Curriculum Vitae

Maria da Graça Lopes da Silva Mouga Poças Santos

Data da última atualização »Last update : 12/03/2018


Doutora em Geografia (2005), Mestre em Geografia Humana (1993) e Licenciada em Geografia (1987) pela Universidade de Coimbra. Professora Coordenadora da Escola Superior de Educação e Ciências Sociais do IPL. Áreas de investigação: Turismo Religioso e Peregrinação; Geografia Cultural; Turismo Cultural. Contributos publicados em actas, revistas científicas e capítulos de livros. Livros: "A Residência Secundária no âmbito da Geografia dos Tempos Livres: análise comparativa dos casos de S. Pedro de Moel e Praia da Vieira" (1996); "Espiritualidade, Turismo e Território: estudo geográfico de Fátima" (2006); "Estudo sobre o perfil do visitante de Fátima: contributo para uma acção promocional em comum da rede COESIMA" (2008). Como editora: Turismo Cultural, Territórios e Identidades. Porto: Edições Afrontamento e IPL, 388p. (2010).


Endereço de acesso a este CV:

http://www.degois.pt/visualizador/curriculum.jsp?key=7767184417747974


Dados pessoais (Personal data)
Nome completo
Full name
Maria da Graça Lopes da Silva Mouga Poças Santos
Nome em citações bibliográficas
Quoting name
Santos, Maria da Graça Mouga Poças
Categoria profissional
Position
Professor Adjunto
Endereço profissional
Professional address
Instituto Politécnico de Leiria
Escola Superior de Educação Ciências Sociais
Centro Inter. de Ciências Sociais - Polo de Leiria (CICS.NOVA.IPL)
Campus 1, Rua Dr. João Soares, Apartado 4045
Leiria
2411-901 Leiria
Portugal
Telefone: (+351)244829400Extensão: 103321
Fax: (+351)244829499
Correio electrónico: graca.santos@ipleiria.pt
Homepage: http://www.esecs.ipleiria.pt/
Sexo
Gender
Feminino»Female




Graus Académicos (Academic Degrees)
1999-2005 Doutoramento
Phd
Geografia.
Universidade de Coimbra, Portugal.

1990-1993 Mestrado
Master degree
Geografia Humana (1 anos » years) .
Universidade de Coimbra, Portugal.

1983-1987 Licenciatura
Licentiate degree
Geografia (4 anos » years) .
Universidade de Coimbra, Portugal.





Vínculos profissionais (Professional Positions)
Instituto Politécnico de Leiria
Nov/1988-Actual Professor Adjunto





Atividades de Conselhos, Comissões e Consultorias (Councils, Comissions and Consultancy activities)
Instituto Politécnico de Leiria
Jan/2011-Actual
Outro


Nov/2008-Actual


Abr/2009-Jan/2011
Outro


Out/1995-Jan/1999






Atividades de Direção e Administração (Management and Administration activities)


Instituto Politécnico de Leiria
Dez/1995-Jan/1998 Escola Superior de Educação Ciências Sociais
- Vice-Presidente






Outras atividades técnico científicas (Other technical-scientific activities)
Instituto Politécnico de Leiria
Jun/1993-Actual
Atividade realizada»Activity:

Membro do Conselho Científico






Prémios e títulos (Awards Prizes, and Honours)
2010 Al Mérito Geográfico por la obra "Cultura, territorios y práticas religiosas", Sociedad Argentina de Estudios Geográficos.
2009 Contributo para a afirmação do Turismo em Leiria-Fátima (categoria Trabalhos de Investigação), Turismo de Leiria-Fátima.




Membro de Associações Profissionais/Científicas (Professional/Scientific Association membership)
1999- Actual Associação Portuguesa de Geógrafos - APG, Membro.
Sócio n.º 774.




Produção científica, técnica e artística/cultural (Scientific, technical and artistical/cultural production)
Livros publicados/organizados ou edições
Published/organized books or Editions
1. Santos, Maria G. M. P. ed. 2010. Turismo Cultural, Territórios e Identidades ed. 1, ISBN: 978-972-36-1110-6. Porto: Afrontamento.
Contra-capa: Na óptica que se privilegiou, ao organizar o Congresso Turismo Cultural, Territórios & Identidades cujo output agora se publica, o binómio Cultura/Património (recurso turístico a ser estudado) surge não só como factor de atracção de turistas, mas também como referência de identidade e de identificação dos territórios e dos que nestes habitam. De facto, o património, pelas suas características arquitectónicas e artísticas, pelas qualidades paisagísticas que apresente ou pela dimensão histórica e simbólica de que se revista, surge como um importante activo no quadro dos recursos turísticos de uma região ou de um país. Daqui transparece que a inserção do património na actividade e na experiência turísticas tem vindo a evoluir no sentido de passar de uma situação em que os visitantes apenas se limitavam a ver, mais ou menos rapidamente, um monumento inserido nos itinerários habituais (turismo de massas), para uma maior exigência no sentido da compreensão dos lugares visitados (turismo cultural) e de preservação do património artístico e arquitectónico. .
2. Santos, Maria G. M. P. 2008. Estudo sobre o perfil do visitante de Fátima: contributo para uma acção promocional em comum da rede COESIMA. ed. 1, ISBN: 978-972-36-0972-1. Porto: Afrontamento.
3. Santos, Maria G. M. P. 2006. Espiritualidade, Turismo e Território: estudo geográfico de Fátima. ed. 1, ISBN: 972-8818-76-9. Lisboa: Principia.
Resumo: Estudar a dimensão espacial inscrita nos fenómenos de natureza religiosa, tanto na esfera pessoal como na social, eis a finalidade assumida deste trabalho. Porque a realidade contemporânea é, neste domínio, consideravelmente multifacetada, não se restringe àqueles o objecto de estudo, antes se alarga o mesmo às manifestações de uma espiritualidade não estritamente religiosa. Porque se partilha uma concepção do espaço onde se acomodam percepções individuais, se amalgamam representações colectivas e se entrelaçam elos comunitários, parte-se da noção de território, enquanto construção social que carrega uma vertente material, mas também uma componente ideal e uma espessura temporal. Privilegiando uma óptica de geografia cultural e beneficiando dos contributos aduzidos à Geografia pelos geógrafos humanistas, este projecto de investigação situa-se, do ponto de vista disciplinar, no campo da geografia da religião. A problemática de estudo, neste âmbito, dirige-se especialmente à compreensão dos mecanismos de difusão no espaço de cultos e de culturas religiosas, da atracção exercida por santuários e lugares sagrados e do papel simbólico e identitário que tais lugares apresentam para certas comunidades. São focadas, de modo particular, as várias formas de mobilidade religiosa, isto é, as deslocações humanas no espaço terrestre cuja motivação possa ser considerada, essencialmente, como relevando do foro religioso ou espiritual, prosseguindo finalidades situadas também nesta esfera e tendo como destino lugares de grande intensidade do sagrado. Aqui, procura-se dilucidar até que ponto antigas práticas, como as peregrinações, ainda hoje levadas a cabo, podem assimilar se, sem mais, às desencadeadas no quadro do turismo moderno, ou se ambas, embora compartindo facetas idênticas, devem continuar, em bom rigor, a distinguir-se, numa destrinça conceptual não isenta de consequências, no plano da actividade turística e no da eclesiástica. (...).
4. Santos, Maria G. M. P. 1996. A Residência Secundária no âmbito da Geografia dos Tempos Livres: análise comparativa dos casos de S. Pedro de Moel e Praia da Vieira. ed. 1, ISBN: 972-569-090-7. Coimbra: Comissão de Coordenação da Região Centro.
Dissertação de Mestrado.

