de imigração por confronto com as linhas orientadoras do respectivo programa de governo anunciado no início da legislatura. .
24. Maia, Rui L. A. C. A influência das migrações internas na nupcialidade e na fecundidade,III Congresso Português de Demografia,Lisboa,2008 (Congresso).
A partir de um estudo de caso centrado nos comportamentos sociais e demográficos de residentes na cidade do Porto, por análise comparativa entre naturais e migrantes, descreve-se a influência que a origem geográfica tem em matéria de nupcialidade num tempo de observação que medeia para a constituição de família pelo casamento entre os anos de 1940 e de 1969.
25. Maia, Rui L. A. C. Estruturas demográficas diferenciadas e aproximações pela imigração,Simpósio Equilibria,Porto,2007 (Congresso).
No quadro mundial de distribuição da população por países que se diferenciam por graus de desenvolvimento económico e social e que, comparativamente, apresentam estruturas, distribuições e dimensões das suas populações muito distanciadas, as migrações internacionais surgem como uma possibilidade de equilíbrio necessário para a viabilização das formas de organização societária nestes dois mundos: nos países desenvolvidos como forma a captação de força de trabalho e reprodutora face a populações claramente envelhecidas; nos países de economias emergentes como forma de aliviar a pressão demográfica e permitir da descolagem económica que lhes garante o desenvolvimento sustentado.
26. Maia, Rui L. A. C. O impacto das migrações internas nos mercados matrimoniais e na reprodução: um estudo de caso em Portugal,VIII Congreso de la Asociación de Demografía Histórica,Maó Menorca ,2007 (Congresso).
A partir de um estudo de caso centrado na população residente da cidade do Porto, demonstra-se o impacto que as migrações internas tiveram em matéria de idade média ao primeiro casamento e de reprodução para casais que se constituíram entre os anos de 1940 e de 1969, considerando perfis de homogamia por origens geográficas.
27. Maia, Rui L. A. C. OPTIONS, PERCEPTIONS AND PERSPECTIVES OF THE PORTUGUESE POPULATION ABOUT IMMIGRATIONS AND IMMIGRANTS,COMMUNITY, WORK AND FAMILY II INTERNATIONAL CONFERENCE, Making the Connections in a Global Context,Lisboa,2007 (Congresso).
A partir do tratamento de um conjunto alargado de informações provenientes de um inquérito administrado a cerca de 2400 respondentes nacionais, são apresentados os resultados sobre o que sabem, pensam e querem os portugueses da imigração e dos imigrantes percebendo-se claramente que existem diferenças nas apreciações em função de perfis de respondentes e ainda em função de perfis de potenciais migrantes por países de origem. .
28. Maia, Rui L. A. C. Opiniões e percepções sobre a imigração: contributo para a definição de uma política de imigração para Portugal,Terceiro Congresso da APA - Associação Portuguesa de Antropologia, "Afinidade e Diferença",Lisboa,2006 (Congresso).
Um estudo centrado na exploração de indicadores estatísticos provenientes da administração de um inquérito a um conjunto alargado de indivíduos, cerca de 2400, da população portuguesa dá conta das opiniões, das percepções e das opções dos cidadãos nacionais em matéria de imigração e de imigrantes e fornece pistas para a construção de um diálogo entre grupos que, de partida, se posicionam de formas distintas mas que não se encontram assim tão distantes em relação à assunção de uma posição favorável para com a imigração e os imigrantes. .
29. Maia, Rui L. A. C. OPEA - Observatório do Processo de Ensino Aprendizagem,Fórum e-Estatística. O contributo do ALEA (Acção Local de Estatística Aplicada) para a formação da cidadania,Porto,2006 (Comunicação).
Apresentação de resultados estatísticos, com associação de variáveis, de aproveitamento escolar de alunos do 8º ano de escolaridade em função de perfis sociais de enquadramento dos progenitores em matéria de escolaridade e de condição económica de forma a que se percebam claramente as relações de causa e de efeito em a aquisição de conhecimentos e o suporte familiar.
30. Maia, Rui L. A. C. Conhecimentos e percepções da sociedade civil sobre a imigração e os imigrantes,CIDADANIA(S): Congresso Internacional Sobre Discursos e Práticas,Porto ,2006 (Congresso).
Um estudo centrado na exploração de indicadores estatísticos provenientes da administração de um inquérito a um conjunto alargado de indivíduos, cerca de 2400, da população portuguesa dá conta das opiniões, das percepções e das opções dos cidadãos nacionais em matéria de imigração e de imigrantes tendo por referência a pronuncia dos respectivos perfis ideológicos e políticos mostrando que entre direita e esquerda moderadas existe um grande consenso em torno desta questão. .
