Curriculum Vitae

António Pedro de Andrade Dores

Data da última atualização »Last update : 02/11/2017


Docente do ISCTE desde 1985, nascido em Lisboa em 1956, doutorado e agregado em Sociologia em 1996 e 2004 respectivamente. Investigador do Centro de Investigação e Estudos de Sociologia, CIES. Desenvolve uma epistemologia da sociologia instabilidade, disponível para lidar com as naturezas sociais próprias dos humanos, nomeadamente a violência e a moral, dependente de saberes fora do âmbito da teoria social, por exemplo das neuro ciências, da biologia e das doutrinas quando estudam fenómenos emergentes. O conceito sociológico charneira é "estados-de-espírito" e o programa científico dominante é descobrir o equivalente à tabela periódica dos estados de espírito. Escreve livros, como Espírito de Submissão, Espírito Proibicionista, Espírito de Marginalidade, Sociologia da Instabilidade (este último apenas disponível na internet). Organiza conferências reproduzidas em livros: Ciências de Emergência (2008) e Prisões na Europa (2003). É membro da Associação Contra a Exclusão pelo Desenvolvimento/ACED, http://iscte.pt/~aced/ACED, iniciativa de pessoas reclusas para romperem o cerco que as inibe de exercer os direitos de livre expressão. Co-autor com António Alte Pinho do livro "Vozes contra o silêncio – movimentos sociais nas prisões portuguesas" (2004). Autor de Segredos das Prisões Portuguesas (2012).


Endereço de acesso a este CV:

http://www.degois.pt/visualizador/curriculum.jsp?key=5262007111877050


Dados pessoais (Personal data)
Nome completo
Full name
António Pedro de Andrade Dores
Nome em citações bibliográficas
Quoting name
DORES, António Pedro
Categoria profissional
Position
Professor Auxiliar
Domínio científico de atuação
Scientific domain
Ciências Sociais-Sociologia.
Humanidades-Outras Humanidades.
Endereço profissional
Professional address
ISCTE - Instituto Universitário de Lisboa
Departamento de Sociologia
Avenida das Forças Armadas
Lisboa
1649-026 Lisboa
Portugal
Telefone: (+351)217923261
Correio electrónico: antonio.dores@iscte.pt
Homepage: www.iscte.pt
Sexo
Gender
Masculino»Male




Graus Académicos (Academic Degrees)
2004 Agregação
Aggregation
ISCTE - Instituto Universitário de Lisboa, Portugal.

1996 Doutoramento
Phd
Sociologia.
ISCTE - Instituto Universitário de Lisboa, Portugal.

1988 Provas de Aptidão Pedagógica/Capacidade Científica
Evaluation of Pedagogic Readiness/Cientific Ability
Sociologia.
ISCTE - Instituto Universitário de Lisboa, Portugal.

1983 Licenciatura
Licentiate degree
Sociologia.
ISCTE - Instituto Universitário de Lisboa, Portugal.





Vínculos profissionais (Professional Positions)
ISCTE - Instituto Universitário de Lisboa
Jan/2001-Actual Professor Auxiliar com Agregação

ISCTE - Instituto Universitário de Lisboa
Jan/1996-Actual Professor Auxiliar





Atividades de Investigação e Desenvolvimento (Research and Development activities)
ISCTE - Instituto Universitário de Lisboa
Actual Centro de Investigação e Estudos de Sociologia - CIES,Centros de Investigação
Linhas de investigação»Research fields:


sociologia da informática


sociologia das prisões


sociologia dos estados de espírito






Atividades de Ensino (Teaching activities)
ISCTE - Instituto Universitário de Lisboa
Jan/1998-Actual
Curso»Academic program: Sociologia

Disciplinas lecionadas»Taught units:

  • Métodos e Técnicas de Investigação Sociológica II


Jan/1996-Actual
Curso»Academic program: Sociologia

Disciplinas lecionadas»Taught units:

  • Teorias Sociológicas I


Jan/1995
Curso»Academic program: Sociologia

Disciplinas lecionadas»Taught units:

  • Teorias Sociológicas I






Atividades de Conselhos, Comissões e Consultorias (Councils, Comissions and Consultancy activities)
ISCTE - Instituto Universitário de Lisboa
Jan/1998-Actual
membro da Comissão da Avaliação Interna do curso de Sociologia do departamento de Sociologia do ISCTE


Jan/2000-2002
membro da Comissão Científica do Departamento de Sociologia do ISCTE


