Curriculum Vitae

José Filipe Pinto

Data da última atualização »Last update : 22/11/2017


José Filipe Pinto. Académico Correspondente da Academia Internacional da Cultura Portuguesa e Membro da Sociedade de Geografia de Lisboa. Concluiu a Agregação em Ciência Política em 2012. É Professor Catedrático e Diretor da Licenciatura em Sociologia e do Mestrado em Sociologia e Economia do Trabalho: Inteligência Económica e Cooperação no Espaço Lusófono. Foi Diretor dos Mestrados em Diplomacia e Relações Internacionais e Ciência Política, Cidadania e Governação e da Licenciatura em Ciência Política e Relações Internacionais na ULHT, de julho de 2012 a julho de 2015. É Investigador-coordenador do CICPRIS e co-coordenador do Projeto «Structural changes in the Portuguese political process - the case of the local non-partisan movements», financiado pela FCT. Publicou 29 artigos em revistas especializadas, possui 5 capítulos de livros, 11 livros publicados, 2 livros editados e 4 livros organizados e mais de uma centena de artigos de opinião. Participou em 12 eventos no estrangeiro e 55 em Portugal. Orientou 4 teses de doutoramento e 22 dissertações de mestrado, já defendidas nas áreas de Ciência Política, Sociologia Política e outras Ciências Sociais. Recebeu 1 prémios e/ou homenagem. Atua nas áreas de Ciências Sociais com ênfase em Ciência Política, Sociologia e outras Ciências Sociais. No seu curriculum DeGóis os termos mais frequentes na contextualização da produção científica são: CPLP, Poder, Lusofonia, Portugal, Desenvolvimento, Estratégia, Sistema Político, Relações Internacionais, Cooperação, África e União Europeia.


Endereço de acesso a este CV:

http://www.degois.pt/visualizador/curriculum.jsp?key=7425729593811933


Dados pessoais (Personal data)
Nome completo
Full name
José Filipe Pinto
Nome em citações bibliográficas
Quoting name
Pinto, José Filipe
Categoria profissional
Position
Investigador-coordenador
Domínio científico de atuação
Scientific domain
Ciências Sociais-Ciências Políticas.
Ciências Sociais-Sociologia.
Ciências Sociais-Outras Ciências Sociais.
Endereço profissional
Professional address
Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias
Faculdade de Ciências Sociais e Humanas
Campo Grande 376
Lisboa
1749-024 Lisboa
Portugal
Correio electrónico: jofipinto@gmail.com
Sexo
Gender
Masculino»Male




Graus Académicos (Academic Degrees)
2012 Agregação
Aggregation
Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias, Portugal.

2002-2005 Doutoramento
Phd
Doutoramento em Sociologia (3 anos » years) .
Universidade da Beira Interior, Portugal.

2000-2002 Mestrado
Master degree
Espaço Lusófono: Cultura, Economia e Política (2 anos » years) .
Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias, Portugal.





Vínculos profissionais (Professional Positions)
Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias
Jul/2012-Actual Professor Catedrático

Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias
Set/2011-Actual Investigador-coordenador





Atividades de Direção e Administração (Management and Administration activities)
Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias
Set/2011-Actual
- Coordenador da Linha em Relações Internacionais do CICPRIS






Línguas (Languages)
Compreende
Understandig
Francês (Bem), Inglês (Bem), Espanhol (Bem), Alemão (Razoavelmente).
Fala
Speaking
Francês (Bem), Inglês (Bem), Espanhol (Razoavelmente), Alemão (Razoavelmente).

Reading
Francês (Bem), Inglês (Bem), Espanhol (Bem), Alemão (Razoavelmente).
Escreve
Writing
Francês (Bem), Inglês (Bem), Espanhol (Pouco), Alemão (Razoavelmente).




Prémios e títulos (Awards Prizes, and Honours)
2009 Académico Correspondente, Academia Internacional da Cultura Portuguesa.
2013 Medalha de Ouro de Reconhecimento e Mérito, Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias.




Produção científica, técnica e artística/cultural (Scientific, technical and artistical/cultural production)
Livros publicados/organizados ou edições
Published/organized books or Editions
1. Pinto, José F. 2017. Populismo e Democracia. Dinâmicas populistas na União Europeia. ed. 1, ISBN: 978-972-618-892-6. Lisboa: Sílabo.
2. Pinto, José F. 2016. Presidentes da República no Portugal Democrático. Eleições, dinheiros e vetos. ed. 1, 1 vol., ISBN: 978-972-40-6436-9. Coimbra: Almedina.
3. Pinto, José F. ed. 2016. Os Presidentes da República no Estado Português ed. 1, ISBN: 978-972-623-305-3. Lisboa: Academia das Ciências de Lisboa.
4. Pinto, José F. ed. 2016. Da CPLP à Comunidade Lusófona ed. 1, 1 vol., ISBN: 978-972-623-304-6. Lisboa: Academia das Ciências de Lisboa.
5. Pinto, José F. 2015. O Poder em Portugal. Partidos e Cidadãos: Espaço para Dois?. ed. 1, ISBN: 978-972-40-5920-4. Coimbra: Almedina.
6. Pinto, José F. 2014. Fados & Fardos. ed. 1, 1 vol., ISBN: 978-1499543933. New York: Amazon.
7. Pinto, José F. 2013. Os Políticos e a Crise. De Salazar a Passos Coelho. ed. 1, 1 vol., ISBN: 978-982-40-5206-9. Coimbra: Almedina.
8. Pinto, José F. 2012. Lisboa, os Açores e a América: jogos de Poder ou rapina de soberania?. ed. 1, 1 vol., ISBN: 9789724050157. Coimbra: Almedina.
9. Pinto, José F. 2011. Segredos do Império da Ilusitânia: a Censura na Metrópole e em Angola. ed. 1, 1 vol., ISBN: ISBN 978972404612. Coimbra: Almedina.
O livro foi apresentado na Academia Internacional da Cultura Portuguesa pelo Professor Doutor Adriano Moreira e pela Dr.ª Maria de Jesus Barroso Soares no dia 14 de Outubro de 2011.
10. Pinto, José F. 2010. O Ultramar Secreto e Confidencial. ed. 1, 1 vol., ISBN: 9789724042085. Coimbra: Almedina.
O livro serve-se de fontes directas, secretas e confidenciais para caracterizar a política ultramarina do Estado Novo.
11. Pinto, José F. 2009. Estratégias da ou para a Lusofonia? O Futuro da Língua Portuguesa. ed. 1, 1 vol., ISBN: 978-989-652-012-0. Lisboa: Prefácio.
O livro tem como ponto de partida o curriculum reformulado da cadeira de Estratégias Linguísticas e Geopolíticas da Lusofonia dos Mestrados em Espaço Lusófono: Lusofonia e Relações Internacionais e de Ciência Política: Cidadania e Governação da Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias. No entanto, está longe de se reduzir a uma sebenta de uma cadeira, pois tem a ambição de promover uma reflexão sobre o papel da Lusofonia num Mundo Multipolar.
12. Pinto, José F. 2007. Adriano Moreira: Uma Intervenção Humanista. ed. 1, 1 vol., ISBN: 13: 978-972-40-32. Coimbra: Almedina.
13. Pinto, José F. 2005. Do Império Colonial à Comunidade dos países de Língua Portuguesa: Continuidades e Descontinuidades. ed. 1, 1 vol., ISBN: 972-98906-6-8. Lisboa: Instituto Diplomático do Ministério dos Negócios Estrangeiros.

Capítulos de livros publicados
Published book chapters
1. Pinto, José F. 2016. A Censura em Angola durante a Guerra Colonial.  In O Jornalismo Português e a Guerra Colonial, ed. Sílvia Torres (org.), 120 - 127. ISBN: 9789897022036. Lisnoa: Guerra & Paz.
2. Pinto, José F. 2012. "Cabo Verde e a União Europeia: da Parceria à Integração?.  In Ensaios Lusófonos, ed. CLEPUL 3, 193 - 204. ISBN: 9789724047867. Coimbra: Almedina.
O livro foi editado em julho de 2012. A entidade responsável é o CLEPUL 3 da Faculdade de Letras da Universidade Clássica de Lisboa.
3. Pinto, José F. 2010. Império e globalização: viagens entre o real e o imaginário.  In Homenagem ao Professor Doutor Adelino Torres, ed. Almedina, 421 - 432. ISBN: 978-972-40-4404-0. Coimbra: Almedina.
Já foi feita a apresentação pública da obra.
4. Pinto, José F. 2010. O Elemento Telúrico na Vida de Adriano Moreira.  In Adriano Moreira: Biblioteca em Bragança, ed. Câmara Municipal de Bragança, 84 - 87. ISBN: 978-989-8344-07-6. Bragança: A. Alves - Artes e Edições, Lda..
A minha participação figura entre os 17 depoimentos, ou seja, na parte intitulada "Bibliografia de Adriano Moreira".
5. Pinto, José F. 2005. A integração regional e a cooperação como factores determinantes do desenvolvimento abrangente e sustentado de África.  In O Desenvolvimento do Continente Africano na Era da Mundialização, ed. Almedina, 179 - 215. ISBN: 972-40-2526-8. Coimbra: Almedina.

Artigos em revistas com arbitragem científica
Papers in periodics with scientific refereeing
1. Pinto, José F. 2017. "Populism, is it Democracy’s Bastard or Twin? The Case of the European Union", Chinese Political Science Review, 2: 1 - 17.
O artigo ficou disponível on line no dia 27 de junho de 2017 e será publicado na edição de Outono da Chinese Political Science Review.

2. Pinto, José F. 2017. "Populism in Latin America and in the European Union: Two Sides of the Same Coin?", Global Journal of Human-Social Science 17, IV: 52 - 61.
O artigo foi aceite para publicação depois de « double-blind reviewed by peer reviewers and board member». Na versão impressa, o artigo compreende as página 53 a 61.

3. Pinto, José F. 2016. "Adriano Moreira e um Estado necessitado de conselhos", Roteiros - Instituto D. João de Castro, 9: 7 - 9.
4. Pinto, José F. 2016. "A Presidência da Assembleia da República: Paradigma em Mudança?", Boletim da Academia Internacional da Cultura Portuguesa, 43: 51 - 71.
5. Pinto, José F. 2016. "União Europeia e Reino Unido: duas desuniões?", Estratégia 25, 1: 381 - 398.
6. Pinto, José F. 2014. "A mulher na Política: o estilo Dilma", Boletim da Academia Internacional da Cultura Portuguesa, 41: 147 - 168.
O artigo tem como co-autora Erly Maria de Carvalho e Silva.
7. Pinto, José F. 2013. ""Língua Portuguesa: O Ecumenismo como Horizonte"", Globo, 2: 24 - 31.
O artigo tem por base a comunicação apresentada no Colóquio Internacional «A Língua Portuguesa nas Organizações Internacionais», realizado em Luanda de 3 a 5 de julho de 2012. Uma versão revista do artigo foi publicada no volume 2, número 4 da Revista Platô - Revista do Instituto Internacional da Língua Portuguesa - ISSN: 2311-6625 on line O artigo engloba as páginas 8 a 19.
8. Pinto, José F. 2013. ""A Censura no Estado Novo: Angola como Reflexo da Metrópole"", Boletim da Academia Internacional da Cultura Portuguesa, 39: 196 - 204.
9. Pinto, José F. 2013. ""O Papel da Lusofonia na Nova Ordem Mundial"", Boletim da Academia Internacional da Cultura Portuguesa, 39: 105 - 195.
10. Pinto, José F. 2013. "Maquiavel revisitado: fronteiras e segurança", Res-Publica, 13: 119 - 134.
11. Pinto, José F. 2013. "Portugal: certezas e crise", Boletim da Academia Internacional da Cultura Portuguesa, 40: 131 - 142.
12. Pinto, José F. 2012. ""A Lusofonia, a Segurança e o Desenvolvimento no Oceano Moreno"", Globo 1, 1: 38 - 49.
13. Pinto, José F. 2011. "Cabo Verde e a União Europeia: da Parceria à Integração?", Boletim da Academia Internacional da Cultura Portuguesa, 38: 1 - 10.
O artigo já revisto foi enviado para publicação em 26 de Dezembro de 2010.
14. Pinto, José F. 2011. "Portugal: a História e o Futuro", Boletim da Academia Internacional da Cultura Portuguesa, 38: 1 - 14.
Trata-se da comunicação que fiz no acto da tomada de posse como Académico Correspondente da Academia Internacional da Cultura Portuguesa.
15. Pinto, José F. 2011. "Da CPLP à Comunidade Lusófona: o Futuro da Lusofonia", Revista Angolana de Sociologia, Junho 2011: 107 - 118.
O artigo mereceu uma pontuação média de 65 pontos por parte dos dois referees.
16. Pinto, José F. 2011. ""A Mulher Angolana Imigrante em Portugal"", Boletim da Academia Internacional da Cultura Portuguesa, 38: 169 - 182.
O artigo também foi apresentado num Congresso Internacional.
17. Pinto, José F. 2010. "Os Novos Interesses de Portugal em África", Boletim da Academia Internacional da Cultura Portuguesa, 37: 223 - 236.
O artigo resultou da Conferência pronunciada no Instituto D. João de Castro.
18. Pinto, José F. 2010. "Um Conceito Estratégico para África", Boletim da Academia Internacional da Cultura Portuguesa, 37: 209 - 222.
19. Pinto, José F. 2010. "Portugal e a Revisão da Lei Eleitoral", Res-Publica, 9/10: 1 - 11.
O artigo foi enviado, já revisto, no dia 15 de Março de 2010. A paginação indicada ainda não se refere à revista.
20. Pinto, José F. 2010. "As relações comerciais entre Portugal e os PALOP", Estratégia, XXI: 363 - 376.
O artigo também será publicado na Revista Lusófona de Humanidades e Tecnologias.
21. Pinto, José F. 2009. "Educação, Género e Acesso ao Poder em Cabo Verde", Boletim da Academia Internacional da Cultura Portuguesa, n.º 36: 75 - 89.
22. Pinto, José F. 2009. "Em Nome da Verdade", Separata do Boletim n.º 37 da AICP, 37: 1 - 11.
O artigo destina-se a mostrar que afirmações proferidas por José Hermano Saraiva sobre Adriano Moreira e publicadas no Album de Memórias e numa revista do semanário "O Sol" não correspondem à verdade. O artigo foi também publicado no Boletim da Academia Internacional da Cultura Portuguesa n.º 37 - 2010, pp. 237-244.
23. Pinto, José F. 2008. "A Presidência Portuguesa da UE e o Desafio Lusófono", Negócios Estrangeiros, 12: 59 - 64.
24. Pinto, José F. 2008. "Adimplendum est hodie", Africanologia - Revista Lusófona de Estudos Africanos, n.º1: 1 - 14.
A revista já está disponível para consulta em suporte electrónico e preve-se que esteja disponível em suporte de papel no decorrer do próximo mês. A revista já foi editada em suporte de papel pelas Edições Lusófonas e o seu depósito legal é 287835/09. Nessa versão a página inicial é a 27 e a final a 41.