31. Maia, Rui L. A. C. Le Portugal et le Maroc: structures démographiques différenciées et approches pour l'immigration. Entre le global et la communauté,Colloque International PORTUGAL-MAROC: DIALOGUES CULTURELS,Agadir - Marrocos,2005 (Congresso).
Um estudo centrado na exploração de indicadores estatísticos relacionados com as estruturas e as dinâmicas demográficas dos dois países – Portugal e Marrocos – em associação com questões de proximidade geográfica e de dimensão histórica e cultural mostra como a complementaridade está presente e pode ser incrementada por via das migrações internacionais com fluxos de África para a Europa. .
32. Maia, Rui L. A. C. A descolonização no século XX,Conferência ,Lisboa,2004 (Conferência ou palestra).
Conferência dirigida a docentes de História dos níveis de ensino básico e secundário. Teve como suporte documental principal a listagem de indivíduos mortos em África durante o período da Guerra Colonial e os discursos produzidos pelos responsáveis políticos de Portugal e das ex-colónias portuguesas após o 25 de Abril de 1974. .
33. Maia, Rui L. A. C. Migration phenomena in Portugal,Migration and integration: challenges and good practice" do programa "Fighting racism and xenophobia throught sport,Braga,2004 (Comunicação).
A comunicação teve por objectivo dar a conhecer a realidade migratória portuguesa nas dimensões de emigração e de imigração e referenciar o importante papel que os migrantes desempenham na fixação de elos de união entre os povos. .
34. Maia, Rui L. A. C. Descrição sociológica da imigração marroquina: uma aproximação a partir do exemplo de Aver-o-mar, Póvoa de Varzim,2º Colóquio de Imigração Marroquina ,Porto,2003 (Congresso).
Um estudo de caso centrado nos imigrantes marroquinos circulantes pelo entreposto de Aver-o-mar, Póvoa de Varzim, dá conta, em caracterização sociológica, das suas condições de vida no decurso do processo migratório, para muito feito desde o Sul de Espanha, na estadia errante por Portugal e na relação mantida com os familiares e, em geral, com a comunidade do seu país. .
35. Maia, Rui L. A. C. Imigrantes marroquinos em Portugal: uma perspectiva a partir das redes de relações sociais,1º Colóquio de Imigração Marroquina,Porto ,2002 (Congresso).
Com base no tratamento de informações provenientes de um inquérito administrado a marroquinos dedicados à venda ambulante, faz-se uma descrição das redes de relações sociais entre eles estabelecidas em relação a aspectos da vida social – comunitária e económica – e da vida privada e ainda das relações estabelecidas entre os que imigraram e os que pretendem imigrar e entre os que imigraram e os que ficaram no país de origem ou noutro país. .
36. Maia, Rui L. A. C. Portugal: uma democracia em aprofundamento,(Re)visão das ditaduras europeias da segunda metade do século XX,Porto ,2001 (Seminário).
Faz-se uma reflexão sobre as deficiências institucionais da democracia portuguesa da II República, com ênfase para as distorções mais notórias do poder local. .
37. Maia, Rui L. A. C. Migrações e redes de relações sociais em meio urbano: um exemplo a partir do Porto ,VI Congresso da Associação de Demografia Histórica,Castelo Branco ,2001 (Congresso).
Com base na exploração de um conjunto numericamente significativo de dados nominativos provenientes de registos paroquiais de casamento de um espaço da cidade do Porto, Bonfim, entre 1940 e 1969, faz-se uma descrição das redes de relações sociais aí estabelecidas tomando por referência os espaços de origem e a sua associação com as formas de constituição de família. .
38. Maia, Rui L. A. C. O impacto das diferenças naturais nas diferenças sociais: a questão demográfica,Co-educação: do princípio ao desenvolvimento de uma prática,Porto,2001 (Seminário).
A partir da exposição, fundada na exploração e no tratamento de indicadores demográficos, são apresentadas diferenças naturais de género que se repercutem em diferenças sociais. .
39. Cunha, Pedro; Toldy, Teresa; Cardoso, João C; Ramos, Cláudia; Leite, Isabel C; Vaz, Isabel; Silva, Manuela M.; Santos, Paula M; Maia, Rui L. Nova e de Maneira Diferente: Coeducar no Espaço Universitário ,Seminário Transnacional "Coeducação - Do Princípio ao Desenvolvimento de uma prática",Lisboa,2001 (Comunicação).
40. Maia, Rui L. A. C. Descontinuidades e permanências nas estruturas da economia e da sociedade portuguesas nos últimos sessenta anos,IV Congresso Português de Sociologia - Passados recentes, futuros próximos,Comibra,2000 (Congresso).
Com base na exploração de indicadores estatísticos de natureza económica e social, faz-se uma descrição da evolução estruturante de Portugal entre 1940 e o final do século XX. .