Jan/2000-2002
membro da Comissão Coordenadora do Conselho Científico do ISCTE


Jan/1998-2002
Secretário da Mesa da Assembleia Geral do CIES/ISCTE


Jan/1998-1999
Presidente do Júri do Exame Extraordinário de Avaliação de Capacidade para Acesso ao Ensino Superior (Exame Ad-hoc) do Dep. Sociologia do ISCTE






Linhas de Investigação (Research fields)
1. sociologia da informática
Objectivos»Goals: compreender a relevância da informática para explicar como os profissionais e os utilizadores se relacionarem diferentemente com o mundo social.
Domínio Científico: Ciências Sociais / Área Científica: Sociologia.
Palavras-chave: movimento informático; profissão; educação; avaliação.
2. sociologia das prisões
3. sociologia dos estados de espírito




Línguas (Languages)
Compreende
Understandig
Português (Bem), Espanhol (Bem), Francês (Bem), Inglês (Bem), Italiano (Razoavelmente), Catalão (Bem), Galego (Bem).
Fala
Speaking
Português (Bem), Espanhol (Bem), Francês (Bem), Inglês (Bem), Italiano (Razoavelmente), Catalão (Razoavelmente), Galego (Bem).

Reading
Português (Bem), Espanhol (Bem), Francês (Bem), Inglês (Bem), Italiano (Razoavelmente), Catalão (Bem), Galego (Bem).
Escreve
Writing
Português (Bem), Espanhol (Pouco), Francês (Razoavelmente), Inglês (Razoavelmente), Italiano (Pouco), Catalão (Pouco), Galego (Pouco).




Membro de Associações Profissionais/Científicas (Professional/Scientific Association membership)
Set/2010 - Actual Associação Cívica TIAC, Outros (especifique).
* Presidente da Mesa da Assembleia Geral da Transparência e Integridade.
2007- Actual Grupo de Reflexão Ética e Justiça que trata da prevenção da corrupção, Outros (especifique).
2007- Actual Sociólogos Sem Fronteiras, Outros (especifique).
1986- Actual Centro de Investigação e Estudos de Sociologia , Membro fundador.
1985- Actual Associação Portuguesa de Sociologia , Membro.
1986- 1988 Direcção da Associação Profissional dos Sociólogos Portugueses, Outros (especifique).
Membro da Direcção .
1983- 1987 Núcleo de Apoio Metodológico e Informático à Sociologia , Membro.




Produção científica, técnica e artística/cultural (Scientific, technical and artistical/cultural production)
Livros publicados/organizados ou edições
Published/organized books or Editions
1. DORES, António P. 2010. Espírito de Proibir. ed. 1. Lisboa: Argusnauta.
2. DORES, António P. 2010. Espírito Marginal. ed. 1. Lisboa: Argusnauta.
3. DORES, António P. A. 2009. Espírito de submissão. ed. 111, 500 vols.. Lisboa: Coimbra Editores.
4. DORES, António P. A. 2008. Espiritu de sumission. ed. 111, 500 vols.. Barcelona: Anthropos.
5. DORES, António P. A. 2008. Ciências de Emergência. ed. 111. Buenos Aires: Librosenred.
6. DORES, António P. ed. 2007. Espírito Proibicionista ed. 1. Oeiras: Celta.
7. DORES, António P. A; Pinho, António M. A. 2004. Vozes contra o silêncio - lutas sociais nas prisões portuguesas. ed. 111, ISBN: 972-9373-69-8. Lisboa: Edições Margem.
8. DORES, António P. ed. 1996. O Movimento Informático nas Escolas Portuguesas: Análise Sociológica do Caso do Projecto Minerva ed. 1. Lisboa: ISCTE.
9. DORES, António P. 1995. Os diplomados do ensino superior em Portugal. ed. 0. Lisboa: INE.