25. Pinto, José F. 2008. "A África Face à Globalização", Boletim da Academia Internacional da Cultura Portuguesa, 35: 117 - 129.
O artigo também será publicado nas Actas do VI Congresso de Estudos Africanos no Mundo Ibérico "África, Puentes, Conexiones e Intercâmbios", Congresso realizado em Maio de 2008 em Las Palmas de Grã Canária.
26. Pinto, José F. 2008. "O Futuro da Língua Portuguesa", Res-Publica, Revista Lusófona de Ciência Política e Relações Internacionais, 7/8: 23 - 28.
O artigo resultou de uma comunicação feita na Universidade Lusófona do Porto durante a XIV Semana Sociológica, evento realizado de 7 a 9 de Abril de 2008.
27. Pinto, José F. 2008. "As Relações Europa-África: Perspectiva Diacrónica", RES-PUBLICA, 7/8: 75 - 80.
O artigo foi também publicado no n.º 2 da Revista "Africanológica", pp. 37-47.
28. Pinto, José F. 2007. "A Universidade e a Construção do Espaço Lusófono", Revista Lusófona de Humanidades e Tecnologias, 11: 172 - 175.
29. Pinto, José F. 2007. "O Elemento Psicológico como Factor da Afirmação de um País Chamado Portugal", Res-Publica, 5/6: 17 - 29.
30. Pinto, José F. 2006. "CPLP: o Projecto Inacabado da Lusofonia", Res-Publica, Revista Lusófona de Ciência Política e Relações Internacionais, n.º 3/4: 49 - 67.

Textos em jornais ou revistas
Texts in newspapers or magazines
1. Pinto, José F. 30 mar. 3201. "União Europeia: Velocidade(s) ou Solidariedade(s)?" Diário Insular, 10 - 10.
2. Pinto, José F. 22 nov. 2017. "Impasse na Alemanha: o populismo esfrega as mãos" Jornal Económico, online - online.
3. Pinto, José F. 18 nov. 2017. "João Lourenço e MPLA: estamos juntos?" Observador, online - online.
4. Pinto, José F. 17 nov. 2017. "Base das Lajes: Erros em Catadupa" Jornal Económico, online - online.
5. Pinto, José F. 16 nov. 2017. "Carles Puigdemont e a Questão do Carisma" Diário Insular, 19 - 19.
6. Pinto, José F. 03 nov. 2017. "Espanha, um Natal diferente" Jornal Económico, online - online.
7. Pinto, José F. 28 out. 2017. "A liderança do PSD e uma sondagem esquisita" Diário Insular, 15 - 15.
8. Pinto, José F. 19 out. 2017. "Sócrates e a Justiça no Reino dos Embustes" Jornal Económico, online - online.
9. Pinto, José F. 15 out. 2017. "Pedrógão Grande: Marcelo vira-se para a realidade" Observador, online - online.
10. Pinto, José F. 11 out. 2017. "Catalunha e Padânia: a estratégia do passo para o lado" Jornal Económico, online - online.
11. Pinto, José F. 10 out. 2017. "Marcelo, a Catalunha, a Madeira e os Açores" Diário Insular, 15 - 15.
12. Pinto, José F. 20 set. 2017. "José Socrates e a Amizade Perdida" O Jornal Económico, online - online.
13. Pinto, José F. 18 set. 2017. "Base das Lajes: Portugal a ver passar aviões" Observador, online - online.
14. Pinto, José F. 18 set. 2017. "Base das Lajes: Portugal a ver passar aviões" Observador, online - online.
15. Pinto, José F. 15 set. 2017. "Não há geringonças grátis" Diário Insular, 10 - 10.
16. Pinto, José F. 15 set. 2017. "Lisboa: Fernando, o Herdeiro da Medina" Jornal Económico, 15 - 15.
17. Pinto, José F. 13 set. 2017. "Devin Nunes e a Base das Lajes" Diário Insular, 5 - 5.
18. Pinto, José F. 12 set. 2017. "Marcelo e o cata-vento de Passos Coelho" Observador, online - online.
19. Pinto, José F. 12 set. 2017. "Marcelo e o cata-vento de Passos Coelho" OBservador, online - online.
20. Pinto, José F. 08 set. 2017. "Porto: O Partido Socialista e a Opção Rui(m)" Jornal Económico, online - online.
21. Pinto, José F. 06 set. 2017. "Cavaco Silva e a recandidatura de Marcelo" Onservador, online - online.
22. Pinto, José F. 31 ago. 2017. "Loures: a xenofobia e o racismo em questão" Observador, online - online.
23. Pinto, José F. 29 ago. 2017. "Macron: a maquilhagem demasiado carregada" Diário Insular, 11 - 11.
24. Pinto, José F. 29 ago. 2017. "MPLA: Angola é nossa!" Jornal Económico, online - onlinr.
25. Pinto, José F. 24 ago. 2017. "Sintra: a incoerência premiada" Jornal Económico, online - online.
26. Pinto, José F. 21 ago. 2017. "Barcelona: o terror desceu às Ramblas" Observador, online - online.
27. Pinto, José F. 18 ago. 2017. "Oeiras e a cultura política" Jornal Económico, online - online.
O artigo também está disponível na versão impressa.

28. Pinto, José F. 15 ago. 2017. "Duas Ilhas: Guam e Terceira" Diário Insular, 18 - 18.
29. Pinto, José F. 13 ago. 2017. "Mulheres no Parlamento: que míngua!" Observador, online - online.
30. Pinto, José F. 07 ago. 2017. "Pedro Passos Coelho: the Surviver?" Observador, online - online.
31. Pinto, José F. 05 ago. 2017. "O PCP e a Greve na Autoeuropa" Diário Insular, 19 - 19.
32. Pinto, José F. 27 jul. 2017. "A Base das Lajes e os analistas da 25.ª hora" Diário Insular, 11 - 11.
33. Pinto, José F. 22 jul. 2017. "Lei da rolha: a censura cor-de-rosa" Observador, online - online.
34. Pinto, José F. 21 jul. 2017. "A Condenação de Lula da Silva" Diário Insular, 18 - 18.
35. Pinto, José F. 12 jul. 2017. "A Gerigonça, as Sondagens e a Revisão" Observador, online - online.
36. Pinto, José F. 08 jul. 2017. "A medida do Governo segundo Pedro Nuno Santos" Diário Insular, 16 - 16.
37. Pinto, José F. 05 jul. 2017. "As férias de António Costa e a altura do Governo" Observador, online - online.
38. Pinto, José F. 02 jul. 2017. "Partido Socialista ou Partido Populista?" Observador, online - online.
39. Pinto, José F. 24 jun. 2017. "Ilha Terceira, a maldição de um nome" Diário Insular, 16 - 16.
40. Pinto, José F. 30 maio 2017. "Trump e Francisco: o (des)encontro de dois americanos" Diário Insular, 18 - 18.
41. Pinto, José F. 24 mar. 2017. "Cavaco Silva e Sócrates: um Ajuste de pós-Verdade(s)" Diário Insular, 14 - 14.
42. Pinto, José F. 28 fev. 2017. "A Geringonça do Costa e o Teorema do Minimax" Diário Insular, 14 - 14.
43. Pinto, José F. 22 fev. 2017. "Quo Vadis Autonomia Regional?" Diário Insular, 19 - 19.
44. Pinto, José F. 11 fev. 2017. "França: do Iluminismo às Trevas?" Diário Insular, 10 - 10.
45. Pinto, José F. 26 jan. 2017. "Reino Unido: um Brexit à la Carte?" Diário Insular, 18 - 18.
46. Pinto, José F. 18 jan. 2017. "A democracia de acesso e o populismo" Diário Insular, 18 - 18.
47. Pinto, José F. 23 dez. 2016. "Presimarcelismo: o novo Sistema de Governo" Diário Insular, 14 - 14.
48. Pinto, José F. 25 nov. 2016. "Os Açores: Pedra Angular da Segurança Atlântica" Diário Insular, 14 - 14.
49. Pinto, José F. 27 out. 2016. "Lajes: entre o ar e o mar" Diário Insular, 11 - 11.
50. Pinto, José F. 14 out. 2016. "Base das Lajes: uma questão de pôr os olhos em bico" Diário Insular, 10 - 10.
51. Pinto, José F. 15 abr. 2016. "Os Queixumes e as Certezas de António Costa" Observador, online - online.
52. Pinto, José F. 23 mar. 2016. "Atentados de Bruxelas: Acorda Ocidente!" Observador, online - online.
53. Pinto, José F. 10 dez. 2015. "Eleições em Espanha: Costa Revisitado?" Observador, online - online.
54. Pinto, José F. 11 mar. 2015. "Os Partidos e os Cidadãos" Diário de Notícias, online - online.
55. Pinto, José F. 25 fev. 2015. "O Infortúnio Socialista Grego e a Alegria no Largo do Rato" Diário de Notícias, online - online.
56. Pinto, José F. 28 jan. 2015. "Base das Lajes: Hibernação Artificial" Diário de Notícias, online - online.
57. Pinto, José F. 29 dez. 2014. "A Privatização da TAP" Diário de Notícias, online - online.
58. Pinto, José F. 10 dez. 2014. "A insustentável narrativa de António Costa" Diário de Notícias, online - online.
59. Pinto, José F. 25 nov. 2014. "A detenção de Sócrates e o que disse o país vizinho" Diário de Notícias, online - online.
60. Pinto, José F. 21 jul. 2014. "Guiné-Equatorial: a democracia do petróleo" Jornal«i», 18 - 18.
61. Pinto, José F. 17 jul. 2014. "Sucessão em Espanha: lufa-lufa legislativa" Diário de Notícias, 47 - 47.
62. Pinto, José F. 04 jun. 2014. "Espanha: Abdicação do rei ou da monarquia?" Diário de Notícias, online - online.
63. Pinto, José F. 27 maio 2014. "António José Seguro: o peso da vitória" Diário de Notícias, online - online.
64. Pinto, José F. 22 maio 2014. "Europeias: Prognóstico da Jornada" Diário de Notícias, online - online.
65. Pinto, José F. 19 maio 2014. "Campanha eleitoral: a Feira da Ladra revisitada" Diário de Notícias, 47 - 47.
66. Pinto, José F. 05 maio 2014. "Do Regicídio ao 25 de Abril de 1974" Diário de Notícias, 47 - 47.
67. Pinto, José F. 30 abr. 2014. "1.º de Maio de 74: ponto final na precedência de Cunhal sobre Soares" Diário de Notícias, online - online.
68. Pinto, José F. 23 abr. 2014. "25 de Abril: os três «Dês» 40 anos depois" Diário de Notícias, 47 - 47.
69. Pinto, José F. 20 abr. 2014. "Passos Coelho: entre os ovos e as amêndoas da Páscoa" Diário de Notícias, 55 - 55.
70. Pinto, José F. 11 abr. 2014. "Capitães de Abril: Respeito pela História" Diário de Notícias, online - online.
71. Pinto, José F. 09 abr. 2014. "Eleições Europeias: Promessas fora de Tempo" Diário de Notícias, online - online.
72. Pinto, José F. 28 mar. 2014. ""Avião da Malaysian Airlines: Mentiras e Desconfianças"" Diário de Notícias, online - online.
73. Pinto, José F. 24 mar. 2014. "França - Austeridade: KO no primeiro assalto" Diário de Notícias, online - online.
74. Pinto, José F. 06 mar. 2014. "As contas da nova PPP - parceria Passos Portas" Diário de Notícias, online - online.
75. Pinto, José F. 04 mar. 2014. "A adesão da Guiné-Equatorial à CPLP" Diário de Notícias, online - online.
76. Pinto, José F. 04 mar. 2014. "A adesão da Guiné-Equatorial à CPLP" Diário de Notícias, online - online.
77. Pinto, José F. 02 mar. 2014. "Don't cry for me France!" Diário de Notícias, online - online.
78. Pinto, José F. 14 fev. 2014. "Bruno de Carvalho derrotou o PSD" Diário de Notícias, online - online.
79. Pinto, José F. 11 fev. 2014. "O Estádio da Luz e o Referendo Suíço" Diário de Notícias, online - online.
80. Pinto, José F. 07 fev. 2014. "25 de Abril: a máscara e o rosto" Diário de Notícias, online - online.
81. Pinto, José F. 30 jan. 2014. "Reeleição de Passos Coelho: Quo Vadis?" Diário de Notícias, online - online.
82. Pinto, José F. 27 jan. 2014. "E quando a Troika partir?" Diário de Notícias, onlie - online.
83. Pinto, José F. 22 jan. 2014. "Passos Coelho: Defeito ou Feitio?" Diário de Notícias, online - online.
84. Pinto, José F. 17 jan. 2014. "FCT: A Bolsa ou a Ignorância!" Diário de Notícias, online - online.
85. Pinto, José F. 14 jan. 2014. "Congresso: Sobrou PP, Faltou CDS" Diário de Notícias, online - online.
86. Pinto, José F. 23 dez. 2013. "E agora, Senhor Presidente?" Diário de Notícias, online - online.
87. Pinto, José F. 20 dez. 2013. "Os Ditadores e a História" Diário de Notícias, online - online.
88. Pinto, José F. 17 dez. 2013. "O Novo Passos Coelho" Diário de Notícias, online - online.
89. Pinto, José F. 11 dez. 2013. "Os Brinquedos da Polícia" Diário de Notícias, online - online.
90. Pinto, José F. 02 dez. 2013. ""O Mês dos três Presidentes"" Diário de Notícias, on line - on line.
91. Pinto, José F. 29 nov. 2013. ""Preços e Apelos Presidenciais"" Sol, 61 - 61.
92. Pinto, José F. 20 nov. 2013. "Portugal e o regresso da guerra fria" Diário de Notícias, online - online.
93. Pinto, José F. 08 nov. 2013. "Paulo Portas e a Paciência Chinesa" Diário de Noticias, on line - on line.
94. Pinto, José F. 29 out. 2013. "Lixo Tóxico - Realidades de um Tempo Incerto" Diário de Notícias, on line - on line.
95. Pinto, José F. 22 out. 2013. "Angola e Portugal: Interesses e Intrigas" Diário de Notícias, on line - on line.
96. Pinto, José F. 10 out. 2013. ""António Costa: o três em um"" Diário de Notícias, on line - on line.
97. Pinto, José F. 25 set. 2013. "Uma Alemanha mais europeia" Diário de Notícias, on line - on line.
98. Pinto, José F. 05 set. 2013. "Autárquicas: Seara, que colheita?" Diário de Notícias, 55 - 55.
99. Pinto, José F. 01 set. 2013. "«Eleições Autárquicas: Independentes ou Dissidentes?»" Diário de Notícias, 55 - 55.
100. Pinto, José F. 01 set. 2013. ""Passos Coelho: um passo atrás, se faz favor"" Diário de Notícias, on line - on line.
101. Pinto, José F. 20 ago. 2013. "Constituição e Realidade: a Reforma do Estado" Diário de Notícias, on line - on line.
102. Pinto, José F. 16 ago. 2013. "Festa do Pontal: o milagre possível" Diário de Notícias, on line - on line.
103. Pinto, José F. 07 ago. 2013. "A Liberdade de Imprensa" Diário de Notícias, on line - on line.
104. Pinto, José F. 04 jul. 2013. "Saúde: um Direito Constitucional" Diário de Notícias, 45 - 45.
105. Pinto, José F. 31 maio 2013. "Portugal: de país a protectorado" Sol, 44 - 44.
106. Pinto, José F. 22 jan. 2013. ""Uma visita meteórica e «caridosa»"" Diário Insular, 8 - 8.
107. Pinto, José F. 22 jan. 2013. ""O Paradoxo das Lajes: Versão Norte-americana"" Público, 46 - 46.
108. Pinto, José F. 14 jan. 2013. "Base das Lajes: sim, eles podem" Diário de Notícias, 55 - 55.
109. Pinto, José F. 09 jan. 2013. ""Orçamento do Estado: Do Fim da Linha ao Descarrilamento?"" Público, 47 - 47.
O artigo foi selecionado para publicação pela Presseurop.
110. Pinto, José F. 26 out. 2012. ""O 5 de Outubro"" Jornal Sol, 56 - 56.
111. Pinto, José F. 28 set. 2012. "Portugal!" Sol, 56 - 56.
112. Pinto, José F. 20 nov. 2011. ""Ano Novo. Nova Lusofonia?"" Diário de Notícias, 63 - 63.
O artigo foi publicado na secção DN Fórum e ocupa 4/10 de página.
113. Pinto, José F. 18 abr. 2011. ""O Poder da Palavra e a Palavra do Poder"" Jornal i, 3 - 3.
O artigo saiu no primeiro plano da versão impressa e está, também, disponível no sítio do jornal.
114. Pinto, José F. 19 fev. 2011. ""A Europa de Mãos Atadas"" Jornal i, 19 - 19.
O artigo está disponível tanto na versão impressa do jornal como na versão on line.