41. Maia, Rui L. A. C. Mobilidade geográfica na cidade do Porto: 1940-1969,V Congresso da Associação Ibérica de Demografia Histórica,Logroño,1998 (Congresso).
Com incidência privilegiada num espaço da cidade do Porto, o Bonfim, faz-se a descrição quantitativa, entre as 1940 e 1969, da população por concelhos de origem geográfica. .
42. Maia, Rui L. A. C. A grande cidade como destino: aspectos da mobilidade geográfica de Amarante para o Porto: 1940-1969,Amarante - Congresso Histórico,Amarante,1998 (Congresso).
Com base na exploração dos registos paroquiais de casamento de um espaço da cidade do Porto, o Bonfim, entre 1940 e 1969, faz-se a descrição, por comparação a um quadro regional, das características sociedomográficas dos migrantes provenientes de Amarante para aquele espaço. .
43. Maia, Rui L. A. C. A cidade: identidade mesclada,Sengundas Jornadas de História Local e Regional,Vila Nova de Gaia,1997 (Comunicação).
A cidade é apresentada e discutida pela matriz humana e étnica que a compõe e enquanto espaço que não se basta a si mesmo pela população que nele se inscreve. E, nesse sentido, ao incluir a diversidade, a cidade é um espaço de identidade mesclada. .
44. Maia, Rui L. A. C. Percursos de vida: reconstituição simultânea por testemunhos oriais e escritos (o exemplo dos que se instalam na cidade),Jornadas de Metodologias Qualitativas,Porto ,1996 (Congresso).
A comunicação chama a atenção para o potencial de análise inerente ao cruzamento de informações entre abordagens qualitativas e abordagens quantitativas, tomando como exemplo os percursos biográficos dos migrantes que, internamente, deixam as terras de origem rurais e mais ou menos periféricas e se fixam no espaço urbano. .
45. Maia, Rui L. A. C. A descolonização portuguesa: uma balanço crítico,Congresso Internacional Pós-Colonialismo e Identidade,Porto ,1996 (Congresso).
A comunicação versa o tema da descolonização portuguesa. Fundada na exploração de fontes primárias relacionadas com as baixas militares nos teatros de operações e fontes secundárias relacionadas com os discursos de descolonização dos representantes políticos de Portugal e das antigas colónias, chama a atenção, num quadro de comparação internacional, para a inevitabilidade do processo. .
46. Maia, Rui L. A. C. Contributos para a regionalização,Debate - Regionalizaçãio ,Lisboa,1996 (Outra).
A comunicação versa o tema da regionalização e resulta de uma auscultação pública sobre as propostas de divisão territorial, administrativa e política apresentadas pelas diferenças forças políticas. .
47. Maia, Rui L. A. C. A historiografia portuguesa: caminhos por percorrer,II Congresso Histórico de Guimarães,Guimarães,1996 (Congresso).
A comunicação chama a atenção para o potencial de análise inerente à utilização, em famílias reconstituídas, de testes de associação de variáveis e à criação de modelos explicativos de comportamentos sociodemográficos. .
48. Maia, Rui L. A. C. Genealogia e hereditariedade,III Congresso de História da Antropoloxía e Antropoloxía Aplicada,Pontevedra,1996 (Congresso).
A comunicação chama a atenção para o potencial de análise que a reconstituição de famílias, em longa duração, tem em relação ao conhecimento da transmissão de doenças e às causas de morte. .
49. Maia, Rui L. A. C. História e política: o uso da imagem de D. Afonso Henriques durante o Estado Novo,II Congresso Histórico de Guimarães,Guimarães,1996 (Congresso).
A comunicação chama a atenção para as múltiplas formas de utilização da figura de D. Afonso Henriques durante o Estado Novo, tendo por referência os manuais de instrução primária de Língua Portuguesa e de História, algumas fontes secundárias, com destaque para jornais e para discursos parlamentares. .
50. Maia, Rui L. A. C. A ascensão social pela emigração: o exemplo do brasileiro,Discursos sobre ciência, política e comportamento,Porto,1995 (Conferência ou palestra).
O trabalho centra-se sobre a emigração brasileira oitocentista que teve, em alguns casos, epílogos de sucesso bem visível aquando do retorno dos seus protagonistas ao país de origem. Tem, em termos práticos, por enfoque o exemplo do Visconde de Barreiros, título conferido pela realeza a esse homem de sucesso em terras de Vera Cruz e ainda de grande sucesso em Portugal. Embora sem aí residir na sua terra natal, São Miguel de Barreiros, aí deixou marcas ao rasgar-lhe a alameda que lhe conserva o nome, ao dotar a Igreja Matriz de uma torre sineira, ao nela construir o seu palacete de campo e ao doar-lhe as primeiras escolas de instrução primária. .
51. Maia, Rui L. A. C. As alterações estruturais da nupcialidade numa comunidade semi-urbana,IV Congresso da Associação Ibérica de Demografia Histórica,Bilbao,1995 (Congresso).
A comunicação, fundada na exploração dos registos paroquiais de São Miguel de Barreiros, entre 1700 e 1925, comunidade próxima da cidade do Porto, analisa em longa duração, por dois períodos, e descreve as alterações da nupcialidade em relação a idades médias e a flutuações sazonais que, invariavelmente, se associam a mudanças de ciclos produtivos e também de mentalidades. .
52. Maia, Rui L. A. C. O Rotary e o poder instituído (Estado Salazarista e Igreja Católica),Jornadas Interdisciplinares Poder e Sociedade,Lisboa,1995 (Congresso).
A comunicação versa o tema das relações, nem sempre fáceis, entre o Movimento Rotário, o Estado Novo e a Igreja Católica. .