Capítulos de livros publicados
Published book chapters
1. Santos, Maria G. M. P. 2015. “Do espaço às pessoas”.  In A Região de Leiria Identidade e Desenvolvimento: Um percurso histórico e geográfico, 15 - 53. ISBN: 972-8793-05-7. Leiria: Instituto Politécnico de Leiria.
2. Santos, Maria G. M. P. 2012. "Formulating a strategy and an action plan for the accommodation of pilgrims and religious tourists in the sanctuary-city of Fatima (Portugal)".  In Reflecting on Religious Tourism and Pilgrimage, ed. Kevin Griffin & Razaq Raj, 96 - 116. ISBN: 978-90-75775-53-2. The Netherlands: ATLAS - Association for Tourism and Leisure Education.
Abstract: With this paper, set against the theme "Managing the Religious Tourism Experience", discussed at the 2009 meeting of ATLAS Pilgrimage and Religious Tourism Special Interest Group, we have presented a number of results relating to a research project concluded in the previous year (Santos, 2008). This study (using the relevant qualitative methodologies, increasingly important in Tourism Studies) was based on a series of interviews and is aimed at obtaining accurate information based on the statements of decision-makers and specially qualified agents, as persons who manage the reception and hosting of visitors to Fatima. The interviews were conducted with those responsible for tourism, particularly in the areas of accommodation and travel agencies, as well as with members of the Leiria-Fatima Tourist Board. Also interviewed were leaders of business associations, local elected authorities, museum directors and a representative of the Sanctuary of Fatima, etc. This study was part of a broader European level project concerning visitors to seven places within the COESIMA project (European Cooperation on Major Greeting Sites; see http: / / www.coesima.eu / portal / ). The main objectives of this paper are: to present the results of this study on the strengths and weaknesses of Fatima, as a hosting area; to contribute to the knowledge of what key decision makers, who have influence in the town of Fatima and its mode of operation, think about local development and; to propose measures which will contribute to the formulation of a strategy and a plan of action for Fatima as a hosting community. This paper is very practical in nature, but based on the theoretical framework of the author¿s PhD thesis (Santos, 2006) which used Fatima as a case-study. We will be presenting the interview model which we developed and employed and the results have allowed the proposed aims to be achieved. (...).
3. Santos, Maria G. M. P. 2010. “Do território à identidade… Da cultura ao turismo: memória de um congresso”.  In Turismo Cultural, Territórios e Identidades, ed. CIID-IPL e Afrontamento, 7 - 9. ISBN: 978-972-36-1110-6. Porto: Afrontamento .
4. Santos, Maria G. M. P. 2010. “Turismo Cultural – uma aposta e uma oportunidade para a Região de Leiria”.  In Turismo Cultural, Territórios e Identidades, ed. CIID-IPL e Afrontamento, 373 - 377. ISBN: 978-972-36-1110-6. Porto: Afrontamento.
5. Santos, Maria G. M. P. 2010. “Conhecimento Geográfico e Peregrinações: contributo para uma abordagem teórica”.  In Trilhas do Sagrado, ed. Rosendahl, Zeny , 145 - 187. ISBN: 978-85-7511-165-9. Rio de Janeiro: EdUERJ – Editora da Universidade do Estado do Rio de Janeiro.
6. Santos, Maria G. L. S. M. P. 2009. “Um caso à parte? Especificidades, tendências e oportunidades do Turismo Religioso".  In Turismo de nicho: motivações produtos, territórios. , ed. SIMÕES, José Manuel; FERREIRA, Carlos Cardoso, 205 - 219. ISBN: 978-972-636-192-3. Lisboa: Colobri Artes Gráficas.
7. Santos, Maria G. M. P. 2009. "Religión y dinámica espacial. Del espacio y de los lugares sagrados al territorio religioso".  In Cultura, Territorios y Prácticas Religiosas, ed. CARBALLO, Cristina Teresa, 195 - 212. ISBN: 978-987-574-338-0. Argentina: Luján: Universidad Nacional de Luján.
8. Santos, Maria G. M. P. 2009. “Visitor profiles and market segmentation: A contribution to the renewal of an almost centennial religious destination (Fátima)".  In Tourism, Religion & Culture: Regional Tourism Development through Meaningful Experiences., ed. TRONO, Anna , 307 - 328. ISBN: 9788880868750. University of Salento – Lecce: Galatina (Itália): Congedo Ed..
9. Santos, Maria G. M. P. 2008. “Os santuários como lugares de construção do sagrado e de memória hierofânica: esboço de uma tipologia”.  In Espaço e Cultura: Pluralidade Temática., ed. Rosendahl, Zeny e Lobato Corrêa, Roberto, 79 - 104. ISBN: 978-85-7511-125-3. Rio de Janeiro: EdUERJ – Editora da Universidade do Estado do Rio de Janeiro.
10. Santos, Maria G. M. P. 2007. “Fátima: população e alojamento”.  In Enciclopédia de Fátima, ed. AZEVEDO, Carlos Moreira; CRISTINO, Luciano, 213 - 224. ISBN: 978-972-8818-91-3. Lisboa: Principia.
11. Santos, Maria G. M. P. 2006. “From Land to people”.  In The Region of Leiria – Identity and Developement: A historical and geographical journey, ed. Instituto Politécnico de Leiria, 15 - 53. ISBN: 975-8793-16-2. Lisboa: Publicenso.
12. Santos, Maria G. M. P. 2005. “Do espaço às pessoas”.  In A Região de Leiria – Identidade e Desenvolvimento: Um percurso histórico e geográfico, ed. Instituto Politécnico de Leiria, 15 - 53. ISBN: 972-8793-05-7. Lisboa: Publicenso.
13. Santos, Maria G. L. S. M. P. 2003. “Religious Tourism: contributions towards a clarification of concepts”.  In Religious Tourism and Pilgrimage, ATLAS (European Association for Tourism and Leisure Education) – Religious Tourism and Pilgrimage Research Group, 1.st Expert Meeting (Fátima), ed. Carlos Fernandes, Francis McGettigan e Jonathan Edwards , 27 - 42. ISBN: 972-95961-3-1. Leiria: Normagrafe.
Abstract 1. In order to clarify some of the main theoretical concepts surrounding the theme of religious tourism, this paper makes a brief survey of the field, trying to draw distinctions between concepts that are similar or related; 2. The main objectives are to: - present some of the perspectives of different authors as to the definition of religious tourism; - claim that spirituality as a motivating force is mostly experienced as a subjective, internalised reality, of which the public or social dimension (the objective, exteriorised level) is no more than a part; - argue that the concept of religious tourism has arisen alongside changes that have occurred in modern society as regards patterns of behaviour and attitudes towards religion; it may therefore be considered a more flexible notion and should not be approached in a reductive way. 3. It is useful to reflect and possibly rethink some of the operative concepts used in this domain. This should be done without preconceptions, but also without ignoring the specific nature of spiritual motivation, which cannot be dealt with in exactly the same way as other motives for tourism. Thus, the term Religious Tourism should, to my mind, include all kinds of travel (voluntary, temporary and unpaid) that is motivated by religion in combination with other kinds of motivation, and which has as its destination a religious site (of local, regional, national or international status), but for which the journey itself is not a religious practice. In sum, this paper seeks to bring to the debate a theoretical reflection about the essence of contemporary religious tourism. In addition, it aims to show that the (re-) discovery of the spiritual as a source of well being and equilibrium is allied to motivations of other types, which may follow non-traditional formulae and are only beginning to be understood today. .