Capítulos de livros publicados
Published book chapters
1. DORES, António P. 2011. Human Rights and cultural interpretations of Human Rights.  In Social Theory, Religion and Critical Discourses, 440 - 460. . LAP LAMBERT Academic Publishin: LAP LAMBERT Academic Publishing.
2. DORES, António P. 2010. Política, Tecnologia e Relações Humanas no Trabalho Moderno.  In Trabalho Moderno, Tecnologia e Organizações, 9 - 28. . Porto: Afrontamento.
3. DORES, António P. 2009. Penitentiary risk and prohibitionist spirit.  In Institutions and Politics – Portugal in the European Context, ed. José Manuel Leite Viegas, Helena Carreiras e Andrés Malamud , 11 - 12. . Lisboa: CIES-IUL e Celta.
4. DORES, António P. A. 2008. Espírito anti-corrupção.  In Corrupção e Ética em Democracia: O Caso de Portugal , 77 - 88. . Lisboa: CIES/ISCTE.
5. DORES, António P. A. 2008. Sociologia e instabilidade.  In Mundos Sociais: saberes e práticas, 54 - 64. . Lisboa: Associação Portuguesa de Sociologia.
6. DORES, António P. A; Loureiro, Ricardo; Pais, Ana S; Areosa, João; Caeiro, Mário. 2008. Direitos Humanos e Prevenção da Tortura.  In Mundos Sociais: saberes e práticas, 33 - 43. . Lisboa: Associação Portuguesa de Sociologia.
7. DORES, António P. A. 2007. Risco penitenciário e espírito proibicionista.  In Instituições e Política – Portugal no contexto europeu, 100 - 110. . Lisboa: CIES/ISCTE/Celta.
8. DORES, António P. A. 2007. Prevenção da tortura na Europa.  In Educar o Outro, ed. Associação Humana Global, 21 - 42. . Coimbra: Publicações Humanas.
9. DORES, António P. 2007. Risco penitenciário e espírito proibicionista.  In Instituições e Política – Portugal no contexto europeu, 40 - 76. . Lisboa: CIES/ISCTE/Celta.
10. DORES, António P. A. 2004. Proibicionismo – contribuições para um debate sobre as finalidades sociais da justiça.  In Sociedades Contemporâneas - Reflexividade e Acção, 64 - 75. . Lisboa: Associação Portuguesa de Sociologia.
11. DORES, António P. 1996. Institutional (con)fusion: through new apprenticeship relations in information society.  In The Education and Training System and Economic Development, 35 - 90. . Lisboa: DG Estudos e Previsão do M. Finanças, Dep. Prospectiva e Planeamento do M. Equipamento, do Planeamen.
12. DORES, António P. 1996. A (con)fusão institucional: novas relações de aprendizagem na Sociedade da Informação.  In Os Sistemas de Educação e da Formação Profissional e o Desenvolvimento Económico, 35 - 90. . Lisboa: DG Estudos e Previsão do M. Finanças, Dep. Prospectiva e Planeamento do M. Equipamento, do Planeamen.

Artigos em revistas com arbitragem científica
Papers in periodics with scientific refereeing
1. DORES, António P. 2012. "Da ética artificial e da moral de Estado", Forum Sociológico, 21: 107 - 116.
2. DORES, António P. 2011. "Medo e vergonha: emoções comunitárias e emoções sociais", Revista Angolana de Sociologia , 7: 43 - 54.
3. DORES, António P. 2009. "Movimentos sociais existem? (Do social movements exist?)", Interface: a journal for and about social movements, 1: 1 - 1.
4. DORES, António P. 2009. "Classe Dominante", Autor, 1: 11 - 12.
5. DORES, António P. 2009. "Outcast spirit attraction – dealing with fears", Actas do 9º Congresso Europeu da Associação Europeia de Sociologia, 1: 11 - 12.
6. DORES, António P. 2009. "Rationalization essays to understand urban violence", Actas 9º Congresso Associação Europeia de Sociologia, 1: 11 - 12.
7. DORES, António P. 2009. "Human Rights through national borders", Sociology Without Borders (4) 2009:.  4, 3: 383 - 397.
8. DORES, António P. 2009. "Avançar ou Travar", Autor, 1: 11 - 12.
9. Dores, António P. A. 2008. "Teorias Sociais face ao Direito", Cidades. Comunidades e Territórios , 16: 80 - 90.
10. DORES, António P. 2008. "Damasio´s Errors", Portuguese Journal of Social Science 7, 3: 165 - 180.