115. Pinto, José F. 22 out. 1917. "A Moção e a Censura de um País" Observador, online - online.
116. Pinto, José F. 04 ago. 1917. "Jornalismo de Investigação: o Direito à Verdade" Diário Insular, 18 - 18.
117. Pinto, José F. 24 maio 1917. "Terrorismo e populismo: ligações perigosas" Observador, online - online.
118. Pinto, José F. 24 maio 1917. "Trump e a Comunicação Social: mau-feitio e mau perder" Diário Insular, 10 - 10.
119. Pinto, José F. 22 maio 1917. "Presidenciais França: o cenário macro(n)económico" Observador, online - online.
120. Pinto, José F. 22 maio 1917. "Quatro Dias em Xangai. Aventuras gastronómicas (2)" Diário Insular, 15 - 15.
121. Pinto, José F. 22 maio 1917. "O que tem Temer a temer?" Observador, online - online.
122. Pinto, José F. 18 maio 1917. "Quatro dias em Xangai: a realidade e as noivas (3)" Diário Insular, 19 - 19.
123. Pinto, José F. 03 maio 1917. "Quatro Dias em Xangai (1)" Diário Insular, 19 - 19.
124. Pinto, José F. 09 mar. 1917. "Diplomacia da Canhoteira? Nem pensar!" Diário Insular, 10 - 10.
125. Pinto, José F. 22 fev. 1917. "Luta contra Trump:o Fracasso Anunciado da Emotividade" Diário Insular, 14 - 14.
126. Pinto, José F. 14 fev. 1917. "Passos Coelho e a Indicação do Sucessor" Observador, online - online.
127. Pinto, José F. 18 jan. 1917. "Trump: a vitória do populismo de elite" Diário Insular, 18 - 18.
128. Pinto, José F. 03 jan. 1917. "Guterres: entre o Sonho e a Realidade" Diário Insular, 15 - 15.
129. Pinto, José F. 04 abr. 1916. "Angola: Verdades Incómodas" Observador, online - online.

Prefácio, Posfácio
Preface, Postface
1. Pinto, José F. 2014. "Prefácio a "Em quem confiamos?"". Lisboa. (Prefácio)
2. Pinto, José F. 2014. "Outros desafios se seguirão". Lisboa. (Posfácio)
3. Pinto, José F. 2013. "A Hora da Lusofonia: para uma crítica da razão lusófona". Lisboa. (Introdução)
Para além da Introdução escrevi uma nótula metodológica a explicar a organização da obra.
4. Pinto, José F. 2012. "Prefácio a "Memórias do Futuro e do Tempo"". Lisboa. (Prefácio)
5. Pinto, José F. 2011. "Posfácio a "Pampilhosa da Serra: Poder Local e Ruralidade no Estado Novo (1934-1974)"". Lisboa. (Posfácio)
O livro resultou da Dissertação de Mestrado que orientei e foi publicado com o apoio da Câmara Municipal de Pampilhosa da Serra. O prefácio foi da responsabilidade do Professor Doutor Manuel de Almeida Damásio.
6. Pinto, José F. 2011. "Posfácio a "As relações entre Portugal e São Tomé e Príncipe: do passado colonial à lusofonia"". Lisboa. (Posfácio)
O livro é o resultado da Tese desenvolvida pelo autor sob minha orientação.

Outra produção científica
Other scientific production
1. Pinto, José F. 2016. "O Centeno das Farturas". Lisboa: Blastingnews.
2. Pinto, José F. 2016. "Seleção e Organização do livro «Portugal e a Crise Global. Só a águia voa sozinha» da autoria de Adriano Moreira", 260 pp.. Coimbra: Almedina.
Como consta na ficha técnica, fui o responsável pela seleção e organização do livro.
3. Pinto, José F. 2016. "Seleção e Organização do livro «Futuro com Memória. Lições da vida e da História» de Adriano Moreira", 334 pp.. Lisboa: Clube do Autor.
A seleção e organização foi feita em conjunto com o Clube do Autor.
4. Pinto, José F. 2016. "Lula e Dilma: a ética companheira". Lisboa: Blastingnews.
5. Pinto, José F. 2015. "Futebol e política: Espanha e Portugal", online pp.. Lisboa: Blasting News.
6. Pinto, José F. 2015. "Maria Barroso: Qual a Cor da Liberdade?", online pp.. Lisboa: Blasting News.
7. Pinto, José F. 2015. "Cabo Verde: o Sucesso Construído", online pp.. Lisboa: Blasting News.
8. Pinto, José F. 2015. "António Costa: entre Maquiavel e os Talentos", online pp.. Lisboa: Blasting News.
9. Pinto, José F. 2015. "Crise Grega: uma Leitura com os Açores pelo Meio". Lisboa: Blasting News.
10. Pinto, José F. 2015. "Mário Soares e as Presidenciais: uma relação ambivalente", online pp.. Lisboa: Blasting News.
11. Pinto, José F. 2015. "O 25 de Abril e a Censura em Portugal". Lisboa: Blasting News.
12. Pinto, José F. 2015. "Sócrates e a tortura da pulseira", online pp.. Lisboa: Blasting News.
13. Pinto, José F. 2015. "Passos Coelho e David Cameron: Sortes Iguais?", online pp.. Lisboa: Blasting News.
14. Pinto, José F. 2015. "Miseriterrâneo: o Mar do Nosso Descontentamento", online pp.. Lisboa: Blasting News.
15. Pinto, José F. 2015. "Angola e China: uma Amizade Confidencial", online pp.. Lisboa: Blasting News.
16. Pinto, José F. 2015. "Sampaio da Nóvoa: entre o simbolismo e a indefinição", online pp.. Lisboa: Blasting News.
17. Pinto, José F. 2015. "Terrorismo: o fim anunciado da razão", online pp.. Lisboa: BlastingNews.
18. Pinto, José F. 2013. "Recensão sobre »A Circunstância do Estado Exíguo»", 3 pp.. Lisboa: Edições Universitárias Lusófonas.



Curso de curta duração lecionado
Taught short course
1. Pinto, José F. DECODE - Diploma de Especialização em Cooperação para o Desenvolvimento, 2010 (Especialização), promovido por Instituto Nacional de Administração (INA).
Duração: 18 horas. Local: Palácio dos Marqueses de Oeiras, Cidade: Oeiras, Tipo de participação: Docente.
Lecionei no módulo "Governance" e reforma do sector público”, no âmbito do GT2 –Políticas de Desenvolvimento.





Dados Complementares (Additional data)


Orientações
Orientations


Tese de Doutoramento
Phd Thesis
Concluídas
Completed
1. ERLY MARIA DE CARVALHO E SILVA, A MARCA DA MATRIARCA NA TERRA DO PATRIARCADO: A RESSIGNIFICAÇÃO DO PODER DA MULHER NOS DISCURSOS DA PRESIDENTE DILMA, 2014. Tese (Ciência Política) - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias (Orientador).
A Doutoranda foi aprovada com distinção e louvor no dia 4 de novembro de 2014.
2. António Manuel de Sousa Duarte, "Movimento de 1383 e 25 de Abril de 74: do putsch à revolução", 2011. Tese (Ciência Política) - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias (Orientador).
O registo foi feito no dia 26 de Outubro de 2011. O aluno foi aprovado por unanimidade em 11 de dezembro de 2014.
3. Elias Jesus Quadros, "A Ética no Poder Local: O Caso de Oeiras", 2010. Tese (Ciência Política) - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias (Orientador).
A matrícula no 2.º Ano do Doutoramento foi efectuada no dia 29 de novembro de 2010. A Tese foi entregue no dia 14 de maio de 2012. A reunião do júri decidiu que a Tese reunia as condições para a defesa e as provas foram agendadas para dia 30 de julho de 2012. O Doutorando foi aprovado por unanimidade com distinção e louvor.
4. Fernando Rui de Sousa Campos, As Relações entre Portugal e S. Tomé e Príncipe: do Passado Colonial à Lusofonia, 2007. Tese (Ciência Política e Relações Internacionais) - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias (Orientador).
O Doutorando já entregou a Tese e o Júri já foi homologado por Despacho Reitoral. A primeira reunião do júri está agendada para dia 25 de Maio de 2010. O candidato defendeu a Tese no dia 28 de Junho de 2010 e foi aprovado com a classificação máximas - com distinção e louvor por unanimidade.