Artigos em revistas sem arbitragem científica
Papers in periodics without scientific refereeing
1. Santos, Maria G. M. P. 2012. ""Património da humanidade enquanto destino turístico-cultural: os casos de Batalha e Alcobaça"", Percursos&Ideias, Revista Ciéntífica do ISCET, 3/4: 82 - 92.
Registada no Index Copernicus Journals Master List. Abstract: In this communication we will address the research project that is being developed at the CIID research group (www.ciid.ipleiria.pt) entitled Visitor Profile of World Heritage Monuments in Leiria. In this project we have as case study the monasteries of Batalha (since 1983) and Alcobaça (since 1989), which belong to the region of Leiria’s territory. In terms of framework, this study is also being developed in association with ATLAS - European Association for Tourism and Leisure Education, following the model of ATLAS Research Project on Cultural Tourism (http://www.tram-research.com/atlas/). The main milestones of this communication are the understanding of the importance of cultural sites as tourist destinations, the integration of cultural tourism in the context of multi-functional tourist journeys and the importance of cultural motivation and its particularities.

2. Santos, Maria G. L. S. M. P. 2008. "“A Difusão Espacial de um Santuário: apontamentos para o estudo da dimensão extraterritorial de Fátima”", Espaço e Cultura, Edição Com: 51 - 65.
Republicação do texto referenciado como 2001 na selecção de artigos que integram a edição da revista que comemora os 15 anos do NEPEC – Núcleo de Estudos e Pesquisas sobre Espaço e Cultura da Universidade do Estado do Rio de Janeiro.
3. Santos, Maria G. L. S. M. P. 2001. "“A Propósito das Peregrinações da Diocese de Coimbra ao Santuário de Fátima: notas de Geografia da Religião”", Cadernos de Geografia, Especial: 147 - 153.
4. Santos, Maria G. L. S. M. P. 2001. "“A Difusão Espacial de um Santuário: apontamentos para o estudo da dimensão extraterritorial de Fátima”", Espaço e Cultura, 11-12: 9 - 23.
5. Santos, Maria G. L. S. M. P. 2001. "“The sacred space of Fátima as perceived and experienced by foot pilgrims”", Peregrinus Cracoviensis, 12: 11 - 28.
6. Santos, Maria G. L. S. M. P. 2000. "“Turismo Religioso e Lazer: delimitação e aproximação”", Cadernos de Geografia, 19: 97 - 111.
7. Santos, Maria G. L. S. M. P. 2000. "“Da Expo' 98 ao Euro' 2004: notas para o estudo do impacto de grandes eventos no turismo regional”", Educação & Comunicação, 4: 22 - 47.
8. Santos, Maria G. M. P. 1999. ""Turismo Religioso e Conhecimento Geográfico: Breves notas”", Revista Dos Algarves, 4: 14 - 17.
9. Santos, Maria G. L. S. M. P. 1999. "“A Descaracterização da Paisagem Rural – Breve apontamento sobre o caso da Azoia – Leiria”", Educação & Comunicação, 2: 114 - 134.
10. Santos, Maria G. L. S. M. P. 1999. "“Da Exposição de 1940 à Expo' 98: brevíssima nota comparativa”", Educação & Comunicação, 2: 146 - 150.

Trabalhos completos/resumidos em eventos sem arbitragem científica
Papers in conference proceedings without scientific refereeing
1. Santos, Maria G. L. S. M. P. 2003. "“Os elementos geográficos como factores identitários – introdução ao tema Espaço e Ambiente na definição do território”", Trabalho apresentado em Pensar a Região de Leiria – Identidade(s) e Diversidade(s): as linhas com que se cosem as pertenças, In Pensar a Região de Leiria , Leiria.
2. Santos, Maria G. L. S. M. P. 2005. "“Espaço Sagrado e Território”", Trabalho apresentado em V Colóquio – Território e Trajectórias de Desenvolvimento, In Território e Trajectórias de Desenvolvimento, Coimbra.
3. Santos, Maria G. L. S. M. P. 2001. "“Um caso de mobilidade simbólica: história e itinerários das Imagens Peregrinas de Nossa Senhora de Fátima”", Trabalho apresentado em IV Colóquio da História de Leiria e sua Região, In IV Colóquio da História de Leiria e sua Região - História Contemporânea, Leiria .
Resumo: Os acontecimentos de 1917 na Cova da Iria foram provavelmente o facto mais relevante ocorrido na região de Leiria no decurso do século XX, tendo-a projectado a uma escala mundial. Uma faceta talvez menos conhecida, fora dos círculos religiosos, de irradiação do Santuário de Fátima, diz respeito às deslocações ocorridas a partir de 1947 de réplicas da imagem existente na “Capelinha das Aparições”, habitualmente designadas por imagens peregrinas. Aliás, a própria imagem original, embora apenas excepcionalmente, tem também sido transportada para fora do Santuário, tendo uma dessas deslocações ocorrido na Diocese de Leiria, há precisamente meio século. Estas práticas, de um ponto de vista geográfico, podem ser consideradas como um caso de mobilidade simbólica, já que permitem a transposição materializada (e não apenas espiritual) do principal elemento simbólico de Fátima para os mais remotos lugares do planeta. A reconstituição dos itinerários percorridos por essas imagens, a partir dos dados registados pelo próprio Santuário, apresenta-se como uma parte não negligenciável na avaliação das dimensões regional, nacional e internacional que Fátima assume. Assim, começando por reflectir sinteticamente sobre os aspectos geográficos que relevam da temática que nos propusemos estudar, nomeadamente no que concerne à difusão espacial de Fátima, de que as imagens peregrinas são um importante factor, apresentaremos um breve esboço histórico acerca da génese destas viagens, procurando seguidamente delinear os percursos efectuados ou, quando tal não for possível por insuficiência dos dados existentes, mencionar os países visitados. A representação cartográfica, com base nalguns quadros que resumem a informação pertinente disponível, permitirá compreender melhor o alcance destes movimentos iconográficos gerados a partir de Fátima, em sentido inverso ao dos fluxos de peregrinos/turistas. .
4. Santos, Maria G. L. S. M. P. 2002. "“A Globalização do Santuário de Fátima: Agentes, Meios e Processos de Difusão de um Território Religioso”", Trabalho apresentado em II Colóquio – Território, Globalização e Trajectórias de Desenvolvimento, In Território, Globalização e Trajectórias de Desenvolvimento, Coimbra.
5. Santos, Maria G. L. S. M. P. 2001. "“Nas margens de um território religioso: contradições espaciais de Fátima”", Trabalho apresentado em I Colóquio – Território e Trajectórias de Desenvolvimento, In Território, Inovação e Trajectórias de Desenvolvimento, Coimbra.
6. Santos, Maria G. L. S. M. P. 2000. ""Fátima: religious tourism in a sanctuary-city"", Trabalho apresentado em 6th World Leisure Congress, In 6th World Leisure Congress, Bilbau.
7. Santos, Maria G. L. S. M. P. 1999. "“Turismo Religioso em Fátima: algumas notas caracterizadoras da sua evolução”", Trabalho apresentado em Jornadas A Investigação no Ensino Superior Politécnico, In A Investigação no Ensino Superior Politécnico, Santarém.
8. Santos, Maria G. M. P. 1996. "“São Pedro de Moel e Praia da Vieira: proximidade geográfica mas diferente génese e evolução urbana”", Trabalho apresentado em III Colóquio da História de Leiria e sua Região, In III Colóquio da História de Leiria e sua Região, Leiria .
9. Santos, Maria G. L. S. M. P. 1999. "“A importância do Santuário de Fátima no contexto Ibérico: breve olhar geográfico”", Trabalho apresentado em VIII Colóquio Ibérico de Geografia, In VIII Colóquio Ibérico de Geografia, Lisboa.