Organização de evento
Event organization
1. Maia, Rui L. A. C; Ramalho, Joaquim; Costa, Ana M. A. R. R.; Gomes, I.. I Congresso Internacional FAMÍLIA, ESCOLA E SOCIEDADE,2009 (Congresso / Organização).
I Congresso Internacional FAMÍLIA, ESCOLA E SOCIEDADE – Educação Especial O Congresso pretendeu constituir-se como uma oportunidade de apresentação de resultados de trabalhos realizados e em curso por investigadores nacionais e estrangeiros e, em simultâneo, como espaço de reflexão por parte dos agentes educativos que, no quotidiano, intervêm em contextos de ensino especial. As suas temáticas, transversais ao espírito da legislação em vigor – recentemente revista em Portugal – estão ampliadas à Escola multicultural e inclusiva, às exigências e às especificidades da educação especial e, em dimensão holista e sistémica, às questões de relacionamento entre a Escola e as relações sociais primárias e secundárias. O I Congresso Internacional FAMÍLIA, ESCOLA E SOCIEDADE, subordinado ao tema da Educação Especial, pretendeu reunir contributos intra e extra académicos no quadro da Escola Inclusiva e visou consolidar saberes e práticas em matéria de integração de crianças com necessidades educativas especiais no ensino regular. .