Dissertação de Mestrado
Master degree dissertation
Concluídas
Completed
1. Edmilson de Jesus Vaz Moreira, As relações político-diplomáticas entre Cabo Verde e Portugal desde 1975 à atualidade, 2016. Dissertação (Diplomacia e Relações Internacionais) - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias (Orientador).
2. Raul do Espírito Santo Cardoso, A Diplomacia de São Tomé e Príncipe, 2014. Dissertação (Diplomacia e Relações Internacionais) - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias (Orientador).
A defesa foi feita em 20 de maio de 2015.
3. Wilson Jair Cardoso Ferreira, A História das Relações entre Angola e Portugal, 2014. Dissertação (Diplomacia e Relações Internacionais) - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias (Orientador).
4. Ludemila Cardoso Pereira, "Cabo Verde: da descolonização à abertura democrática", 2012. Dissertação (Ciência Política: Cidadania e Governação) - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias (Orientador).
A aluna foi aprovada com a classificação de 17 (dezassete) valores no dia 29 de setembro de 2014.
5. Celisa dos Santos Pires de Carvalho, "Guiné-Bissau: a instabilidade como regra", 2012. Dissertação (Ciência Política: Cidadania e Governação) - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias (Orientador).
O registo foi feito no dia 22 de outubro de 2012.a aluna prestou provas no dia 5 de dezembro de 2014 e foi aprovada com 16 valores.
6. António José Lopes Ferreira, “A participação da Marinha Grande no Movimento do 18 de Janeiro de 1934”, 2011. Dissertação (Ciência Política: Cidadania e Governação) - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias (Orientador).
O registo foi feito no dia 4 de Novembro de 2011. A entrega aconteceu no dia 20 de novembro de 2012. O candidato foi aprovado com 18 valores.
7. Ana Maria Marques Balão, "A Cooperação Intermunicipal no Norte Alentejano", 2010. Dissertação (Ciência Política: Cidadania e Governação) - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias (Orientador).
A Dissertação foi entregue nos serviços no dia 18 de janeiro de 2012. A defesa ocorreu no dia 7 de março de 2012 e a candidata foi aprovada com a classificação de Excelente - 18 valores. .
8. Marcela Guimarães da Silva, "Os Militares e o Poder no Brasil: do Golpe de Estado de 1964 à Transição para o Governo Civil", 2010. Dissertação (Ciência Política: Cidadania e Governação) - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias (Orientador).
A Dissertação foi entregue no dia 3 de outubro de 2012. A defesa ocorreu no dia 9 de janeiro de 2013 e a candidata foi aprovada com a classificação de 16 valores.
9. Luís Mousinho de Magalhães e Meneses de Mascarenhas Gaivão, "CPLP: A CULTURA COMO PRINCIPAL FACTOR DE COESÃO", 2009. Dissertação (Espaço Lusófono: Lusofonia e Relações Internacionais) - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias (Orientador).
A Dissertação foi entregue no dia 22 de Abril de 2010. A defesa aconteceu no dia 2 de Julho de 2010 e o arguente foi o Professor Doutor Manuel Batalha. O candidato foi aprovado com a classificação de Excelente - 18 valores.
10. Cláudio de Castro Vasco da Cruz, "O Papel das Nações Unidas em Angola", 2009. Dissertação (Ciência Política: Cidadania e Governação) - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias (Orientador).
A defesa da Dissertação foi no dia 24 de Março de 2011 e o Mestrando foi aprovado com a classificação de Muito Bom - 17 valores.
11. Júlio Cortez Fernandes, "PODER LOCAL E RURALIDADE NO ESTADO NOVO: O CASO DO CONCELHO DE PAMPILHOSA DA SERRA", 2009. Dissertação (Ciência Política: Cidadania e Governação) - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias (Orientador).
A Dissertação foi entregue nos serviços no dia 28 de Abril de 2010. A defesa ocorreu no dia 5 de Julho de 2010, tendo como arguente o Professor Doutor Manuel de Almeida Damásio. O Mestrando foi aprovado com Muito Bom - 17 valores. A Dissertação foi publicada em livro com o mesmo título pelas Edições Colibri. O prefácio pertenceu ao Professor Doutor Manuel de Almeida Damásio e o posfácio foi da minha responsabilidade.
12. Fernando Jorge Tavares Pais dos Santos, Migrações e Integração da União Europeia, 2008. Dissertação (Ciência Política e Relações Internacionais) - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias (Orientador).
O Mestrado tem a designação de Ciência Política: Cidadania e Governação. A defesa foi efectuada no dia 18 de Março de 2010 perante um júri presidido pelo Professor Doutor Fernando Pereira Marques e que contou com o Professor Manuel Antunes como arguente e eu como orientador. O Mestrando foi aprovado com a classificação de Excelente - 18 valores.
13. Ilonka Dilvânio de Assis e Costa, "O Processo Político Angolano", 2008. Dissertação (Ciência Política: Cidadania e Governação) - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias (Orientador).
O Mestrando fez a defesa da Dissertação no dia 13 de Julho de 2009 e obteve a classificação de Muito Bom - 16 valores. Do júri fizeram parte, para além de mim, mais dois elementos: Professor Doutor Fernando Pereira Marques - Presidente Professor Doutor Tcherno Djaló - Argunte .
14. Eder Nascimento Monteiro, A Política de Cooperação de Cabo Verde, 2008. Dissertação (Ciência Política e Relações Internacionais) - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias (Orientador).
O Mestrado designa-se por Ciência Política: Cidadania e Governação. O júri já está homologado e é composto pelo Professor Doutor Fernando Pereira Marques - Presidente, Professor Doutor Marco Monteiro D'Oliveira - Arguente e por mim enquanto Orientador. A defesa está agendada para dia 24 de Junho. O aluno foi aprovado com a classificação de Muito Bom - 17 valores.
15. Vera Lúcia Fernandes Sanches, O Género no Poder Local em Cabo Verde, 2008. Dissertação (Ciência Política e Relações Internacionais) - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias (Orientador).
O Mestrado tem a designação de Ciência Política: Cidadania e Governação. O júri já foi homologado por Despacho Reitoral e será constituído pelo Professor Doutor Fernando Pereira Marques - Presidente; Professora Doutora Olga Iglésias - Arguente e por mim na qualidade de orientador. A defesa será no dia 27 de Maio de 2010. A candidata foi aprovada com a classificação de Muito Bom - 17 valores.
16. Jucelina Alice Figueiredo Ramos Évora, O Papel da Cooperação no Desenvolvimento de Cabo Verde, 2008. Dissertação (Ciência Política e Relações Internacionais) - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias (Orientador).
O Mestrado designa-se por Ciência Política: Cidadania e Governação. A Dissertação foi entregue nos serviços em Julho de 2010 e o júri já está constituído. A defesa ocorreu no dia 11 de Novembro de 2010 e o júri foi composto pelo Professor Doutor Fernando Pereira Marques - Presidente, Professor Doutor Fernando Rui Campos - Arguente e por mim como orientador. A Mestranda foi aprovada com a classificação de Muito Bom - 17 valores.
17. Luís Pedro Melo de Carvalho, "O Movimento dos Capitães, o MFA e o 25 de Abril", 2008. Dissertação (Ciência Política: Cidadania e Governação) - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias (Orientador).
O Mestrando foi aprovado com a classificação de Muito Bom (17 valores) e a defesa foi feita no dia 21 de Julho de 2009. O Júri era composto pelos seguintes elementos: Professor Doutor Fernando Pereira Marques - Presidente Professor Doutor Fernando Santos Neves - Arguente Professor Doutor José Filipe Pinto - Orientador.
18. Ana Maria Cabral Dique Fumo, As Relações Lusófonas: o Acordo Ortográfico, 2008. Dissertação (Espaço Lusófono: Lusofonia e Relações Internacionais) - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias (Orientador).
A Dissertação foi entregue no dia 16 de Setembro de 2011. A aluna foi aprovada com a classificação de 15 valores.
19. Manuel Luís Judice Gama Pinto da Cunha Jóia, "Estratégias e Segurança no Oceano Moreno", 2008. Dissertação (Espaço Lusófono) - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias (Orientador).
A Dissertação foi defendida no dia 19 de Janeiro de 2009 no Auditório Víctor de Sá. O Júri foi presidido pelo Professor Doutor Manuel de Almeida Damásio e o arguente foi o Professor Doutor Manuel Serafim Pinto. O Mestrando foi aprovado com a classificação de Excelente - 18 valores.
20. Marisa Carvalho, A Participação da Mulher na Vida de Cabo Verde, 2007. Dissertação (Espaço Lusófono: Lusofonia e Relações Internacionais) - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias (Orientador).
A Mestranda fez a entrega da Dissertação nos serviços respectivos no dia 18 de Julho de 2008 e aguarda o desenrolar do processo que conduzirá à defesa. Dissertação já defendida em 6 de Outubro de 2008. A candidata foi aprovada por unanimidade com a nota máxima - Muito Bom.
21. Adilson Mendes Gonçalves, A GOVERNAÇÃO EM CABO VERDE E NA GUINÉ-BISSAU:CONTINUIDADES E DESCONTINUIDADES, 2007. Dissertação (Ciência Política e Relações Internacionais) - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias (Orientador).
O júri já foi homologado por Despacho reitotal e terá a seguinte composição: Presidente - Professor Doutor Fernando Pereira Marques Arguente - Professor Doutor António de Almeida Tomé Orientador - Professor Doutor José Filipe Pinto. A defesa está agendada para dia 17 de Junho de 2010. O Mestrando foi aprovado com a classificação de Muito Bom - 16 valores.
22. Amarilis Barbosa Martins, “As Relações entre Portugal e Cabo Verde antes e depois da Independência”, 2007. Dissertação (Ciência Política e Relações Internacionais) - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias (Orientador).
O Júri para as provas já foi indicado por Despacho Reitoral e é formado pelos seguintes elementos: Professor Doutor Manuel de Almeida Damásio (Presidente) Professora Doutora Olga Iglésias (Arguente) Professor Doutor José Filipe Pinto (Orientador). As provas decorreram no dia 10 de Dezembro de 2009 e a candidata foi aprovada com a classificação de Muito Bom - 17 (dezassete) valores.


Trabalho de conclusão de curso de Bacharelato/Licenciatura
Bachelor/Licenciate degree conclusion work
Concluídas
Completed
1. David Alexandre Pratas de Campos, "Sistema Político Português depois do 25 de Abril de 1974", 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Licenciatura em Ciência Política e Relações Internacionais) - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias (Orientador).
O projecto foi defendido no dia 20 de Setembro e mereceu a classificação de 17 (dezassete) valores.
2. Pedro Resende Ferreira de Carvalho, "CDS-PP: princípios e relações com a família partidária europeia", 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Licenciatura em Ciência Política e Relações Internacionais) - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias (Orientador).
O aluno foi aprovado com a classificação de 15 valores e concluiu a licenciatura.


Participação no júri de Graus Académicos
Academic Degrees jury participation


Doutoramento
Phd
1. Pinto, José Filipe. Participação no júri de Jorge Manuel Afonso Fraqueiro. O sistema político português renovação ou estagnação dos seus principais actores no período da democracia 1974-2012, 2014. Tese (Ciência Política) - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias.
2. Pinto, José Filipe. Participação no júri de Agostinho Alexandre Joaquim da Silva. Angola: Dinâmicas internas e externas na luta de libertação (1961-1975), 2014. Tese (Ciência Política) - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias.
3. Pinto, José Filipe. Participação no júri de Félix Moreira Ferreira. As migrações portuguesas no último meio século: do Portugal de emigrantes ao Portugal de imigrantes, 2014. Tese (Ciência Política) - Universidade Lusófona do Porto.
O Candidato desistiu antes do início das provas.
4. Pinto, José Filipe. Participação no júri de FÁTIMA PRISCILA MORELA EDRA. Políticas Públicas: Interfaces das coligações entre partidos e líderes políticos, 2014. Tese (Ciência Política) - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias.
5. Pinto, José Filipe. Participação no júri de VANILDES VIEIRA DA CUNHA. Comunicação política mediada por redes sociais interactivas: educação política do sujeito na sociedade pós-moderna, 2014. Tese (Ciência Política) - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias.
6. Pinto, José Filipe. Participação no júri de ERLY MARIA CARVALHO E SILVA. A marca da matriarca na terra do patriarcado: a ressignificação do poder da mulher nos discursos da Presidente Dilma, 2014. Tese (Ciência Política) - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias.
A candidata foi aprovada com distinção e louvor.
7. Pinto, José Filipe. Participação no júri de Francisco João Ginjeira Correia. A política internacional e a segurança da “água doce” – Bacias Hidrográficas Internacionais e hidropolítica, 2014. Tese (Ciência Política) - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias.
8. Pinto, José Filipe. Participação no júri de Arlindo Pato Ferreira da Mota. Governação e Poder Local; o público e o privado na prestação de serviços públicos num contexto de eficiência, 2013. Tese (Ciência Política) - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias.
AS provar realizaram-se no dia 7 de março de 2013. Participei nas mesmas enquanto vogal. O candidato foi aprovado com distinção.
9. Pinto, José Filipe. Participação no júri de António Paulo Menezes de Carvalho Finuras. Confiança nas Instituições e Valores Culturais, 2013. Tese (Ciência Política) - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias.
10. Pinto, José Filipe. Participação no júri de Artur Miguel Claro da Fonseca Mora Coelho. Os Partidos Políticos e o Recrutamento do Pessoal Dirigente em Portugal: o Caso do PS e do PPD/PSD, 2013. Tese (Ciência Política) - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias.
Participação enquanto arguente interno.
11. Pinto, José Filipe. Participação no júri de Elias Jesus Quadros. "A Ética no Poder Local: o Caso de Oeiras", 2012. Tese (Ciência Política) - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias.
Participei na qualidade de Orientador. O Doutorando foi aprovado por unanimidade com distinção e louvor.
12. Pinto, José Filipe. Participação no júri de Fernando Rui de Sousa Campos. As Relações entre Portugal e S. Tomé e Príncipe: do Passado Colonial à Lusofonia, 2010. Tese (Ciência Política) - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias.
A minha participação foi como Orientador do candidato.
13. Pinto, José Filipe. Participação no júri de Manuel de Azevedo Antunes. "A Dinâmica da População no Desenvolvimento de Moçambique", 2009. Tese (Ciência Política) - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias.
Participei no Júri como segundo arguente. As provas decorreram no dia 24 de Julho de 2009 e o candidato foi aprovado com a classificação máxima prevista no regulamento.
14. Pinto, José Filipe. Participação no júri de António Joaquim Viana de Almeida Tomé. O Domínio Aeroespacial nas Manifestações de Poder - Efeitos nas relações Internacionais, 2009. Tese (Ciência Política) - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias.
A participação foi na qualidade de vogal. O candidato foi aprovado por unanimidade com a classificação máxima, ou seja, com a menção de distinção e louvor.
15. Pinto, José Filipe. Participação no júri de José Ampagatubó. O Golpe de Estado de 1998-1999 como Elemento Denunciador da Dificuldade na Construção do Estado-Nação na Guiné-Bissau, 2008. Tese (Ciência Política) - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias.
O candidato foi aprovado mas com a informação de que deveria proceder a pequenas reformulações. No dia 13 de Maio de 2009, o júri voltou a reunir-se para apreciar a reformulação feita pelo candidato e, como considerou que o aluno tinha tido em boa conta o parecer do júri e tinha procedido às alterações que lhe haviam sido sugeridas, decidiu, por unanimidade, atribuir-lhe a classificação máxima prevista no Regulamento de Doutoramentos da ULHT.