Textos em jornais ou revistas
Texts in newspapers or magazines
1. Santos, Maria G. M. P. 15 jul. 2012. ""Breves pistas sobre o turismo religioso e algumas notas aplicadas a Fátima"" ITINERANTE, 46 - 47.
2. Santos, Maria G. M. P. 01 maio 2008. "“Do reconhecimento de Leiria/Fátima como pólo de desenvolvimento turístico à afirmação do produto estratégico que lhe dá consistência” (Dossier “Turismo de Leiria/Fátima… e agora?”)" Desafios – Revista de Desenvolvimento Regional, 33 - 34.
3. Santos, Maria G. M. P. 18 jan. 2008. "“Turismo na Região de Leiria sob ataque cerrado”" Semanário Região de Leiria, 28 - 28.
4. Santos, Maria G. M. P. 26 set. 2003. "“A região de Leiria através da linguagem dos mapas”" Semanário Região de Leiria, 6 - 6.

Prefácio, Posfácio
Preface, Postface
1. Santos, Maria G. M. P. 2012. "Manual de Animação Turística e Cultural ". Porto. (Prefácio)

Outra produção científica
Other scientific production
1. Santos, Maria G. M. P. 2005. "“Spirituality and Territory: A Geographic Study of Fátima” (Abstract da Tese de Doutoramento)", 3 pp.. Coimbra: BIBLOS – Revista da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra.
2. Santos, Maria G. M. P. 2000. "“O Turismo do Ano 2000” (recensão crítica)", 2 pp.. Lisboa: Centro de Estudos Geográficos da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa.
3. Santos, Maria G. M. P. 2000. "“Geografia Social e Territórios” (recensão crítica)", 2 pp.. Lisboa: Centro de Estudos Geográficos da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa.
4. Santos, Maria G. M. P. 1993. "Nota acerca da Dissertação de Mestrado", 1 pp.. Coimbra: Instituto de Estudos Geográficos da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra.
Recensão Crítica.



Apresentação oral de trabalho
Oral work presentation
1. Santos, Maria G. M. P. "Paisagem Cultural e Turismo Religioso: algumas reflexões teóricas e práticas sobre o espaço geográfico português",Belém do Pará,2013 (Comunicação).
2. Santos, Maria G. M. P. "O Património como ferramenta educativa",Criação de um Lugar Literário: inventariação de acervo museológico - Casa-Museu Afonso Lopes Vieira,Leiria,2011 (Seminário).
3. Santos, Maria G. M. P. "Motivações e percepções de visantes de destinos turísticos com Património da Humanidade: os casos de Batalha e de Alcobaça",Congresso Internacional - Turismo, Lazer e Cultura: destinos, sustentabilidade e competitividade (CTLC 2011),Coimbra,2011 (Congresso).
Resumo: Esta comunicação corresponde à apresentação de alguns resultados obtidos no âmbito do projecto de investigação que foi desenvolvido no CIID (www.ciid.ipleiria.pt), intitulado Perfil do Visitante dos Monumentos Património da Humanidade na Região de Leiria (tendo como base de dados os resultados de 900 inquéritos por questionário aplicados em 2004 e 2009). Tem como campo de estudo o Mosteiro da Batalha (classificado desde 1983) e o Mosteiro Alcobaça (idem, 1989). Em termos de enquadramento, deve referir-se também a ligação deste estudo à actividade da ATLAS – European Association for Tourism and Leisure Education, inserido no “Projecto de Pesquisa sobre Turismo Cultural” (http://www.tram-research.com/atlas/), ao qual nos associámos. Especificamente, no turismo cultural, as distinções entre as tipologias padronizadas de turistas culturais estão a desaparecer e criam uma maior dificuldade na sua estratificação, pois são cada vez mais os turistas omnívoros (Toivonen, 2009) que se assumem pela renovada importância de agrupar o máximo de experiências em cada viagem, consumindo vários elementos culturais em diferentes locais (Fernandes, Richards, & Azevedo, 2004). Por outro lado, o turista cultural tende, crescentemente, a ligar-se ao destino que visita, vendo este como depositário de um certo património o qual, por consequência, se relaciona mais com as motivações e as percepções do que propriamente com factores sociais e económicos (Poria, Reichel, & Biran, 2006). Acresce ainda que estas razões de viagem podem variar no tempo e no espaço: ou seja, a experiência pode ocorrer num espaço que não é o autêntico e as motivações podem ser diferentes de uma viagem para a outra, ao mesmo local. .


Curso de curta duração lecionado
Taught short course
1. Santos, Maria G. M. P. Mestrado em Lazer, Património e Desenvolvimento, 2013 (Extensão), promovido por Departamento de Geografia .
Duração: 12 horas. Local: Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra, Cidade: Coimbra, Tipo de participação: Docente.
2. Santos, Maria G. M. P. Curso Internacional Turismo, Patrimônio e Cultura, 2013 (Extensão).Tipo de participação: Docente.

Organização de evento
Event organization
1. Santos, Maria G. M. P. Ciclo de Conferências Património, Comunidade e Globalização,2013 (Conferência / Organização).
2. Santos, Maria G. M. P. "O Festival Art&Tur como veículo de promoção internacional do património cultural de Barcelos",2012 (Conferência / Organização).
Organizado no âmbito do Ciclo de Conferências "Património, Comunidade e Globalização". Participou como orador o Professor Doutor Francisco Dias (Escola Superior de Turismo e Tecnologia do Mar). .
3. Santos, Maria G. M. P. Ciclo de Conferências Património, Comunidade e Globalização,2012 (Conferência / Organização).
Participei na organização de três conferências: 1. "Afonso Lopes Vieira: do Homem à CMALV" (dia 12/12/2012); 2. .
4. Santos, Maria G. M. P. Itinerários pelo património ligado ao mundo rural, nomeadamente aos ranchos folclóricos, na Região de Leiria e Alta Estremadura,2011 (Seminário / Organização).
Sob a forma de aula aberta, teve lugar o Seminário “Itinerários pelo património ligado ao mundo rural, nomeadamente aos ranchos folclóricos, na Região de Leiria e Alta Estremadura". Participam neste evento, como oradores convidados, o Doutor Luís Mota Figueira (Instituto Politécnico de Tomar) e o Doutor Paulo Carvalho Tomás (Universidade de Coimbra), ambos com experiência na elaboração e reflexão científica sobre itinerários culturais. Esta iniciativa insere-se no âmbito da unidade curricular de Património Cultural I do 2.º ano do Curso de Animação Cultural da Escola Superior de Educação e Ciências Sociais, a que se associa o CIID (Centro de Investigação Identidades e Diversidades) do Instituto Politécnico de Leiria. Procura-se com este evento, cruzar a vertente dos estudos ligados à cultura com as realidades da etnografia e do folclore regional, como oportunidade de abertura de novas áreas de conhecimento e de investigação. Neste sentido, os alunos da unidade curricular de Património Cultural I estão a realizar trabalhos de investigação, sobre esta temática, procurando-se dar uma outra perspectiva sobre o processo de elaboração de um itinerário cultural com base nos ranchos folclóricos que têm espólio e que, deste modo, podem mostrar o modo de vida rural e algumas das actividades artesanais associadas, realçando a importância da preservação e da manutenção da identidade cultural das comunidades locais em que estão enraizados. .

5. Santos, Maria G. M. P. OLHARES DE OUTROS LUGARES: os desafios do património cultural como ferramenta educativa,2011 (Conferência / Organização).
Participou como orador o Professor Doutor Christian Dennys Monteiro de Oliveira (Laboratório de Estudos Geoeducacionais Universidade Federal do Ceará, Brasil). .