Artigos em revistas sem arbitragem científica
Papers in periodics without scientific refereeing
1. Dores, António P. 2017. "A base social do Estado Penal", Crítica Penal y Poder, 1: 203 - 226.
2. Dores, António P. 2017. "The face and Consciousness of Discrimination", Emotional expression: The brain and the face, 1: 156 - 186.
3. Dores, António. 2016. "A defesa da democracia e dos direitos humanos pelo TCI apenas será possível numa conjuntura favorável. A humanização de sociedades discriminatórias", Sem título, 1: 19 - 28.
4. Dores, António. 2016. "A Puberdade da Sociologia. Comentários a Nicos Mouzelis", Sem título, 1: 11 - 24.
5. Dores, António. 2015. "Violence in Society", Sem título, 1: 1 - 10.
6. Dores, António. 2015. "Lutas práticas e epistemológicas pelo abolicionismo", Sem título, 1: 217 - 235.
7. DORES, António P. 2010. "De onde vem a violência?", Ideia, 1: 11 - 12.
8. DORES, António P. 2010. "Precariedade em Portugal – trabalho e penas", Le Monde Diplomatique edição portuguesa, 46: 23 - 47.
9. DORES, António P. 2008. "O quadro político e institucional do alegado motim de Caxias", Revista Autor (on line) , Set 2008: 1 - 1.
10. DORES, António P. 2008. "Espírito do lugar - o direito de estar", InfoHabitar online, 1: 1 - 1.
11. DORES, António P. 2008. "The Double Face of Penal Policies: the case of Portugal", International CURE Newsletter, 3: 8 - 8.
12. DORES, António P. 2008. "Prison Reform in Portugal", International CURE Newsletter , 2: 8 - 8.
13. DORES, António P. 2008. "Não há droga sem senão … perspectivas salvíficas, conspirativas e científicas", EXIT, 15: 12 - 13.
14. DORES, António P. 2008. "A minha política é o trabalho” e “quarta geração de imigrantes?", Conversas de Café , 38: 34 - 45.
15. DORES, António P. 2008. "Uma desorganização muito bem organizada", Conversas de Café , 38: 34 - 47.
16. DORES, António P. 2008. "Opovounidonuncamaisserávencido", Conversas de Café , 31: 23 - 32.
17. DORES, António P. 2008. "Participação cívica", Conversas de Café , 28: 34 - 43.
18. DORES, António P. 2007. "Fontes de insegurança", Conversas de Café , 25: 34 - 43.
19. DORES, António P. 2007. "Ansiedade", Conversas de Café , 22: 32 - 43.
20. DORES, António P. 2007. "Chove cães e gatos", Conversas de Café , 17: 23 - 34.
21. DORES, António P. 2007. "Viver bem a liberdade", Conversas de Café , 13: 31 - 42.
22. DORES, António P. 2007. "Não deixe nada no prato, por favor!", Conversas de Café , 7: 32 - 43.
23. DORES, António P. 2007. "Crianças vítimas de abuso sexual", CMStatus – Saúde Educação , 1: 12 - 15.
24. DORES, António P. 2006. "A natureza humana e o abuso sexual de crianças", CadernoSaúde, 4: 34 - 43.
25. DORES, António P. 2006. "Repensar a moral social", Entre nós, 4: 23 - 32.
26. DORES, António P. 2004. "Anomia em Durkheim - entre a sociologia e a psicologia prisionais", Direito e Justiça, especial: 32 - 44.
27. DORES, António P. 1993. "Escola do Futuro", Ler Educação , 11/12: 25 - 25.
28. DORES, António P. 1991. "Informática nas escolas secundárias", Sociologia - problemas e práticas , 10: 20 - 40.

Trabalhos completos/resumidos em eventos sem arbitragem científica
Papers in conference proceedings without scientific refereeing
1. DORES, António P. 2004. "Proibicionismo – contribuições para um debate sobre as finalidades sociais da justiça", Trabalho apresentado em V Congresso Português de Sociologia, Universidade do Minho, Braga, Associação Portuguesa de Sociologia, In Proibicionismo – contribuições para um debate sobre as finalidades sociais da justiça, Braga.
2. DORES, António P. 2004. "Proibicionismo – contribuições para um debate sobre as finalidades sociais da justiça", Trabalho apresentado em Actas V Congresso Português de Sociologia, Sociedades Contemporâneas: , In reflexividade e acção, Lisboa.
3. DORES, António P. 2002. "Prisões de Portugal", Trabalho apresentado em IV Congresso Português de Sociologia – Passados Recentes Futuros Próximos, In Prisões de Portugal, Coimbra.
4. DORES, António P. 2002. "Caminho feito de caminhar – para a história da ACED na comemoração do seu 5º aniversário", Trabalho apresentado em ACED na comemoração do seu 5º aniversário, In Caminho feito de caminhar – para a história da ACED na comemoração do seu 5º aniversário, Lisboa.
5. DORES, António P. 1996. "Análise sociológica da introdução de computadores nas escolas", Trabalho apresentado em III Congresso Português de Sociologia, In Análise sociológica da introdução de computadores nas escolas, Lisboa.
6. DORES, António P. 1996. "Pela democratização da estatística (II)", Trabalho apresentado em III Congresso Português de Sociologia, In Pela democratização da estatística (II), Lisboa.
7. DORES, António P. A. 1992. "Caracterização socio-pedagógica das adesões professorais e estudantis ao Projecto Minerva - introdução de computadores nas escolas portuguesas - em 15 escolas secundárias da Grande Lisboa", Trabalho apresentado em Congresso Minerva de Bragança, In Actas do Congresso Minerva de Bragança, Bragança.
8. DORES, António P. 1992. "Le mouvement informatique", Trabalho apresentado em Chances et risques de l'informatisation dans l'Europe de demain, In Le mouvement informatique, Paris.
9. DORES, António P. 1990. "Mudanças e estratégias na informática portuguesa", Trabalho apresentado em urso de Gestão Estratégica Aplicada às PME, In dossier nº3 , Lisboa.
10. DORES, António P. 1990. "Para que serve o inquérito-piloto", Trabalho apresentado em Seminário dos Censos-91, In Seminário dos Censos-91, INE, Lisboa.
11. DORES, António P. 1988. "Tecno-optimisme et le changement", Trabalho apresentado em La Sociologie et les nouveaux défis de la modernization, In Association Internationale des Sociologues de Langue Française e Secção de Sociologia da Faculdade de Letras do Porto, Porto.
12. DORES, António P. 1988. "Uma análise sociológica da memória informática - ainda o perfil do informático", Trabalho apresentado em III Encontro da Associação Portuguesa de Sociologia Industrial das Organizações do Trabalho (APSIOT), In 5º Congresso Português de Informática , Lisboa.