Mestrado
Master degree
1. Pinto, José Filipe. Participação no júri de Wilson Jair Cardoso Ferreira. A História das Relações entre Angola e Portugal, 2016.  Dissertação (Diplomacia e Relações Internacionais) - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias.
A participação foi enquanto Orientador. O aluno foi aprovado com Muito Bom - 17 valores.
2. Pinto, José Filipe. Participação no júri de Edmilson de Jesus Vaz Moreira. As relações político-diplomáticas entre Cabo Verde e Portugal desde 1975 à atualidade, 2016.  Dissertação (Diplomacia e Relações Internacionais) - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias.
O aluno foi aprovado com a classificação de Muito Bom - 16 valores.
3. Pinto, José Filipe. Participação no júri de Ereny Ferreira Sales. O Papel do Conservatório Estadual «Lia Salgado» na Tomada de Decisões Políticas na Cidade de Leopoldina/MG, 2015.  Dissertação (Ciência Política: Cidadania e Governação) - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias.
4. Pinto, José Filipe. Participação no júri de Raúl do Espírito Santo Cardoso. A Diplomacia de São Tomé e Príncipe, 2015.  Dissertação (Diplomacia e Relações Internacionais) - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias.
Participação enquanto orientador. O candidato foi aprovado com a classificação de Bom - 15 valores.
5. Pinto, José Filipe. Participação no júri de Ana Maria de Fátima Rafael. POLÍTICAS DE INTEGRAÇÃO DE IMIGRANTES EM PORTUGAL, 2015.  Dissertação (Ciência Política: Cidadania e Governação) - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias.
6. Pinto, José Filipe. Participação no júri de Roberta Lima de Paula. Liderança Política Individual na Construção da Cidadania de uma População: o Caso do Coronel Firmo de Araújo Pereira, 2015.  Dissertação (Ciência Política: Cidadania e Governação) - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias.
7. Pinto, José Filipe. Participação no júri de Ludemila Cardoso Pereira. "Cabo Verde: da descolonização à abertura democrática", 2014.  Dissertação (Ciência Política: Cidadania e Governação) - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias.
A aluna foi aprovada com a classificação de 17 valores.
8. Pinto, José Filipe. Participação no júri de Arcângela Lima Alves Narciso. Políticas públicas e exclusão social (1980/90), 2014.  Dissertação (Ciência Política: Cidadania e Governação) - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias.
9. Pinto, José Filipe. Participação no júri de Felício Bruno Mateus Teles. A Diplomacia Pública no Contexto das Organizações Internacionais - o caso da CPLP, 2014.  Dissertação (Diplomacia e Relações Internacionais) - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias.
10. Pinto, José Filipe. Participação no júri de José de Jesus Sousa. A Comunidade dos Países de Língua Portuguesa e a Concertação Político-Diplomática - a Relação com o Brasil, 2014.  Dissertação (Diplomacia e Relações Internacionais) - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias.
11. Pinto, José Filipe. Participação no júri de Rodrigo Marinho Starling. Cidadania Ativa e Governança Sustentável:oVoluntariado como Estratégia de Suporte à Administração Pública, 2014.  Dissertação (Ciência Política: Cidadania e Governação) - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias.
12. Pinto, José Filipe. Participação no júri de Celisa dos Santos Pires de Carvalho . GUINÉ-BISSAU: A INSTABILIDADE COMO REGRA, 2014.  Dissertação (Ciência Política: Cidadania e Governação) - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias.
13. Pinto, José Filipe. Participação no júri de Carlos Alberto Serrano Ferreira. Mistificação e Política: Ideologia e Mito, 2014.  Dissertação (Ciência Política: Cidadania e Governação) - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias.
14. Pinto, José Filipe. Participação no júri de Sara Andreia Neto Mendes. A Importância das Organizações Não-Governamentais na Sociedade Civil: Relatório de Estágio, 2013.  Dissertação (Ciência Política: Cidadania e Governação) - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias.
15. Pinto, José Filipe. Participação no júri de Dulce Jesus Dias Gonçalves. Identidade Partidária na Escolha dos Eleitores dos Concelhos do Distrito de Évora nas Eleições para as Câmaras Municipais, 2013.  Dissertação (Ciência Política: Cidadania e Governação) - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias.
16. Pinto, José Filipe. Participação no júri de Marcela Guimarães da Silva. "Os Militares e o Poder no Brasil: do Golpe de Estado de 1964 à Transição para o Governo Civil", 2013.  Dissertação (Ciência Política: Cidadania e Governação) - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias.
A participação foi na qualidade de Orientador.
17. Pinto, José Filipe. Participação no júri de António José Lopes Ferreira. "A Participação da Marinha Grande no 18 de Janeiro de 1934", 2013.  Dissertação (Ciência Política: Cidadania e Governação) - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias.
A minha participação foi na qualidade de Orientador.
18. Pinto, José Filipe. Participação no júri de Ana Maria Marques Balão. "A Cooperação Intermunicipal no Norte Alentejano", 2012.  Dissertação (Ciência Política: Cidadania e Governação) - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias.
A participação foi enquanto Orientador. O júri foi presidido pelo Professor Doutor Fernando Pereira Marques e o arguente foi o Professor Doutor Manuel Antunes.
19. Pinto, José Filipe. Participação no júri de Jorge Manuel Marques. "A Presença da Inquisição no Brasil Durante o Século XVIII", 2012.  Dissertação (Espaço Lusófono: Cultura, Economia e Política) - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias.
A participação foi na qualidade de arguente. O candidato foi aprovado com a classificação de 16 valores.
20. Pinto, José Filipe. Participação no júri de André Sahossi. "Os meios de comunicação social e a política em Angola no pós-guerra: 2002-2011, 2012.  Dissertação (Ciência Política: Cidadania e Governação) - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias.
A defesa foi no dia 12 de dezembro de 2012 e o candidato foi aprovado com a classificação de 16 valores.
21. Pinto, José Filipe. Participação no júri de Cláudio de Castro Vasco da Cruz. "O Papel da Organização das Nações Unidas em Angola", 2011.  Dissertação (Ciência Política: Cidadania e Governação) - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias.
Participei enquanto Orientador do Mestrando. O Júri foi presidido pelo Professor Doutor Fernando Pereira Marques e a arguente foi a Professora Doutora Ângela Montalvão Machado.
22. Pinto, José Filipe. Participação no júri de Ana Maria Cabral Dique Fumo. As Relações Lusófonas e o Acordo Ortográfico, 2011.  Dissertação (Espaço Lusófono: Lusofonia e Relações Internacionais) - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias.
A defesa foi feita no dia 29 de Novembro e a candidata foi aprovada com a classificação de 15 valores.
23. Pinto, José Filipe. Participação no júri de Vera Lúcia Fernandes Sanches. "O género no poder local em Cabo Verde", 2010.  Dissertação (Ciência Política: Cidadania e Governação) - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias.
A minha participação no júri foi na qualidade de Orientador. A candidata foi aprovada com Muito Bom - 17 valores.
24. Pinto, José Filipe. Participação no júri de Luís Mousinho de Magalhães e Meneses de Mascarenhas Gaivão. "CPLP: A Cultura Como Principal Factor de Coesão", 2010.  Dissertação (Espaço Lusófono: Lusofonia e Relações Internacionais) - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias.
A minha participação foi na qualidade de Orientador e a defesa ocorreu no dia 2 de Julho de 2010.
25. Pinto, José Filipe. Participação no júri de Jucelina Alice Figueiredo Ramos Évora. "o papel da cooperação no desenvolvimento de Cabo Verde: a cooperação com a União Europeia", 2010.  Dissertação (Ciência Política: Cidadania e Governação) - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias.
A aluna foi aprovada com a classificação de Muito Bom - 17 valores.
26. Pinto, José Filipe. Participação no júri de Fernando Jorge Tavares Pais dos Santos. "Migrações e Integração da União Europeia", 2010.  Dissertação (Ciência Política: Cidadania e Governação) - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias.
A minha participação no júri foi na condição de Orientador.
27. Pinto, José Filipe. Participação no júri de Júlio Cortez Fernandes. "Poder local e ruralidade no Estado Novo: o caso do concelho de Pampilhosa da Serra, 2010.  Dissertação (Ciência Política) - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias.
A minha participação no júri foi na qualidade de Orientador.
28. Pinto, José Filipe. Participação no júri de Eder Nascimento Monteiro. "A Política de Cooperação em Cabo Verde", 2010.  Dissertação (Ciência Política: Cidadania e Governação) - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias.
A participação no júri foi na qualidade de Orientador.
29. Pinto, José Filipe. Participação no júri de Manuel Luís Júdice Gama Pinto da Cunha Jóia. "Estratégias e Segurança no Oceano Moreno", 2010.  Dissertação (Espaço Lusófono: Lusofonia e Relações Internacionais) - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias.
A minha participação no júri foi na qualidade de Orientador do Mestrando.
30. Pinto, José Filipe. Participação no júri de Adilson Mendes Gonçalves. A Governação em Cabo Verde e na Guiné-Bissau: Continuidades e Descontinuidades, 2010.  Dissertação (Ciência Política: Cidadania e Governação) - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias.
Participei na qualidade de Orientador e o candidato foi aprovado com a classificação de Muito Bom - 16 valores.
31. Pinto, José Filipe. Participação no júri de Ilonka Dilvânio de Assis e Costa. "O Processo Político Angolano desde o Início da Guerra Colonial", 2009.  Dissertação (Ciência Política: Cidadania e Governação) - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias.
A minha participação no júri foi na qualidade de Orientador.
32. Pinto, José Filipe. Participação no júri de Amarilis Barbosa Martins. "Relações entre Portugal e Cabo Verde antes e depois da Independência", 2009.  Dissertação (Espaço Lusófono: Lusofonia e Relações Internacionais) - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias.
A participação no júri foi na qualidade de orientador. O júri foi presidido pelo Professor Doutor Manuel de Almeida Damásio e a arguente foi a Professora Doutora Olga Iglésias.
33. Pinto, José Filipe. Participação no júri de Victoriano Sebastião dos Santos. "A Formação de um Estado Democrático de Direito: O Caso Angolano", 2009.  Dissertação (Ciência Política: Cidadania e Governação) - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias.
Fiz parte do júri na qualidade de arguente. O Mestrando foi aprovado com a classificação de 16 valores, ou seja, Muito Bom.
34. Pinto, José Filipe. Participação no júri de Luís Pedro Melo de Carvalho. "O Movimento dos Capitães, o MFA e o 25 de Abril: do Marcelismo à Queda do Estado Novo, 2009.  Dissertação (Ciência Política: Cidadania e Governação) - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias.
Participei no Júri na qualidade de Orientador. A defesa aconteceu no dia 21 de Julho de 2009 e o Mestrando foi aprovado com a classificação de Muito Bom (17 valores).
35. Pinto, José Filipe. Participação no júri de Carlos Tavares Rodrigues. Moçambique: a difícil afirmação de uma nova nação, 2008.  Dissertação (Espaço Lusófono: Cultura, Economia e Política) - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias.
Presidente do Juri em representação do Professor Doutor Fernando Santos Neves. Candidato aprovado por unanimidade com a classificação de Muito Bom.
36. Pinto, José Filipe. Participação no júri de Gregório Soares Cassamá. Impacto de Comercialização da Castanha de Cajú na Actividade Económica das Pequenas Comunidades Guineenses, 2008.  Dissertação (Estudos Africanos) - ISCTE - Instituto Universitário de Lisboa.
Como arguente tive de propor o adiamento das provas - marcadas para 18 de Dezembro às 15 horas - por considerar que a Dissertação não reunia condições para ser apresentada. Como tal, fiz chegar ao Presidente do Júri o seguinte parecer: Aspectos Positivos - A temática insere-se no âmbito da área científica de Estudos Africanos. - A problemática abordada é de inegável acuidade para a economia da Guiné-Bissau e tem reflexos na organização social, tanto a nível das etnias como a nível nacional. Aspectos a Reformular A nível da estrutura e da forma: - A Dissertação não pode ser apresentada como uma sequência narrativa de 10 pontos. Deverá ter uma introdução, três ou quatro capítulos para desenvolver as hipóteses de trabalho, a conclusão, a bibliografia e os anexos. - O índice deverá, no mínimo, apresentar as páginas dos vários elementos. - A forma de citação e a indicação das fontes bibliográficas não respeitam a norma em vigor na instituição. A nível da metodologia: - A metodologia indicada é muito rudimentar e não revela todas as técnicas e métodos de recolha e tratamento de dados. Além disso, o tratamento de dados é quase inexistente e um anexo – fundamental para esse tratamento – está ilegível. A nível conceptual: - O candidato não formulou correctamente as hipóteses de trabalho e esse elemento condicionou negativamente todo o desenvolvimento do processo. - Não se procedeu a um verdadeiro estado da arte, pois faltam autores e elementos teóricos fundamentais, por exemplo, para o tratamento da problemática do crescimento e do desenvolvimento. Na realidade, a bibliografia é demasiado reduzida para o nível em causa. - A terminologia precisa de um maior grau de cientificidade. - Vários assuntos são tratados com grande superficialidade. - Constata-se a existência de repetições, quase integrais, e que dificultam a compreensão do texto. - Existem vários elementos apresentados como produção própria do candidato e que, de facto, são colagens.
37. Pinto, José Filipe. Participação no júri de António Domingos Carlos. "Angola - a paz e os desafios do futuro", 2008.  Dissertação (Espaço Lusófono) - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias.
Fui nomeado para o júri - na qualidade de arguente - e na reunião para decidir se a Dissertação reunia as condições necessárias para a defesa, apresentei um parecer indicando que, face às incorrecções que obra apresentava, o Mestrando deveria proceder à reformulação da mesma. O júri concordou com o parecer e decidiu, por unanimidade, que o candidato deveria fazer as alterações que constavam do parecer. Passado o tempo regulamentar, constatou-se que o aluno não procedeu às reformulações indicadas e não manifestou o desejo de se apresentar às provas. Por isso, considera-se que o candidato desistiu.
38. Pinto, José Filipe. Participação no júri de Paula Alexandra Vieira de Pina. O Desenvolvimento Urbano do Município da Praia, 2008.  Dissertação (Espaço Lusófono: Cultura, Economia e Política) - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias.
Arguente da Dissertação. A candidata foi aprovada com a classificação de Bom por unanimidade dos membros do juri.
39. Pinto, José Filipe. Participação no júri de Marisa Andreia Coelho Fernandes de Carvalho. A participação da mulher na vida de Cabo Verde, 2008.  Dissertação (Espaço Lusófono) - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias.
A aluna foi aprovada por unanimidade com a classificação máxima - Muito Bom.


Exame de qualificação de doutoramento
Phd qualification test
1. Pinto, José Filipe. Participação no júri de António Paulo Menezes de Carvalho Finuras. "Confiança nas Instituições e Valores Culturais. Estudo Internacional Comparado entre Angola, cabo Verde, Moçambique e Portugal", 2013. Exame de qualificação (Ciência Política) - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias.
O candidato foi admitido a provas públicas.
2. Pinto, José Filipe. Participação no júri de António Joaquim Viana de Almeida Tomé. "O Domínio do Aeroespacial nas Manifestações de Poder das Potências. Efeitos nas Relações Internacionais", 2009. Exame de qualificação (Ciência Política) - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias.
A Tese foi considerada capaz para discussão, embora o aluno deva proceder às alterações que lhe foram sugeridas pelo júri e que se prenderam, sobretudo, com os aspectos formais impostos pela norma em vigor na ULHT.
3. Pinto, José Filipe. Participação no júri de José Ampagatubó. Estado e Sociedade na Guiné-Bissau: O Conflito Político-militar de 1998-1999 (As Origens, a Naturea e os Resultados), 2008. Exame de qualificação (Ciência Política) - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias.
A minha participação foi na qualidade de arguente e o aluno foi considerado aprovado.


Equivalência
Equivalence
1. Pinto, José Filipe. Participação no júri de Rui Filipe Fragoso Rebelo dos Santos. Evolução remuneratória dos titulares de cargos políticos em Portugal desde 1974, 2014. Exame de qualificação (Equivalência em Ciência Política: Cidadania e Governação) - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias.