6. Santos, Maria G. M. P. Primeiras Jornadas de Animação Cultura: Que desafios?,2011 (Congresso / Organização).
7. Santos, Maria G. M. P. OLHARES DE OUTROS LUGARES: A Geografia Cultural Brasileira em Análise,2007 (Conferência / Organização).
Participou como oradora a Professora Doutora Zeny Rosendahl da UERJ – Universidade do Estado do Rio de Janeiro. .





Dados Complementares (Additional data)


Orientações
Orientations


Dissertação de Mestrado
Master degree dissertation
Concluídas
Completed
1. SUSANA MARIA ASCENSÃO CARREIRA , “O evento como potenciador de desenvolvimento de destinos e recursos turísticos. O Caso da Feira Medieval na Vila de Aljubarrota” , 2013. Dissertação (Mestrado em Gestão de Organizações Turísticas ) - Universidade do Algarve (Orientador).
Concluída com a classificação final de 17 valores, em 15/02/2013.
2. MARINA ALEXANDRA MACHADO PEREIRA , “Turismo Acessível para todos – O caso especial de Fátima”, 2012. Dissertação (Mestrado em Gestão de Organizações Turísticas ) - Universidade do Algarve (Orientador).
Data de defesa 30/03/2012.
3. CAROLINA JOÃO DOS SANTOS CARREIRA , “Realidades socioeconómicas diferenciadas no contexto institucional”, 2011. Dissertação (Mestrado em Intervenção para um Envelhecimento Activo ) - Instituto Politécnico de Leiria (Orientador).
Concluída com a classificação final de 17 valores.
4. RAFAELA SILVA SERRALHEIRO , “Rotary Club da Benedita: um exemplo de associativismo com intervenção comunitária”, 2011. Dissertação ( Ciências da Educação, Especialidade Educação e Desenvolvimento Comunitário) - Instituto Politécnico de Leiria (Orientador).
Concluído com a classificação final de 16 valores.
5. SABRINA DA SILVA GENEBRA , “’Viva a Vida’ na Casa-Museu João Soares: como é que o desenvolvimento de actividades culturais poderá promover um envelhecimento activo dos idosos das Cortes?”, 2011. Dissertação (Mestrado em Intervenção para um Envelhecimento Activo ) - Instituto Politécnico de Leiria (Orientador).
Concluída com a classificação final de 18 valores.
6. LIANE FILIPA SALDANHA MENDONÇA , “Projecto de Animação Sociocultural para a Terceira Idade – Biblioteca Municipal Afonso Lopes Vieira – Leiria”, 2011. Dissertação (Mestrado em Intervenção para um Envelhecimento Activo ) - Instituto Politécnico de Leiria (Orientador).
Concluído com a classificação final de 16 valores.
7. ANA RITA LUÍS NAZARÉ , “Envelhecimento Activo: idosos institucionalizados e as dinâmicas de grupo”, 2011. Dissertação (Mestrado em Intervenção para um Envelhecimento Activo ) - Instituto Politécnico de Leiria (Orientador).
Concluída com a classificação final de 16 valores.
Em curso
Ongoing
1. ANA MARINA RODRIGUES MARCELINO, “A importância de projetos e atividades de Envelhecimento Ativo para populações seniores: o exemplo da Casa-Museu • Centro Cultural João Soares – Cortes (Leiria)”, 2014. (Orientador).
Concluída com a classificação final de 17 valores, em 06/06/2014.
2. MARIA CLÁUDIA FURTADO SANTOS , “O Circuito da Romanização na Sub-região de Sicó – perfil do visitante” (título provisório), 2011. Dissertação (Mestrado em Gestão de Organizações Turísticas ) - Universidade do Algarve (Orientador).
3. MARIA DO CÉU FERNANDES ANTUNES , “O Burgo Medieval de Ourém na Itinerância do Visitante da Região de Leiria-Fátima” (título provisório), 2011. Dissertação (Mestrado em Gestão de Organizações Turísticas ) - Universidade do Algarve (Orientador).


Outros Trabalhos
Other production
1. Santos, Maria G. M. P. Tertúlias no Museu - Fátima e o Turismo Religioso, 2010.
Entidades organizadoras: Museu de Arte Sacra e Etnologia e Junta de Freguesia de Fátima.

2. Santos, Maria G. M. P. Roteiro “Pelos Caminhos da Ruralidade Regional”, 2009.



Participação no júri de Graus Académicos
Academic Degrees jury participation


Doutoramento
Phd
1. Santos, Maria da Graça Mouga Poças. Participação no júri de Mestre Margarida Maria Fernandes Henriques da Cunha Miranda . "A expressão territorial da identidade religiosa da população católica portuguesa. Estudo de caso da diocese de Coimbra", 2016. Tese (Doutoramento em Turismo, Lazer e Cultura, no ramo de Turismo e Desenvolvime) - Universidade de Coimbra.
Participação como arguente. Fizeram parte do Júri o Professor Doutor Norberto Nuno Pinto dos Santos (Presidente), a Professora Doutora Fernanda Maria da Silva Dias Delgado Cravidão (Orientadora), o Professor Doutor João Carlos Vicente Sarmento (Arguente), o Professor Doutor Anselmo da Silva Borges, o Professor Doutor João Luís de Jesus Fernandes.
2. Santos, Maria da Graça Mouga Poças. Participação no júri de Mestre Cícera Cecília Esmerldo Alves. "Territorialidades Religiosas em Irradiação: um olhar geoturístico sobre a devoção alagona às representações de Padre Cícero e Juazeiro do Norte/Ceará", 2013. Tese (Mestrado em Geografia) - Universidade Federal do Ceará.
3. Santos, Maria da Graça Mouga Poças. Participação no júri de Mestre Mónica Belchior Morais de Brito . "Percursos de Sustentabilidade: políticas e práticas de planeamento para o desenvolvimento turístico no Município de Sines", 2013. Tese (Doutoramento em Turismo, Lazer e Cultura, no ramo de Turismo e Desenvolvime) - Universidade de Coimbra.
4. Santos, Maria da Graça Mouga Poças. Participação no júri de Mestre Mónica Belchior Morais de Brito. "Percursos de Sustentabilidade: políticas e práticas de planeamento para o desenvolvimento turístico no Município de Sines", 2012. Tese (Doutoramento em Turismo, Lazer e Cultura, no ramo de Turismo e Desenvolvime) - Universidade de Coimbra.
Arguente. Fizeram parte do Júri o Professor Doutor Luciano Fernandes Lourenço (Presidente), a Professora Doutora Fernanda Maria da Silva Dias Delgado Cravidão (Orientadora), a Professora Doutora Maria Teresa Mendes de Almeida Alves Pereira (Arguente), a Professora Doutora Margarida Angélica Pires Pereira Esteves, o Professor Doutor Rui Adelino Machado Gomes e o Professor Doutor Norberto Nuno Pinto dos Santos.
5. Santos, Maria da Graça Mouga Poças. Participação no júri de Mestre Lisete dos Santos Mendes Mónico . “Religiosidade e optimismo – crenças e modos de implicação comportamental”, 2010. Tese (Psicologia, na especialidade de Psicologia Social) - Universidade de Coimbra.
Arguente.