Textos em jornais ou revistas
Texts in newspapers or magazines
1. DORES, António P. 23 fev. 2008. "Vemos, ouvimos e lemos" Públiuco, 5 - 5.
2. DORES, António P. 20 nov. 2007. "A liberdade e o sindicalismo" Público, 4 - 4.

Prefácio, Posfácio
Preface, Postface
1. DORES, António P. 2010. "Estado Contra Direito". Lisboa. (Prefácio)

Outra produção científica
Other scientific production
1. Dores, António. 2016. "A discriminação contida na teoria social". Sem local: O Comuneiro.
2. Dores, António. 2015. "Ciências Sociais e Bem Viver". Sem local: Centro de Estudos Sociais.
3. Dores, António. 2015. "A actualização do direito reclama conhecimentos sobre a sua utilização histórica recente". Sem local: CEMOrOC - Feusp / IJI - Univ ..
4. Dores, António P. 2015. "O espírito dos direitos humanos nas sociedades actuais". Sem local: Civeri publishing.
5. Dores, António. 2015. "O que há a discutir sobre prisões?". Lisboa: Associação 25 de Abril.
6. Dores, António P. 2009. "Human Rights through national borders". Sem local: Brill.



Apresentação oral de trabalho
Oral work presentation
1. DORES, António P. Corrupção ou extorsão?,Corrupção e os Portugueses Conversas na Biblioteca,Lisboa,2009 (Comunicação).
2. DORES, António P. Da ética artificial e da moral de Estado,Conferência de Ciências Sociais e Humanas ,Lisboa,2009 (Comunicação).
3. DORES, António P. As Prisões em Portugal e na Europa,As Prisões em Portugal e na Europa,S. Paulo,2009 (Conferência ou palestra).
4. DORES, António P. violência urbana,Jornada sobre Segurança e Violências Urbanas: Perspectivas Comparadas entre Brasil e Portugal, ,Lisboa,2009 (Seminário).
5. DORES, António P. Vozes Contra o Silêncio,Direitos Humanos,Ouro Preto,2009 (Conferência ou palestra).
6. DORES, António P. Jovens e Violência,Jovens: Futuros de violência ou futuros de paz?,Lisboa,2009 (Conferência ou palestra).
7. DORES, António P. Direitos Humanos e Fronteiras,VI CONGRESO DE MIGRACIONES EN ESPAÑA,A Coruña,2009 (Conferência ou palestra).
8. DORES, António P. Direitos Humanos e Fronteiras,Colóquio Diálogo intercultural – barreiras e oportunidades,Lisboa,2009 (Conferência ou palestra).
9. DORES, António P. A. Ecologias Criminais: Segredos e Organização,III CONGRESSO NACIONAL DE CRIMINOLOGIA,Porto,2008 (Comunicação).
10. DORES, António P. A. Espírito de corrupção,Conference on Corruption and Ethics in Democracy,Lisboa,2008 (Comunicação).
11. DORES, António P. A. Espírito do Lugar – o direito de estar,conferência de António Pedro Dores "Espírito do Lugar – o direito de estar",Lisboa,2008 (Conferência ou palestra).
12. DORES, António P. A. Criminalidade Urbana: Sintoma de doença social?,Sócrates Café,Lisboa,2008 (Seminário).
13. DORES, António P. A. Espírito do Lugar – selectividade penal em Portugal,O Diálogo entre a Arquitectura e Ciências Sociais e Humanas na construção do Habitat,Lisboa,2008 (Seminário).
14. DORES, António P. A. Abuso sexual de crianças – o trauma da revelação, o rito do encobrimento, a produção mitológica,II Congresso Nacional de Criminologia,Porto,2007 (Conferência ou palestra).
15. DORES, António P. A. Família e Sociedade: A Influência da estrutura familiar na formação das ideologias,Família e Sociedade,Lisboa,2007 (Seminário).
16. DORES, António P. A. Artes de fuga,Intervenção e Criação Artística em Contextos de Risco,Porto,2007 (Conferência ou palestra).
17. DORES, António P. A. Tortura nas Prisões: um Património de Silêncio nas Ciências Sociais,ciclo de conferências ,Lisboa,2007 (Conferência ou palestra).