Bacharelato/Licenciatura
Degree of licentiate
1. Pinto, José Filipe. Participação no júri de Pedro António de Gouveia Freire Batista. Sistema Político: Estudo comparativo entre Portugal e os Países Escandinavos, 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelato/Licenciatura em Ciência Política e Relações Internacionais) - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias.
2. Pinto, José Filipe. Participação no júri de Elisvaldo Barros Tavares Borges. Poder Local em Cabo Verde: Constituição e Realidade, 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelato/Licenciatura em Ciência Política e Relações Internacionais) - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias.
3. Pinto, José Filipe. Participação no júri de Sandy Norte. Relatório de Estágio no Gabinete de Apoio à Presidência de uma Câmara Municipal, 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelato/Licenciatura em Ciência Política e Relações Internacionais) - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias.
4. Pinto, José Filipe. Participação no júri de João Deslandes Ganga. O papel dos partidos políticos no processo de democratização em Angola, 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelato/Licenciatura em Ciência Política e Relações Internacionais) - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias.
5. Pinto, José Filipe. Participação no júri de Lenisa Moreira Pereira. Cooperação Internacional para o Desenvolvimento: caso de estudo Cabo Verde, 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelato/Licenciatura em Ciência Política e Relações Internacionais) - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias.
6. Pinto, José Filipe. Participação no júri de Afonso Manuel Martins dos Santos Proença de Carvalho. Vantagens e Inconvenientes dos Regimes Democráticos Relativamente aos Regimes Autocráticos, 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelato/Licenciatura em Ciência Política e Relações Internacionais) - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias.
7. Pinto, José Filipe. Participação no júri de Mariana Alves André Branco. Relatório de Estágio na Câmara Municipal de Odivelas - Divisão de Licenciamentos, Actividades Económicas e Projectos Comparticipados, 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelato/Licenciatura em Ciência Política e Relações Internacionais) - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias.
8. Pinto, José Filipe. Participação no júri de Rui Filipe Rodrigues da Cunha. O Direito à Prática Desportiva em Portugal, 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelato/Licenciatura em Ciência Política e Relações Internacionais) - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias.
9. Pinto, José Filipe. Participação no júri de Aguinaldo Samy Conde Ramos Caiate. Modernização Administrativa segundo o Modelo Privado, 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelato/Licenciatura em Ciência Política e Relações Internacionais) - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias.
10. Pinto, José Filipe. Participação no júri de Ricardo Alexandre Almeida Cunha. Participação Eleitoral - a evolução da abstenção em Portugal 1976-2011, 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelato/Licenciatura em Ciência Política e Relações Internacionais) - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias.
11. Pinto, José Filipe. Participação no júri de Melviro Félix Fernandes Ambrósio. A CPLP e a Integração de um País não Lusófono – Caso da Guiné-Equatorial, 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelato/Licenciatura em Ciência Política e Relações Internacionais) - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias.
12. Pinto, José Filipe. Participação no júri de Lucrécia Gonçalves. O papel dos movimentos para a independência de Angola, 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelato/Licenciatura em Ciência Política e Relações Internacionais) - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias.
13. Pinto, José Filipe. Participação no júri de Marlene Sofia da Costa Lomba. Relatório de Estágio na Direção das Relações Internacionais, Estágios, Emprego e Empreendorismo , 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelato/Licenciatura em Ciência Política e Relações Internacionais) - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias.
14. Pinto, José Filipe. Participação no júri de Ruddy Gullit Simões Verdades. ONU e a Capacidade Política na Gestão de Conflitos, 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelato/Licenciatura em Ciência Política e Relações Internacionais) - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias.
15. Pinto, José Filipe. Participação no júri de Lucas Sebastião. A Integração dos Imigrantes Africanos dos Países Lusófonos em Portugal, 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelato/Licenciatura em Diplomacia e Relações Internacionais) - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias.
16. Pinto, José Filipe. Participação no júri de Joana Isabel Correia Pereira. A Guerra e a Condição Humana, 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelato/Licenciatura em Ciência Política e Relações Internacionais) - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias.
17. Pinto, José Filipe. Participação no júri de Emerson Miguel Barbosa. A Evolução da Democracia em Portugal, 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelato/Licenciatura em Ciência Política e Relações Internacionais) - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias.
18. Pinto, José Filipe. Participação no júri de Francisco Fernandes da Silva Pedroso Ferreira. Relatório de Estágio na Divisão de Relações Internacionais da Assembleia da República, 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelato/Licenciatura em Ciência Política e Relações Internacionais) - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias.
19. Pinto, José Filipe. Participação no júri de Adilson Campos. A Democracia em Angola e Cabo Verde: um estudo comparado, 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelato/Licenciatura em Ciência Política e Relações Internacionais) - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias.
20. Pinto, José Filipe. Participação no júri de Aroldo Tavares Costa. Brasil – a esperança em Lula na luta contra a pobreza, 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelato/Licenciatura em Ciência Política e Relações Internacionais) - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias.
21. Pinto, José Filipe. Participação no júri de João Carlos Marques Pereira Ferreira. Relatório de Estágio no Departamento de Relações Internacionais da Assembleia da República, 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelato/Licenciatura em Ciência Política e Relações Internacionais) - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias.
22. Pinto, José Filipe. Participação no júri de Marlon Ricardo Pâmpano Alves Nongo. Relatório de Estágio na DRI da ULHT, 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelato/Licenciatura em Ciência Política e Relações Internacionais) - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias.
23. Pinto, José Filipe. Participação no júri de Rínia Edvânia José Pedro. Regionalização em Portugal: o aspeto formal e o aspeto real, 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelato/Licenciatura em Ciência Política e Relações Internacionais) - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias.
24. Pinto, José Filipe. Participação no júri de Miguel Augusto Nunes Vicente. Relatório de Estágio na Casa Cadaval, 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelato/Licenciatura em Ciência Política e Relações Internacionais) - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias.
25. Pinto, José Filipe. Participação no júri de Daniela Maria Nave Parreira. Relatório de Estágio na Câmara Municipal de Odivelas - Secção de Apoio aos Órgãos Municipais, 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelato/Licenciatura em Ciência Política e Relações Internacionais) - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias.
26. Pinto, José Filipe. Participação no júri de João Pedro Tavares de Oliveira. O Lugar e o Papel da Diáspora Cabo Verdeana em Portugal, 2013. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelato/Licenciatura em Ciência Política e Relações Internacionais) - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias.
27. Pinto, José Filipe. Participação no júri de Crisnan Esperança do Nascimento Ferreira. As ONGD nas Sociedades, 2013. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelato/Licenciatura em Ciência Política e Relações Internacionais) - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias.
28. Pinto, José Filipe. Participação no júri de Josemar Euclides João Afonso. As Eleições em Angola, 2013. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelato/Licenciatura em Ciência Política e Relações Internacionais) - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias.
29. Pinto, José Filipe. Participação no júri de Tiago das Neves Ferreira. Relatório de Estágio na Câmara Municipal de Odivelas, 2013. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelato/Licenciatura em Ciência Política e Relações Internacionais) - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias.
30. Pinto, José Filipe. Participação no júri de Edi Patrick Fernandes de Brito. Parceria Especial entre Cabo Verde/UE, 2013. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelato/Licenciatura em Ciência Política e Relações Internacionais) - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias.
31. Pinto, José Filipe. Participação no júri de Nuno Miguel Afonso Correia. Mali e extremismo islâmico: da independência à atualidade, 2013. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelato/Licenciatura em Ciência Política e Relações Internacionais) - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias.
32. Pinto, José Filipe. Participação no júri de Júlio Gourgel Ferreira. "A Crise em Portugal: que papel os imigrantes desempenham neste momento crítico de Portugal'", 2013. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelato/Licenciatura em Ciência Política e Relações Internacionais) - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias.
33. Pinto, José Filipe. Participação no júri de Catarina de Oliveira Lopes. Relatório de Estágio na Junta de Freguesia de Alverca do Ribatejo, 2013. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelato/Licenciatura em Ciência Política e Relações Internacionais) - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias.
34. Pinto, José Filipe. Participação no júri de Judd Marco d' Armada Mensah. A Influência do Nacionalismo, 2013. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelato/Licenciatura em Ciência Política e Relações Internacionais) - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias.
35. Pinto, José Filipe. Participação no júri de Helânya Gregório Sebastião António. A Intervenção dos Direitos Humanos na Prática da Mutilação Genital Feminina na Somália, 2013. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelato/Licenciatura em Ciência Política e Relações Internacionais) - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias.
36. Pinto, José Filipe. Participação no júri de Sandreine Gisele da Moura Moreira. Género e a Política, 2013. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelato/Licenciatura em Ciência Política e Relações Internacionais) - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias.
37. Pinto, José Filipe. Participação no júri de Loide Gisela Silva. A mulher cabo-verdiana e a política, 2013. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelato/Licenciatura em Ciência Política e Relações Internacionais) - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias.
38. Pinto, José Filipe. Participação no júri de Bruno Miguel Pinho Gonçalves. Democracia: Da Antiga Grécia até ao Sufrágio Universal em Portugal, 2013. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelato/Licenciatura em Ciência Política e Relações Internacionais) - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias.
39. Pinto, José Filipe. Participação no júri de Hassan Issa. O Islão e a Política: Primavera Árabe, 2013. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelato/Licenciatura em Ciência Política e Relações Internacionais) - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias.
40. Pinto, José Filipe. Participação no júri de Elisangelo Edgar Furtado Borges. Impacto da Televisão na Democracia Representativa, 2013. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelato/Licenciatura em Ciência Política e Relações Internacionais) - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias.
41. Pinto, José Filipe. Participação no júri de Filomeno Andrade Borges. O Sistema de Governo de Cabo Verde: Semipresidencialismo ou Parlamentarismo Mitigado?, 2013. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelato/Licenciatura em Ciência Política e Relações Internacionais) - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias.
42. Pinto, José Filipe. Participação no júri de Rafaela de Lima Henriques Carrusca. A Importância do Poder Nuclear para a Redefinição da Geopolítica Mundial - de Mundo Bipolar para Multipolar, 2013. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelato/Licenciatura em Ciência Política e Relações Internacionais) - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias.
43. Pinto, José Filipe. Participação no júri de Helena Isabel Carvalho Morais. A Questão de Olivença, 2013. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelato/Licenciatura em Ciência Política e Relações Internacionais) - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias.
44. Pinto, José Filipe. Participação no júri de Andreia Brites Dias. Relatório de Estágio: Redacção de Informação da Rádio Renascença, 2013. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelato/Licenciatura em Ciência Política e Relações Internacionais) - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias.
A aluna foi aprovada com 17 valores.
45. Pinto, José Filipe. Participação no júri de Carolina Neves Costa Reis. Relatório de Estágio no Ministério dos Negócios Estrangeiros, 2013. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelato/Licenciatura em Ciência Política e Relações Internacionais) - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias.
46. Pinto, José Filipe. Participação no júri de Luís José Martins Cortes. Relatório de Estágio no Consulado-Geral Português de Londres, 2013. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelato/Licenciatura em Ciência Política e Relações Internacionais) - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias.
47. Pinto, José Filipe. Participação no júri de Mariana Cambundo. Delinquência Juvenil: Perspetivas e Políticas de Combate, 2013. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelato/Licenciatura em Ciência Política e Relações Internacionais) - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias.
48. Pinto, José Filipe. Participação no júri de Edmilson de Jesus Vaz Moreira. A Democracia em Cabo Verde, 2013. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelato/Licenciatura em Ciência Política e Relações Internacionais) - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias.
49. Pinto, José Filipe. Participação no júri de Pedro Fernandes Vitorino Besugo. Relatório de Estágio na AfriKa Verein - Associação Empresarial Alemã-Africana, Berlim, 2013. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelato/Licenciatura em Ciência Política e Relações Internacionais) - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias.
50. Pinto, José Filipe. Participação no júri de Djamila Barbosa Mane. Ética e Direitos humanos, 2013. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelato/Licenciatura em Ciência Política e Relações Internacionais) - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias.
51. Pinto, José Filipe. Participação no júri de Pedro Resende Ferreira de Carvalho. "CDS-PP: princípios e relações com a família partidária europeia", 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelato/Licenciatura em Ciência Política e Relações Internacionais) - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias.
A minha participação no júri, reunido no dia 26 de Julho de 2010, foi na qualidade de orientador.
52. Pinto, José Filipe. Participação no júri de David Alexandre Pratas de Campos. Sistema Político Português Depois do 25 de Abril de 1974, 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelato/Licenciatura em Ciência Política e Relações Internacionais) - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias.
Participei enquanto Orientador e a arguência coube à Professora Doutora Regina Queiroz.