Mestrado
Master degree
1. Santos, Maria da Graça Mouga Poças. Participação no júri de Licenciada Débora Rodrigues de Oliveira Serra.  O processo de Turistificação do Espaço em Santuários e Eventos Católicos: uma análise sobre o Círio de Nazaré em Belém-PA , 2014.  Dissertação (Programa de Pós-Graduação em Geografia) - Universidade Federal do Pará.
2. Santos, Maria da Graça Mouga Poças. Participação no júri de Licenciada Rita Catarina Mendes Paulos. “Ser ativo no Programa IPL60+: um olhar sobre as motivações e os contributos na vida quotidiana dos estudantes seniores”, 2013.  Dissertação (Mestrado em Intervenção para um Envelhecimento Activo ) - Instituto Politécnico de Leiria.
Presidente do Júri.
3. Santos, Maria da Graça Mouga Poças. Participação no júri de Licenciada Tânia Spinola de Sousa . “Uma nova casa”, 2013.  Dissertação (Mestrado em Intervenção para um Envelhecimento Activo ) - Instituto Politécnico de Leiria.
Presidente do Júri.
4. Santos, Maria da Graça Mouga Poças. Participação no júri de Licenciada Camila de Brito Antonucci Benatti Braga . "Cidade e Território Religioso em Fátima: Perceções e sentido do lugar dos seus habitantes”, 2013.  Dissertação (Mestrado em População, Sociedade e Território) - Instituto de Geografia e Ordenamento do Território.
Fizeram parte do Júri a Professora Doutora Isabel Margarida de Almeida André (Presidente) e o Professor Doutor Francisco Roque de Oliveira (Orientador).
5. Santos, Maria da Graça Mouga Poças. Participação no júri de Licenciada Elsa Patrícia Teixeira da Silva. “Retratos da velhice na freguesia de Basto – Cabeceiras de Basto”, 2013.  Dissertação (Mestrado em Intervenção para um Envelhecimento Activo ) - Instituto Politécnico de Leiria.
Presidente do Júri.
6. Santos, Maria da Graça Mouga Poças. Participação no júri de Licenciada Cláudia Alexandra de Almeida Nunes. “Turismo Acessível: o caso da Lousã", 2012.  Dissertação (Mestrado em Lazer, Património e Desenvolvimento) - Universidade de Coimbra.
Arguente.
7. Santos, Maria da Graça Mouga Poças. Participação no júri de Licenciada Anabela da Silva Marques . “A Igreja adventista do Sétimo Dia numa perspectiva de difusão geográfica no território português”, 2012.  Dissertação (Mestrado em Geografia Humana, Ordenamento do Território e Desenvolvimento) - Universidade de Coimbra.
Arguente.
8. Santos, Maria da Graça Mouga Poças. Participação no júri de Licenciado Vítor Hugo Marcelino Sequeira Mendes. “Museus e Turismo na Serra da Estrela", 2012.  Dissertação (Mestrado em Lazer, Património e Desenvolvimento) - Universidade de Coimbra.
Arguente.
9. Santos, Maria da Graça Mouga Poças. Participação no júri de Licenciada Tatiana Raquel Sousa Freitas. "Rotas e Roteiros do Património na Ilha da Madeira", 2012.  Dissertação (Mestrado em História da Arte Património e Turismo Cultural) - Universidade de Coimbra.
Arguente.
10. Santos, Maria da Graça Mouga Poças. Participação no júri de Licanciada Cátia Filomena Barradas Domingues. "Acessibilidade e Turismo: Coimbra, destino para todos?", 2012.  Dissertação (Mestrado em Lazer, Património e Desenvolvimento) - Universidade de Coimbra.
Arguente.
11. Santos, Maria da Graça Mouga Poças. Participação no júri de Licenciada Mónica Cristina Correia de Lacerda Barroco. "Envelhecimento bem-sucedido: trajetos de vida", 2012.  Dissertação (Mestrado em Intervenção para um Envelhecimento Activo ) - Instituto Politécnico de Leiria.
Presidente do júri.
12. Santos, Maria da Graça Mouga Poças. Participação no júri de Licenciada Sandra Maria Pereira Paiva Alves. “A Antevisão do Peregrino na Iconografia de São Tiago no Caminho Português de Santiago entre Viseu e Chaves. Subsídios para a criação de uma rota turística", 2012.  Dissertação (Mestrado em Turismo e Património) - Universidade Católica Portuguesa - Centro Regional das Beiras (Viseu).
Arguente.
13. Santos, Maria da Graça Mouga Poças. Participação no júri de Licenciada Sónia Cristina Bernardo Bento . Contributo da Terapia Ocupacional na independência funcional dos utentes idosos, com diagnóstico de AVC internados na Unidade de Cuidados Continuados (UCC) do CHNSC”, 2011.  Dissertação (Mestrado em Intervenção para um Envelhecimento Activo ) - Instituto Politécnico de Leiria.
Presidente do júri.
14. Santos, Maria da Graça Mouga Poças. Participação no júri de Licenciada Andreia Henriques Ferreira Salvador. “Envelhecer com Perturbação do Espectro de Autismo: a perspectiva dos cuidadores”, 2011.  Dissertação (Mestrado em Intervenção para um Envelhecimento Activo ) - Instituto Politécnico de Leiria.
Presidente de Júri.
15. Santos, Maria da Graça Mouga Poças. Participação no júri de Licenciada Eugénia Catarina Gomes dos Santos . “A Caminhada do Ancião: as Trajectórias de Vida e o Envelhecimento Activo”, 2011.  Dissertação (Mestrado em Intervenção para um Envelhecimento Activo ) - Instituto Politécnico de Leiria.
Presidente do júri.
16. Santos, Maria da Graça Mouga Poças. Participação no júri de Licenciada Paula Cristina Guerra Sousa . “O idoso, a força e a flexibilidade. Treze semanas de actividade física”, 2011.  Dissertação (Mestrado em Intervenção para um Envelhecimento Activo ) - Instituto Politécnico de Leiria.
Presidente de Júri.
17. Santos, Maria da Graça Mouga Poças. Participação no júri de Licenciada Susana Maria Pereira da Silva. “O Turismo de Saúde e Bem-Estar: uma estratégia de desenvolvimento para a Região Centro”, 2011.  Dissertação (Mestrado em Geografia Ordenamento do Território e Desenvolvimento) - Universidade de Coimbra.
Arguente.
18. Santos, Maria da Graça Mouga Poças. Participação no júri de Licenciado António Marques Cardoso. “A Simbologia como factor estruturante da atractividade do destino turístico”, 2011.  Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento de Produtos de Turismo Cultural) - Instituto Politécnico de Tomar.
Arguente.
19. Santos, Maria da Graça Mouga Poças. Participação no júri de Licenciada Elisabete Pereira Varino . “Animação sociocultural na promoção do Envelhecimento Activo”, 2011.  Dissertação (Mestrado em Intervenção para um Envelhecimento Activo ) - Instituto Politécnico de Leiria.
Presidente do júri.
20. Santos, Maria da Graça Mouga Poças. Participação no júri de Licenciada Margarida Maria Garcia Cadaveira. “O programa Melhor Idade e o bem-estar psicológico dos idosos do concelho de Óbidos”, 2011.  Dissertação (Mestrado em Intervenção para um Envelhecimento Activo ) - Instituto Politécnico de Leiria.
Presidente do Júri.
21. Santos, Maria da Graça Mouga Poças. Participação no júri de Licenciada Ana Maria Vicente Pestana. “’Ajudar está nas tuas mãos’: Intervenção Baseada na Análise de Redes Sociais Pessoais dos Idosos”, 2011.  Dissertação (Mestrado em Intervenção para um Envelhecimento Activo ) - Instituto Politécnico de Leiria.
Presidente do Júri.
22. Santos, Maria da Graça Mouga Poças. Participação no júri de Licenciada Catarina Duarte Fontoura Nadais . “O Turismo e os Territórios da Espiritualidade: os Caminhos de Santiago em Portugal”, 2011.  Dissertação (Mestrado em Lazer, Património e Desenvolvimento) - Universidade de Coimbra.
Arguente.
23. Santos, Maria da Graça Mouga Poças. Participação no júri de Licenciada Sandra Alves Ferreira . “Actividades de animação, autoestima e apoio social no Centro de Convívio de Alcaidaria”, 2011.  Dissertação (Mestrado em Intervenção para um Envelhecimento Activo ) - Instituto Politécnico de Leiria.
Presidente do júri.
24. Santos, Maria da Graça Mouga Poças. Participação no júri de Licenciada Ana Margarida Reis Lopes dos Santos. “Projecto de Intervenção na Prevenção de Quedas em Idosos”, 2011.  Dissertação (Mestrado em Intervenção para um Envelhecimento Activo ) - Instituto Politécnico de Leiria.
Presidente do júri.
25. Santos, Maria da Graça Mouga Poças. Participação no júri de Licenciada Fernanda Monteiro Ferreira dos Santos. “Universidade Sénior Rotária: uma proposta de intervenção no concelho de Porto de Mós”, 2011.  Dissertação (Mestrado em Intervenção para um Envelhecimento Activo ) - Instituto Politécnico de Leiria.
Presidente do júri.
26. Santos, Maria da Graça Mouga Poças. Participação no júri de Licenciada Sandra Maria Clemente Fernandes Francisco. "Supervisão Pedagógica das Actividades de Enriquecimento Curricular - Inglês no 1.º Ciclo do Ensino Básico", 2011.  Dissertação (Mestrado Em Gestão, Avaliação e Supervisão Escolar) - Instituto Politécnico de Leiria.
Arguente.
27. Santos, Maria da Graça Mouga Poças. Participação no júri de Licenciado Tiago José Vala Maurício . “Guia para um Envelhecimento Activo: da investigação à construção”, 2011.  Dissertação (Mestrado em Intervenção para um Envelhecimento Activo ) - Instituto Politécnico de Leiria.
Presidente do júri.
28. Santos, Maria da Graça Mouga Poças. Participação no júri de Licenciada Marta Sofia Gomes Ventura . “Património e Turismo em áreas de Baixa Densidade: o caso das aldeias do Pessegueiro e do Esquio”, 2011.  Dissertação (Mestrado em História da Arte Património e Turismo Cultural) - Universidade de Coimbra.
Arguente.
29. Santos, Maria da Graça Mouga Poças. Participação no júri de Licenciado Tiago Vieira Cavalcante. “A Casa da Mãe de Deus Comporta o (outro) Mundo: dinâmicas geográficas no Santuário de Fátima em Fortaleza - CE ”, 2011.  Dissertação (Mestrado em Geografia) - Universidade Federal do Ceará.
Arguente.
30. Santos, Maria da Graça Mouga Poças. Participação no júri de Licenciada Joana Margarida Rodrigues de Meneses Fernandes. “Turismo Cultural no Centro Histórico do Porto”, 2010.  Dissertação (Mestrado em Gestão do Património Cultural) - Escola das Artes da Universidade Católica Portuguesa - Porto.
Arguente.
31. Santos, Maria da Graça Mouga Poças. Participação no júri de Licenciado Luís Eduardo Ávila da Silveira . “Território e desenvolvimento: Identificação e caracterização de linhas estratégicas para o desenvolvimento do Concelho da Horta – Açores”, 2009.  Dissertação (Geografia Humana Território e Desenvolvimento) - Universidade de Coimbra.
Arguente.