18. DORES, António P. A. Social theory and prison system in Portugal,Palestra de António Pedro Dores ,Lisboa,2007 (Conferência ou palestra).
19. DORES, António P. A. Abuso sexual de crianças – o trauma da revelação, o rito do encobrimento, a produção mitológica,Intervenção Concertada no Abuso Sexual de Crianças,2007 (Conferência ou palestra).
20. DORES, António P. A. Abuso sexual de crianças – o trauma da revelação, o rito do encobrimento, a produção mitológica,A Sociedade e os Comportamentos Desviante,Porto,2007 (Conferência ou palestra).
21. DORES, António P. A. Prevenção da tortura na Europa,Educar o outro – as questões de género, dos direitos humanos e da educação nas prisões portuguesas,Coimbra,2006 (Conferência ou palestra).
22. DORES, António P. A. Bomba demográfica e dilemas das políticas de imigração,Simpósio "Contra o Isolamento",Roterdão,2002 (Comunicação).
23. DORES, António P. A. Os estados da Justiça,Multiculturalidades, educação e direitos humanos" in Amnistia Internacional,Fátima,2002 (Comunicação).
24. DORES, António P. A. Guerra, sim, contra as barreira que impedem a partilha da sabedoria - os estados da educação,Sessão inaugural das aulas da Escola Superior de Educação de Lisboa,Lisboa,2002 (Comunicação).
25. DORES, António P. A. Bourdieu: o clássico da sociologia da segunda metade do século XX,As Estruturas Sociais da Economia: a propósito da teoria social de Pierre Bourdieu,2002 (Comunicação).
26. DORES, António P. A. A Guerra da Sabedoria - os estados da educação,II Congresso do Sindicato Nacional do Ensino Superior,Coimbra,2002 (Comunicação).
27. DORES, António P. A. Prisão de não nacionais,Colóquio Internacional "Novas Formas de Mobilização Popular",2001 (Comunicação).
28. DORES, António P. A. Prison is torture,International Conference "Human Rights for All",Nova Iorque,2001 (Comunicação).
29. DORES, António P. A. Ever wanted never finished Prison Reform,Conferência Europeia sobre Prisões,Lisboa,2001 (Comunicação).
30. DORES, António P. A. Computer ScienceProfession in Portugal and the New Soul of Capitalism,Political Power and Professional Structures: new partners and new challenges,Lisboa,2000 (Comunicação).
31. DORES, António P. A. Prospectivar a Economia Social,1º Congresso Português de Sociologia Económica,1998 (Comunicação).
32. DORES, António P. A. Why interdisciplinarity is desirable and not done?,Cultures of Science and Technologiy - Europe and tha global context,Lisboa,1998 (Comunicação).
33. DORES, António P. A. O interesse da Associação Portuguesa de Apoio ao Recluso (APAR) no desenvolvimento local,Manifesta,Tondela,1996 (Comunicação).
34. DORES, António P. A. Novas relações de aprendizagem,Manifesta,Tondela,1996 (Comunicação).
35. DORES, António P. A. Contribuição para a discussão do livro branco da Educação e Cultura Científica,Semana Europeia da Cultura Científica e Tecnológica, Conferência Educação e Cultura Científica - um programa de acção em debate europeu,Lisboa,1995 (Comunicação).
36. DORES, António P. A. Para superar o (d)efeito tecnocrático no estudo das aplicações TIC ao ensino das Ciências e Tecnologia,no Encontro Computadores no Ensino da Matemática, Ciências e Tecnologia,Lisboa,1995 (Comunicação).
37. DORES, António P. A. Pela democratização da estatística,Seminário da Sociedade Portuguesa de Estatística,Lisboa,1995 (Comunicação).
38. DORES, António P. A. Pela democratização da estatística,III Congresso da Sociedade Portuguesa de Estatística,Guimarães,1995 (Comunicação).
39. DORES, António P. A. Porque é que não pomos os putos a trabalhar?,Congresso Portugal: que futuro?,Lisboa,1994 (Comunicação).