Participação em eventos
Event participation
Participação como Keynote Speaker
Participation as Keynote Speaker
1. O Populismo e o Projeto Europeu, 2017 (Conferência).
Nome do evento: Conferência «O Populismo e a União Europeia»; Nome da Instituição: Instituto Histórico da Ilha Terceira; Cidade do evento: Angra do Heroísmo / Açores.
2. Populismo na América Latina e na União Europeia: duas faces da mesma moeda?, 2017 (Seminário).
Nome do evento: VI Seminário Específico do Programa de Pós-Doutoramento em Democracia e Direitos Humanos; Nome da Instituição: Ius Gentium Conimbrigae, Centro de Direitos Humanos, Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra; Cidade do evento: Coimbra / Casa da Escrita.
3. A União Europeia face às dinâmicas populistas, 2017 (Conferência).
Nome do evento: Ciclo de Conferências: Europa- presente e futuro; Nome da Instituição: Comissão Europeia; Cidade do evento: Lisboa / Sociedade de Geografia de Lisboa.
4. Os Grupos de Cidadãos Eleitores no Município de Oeiras, 2017 (Conferência).
Nome do evento: Democracia, Sistema de Partidos e Movimentos não Partidários; Nome da Instituição: CICPRIS; Cidade do evento: Lisboa / Auditório Armando Guebuza.
5. Populism: democratic bastard or a twin? The case of European Union, 2017 (Workshop).
Nome do evento: Workshop on Populism in the Age of Globalization; Nome da Instituição: School of International Relations and Public Affairs at Fudan University; Cidade do evento: Xangai / Fudan University, Room 615 Wenke Building.
6. Populismo e Democracia: O populismo na União Europeia, 2017 (Outra).
Nome do evento: Academia da Filosofia; Nome da Instituição: AGRUPAMENTO DE ESCOLAS Nº 3 DE ELVAS; Cidade do evento: Elvas / Escola Secundária de D. Sancho II - Elvas.
7. Debate “O Sistema de Partidos e a Actual Situação Política em Portugal", 2016 (Outra).
Nome do evento: Apresentação do livro »Introdução ao Estudo dos Partidos Políticos e Sistemas Eleitorais» e debate sobre “O Sistema de Partidos e a Actual Situação Política em Portugal; Nome da Instituição: ULHT e Âncora Editora; Cidade do evento: Lisboa / Auditório Armando Guebuza.
8. Da CPLP à Comunidade Lusófona, 2016 (Conferência).
Nome do evento: Ciclo de Conferências «Da construção à queda do Império» ; Nome da Instituição: Academia das Ciências de Lisboa - Instituto de Estudos Académicos para Seniores – Adriano Moreira; Cidade do evento: Lisboa / Academia das Ciências de Lisboa.
9. Os Presidentes da República no Estado Português, 2016 (Conferência).
Nome do evento: Ciclo de Conferências «Da Constituição à Queda do Império»; Nome da Instituição: Instituto de Estudos Académicos para Seniores (IEAS) - Adriano Moreira; Cidade do evento: Lisboa / Academia das Ciências de Lisboa.
10. Apresentação do livro «O Homem que não tinha Idade», 2016 (Outra).
Nome do evento: Apresentação de livro; Nome da Instituição: Guerra & Paz ; Cidade do evento: Lisboa / Corte Inglês.
11. A Figura Presidencial nas Constituições Portuguesas, 2016 (Conferência).
Nome do evento: Ciclo de Conferências “Biblioteca Adriano Moreira, Conversas sobre Valores e o Futuro”,; Nome da Instituição: Câmara Municipal de Bragança; Cidade do evento: Bragança / Biblioteca Municipal - Centro Cultural Municipal Adriano Moreira.
12. Apresentação do livro »Vida Breve», 2016 (Outra).
Nome do evento: Apresentação do livro «Vida breve»; Nome da Instituição: Academia Internacional da Cultura Portuguesa e Editora Colibri; Cidade do evento: Lisboa / Sociedade de Geografia de Lisboa - Anfiteatro Adriano Moreira.
13 A Censura na Metrópole e em Angola, 2015 (Mesa-Redonda).
Nome do evento: Colóquio »O Jornalismo Português na Guerra Colonial», painel 2 «A Censura e o Jornalismo no Estado Novo»; Nome da Instituição: Universidade Nova, Centro de Investigação Media e Jornalismo e Centro de Estudos de Comunicação e Linguagens; Cidade do evento: Lisboa / Auditório 1 ¦ Torre B ¦ FCSH.
14. Cidadania Lusófona: um projeto político, 2015 (Conferência).
Nome do evento: Conferência Cidadania e Lusofonia; Nome da Instituição: CM de Lisboa, UCCLA, Conexão Lusófona e ULHT; Cidade do evento: Lisboa / Auditório Pessoa Vaz.
15. Do Estado Novo ao PREC: Censura, Repressão e Resistência, 2015 (Conferência).
Nome do evento: Conferência Debate «Do Estado Novo ao PREC: Censura, Repressão e Resistência»; Nome da Instituição: NECPRI FCSH/NOVA; Cidade do evento: Lisboa / Auditório 1 TB.
16. A Lusofonia como Eixo da Política Externa Portuguesa, 2015 (Workshop).
Nome da Instituição: NECPRI da Universidade Nova/ IPRI; Cidade do evento: Lisboa / Auditório 1 Torre B da Universidade Nova.
17. Apresentação de livro, 2014 (Outra).
Nome do evento: Apresentação do livro "Os partidos políticos e o recrutamento do pessoal dirigente em Portugal.; Nome da Instituição: CICPRIS; Cidade do evento: Lisboa / Auditório Armando Guebuza.
18. Portugal na I Guerra Mundial: a Força da Inevitabilidade, 2014 (Workshop).
Nome do evento: XIV Oficina da História - No Centenário da I Guerra Mundial; Nome da Instituição: Departamento de História e Departamento de Ciência Política, Segurança e Relações Internacionais; Cidade do evento: Lisboa / Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias.
19. Apresentação do livro "Em quem confiamos? Valores culturais e (des)confiança nas instituições", 2014 (Outra).
Nome do evento: Apresentação do livro "Em quem confiamos? Valores culturais e (des)confiança nas instituições"; Nome da Instituição: Editora Sílabo; Cidade do evento: Lisboa / FNAC - Vasco da Gama.
O evento contou, ainda, com a participação do Embaixador Martins da Cruz.
20. Apresentação do livro "Entro no palheiro ... e sento-me na agulha", 2014 (Outra).
Nome do evento: Apresentação de livro; Nome da Instituição: CICPRIS e Primebooks; Cidade do evento: Lisboa / Auditório Agostinho da Silva.
21. "Portugal: Certezas e Crise", 2013 (Conferência).
Nome do evento: Conferência; Nome da Instituição: USALMA- Universidade Sénior de Almada; Cidade do evento: Almada / Escola Secundária Emídio Navarro.
22. "A Importância da Lusofonia nas relações internacionais", 2012 (Conferência).
Nome do evento: PICOO - Ciclo de conferências "Portugal Atlântico, Europeu e Lusófono: Uma Nação de Portas Abertas"; Nome da Instituição: PICOO - Plataforma Intercultural Ocidental Oriental; Cidade do evento: Lisboa / Centro Nacional Cultura.
A conferência foi no dia 26 de novembro de 2012.
23. Apresentação do livro "memórias do futuro e do tempo", 2012 (Outra).
Nome do evento: Apresentação do livro "Memórias do futuro e do tempo"; Nome da Instituição: Edições Colibri; Cidade do evento: Lisboa / Livraria Bulhosa.
O livro foi apresentado no dia 29 de outubro às 18h 30m.
24. "Língua Portuguesa: o Ecumenismo como Horizonte", 2012 (Outra).
Nome do evento: Colóquio Internacional "A Língua Portuguesa nas Organizações Internacionais"; Nome da Instituição: Instituto Internacional da Língua Portuguesa e Ministério das Relações Exteriores de Angola; Cidade do evento: Luanda / Angola.
O Colóquio teve cinco painéis e a comunicação foi no âmbito do quinto painel. Além disso, participei na elaboração da Carta de Luanda.
25. "A Lusofonia, a Segurança e o Desenvolvimento no Oceano Moreno", 2012 (Congresso).
Nome do evento: VIII Congreso Ibérico de Estudios Africanos; Nome da Instituição: Universidad Autónoma de Madrid; Cidade do evento: Madrid / Universidad Autónoma de Madrid.
A comunicação foi feita no painel n.º 23 - A ponte atlântica entre a Europa, a África e a América do Sul na época da globalização - perspetivas cultural, económica e política.
26. "A Integração como Fator de Desenvolvimento Regional e Global, 2012 (Congresso).
Nome do evento: VIII Congreso Ibérico de Estudios Africanos; Nome da Instituição: Universidad Autónoma de Madrid; Cidade do evento: Madrid / Universidad Autónoma de Madrid.
A comunicação foi feita no painel 31, intitulado "Pensar globalmente, actuar localmente".
27. "O Papel de Portugal na Nova Ordem Mundial", 2012 (Conferência).
Nome do evento: "Ás terças falamos de ...Portugal na Nova Ordem Mundial"; Nome da Instituição: Rotary Club de Rio Maior e Câmara Municipal de Rio Maior; Cidade do evento: Rio Maior / Biblioteca Municipal Laureano Santos.
A Conferência realizou-se no dia 15 de Maio de 2012 às 21 horas. O evento contou com a presença da Presidente do Rotary Club de Rio Maior e da Vereadora da Cultura, foi seguida de debate e teve a duração de duas horas.
28. Esta língua que nos une, 2012 (Outra).
Nome do evento: Reunião Extraordinária Conjunta Portugal e Brasil na Lusofonia ; Nome da Instituição: Sociedade Portuguesa de Estudos do Século XVIII ; Academia de Ciências Sociais do Ceará; Sociedade de Geografia de Lisboa e Instituto Superior de Ciências Políticas ; Cidade do evento: Lisboa / Sociedade de Geografia de Lisboa.
Participei nesta reunião extraordinária conjunta e apresentei uma comunicação no âmbito do colóquio.
29. "A Censura e os Atrasos de Portugal", 2012 (Conferência).
Nome do evento: Conferência inserida nas comemorações do 25 de Abril; Nome da Instituição: Câmara Municipal da Marinha Grande e Jornal da Marinha Grande; Cidade do evento: Marinha Grande / Auditório Municipal.
A Conferência foi antecedida de um momento musical e de outro de poesia e seguida de debate e da apresentação do livro Segredos do Império da Ilusitânia: a Censura na Metrópole e em Angola.
30. "A Censura no Estado Novo: Angola como reflexo da Metrópole", 2012 (Conferência).
Nome do evento: Conferência - A Censura no Estado Novo: Angola como reflexo da Metrópole; Nome da Instituição: Arquivo da Câmara Municipal de Montemor-o-Novo; Cidade do evento: Montemor-o-Novo / Arquivo Municipal.
A Conferência realizou-se no dia 10 de Abril de 2012 e a mesa contou com a presença do Presidente da Câmara Municipal, Dr. Carlos Pinto de Sá, e da Responsável do Arquivo, Dr.ª Idalete Lebre.
31. "África face à Crise Atual", 2011 (Conferência).
Nome do evento: As Implicações da Crise em África; Nome da Instituição: Núcleo de Estudantes Africanos da Universidade Lusófona (NEAL); Cidade do evento: Lisboa / Auditório Armando Guebuza/ULHT.
A Conferência decorreu no dia 9 de Novembro entre as 11h 30m e as 13h 30m.
32 A Ciência Política e a Lusofonia, 2011 (Mesa-Redonda).
Nome do evento: XVII Semana da ACSEL: A Construção da Lusofonia na Era Pós-Colonial; Nome da Instituição: ACSEL; Cidade do evento: Lisboa / Auditório Armando Guebuza, ULHT.
A participação foi no âmbito da mesa: "Contributos da Ciência Política para a Lusofonia".
33. "CPLP: De uma Comunidade de Países a uma Comunidade de Povos?", 2011 (Conferência).
Nome do evento: Mestrado em Relações Internacionais; Nome da Instituição: Universidade da Beira Interior; Cidade do evento: Covilhã / Polo IV - Ernesto Cruz.
A Conferência decorreu no dia 22 de Outubro de 2011.
34. Poder e Estado, 2011 (Congresso).
Nome do evento: V Congresso Internacional de África Lusófona: África a caminho de um "renascimento": que perspectivas?; Nome da Instituição: Linha de Investigação em Estudos Africanos e Pós-Coloniais; Cidade do evento: Lisboa / ULHT - Auditório Agostinho da Silva.
A mesa contou com a moderação da Professora Doutora Ângela Montalvão Machado e contou, também, com as comunicações dos Professores Doutores Armando Marques Guedes, Aristides Gomes e José Fontes.
35. Apresentação do livro "Pampilhosa da Serra: poder local e ruralidade no Estado Novo (1934-1974)", 2011 (Outra).
Nome do evento: Apresentação do livro "Pampilhosa da Serra: poder local e ruralidade no Estado Novo (1934-1974)"; Nome da Instituição: Câmara Municipal da Pampilhosa da Serra; Cidade do evento: Pampilhosa da Serra / Pavilhão Multiusos da Pampilhosa da Serra.
A apresentação da obra foi feita por mim, mas a cerimónia foi presidida pelo Presidente da Câmara Municipal de Pampilhosa da Serra e contou com a presença do autor. Como o prefaciador do livro, Professor Doutor Manuel de Almeida Damásio, não pode estar presente, li o discurso que preparou para o acto.
36. Apresentação do livro "Adriano: Vida e obra de um grande português", 2011 (Outra).
Nome do evento: Apresentação do livro "Adriano: Vida e obra de um grande português"; Nome da Instituição: ULHT e DG edições; Cidade do evento: Lisboa / ULHT - Edifício U.
Apresentei a obra numa cerimónia presidida pelo Senhor Administrador, Professor Doutor Manuel de Almeida Damásio e que contou com a presença do autor do livro, Manuel Vieira Pinto, do editor, Daniel Gouveia e do sujeito da obra, o Senhor Professor Adriano Moreira.
37. "Acomodação e Antagonismo em Sobrados e Mucambos", 2011 (Congresso).
Nome do evento: "Identidades, Hibridismos e Tropicalismos: leituras pós-coloniais de Gilberto Freyre"; Nome da Instituição: ULHT, IICT, Fundação Gilberto Freyre; Cidade do evento: Lisboa / ULHT - Auditório Agostinho da Silva.
Apresentei a comunicação no 1.º painel "Identidade e nacionalismo nas obras que inventaram o Brasil.
38. "A Penalização do Racismo em Portugal", 2011 (Conferência).
Nome do evento: Conferência no Âmbito das Celebrações do Dia Mundial de Luta Contra a Discriminação Racial"; Nome da Instituição: Núcleo de Estudantes Africanos da Faculdade de Direito de Lisboa; Plataforma dos Estudantes e AEMOP; Cidade do evento: Lisboa / Faculdade de Direito de Lisboa.
A Conferência decorreu no Anfiteatro 3 da Faculdade de Direito de Lisboa, teve início às 16h 30m e foi seguida de debate.
39. "Cabo Verde e a União Europeia: da Parceria à Integração'", 2011 (Conferência).
Nome do evento: Conferência ; Nome da Instituição: Academia Internacional de Cultura Portuguesa; Cidade do evento: Lisboa / Rua das Portas de Santo Antão.
A Conferência realizou-se no dia 9 de Fevereiro às 18 horas no Auditório Adriano Moreira e foi seguida de debate.
40. "A República em Portugal e no Espaço Lusófono: Desafios para o Futuro", 2010 (Outra).
Nome do evento: XVI.ª Semana da ACSEL; Nome da Instituição: ACSEL; Cidade do evento: Lisboa / Auditório Armando Guebuza.
O lema da XVI.ª Semana da ACSEL foi "A República em Portugal e no Espaço Lusófono: Desafios para o Futuro". Apresentei a comunicação "Os Indicadores do Desenvolvimento: IDH, Índice e Pobreza e Índice de Boa-governação" na 2.ª mesa intitulada Desenvolvimento Económico e Social.
41. Para uma Diplomacia de Reconhecimento da Independência da Guiné-Bissau: Autores, Instrumentos e Estratégias, 2010 (Conferência).
Nome do evento: Para uma Diplomacia de Reconhecimento da Independência da Guiné-Bissau: Autores, Instrumentos e Estratégias; Nome da Instituição: Embaixada da Guiné-Bissau em Portugal; Cidade do evento: Lisboa / Auditório Agostinho da Silva.
A Conferência teve cerca de quatro horas de duração, uma vez que depois dos quatro oradores terem feito as respectivas exposições, houve lugar a um debate com a comunidade guineeense presente.
42. IV Congresso Internacional da África Lusófona: África: Marginalização e Globalização, 2010 (Congresso).
Nome do evento: IV Congresso Internacional da África Lusófona: África: Marginalização e Globalização; Nome da Instituição: Linha de Investigação em Africanologia e Lusofonia; Cidade do evento: Lisboa / ULHT.
Apresentei a comunicação intitulada "Globalização e Poder Político", num painel também integrado pelo Prof. Doutor Armando Marques Guedes e o General José Freire Nogueira.
43. "Portugal e o Futuro", 2010 (Conferência).
Nome do evento: 1.ªs Jornadas de Economia, Gestão e Ciência Política; Nome da Instituição: OLAE - Observatório Lusófono de Actividades Económicas; Cidade do evento: Lisboa / Auditório Agostinho da Silva - ULHT.
Tratou-se de uma Conferência feita no âmbito das 1.ªs Jornadas promovidas pelo OLAE e estive em representação do Senhor Reitor da ULP, Professor Doutor Fernando Santos Neves.
44. "Portugal: a História e o Futuro", 2010 (Outra).
Nome do evento: Tomada de Posse como Académico Correspondente da Academia Internacional da Cultura Portuguesa; Nome da Instituição: Academia Internacional da Cultura Portuguesa; Cidade do evento: Lisboa / Auditório Adriano Moreira da Sociedade de Geografia de Lisboa.
Tratou-se da "Oração de Sapiência" relativa à tomada de posse e foi seguida de esclarecimento de questões colocadas pelos Académicos.
45. “As realidades da mulher angolana imigrante em Portugal”, 2009 (Congresso).
Nome do evento: I Congreso Internacional Género y Frontera; Nome da Instituição: Instituto Universitario de Estudios de las Mujeres de la Universidad de La Laguna; Cidade do evento: La Laguna - Tenerife / Universidade de La Laguna Tenerife.
A comunicação teve como título "As realidades da mulher angolana imigrante em Portugal" e foi apresentada na mesa "Ciudadanias y politicas de integración" coordenada por Lola Serrano-Niza.
46. "Os Novos Interesses de Portugal em África", 2009 (Conferência).
Nome do evento: "Os novos interesses de Portugal em África"; Nome da Instituição: Instituto Dom João de Castro; Cidade do evento: Lisboa / Avenida D. Francisco de Almeida.
A Conferência constou de dois momentos: exposição do tema e debate. O debate foi moderado pelo Senhor Professor Adriano Moreira.
47. III Congresso Internacional da África Lusófona: Paradigma Global. Contributos Africanos, 2009 (Congresso).
Nome do evento: III Congresso Internacional da África Lusófona: paradigma global: contributos africanos; Nome da Instituição: Linha de Investigação Africanologia e Lusofonia; Cidade do evento: Lisboa / Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias.
Para além de orador, fui ainda moderador de uma mesa e fiz parte da Comissão Científica do Congresso.
48. "As Relações Comerciais entre Portugal e os PALOP", 2009 (Conferência).
Nome do evento: Curso de Introduccion a la Realidad Africana 2009; Nome da Instituição: Curso África - GEA ; Cidade do evento: Madrid / Casa Encendida - Ronda de Valência 2.
O curso só aceitou a inscrição de 25 dos candidatos, embora o número destes fosse muito superior. Os alunos são, essencialmente, Doutorandos, membros de ONG e jornalistas interessados nas realidades africanas. A minha participação consistiu numa exposição de 90 minutos seguida de esclarecimento de dúvidas.
49. II Conferência do Núcleo de Ciência Política e Relações Internacionais, 2008 (Conferência).
Nome do evento: II Conferência do Núcleo de Ciência Política e Relações Internacionais; Nome da Instituição: Núcleo de Ciência Política e Relações Internacionais da ULHT; Cidade do evento: Lisboa / Auditório Vitor de Sá.
50. CIENCIAS, TECNOLOGÍAS Y CULTURA: Diálogo entre las disciplinas del conocimiento. Mirando al futuro de América latina y El Caribe, 2008 (Congresso).
Nome do evento: CIENCIAS, TECNOLOGÍAS Y CULTURA: Diálogo entre las disciplinas del conocimiento. Mirando al futuro de América latina y El Caribe; Nome da Instituição: Universidad de Santiago de Chile - USACH; Cidade do evento: Santiago do Chile / Universidade de Santiago do Chile.
Participação na mesa 70 - América Latina, Asia y África: cultura, economia y relaciones internacionales - e apresentação da comunicação intitulada "Educação, Género e Acesso ao Poder em Cabo Verde".
51. XIV Semana Sociológica, 2008 (Outra).
Nome do evento: XIV Semana Sociológica; Nome da Instituição: ACSEL - Associação dos Cientistas Sociais do Espaço Lusófono; Cidade do evento: Porto / Universidade Lusófona do Porto.
A comunicação intitulada "O Futuro da Língua Portuguesa" será publicada no próximo número da revista Res-Publica.
52. I Conferência do Núcleo de Ciência Política e Relações Internacionais, 2007 (Conferência).
Nome do evento: I Conferência do Núcleo de Ciência Política e Relações Internacionais; Nome da Instituição: Núcleo de Ciência Política e Relações Internacionais da ULHT; Cidade do evento: Lisboa / Auditório Agostinho da Silva.
53. O Dia da Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias, 2006 (Outra).
Nome do evento: O Dia da Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias; Nome da Instituição: ULHT; Cidade do evento: Lisboa / Auditório Agostinho da Silva - ULHT.
No evento, falei como representante dos Mestres e Pós-graduados da ULHT e apresentei a comunicação intitulada "A Universidade e a Construção do Espaço Lusófono" que, posteriormente, foi editada pelas Edições Lusófonas em Maio de 2006 - ISBN: 972-8881-28-2 e na Revista de Humanidades e Tecnologias n.º 11.