Equivalência
Equivalence
1. Santos, Maria da Graça Mouga Poças. Participação no júri de Licenciada Débora Rodrigues de Oliveira Serra . “O processo de Turistificação do Espaço em Santuários e Eventos Católicos: uma análise sobre o Círio de Nazaré em Belém-PA”, 2013. Exame de qualificação (Equivalência em Programa de Pós-Graduação em Geografia) - Universidade Federal do Pará.
Fizeram parte do Júri a Professora Doutora Maria Goretti da Costa Tavares (Presidente e Orientadora), Professora Doutora Janete Gentil Coimbra de Oliveira e Professor Doutor Raymundo Heraldo Maués (arguente externo).


Participação em outros júris
Other jury participation


Concurso de Professor Adjunto
Adjunt professor tender
1. Santos, Maria da Graça Mouga Poças. Edital n.º 181/2016, Diário da República, 2.ª série, N.º 41 de 29/02/ 2016, 2016. Instituto Politécnico de Leiria.
2. Santos, Maria da Graça Mouga Poças. Edital n.º 955/2012, Diário da República, n.º 209 de 29 de outubro de 2012, 2012. Instituto Politécnico de Leiria.
Vogal suplente do Júri do concurso documental para recrutamento de um Professor Adjunto na área disciplinar de Sociologia - Sociologia Histórica e Turismo.
3. Santos, Maria da Graça Mouga Poças. Edital n.º 954/2012, Diário da República, n.º 209 de 29 de outubro de 2012, 2012. Instituto Politécnico de Leiria.
Vogal efetivo do Júri do concurso documental para recrutamento de um Professor Adjunto na área disciplinar de Turismo - Formação de Recursos Humanos no Turismo.
4. Santos, Maria da Graça Mouga Poças. Edital N.º 527/2003, D.R. N.º 90-II Série, de 16/04/2003, 2003.
Vogal do Júri de Concurso de Provas Públicas para recrutamento de Professor Adjunto para a área científica de "Turismo e Desenvolvimento Regional" para a ESTM de Peniche, tendo desempenhado as funções de arguente.
5. Santos, Maria da Graça Mouga Poças. Edital N.º 1482/2003, D.R. N.º 299-II Série, de 29-12-2003, 2003. Instituto Politécnico de Leiria.
Presidente do Júri de Concurso Documental para recrutamento de Professor Adjunto para a área científica de "Gestão e Desenvolvimento em Turismo" para a ESTM de Peniche .
6. Santos, Maria da Graça Mouga Poças. Edital N.º 790/2000, D.R. N.º 268 II Série, de 20/11/2000, 2000. Instituto Politécnico de Leiria.



Participação em Comissões de Avaliação
Evaluation comissions participation
1. Membro da Comissão Científica do TMS ALGARVE 2013 – TOURISM & MANAGEMENT STUDIES INTERNATIONAL CONFERENCE, 2013, Universidade do Algarve.
Revisão de dois artigos científicos, um em português e outro em inglês.

2. Membro da Comissão Científica do International Conference on Research, Practice and Contexts in Education (IPCE), 2013, Instituto Politécnico de Leiria.
Revisão de três artigos científicos.

3. Membro da Comissão Científica do 1º Congresso de Turismo Cultural Lusófono, 2012, Instituto Politécnico de Tomar.
Decorreu entre 15 e 16 de novembro. .

4. Membro da Comissão Científica do Congresso Internacional "Turismo, Lazer e Cultura", 2011, Universidade de Coimbra.
5. Membro da Comissão Científica e Organizadora das I.as Jornadas de Animação Cultura: Que desafios?, 2011, Instituto Politécnico de Leiria.
6. Membro da Comissão Organizadora e Científica do Congresso Turismo Cultural, Territórios e Identidades, 2006, Instituto Politécnico de Leiria.
7. Membro da Comissão Organizadora do Congresso Pensar a Região de Leiria – Identidade(s) e Diversidade(s): as linhas com que se cosem as pertenças, 2003, Instituto Politécnico de Leiria.