40. DORES, António P. A. Mudança social e tecnológica com a informatização das escolas,II Congresso Ibero-americano de Informática na Educação,Lisboa,1994 (Comunicação).
41. DORES, António P. A. Porque é que não pomos os putos a trabalhar? (II),VI Encontro Nacional de Sociologia Industrial das Organizações e do Trabalho,Lisboa,1994 (Comunicação).
42. DORES, António P. A. O movimento informático nas escolas portuguesas,III Congresso Luso-Afro-Brasileiro de Ciências Sociais,Lisboa,1994 (Comunicação).
43. DORES, António P. A. A Escola do Futuro,III Jornadas da Escola Superior de Educação de Beja - Reforma educativa: um desafio à Escola?,Beja,1993 (Comunicação).
44. DORES, António P. A. O efeito tecnocrático,II Conferência Internacional de Sociologia da Educação: Escola e Democracia: Cidadania e Desenvolvimento,Faro,1993 (Comunicação).
45. DORES, António P. A. Disponibilização de informação estatística ao nível de quarteirões e lugares no Instituto Nacional de Estatística,Seminário Sistema Nacional de Informa-ção Geográfica - os anos 90 e a constituição de SIG nos municípios como núcleos locais do SNIG,Lisboa,1993 (Comunicação).
46. DORES, António P. A. O Sistema Estatístico Nacional, a qualidade da informação estatística e o planeamento local,1ºEncontro da Associação Portuguesa de Sociologia,Vila do Conde,1993 (Comunicação).
47. DORES, António P. A. O Poder da Ciência - o Estado, o poder económico e os movimentos sociais,colóquio Comunidade Científica e Poder,Lisboa,1992 (Comunicação).
48. DORES, António P. A. Caracterização sócio-pedagógica das adesões professorais e estudantis ao Projecto Minerva - introdução de computadores nas escolas portuguesas - em 15 escolas secundárias da Grande Lisboa,Congresso Minerva Bragança,Bragança,1990 (Comunicação).
49. DORES, António P. A. Para que serve o inquérito-piloto,Seminário dos Censos-91,Coimbra,1990 (Comunicação).
50. DORES, António P. A. Revolução pós-industrial,Sociologia e Mudança Educativa,1989 (Comunicação).
51. DORES, António P. A. Informática nas PME: um princípio ou um fim?,IV Encontro da Associação Portuguesa de Sociologia Industrial das Organizações do Trabalho (APSIOT),1989 (Comunicação).
52. DORES, António P. A. Ruptura Sintagmática,Primeiro Congresso Português de Sociologia,1988 (Comunicação).
53. DORES, António P. A. A lógica de uma investigação sociológica,2ºEncontro de Informática e Ensino,Odivelas,1988 (Comunicação).
54. DORES, António P. A. Uma ideia para ser sociólogo,Primeiro Congresso Português de Sociologia,1988 (Comunicação).
55. DORES, António P. A. Uma análise sociológica da memória informática - ainda o perfil do informático,5º Congresso Português de Informática,1988 (Comunicação).
56. DORES, António P. A. O papel social da profissão informática,Encontro Luso-espanhol de Profissionais de Informática,Porto,1988 (Comunicação).
57. DORES, António P. A. Uma análise sociológica da memória informática - ainda o perfil do informático,III Encontro da Associação Portuguesa de Sociologia Industrial das Organizações do Trabalho (APSIOT),1987 (Comunicação).
58. DORES, António P. A. Tecno-optimisme et le changement,La Sociologie et les Nouveaux Défis de la Modernization,1987 (Comunicação).
59. DORES, António P. A. Tecno-optimismo e a mudança,V Jornadas de Comunicação,Lisboa,1987 (Comunicação).
60. DORES, António P. A. Um ponto de vista sociológico sobre as novas tecnologias - os computadores na Escola e na Sociedade,1ºEncontro de Informática e Ensino,Odivelas,1986 (Comunicação).