Participação como Membro da Comissão Científica
Participation as Member of the Program Committee
1. Le Big Bang de l'économie numérique : désordre et normalisation , 2014 (Simpósio).
Nome do evento: VII COLLOQUE INTERNATIONAL : LE BIG BANG DE L'ÉCONOMIE NUMÉRIQUE : DÉSORDRE ET NORMALISATION; Nome da Instituição: ISERAM; Cidade do evento: Nantes / Maison de lÉurope .
2. Le désordre : une vertu créatrice ?, 2013 (Simpósio).
Nome do evento: Colloque "Le désordre : une vertu créatrice ?"; Nome da Instituição: CIAPHS, laboratoire de recherche de l’Université de Rennes2, et l’ISMEA, Fondation François Perroux; Cidade do evento: Paris / Maison de l’Europe.
O Colóquio foi organizado por Faouzi Bensebaa, Philippe Béraud, Viviane du Castel, Adrienne Jablanczy.
3. A Construção da Lusofonia na Era Pós-Colonial, 2011 (Outra).
Nome do evento: XVII Semana da ACSEL; Nome da Instituição: ACSEL; Cidade do evento: Lisboa / Auditório Armando Guebuza, ULHT.
4. XVI SEMANA DA ACSEL "A República em Portugal e no Espaço Lusófono: Desafios para o Futuro", 2010 (Outra).
Nome do evento: XVI SEMANA DA ACSEL Associação dos Cientistas Sociais do Espaço Lusófono; Nome da Instituição: Associação dos Cientistas Sociais do Espaço Lusófono; Cidade do evento: Lisboa / ULHT - Auditório Armando Guebuza.
Para além de membro da Comissão Científica participarei numa mesa temática.
5. IV Congresso da África Lusófona, 2010 (Congresso).
Nome do evento: IV Congresso da África Lusófona 2010. África: Marginalização e Globalização; Nome da Instituição: Linha de Africanologia e Lusofonia; Cidade do evento: Lisboa / UHLT.
Também apresentei uma comunicação num painel.
6. III Congresso Internacional da África Lusófona: Paradigma Global Contributos Africanos, 2009 (Congresso).
Nome do evento: III Congresso Internacional da África Lusófona: Paradigma Global Contributos Africanos; Nome da Instituição: Linha de Investigação em Africanologia e Lusofonia; Cidade do evento: Lisboa / ULHT.
Neste Congresso tive, ainda, outro tipo de participação.
7. II Congresso da África Lusófona - Agenda Global para a África Lusófona, 2008 (Congresso).
Nome do evento: II Congresso da África Lusófona - Agenda Global para a África Lusófona; Nome da Instituição: Linha de Acção em africanologia e Lusofonia inserida na Unidade de Estudo e Investigação Ciência, Tecnologia e Sociedade da ULHT; Cidade do evento: Lisboa / Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias.
Participei no Painel "Agenda Global - Expectativas e Desafios" e apresentei uma comunicação com o mesmo título.
8. I Congresso Internacional da África Lusófona: Democracia e Desenvolvimento na África Lusófona, 2007 (Congresso).
Nome do evento: I Congresso Internacional da África Lusófona: Democracia e Desnvolvimento na África Lusófona; Nome da Instituição: Linha de Acção em Africanologia/Estudos Africanos da Unidade de Estudo e Investigação em Ciência, Tecnologia e Sociedade da ULHT; Cidade do evento: Lisboa / Auditório Agostinho da Silva - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias.
A comunicação então apresentada intitulava-se “Adimplendum Est Hodie” e está no prelo para publicação na revista Africanológica.

Participação como Moderador
Participation as Chairman
1. Os «Hot Topics» de 2013 e respetivos efeitos em 2014, 2013 (Conferência).
Nome do evento: Conferência: Os «Hot Topics» de 2013 e respetivos efeitos em 2014; Nome da Instituição: Núcleo dos ex-alunos de Estudos de Segurança; Cidade do evento: Lisboa / Auditório Agostinho da Silva.
2. VI Congresso Internacional da África Lusófona - I Encontro da África Global, 2013 (Congresso).
Nome do evento: VI Congresso Internacional da África Lusófona - I Encontro da África Global; Nome da Instituição: Linha Investigação em Estudos Africanos e Lusófonos do CICPRIS; Cidade do evento: Lisboa / Auditório Agostinho da Silva.
3. "A Nova Conjuntura Internacional" - Professor Doutor Adriano Moreira, 2008 (Conferência).
Nome do evento: Conferência " A Nova Conjuntura Internacional" - Professor Doutor Adriano Moreira; Nome da Instituição: Linha de Investigação em Africanologia e Lusofonia/UEICTS/ULHT; Cidade do evento: Lisboa / Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias - Auditório Agostinho da Silva.
Para além de moderador, fiz parte da organização e da comissão executiva e, por indigitação do próprio, representei o Professor Doutor Fernando Santos Neves.

Outro tipo de participação
Other kind of participation
1. Comparative Political Development: Transition, Transformation and Reversal?, 2017 (Conferência).
Nome do evento: Comparative Political Development: Transition, Transformation and Reversal?; Nome da Instituição: School of International Relations and Public Affairs at Fudan University (SIRPA); Cidade do evento: Xangai / Room 725 Wenke Building Fudan University.
2. Apresentação do livro "A Hora da Lusofonia: para uma crítica da razão lusófona", 2013 (Outra).
Nome do evento: Apresentação do livro; Nome da Instituição: Edições Universitárias Lusófonas; Cidade do evento: Lisboa / LX Factory.
3. Apresentação do livro “ O Papel da Mulher na Vida de Cabo Verde” , 2010 (Outra).
Nome do evento: Apresentação do livro “ O Papel da Mulher na Vida de Cabo Verde” da autoria de Marisa Carvalho; Nome da Instituição: Linha de Investigação em Africanologia e Lusofonia; Cidade do evento: Lisboa / IV CONGRESSO INTERNACIONAL DA ÁFRICA LUSÓFONA - Auditório Agostinho da Silva.
O livro resultou da dissertação que orientei.
4. DECODE 2073/6, 2010 (Outra).
Nome do evento: Diploma de especialização em cooperação para o desenvolvimento; Nome da Instituição: INA; Cidade do evento: Oeiras / Palácio dos Marqueses de Pombal - Oeiras.
No âmbito do GT2 - Políticas de Desenvolvimento - do DECODE, regi 5 sessões, no total de 15 horas, sobre a temática "Governance" e reforma do sector público.
5. VI Congreso de Estudios Africanos en el Mundo Ibérico, 2008 (Congresso).
Nome do evento: VI Congreso de Estudios Africanos en el Mundo Ibérico; Nome da Instituição: Univerdidad de Las Palmas de Gran Canaria; Cidade do evento: Las Palmas de Gran Canaria / Edifício de Humanidades (ULPGC) e Casa África .
A comunicação que será publicada nas Actas do Congresso intitula-se "A África face à Globalização" e não "A Globalização do ponto de vista africano" como consta do respectivo certificado.



Participação editorial em revistas
Magazine editorial participation
1. Pinto, José Filipe. Revista de História da Sociedade e da Cultura, desde 2016/06/23, Função ou tipo de participação: Reviewer, Editora: Centro de História da Sociedade e da Cultura, da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra.
2. Pinto, José Filipe. GLOBO, desde 2012/08/25, Função ou tipo de participação: Corpo editorial, Editora: Diário de Bordo.
Trata-se de uma revista científica com revisão de pares (peer review) ou sistema de arbitragem (referee system) e faço parte do respetivo Conselho Editorial.

3. Pinto, José Filipe. Africanologia - Revista Lusófona de Estudos Africanos, desde 2010/08/20, Função ou tipo de participação: Conselho científico, Editora: Edições Lusófonas.
A revista começou por estar disponível on line mas já foram publicados dois números em suporte de papel.
4. Pinto, José Filipe. RESPUBLICA, de 2013/11/09 até 2013/11/09, Função ou tipo de participação: Conselho científico, Editora: Edições Lusófonas.







Indicadores de produção (Production indicators)

Total
Produção científica
Scientific production
201

Livros e capítulos
Books and book chapters
18
Livros publicados ou organizados
Published or organized books
13
Capítulos de livros publicados
Published book chapters
5
Artigos científicos em revistas
Papers in periodics
30
Com arbitragem científica
With scientific refereeing
30
Textos em jornais ou revistas
Texts in journals or magazines
129
Jornais de notícias
Newspapers
129
Outros tipos de produção científica
Other scientific production
24

Total
Produção técnica
Technical production
1

Outros tipos de produção técnica
Other technical production
1

Total
Dados complementares
(Additional data)
211

Orientações
Orientations
28
Participação no Júri de Graus Académicos
Academic Degrees jury participation
110
Participação em Eventos
Event participation
69
Participação editorial em revistas
Magazine editorial participation
4


Outras informações relevantes
Diretor da Licenciatura em Sociologia e do Mestrado em Sociologia e Economia do Trabalho: Inteligência Económica e Cooperação no Espaço Lusófono.


Visualizações do curriculum [ 13194 ]
 
Página gerada pela Plataforma de Curricula DeGóis promovida pela FCT e pelo Gávea/DSI/UM em 23-11-2017 às 20:36:04
Plataforma de Curricula DeGóis: http://www.degois.pt | Icons by Axialis Team