Outra produção técnica
Other technical production
1. Cabral, Maria A. R. S; Maia, R. L. Antropológicas Nº 10,2007.
2. Cabral, Maria A. R. S; Maia, R. L. Antropológicas Nº 4,2000.



Curso de curta duração
Short duration course
1. Ribeiro, Nuno M; Maia, Rui L. Curso de Especialização Tecnológica em Sistemas de Informação em Saúde (CET-SIS), CET nível 5,2012 (Especialização).
Elaboração do dossier de instrução do processo de criação do Curso de Especialização Tecnológica em Sistemas de Informação em Saúde, incluindo o referencial de competências a adquirir, a fundamentação da necessidade e da adequação da oferta formativa ao tecido sócio-económico, o plano de formação contendo planos curriculares para as componentes de formação geral e científica, formação tecnológica e formação em contexto de trabalho, a definição de créditos ECTS para as unidades curriculares do plano de formação, a definição dos objectivos das unidades curriculares, a definição da metodologia de ensino-aprendizagem para as unidades curriculares e a elaboração de protocolos de formação em contexto de trabalho com empresas para colocação de estagiários do curso. .
2. Ribeiro, Nuno M; Maia, Rui L. Curso de Especialização Tecnológica em Programação de Aplicações Web (CET-PAW), CET nível 5,2010 (Especialização).
Elaboração do dossier de instrução do processo de criação do Curso de Especialização Tecnológica em Programação de Aplicações Web, incluindo o referencial de competências a adquirir, a fundamentação da necessidade e da adequação da oferta formativa ao tecido sócio-económico, o plano de formação contendo planos curriculares para as componentes de formação geral e científica, formação tecnológica e formação em contexto de trabalho, a definição de créditos ECTS para as unidades curriculares do plano de formação, a definição dos objectivos das unidades curriculares, a definição da metodologia de ensino-aprendizagem para as unidades curriculares e a elaboração de protocolos de formação em contexto de trabalho com empresas para colocação de estagiários do curso.





Dados Complementares (Additional data)


Orientações
Orientations


Tese de Doutoramento
Phd Thesis
Concluídas
Completed
1. António Inácio Correia Nogueira, Capitães do Fim, 2015. Tese (Doutoramento em Ciências Sociais, ramo Sociologia) - Universidade Fernando Pessoa (Orientador).


Dissertação de Mestrado
Master degree dissertation
Concluídas
Completed
1. Luís Manuel Nogueira Fernandes, Periferias Urbanas - causas e consequências: Espinho, um caso de estudo, 2015. (Orientador).
2. Joana Silva, Envelhecimento Ativo e Qualidade de Vida: Uso do tempo e condições de vida dos idosos do Bonfim, 2015. (Orientador).
3. Marina Margarida de Sousa Teixeira, Identificação diacrónica de estilos de vida em doentes com cancro gástrico e/ou colo-rectal, 2010. Dissertação (Psicologia Social e das Organizações) - Universidade Fernando Pessoa (Co-orientador).
Identificação diacrónica de estilos de vida em doentes com cancro gástrico e/ou colo-rectal.

4. Xénia Manuela Mendonça Mendes Vieira, Diferentes Origens, Diferentes Olhares. Um retrato sociológico sobre imigração em Portugal, 2010. (Orientador).
5. Teresa Susana Letra Mateus, As melhores formas de transmissão de informação sobre listeriose a mulheres grávidas, 2009. Dissertação (Ciência e Tecnologia Alimentar) - Universidade Católica Portuguesa (Co-orientador).
Fundamentada num inquérito administrado a mulheres grávidas, a investigação deixa perceber que, apesar das diversas formas de informação sobre listeriose, não há uma consciência suficientemente abrangente do problema e que, por outro lado, as informações mais relevantes não se associam aos serviços de saúde e, em particular, aos médicos. .
6. Joaquim Filipe Peres de Castro, Os efeitos do vaivém da emigração continental. Um estudo de caso em Melgaço, 2008. Dissertação (Psicologia Social e das Organizações) - Universidade Fernando Pessoa (Orientador).
O trabalho faz uma caracterização empírica concertada com a literatura da especialidade sobre a emigração e o retorno no concelho de Melgaço, pondo em evidência as relações estabelecidas entre emigrantes retornados e naturais do concelho sem experiência migratória. .