Participação em eventos
Event participation
Participação como Keynote Speaker
Participation as Keynote Speaker
1. Ciclo de Debates em Turismo: "Turismo "Religioso", 2015 (Conferência).
Nome do evento: Ciclo de Debates em Turismo, no âmbito da Pós Graduação em Gestão Turística e Hoteleira; Nome da Instituição: Escola de Hotelaria e Turismo de Coimbra e Escola Superior de Educação de Coimbra; Cidade do evento: Coimbra / Coimbra.
2. "Accessible tourism at a religious destination: the case of Fatima (Portugal)", 2012 (Congresso).
Nome do evento: 1st International Conference on Destination Branding, Heritage and Authenticity; Nome da Instituição: Faculty of Geography and History, University of Santiago de Compostela (Spain); Cidade do evento: Santiago de Compostela / Espanha.

Participação como Moderador
Participation as Chairman
1 III Workshop Internacional “Turismo Religioso - Novas Respostas a Novos Destinos": Painel I - Dinamização de um destino de Turismo Religioso, 2015 (Mesa-Redonda).
Nome do evento: III Workshop Internacional “Turismo Religioso - Novas Respostas a Novos Destinos"; Nome da Instituição: ACISO - Associação Empresarial Ourém-Fátima e Município de Ourém, com o apoio do Turismo de Portugal e do Turismo do Centro; Cidade do evento: Fátima / Fátima.
2. Moderadora do Encontro de apresentação do Nodo de Leiria da RIA, 2011 (Encontro).
Nome do evento: (Lei) RIA - Encontro de apresentação do Nodo de Leiria da Rede IberoAmericana de Animação Sociocultural; Nome da Instituição: ESECS - Escola Superior de Educação e Ciências Sociais /IPLeiria; Cidade do evento: Leiria / Leiria.

Outro tipo de participação
Other kind of participation
1. "Património como ferramenta educativa", 2011 (Seminário).
Nome do evento: Criação de um Lugar Literário. Inventariação de Acervo Museológico. Casa- Museu Afonso Lopes Vieira ; Nome da Instituição: CIID - Centro de Investigação Identidade(s) & Diversidade(s) / IPLeiria e Câmara Municipal da Marinha Grande; Cidade do evento: Leiria / Leiria.
Oradora convidada.
2. "Motivações e percepções de visitantes de destinos turísticos com Património da Humanidade: os casos de Batalha e de Alcobaça", 2011 (Congresso).
Nome do evento: CONGRESSO INTERNACIONAL TURISMO, LAZER E CULTURA; Nome da Instituição: Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra (Geografia); Cidade do evento: Coimbra / Coimbra.
Apresentação de comunicação. Resumo: Esta comunicação corresponde à apresentação de alguns resultados obtidos no âmbito do projecto de investigação que foi desenvolvido no CIID (www.ciid.ipleiria.pt), intitulado Perfil do Visitante dos Monumentos Património da Humanidade na Região de Leiria (tendo como base de dados os resultados de 900 inquéritos por questionário aplicados em 2004 e 2009). Tem como campo de estudo o Mosteiro da Batalha (classificado desde 1983) e o Mosteiro Alcobaça (idem, 1989). Em termos de enquadramento, deve referir-se também a ligação deste estudo à actividade da ATLAS – European Association for Tourism and Leisure Education, inserido no “Projecto de Pesquisa sobre Turismo Cultural” (http://www.tram-research.com/atlas/), ao qual nos associámos. Especificamente, no turismo cultural, as distinções entre as tipologias padronizadas de turistas culturais estão a desaparecer e criam uma maior dificuldade na sua estratificação, pois são cada vez mais os turistas omnívoros (Toivonen, 2009) que se assumem pela renovada importância de agrupar o máximo de experiências em cada viagem, consumindo vários elementos culturais em diferentes locais (Fernandes, Richards, & Azevedo, 2004). Por outro lado, o turista cultural tende, crescentemente, a ligar-se ao destino que visita, vendo este como depositário de um certo património o qual, por consequência, se relaciona mais com as motivações e as percepções do que propriamente com factores sociais e económicos (Poria, Reichel, & Biran, 2006). Acresce ainda que estas razões de viagem podem variar no tempo e no espaço: ou seja, a experiência pode ocorrer num espaço que não é o autêntico e as motivações podem ser diferentes de uma viagem para a outra, ao mesmo local. Definir o perfil, neste caso em turismo cultural, não é uma tarefa fácil. O inquérito por questionário surge, deste modo, como uma ferramenta metodológica fundamental para superar essas dificuldades. (...).



Participação editorial em revistas
Magazine editorial participation
1. Santos, Maria da Graça Mouga Poças. Revista GEOSABERES, n.º 2 (ISSN: 2178-0463) - 2010, Função ou tipo de participação: Reviewer, Editora: Programa de Pós-Graduação em Geografia da Universidade Federal do Ceará – Brasil.
2. Santos, Maria da Graça Mouga Poças. Revista EGITANIA SCIENCIA, n.º 4 (ISBN 1646-8848) - 2009, Função ou tipo de participação: Reviewer, Editora: Instituto Politécnico da Guarda.
3. Santos, Maria da Graça Mouga Poças. Revista AURORA – Geographical Journal (ISSN 1646-5709) - 2007, Função ou tipo de participação: Reviewer.
Núcleo de Investigação em Geografia e Planeamento, Instituto de Ciências Sociais, Universidade do Minho .

4. Santos, Maria da Graça Mouga Poças. Revista EGITANIA SCIENCIA, n.º 2 (ISBN 1646-8848) - 2007, Função ou tipo de participação: Reviewer, Editora: Instituto Politécnico da Guarda.
5. Santos, Maria da Graça Mouga Poças. EXEDRA – Revista Científica, n.º 6 (ISSN: 1646-9526) - 2011, de 2011/12/27 até 2011/12/27, Função ou tipo de participação: Reviewer, Editora: Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Coimbra.
Texto 1.

6. Santos, Maria da Graça Mouga Poças. EXEDRA – Revista Científica, n.º 6 (ISSN: 1646-9526) - 2011, de 2011/12/28 até 2011/11/28, Função ou tipo de participação: Reviewer, Editora: Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Coimbra.
Texto 2.








Indicadores de produção (Production indicators)

Total
Produção científica
Scientific production
45

Livros e capítulos
Books and book chapters
17
Livros publicados ou organizados
Published or organized books
4
Capítulos de livros publicados
Published book chapters
13
Artigos científicos em revistas
Papers in periodics
10
Sem arbitragem científica
Without scientific refereeing
10
Trabalhos em eventos
Papers in conference proceedings
9
Sem arbitragem científica
Without scientific refereeing
9
Textos em jornais ou revistas
Texts in journals or magazines
4
Jornais de notícias
Newspapers
2
Revistas
Magazines
2
Outros tipos de produção científica
Other scientific production
5

Total
Produção técnica
Technical production
12

Outros tipos de produção técnica
Other technical production
12

Total
Dados complementares
(Additional data)
74

Orientações
Orientations
10
Outros Trabalhos
Other production
2
Participação no Júri de Graus Académicos
Academic Degrees jury participation
37
Participação em Outros Júris
Other jury participation
6
Participação em Comissões de Avaliação
Evaluation comissions participation
7
Participação em Eventos
Event participation
6
Participação editorial em revistas
Magazine editorial participation
6


Visualizações do curriculum [ 3574 ]
 
Página gerada pela Plataforma de Curricula DeGóis promovida pela FCT e pelo Gávea/DSI/UM em 21-10-2018 às 10:51:17
Plataforma de Curricula DeGóis: http://www.degois.pt | Icons by Axialis Team