7. Maria Eugénia Manso Alentejo Ribeiro, Consequências do Trabalho por Turnos e Nocturno em Profissionais de Enfermagem, 2008. Dissertação (Psicologia Social e das Organizações) - Universidade Fernando Pessoa (Co-orientador).
Estudo de caso em dois hospitais do Norte de Portugal sobre as consequências na produtividade e nas relações parentais e familiares do trabalho por turnos e nocturno em profissionais de enfermagem.
8. Susana Carla da Silva Pereira, Sexualidade: conhecimento e prevenção. Conhecimento em comportamentos preventivos sexuais de adolescentes em meio escolar, 2008. Dissertação (Psicologia Social e das Organizações) - Universidade Fernando Pessoa (Orientador).
O trabalho faz uma caracterização empírica concertada com a literatura da especialidade sobre conhecimentos e práticas da sexualidade em meio escolar. .
9. Susana Rodrigues de Oliveira de Lima Guerreiro, Residliência e depressão: estudo exploratório em contexto escolar, 2007. (Co-orientador).
O trabalho faz uma caracterização empírica concertada com a literatura da especialidade sobre casos identificados de resiliência, constituintes de um grupo experimental, por comparação aos restantes casos, constituintes de um grupo de controlo, em meio escolar por alunos distribuídos em anos de escolaridade diferenciados. .


Participação no júri de Graus Académicos
Academic Degrees jury participation


Doutoramento
Phd
1. Maia, Rui Leandro Alves da Costa. Participação no júri de José Alfredo Paulo Faustino. A População da Vila de Chaves entre 1780 e 1880, 2014. Tese (História das Populações) - Universidade do Minho.
2. Maia, Rui Leandro Alves da Costa. Participação no júri de Antocléia de Sousa Santos. Ética a Política Social no Brasil na última década: estudo sobre exclusão social em idosos , 2014. Tese (Psicologia Social e das Organizações) - Universidade Fernando Pessoa.
3. Maia, Rui Leandro Alves da Costa. Participação no júri de Fabiana de Oliveira Lima. Trajecto da Tecnologia Wi-Fi na cidade do Porto: uma rede de híbridos , 2011.
Estudo das principais intervenções da tecnologia na percepção do espaço urbano e nas inter-relações dele estabelecidas, tendo por estudo de caso o Projecto Porto Digital, em vigor na cidade do Porto. .


Mestrado
Master degree
1. Maia, Rui Leandro Alves da Costa. Participação no júri de Milene dos Anjos Fernandes. A População de Prisco entre os Séculos XVI e XX. Estudo Demográfico, 2015. 
2. Maia, Rui Leandro Alves da Costa. Participação no júri de Magna Daniela Coelho da Silva. Mobilidade social, identidade e valores: o regresso de emigrantes no Minho, 2010.  Dissertação (Políticas Comunitárias e Cooperação Territorial) - Universidade do Minho.
O trabalho versa sobre percursos de vida de emigrantes que regressaram às terras de origem consubstanciando uma imagem e uma posição social bem diferentes das que tinham quando daí partiram para outros países.
3. Maia, Rui Leandro Alves da Costa. Participação no júri de Cândido Martim López Juncal. Vidas através das gerações, 2003.  Dissertação (História das Populações) - Universidade do Minho.







Indicadores de produção (Production indicators)

Total
Produção científica
Scientific production
118

Livros e capítulos
Books and book chapters
57
Livros publicados ou organizados
Published or organized books
13
Capítulos de livros publicados
Published book chapters
44
Artigos científicos em revistas
Papers in periodics
17
Com arbitragem científica
With scientific refereeing
12
Sem arbitragem científica
Without scientific refereeing
5
Trabalhos em eventos
Papers in conference proceedings
35
Com arbitragem científica
With scientific refereeing
28
Sem arbitragem científica
Without scientific refereeing
7
Textos em jornais ou revistas
Texts in journals or magazines
6
Jornais de notícias
Newspapers
2
Revistas
Magazines
4

Total
Produção técnica
Technical production
56

Trabalhos técnicos
Technical works
1
Outros tipos de produção técnica
Other technical production
55

Total
Produção artística/cultural
Artistical/cultural production
2


Total
Dados complementares
(Additional data)
17

Orientações
Orientations
11
Participação no Júri de Graus Académicos
Academic Degrees jury participation
6


Visualizações do curriculum [ 6067 ]
 
Página gerada pela Plataforma de Curricula DeGóis promovida pela FCT e pelo Gávea/DSI/UM em 23-11-2017 às 13:07:02
Plataforma de Curricula DeGóis: http://www.degois.pt | Icons by Axialis Team
Co-Autores Relacionados no DeGóis (13)
 Co-authors listed in Degóis