Dados Complementares (Additional data)


Orientações
Orientations


Dissertação de Mestrado
Master degree dissertation
Concluídas
Completed
1. Sílvia Machado Sousa, Introdução à Sociologia das Catástrofes , 2008. Dissertação (Sociologia) - ISCTE - Instituto Universitário de Lisboa (Orientador).
2. João Manuel Camacho Marques, A Experiência Portuguesa da Violência Política Armada à Luz da Teoria dos Estados de Espírito , 2008. Dissertação (Sociologia) - ISCTE - Instituto Universitário de Lisboa (Orientador).
3. Bruno Almeida de Brito, Estudo da Sinistralidade Rodoviária Grave Ocorrida na Zona de Acção da Brigada de Trânsito em 2005 – Para uma Optimização do Registo, 2008. Dissertação (Sociologia) - ISCTE - Instituto Universitário de Lisboa (Co-orientador).
4. Joana Morais Semedo, A posição de Empresários Perante a Justiça: Espírito de Resignação, 2008. Dissertação (Sociologia) - ISCTE - Instituto Universitário de Lisboa (Orientador).
5. Susana Isabel Alves da Silva Pereira, Contribuições para a Avaliação do Modelo de Parcerias Público-Privadas entre o Estado e as IPSS, 2007. Dissertação (Sociologia) - ISCTE - Instituto Universitário de Lisboa (Orientador).
6. António Leite, Modos de vida prisionais: o caso das mulheres presas em Tires, 2002. Dissertação (Sociologia) - ISCTE - Instituto Universitário de Lisboa (Orientador).
7. Sandra Cristina Bandarra, Sociologia das claques de futebol, 2001. Dissertação (Sociologia) - ISCTE - Instituto Universitário de Lisboa (Orientador).
Em curso
Ongoing
1. Inês Gomes, Sobrelotação das prisões e reinserção social dos reclusos em Portugal , 2008. Dissertação (Sociologia) - ISCTE - Instituto Universitário de Lisboa (Orientador).
2. José Preto da Costa, A Conduta Decisória da Judicatura Portuguesa das Últimas Duas Décadas em Quanto Respeita à Liberdade de Palavra, 2008. Dissertação (Sociologia) - ISCTE - Instituto Universitário de Lisboa (Orientador).
3. Verónica Afonso , Avaliação de método de prevenção de perturbações de ansiedade nos bombeiros , 2007. Dissertação (Sociologia) - ISCTE - Instituto Universitário de Lisboa (Orientador).
4. Vasco Santos Honório, Maus-tratos infantis: a percepção do risco , 2007. Dissertação (Sociologia) - ISCTE - Instituto Universitário de Lisboa (Orientador).


Trabalho de conclusão de curso de Bacharelato/Licenciatura
Bachelor/Licenciate degree conclusion work
Concluídas
Completed
1. Henriques Fernandes, Sociologia das claques de futebol, 2001. Trabalho de Conclusão de Curso (Licenciatura em Sociologia) - ISCTE - Instituto Universitário de Lisboa (Orientador).
2. Ana Filipa Guerra, Instituições tutelares de menores, 2001. Trabalho de Conclusão de Curso (Licenciatura em Sociologia) - ISCTE - Instituto Universitário de Lisboa (Orientador).
3. Mafalda Sofia Ferreira Fernandes, Sociologia das prisões, 2001. Trabalho de Conclusão de Curso (Licenciatura em Sociologia) - ISCTE - Instituto Universitário de Lisboa (Orientador).
4. Vanda Ferreira, A organização do trabalho de formação em meio prisional - estudo de caso, 2000. Trabalho de Conclusão de Curso (Licenciatura em Sociologia) - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias (Orientador).
5. Ágata Susana Brito, Meninos de Rua, 2000. Trabalho de Conclusão de Curso (Licenciatura em Sociologia) - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias (Orientador).
6. Dília Sousa, A organização do trabalho dos técnicos de educação em meio prisional - estudo de caso, 2000. Trabalho de Conclusão de Curso (Licenciatura em Sociologia) - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias (Orientador).
7. Eduardo Pereira, Nós que escolhemos as armas - Movimento social, violência política e terrorismo, 2000. Trabalho de Conclusão de Curso (Licenciatura em Sociologia) - ISCTE - Instituto Universitário de Lisboa (Orientador).
8. Ana Sofia Ferreira, Meninas de Rua, 2000. Trabalho de Conclusão de Curso (Licenciatura em Sociologia) - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias (Orientador).
9. António Leite, A Formação na Prisão - a influência dos contextos sociais dos reclusos (estudo de caso), 2000. Trabalho de Conclusão de Curso (Licenciatura em Sociologia) - ISCTE - Instituto Universitário de Lisboa (Orientador).


Participação no júri de Graus Académicos
Academic Degrees jury participation


Doutoramento
Phd
1. DORES, António Pedro. Participação no júri de Ângela Maria Patrícia Lisboa. A Pobreza, um Livre Trânsito para a Deliquência?, 2008. Tese (Sociologia) - ISCTE - Instituto Universitário de Lisboa.


Mestrado
Master degree
1. DORES, António Pedro. Participação no júri de Maria Gisélia Silva Fernandes. Tempo de Cárcere. Um Estudo sobre as Significações que os Presidiários estão Construindo sobre suas Experiências Educacionais na Situação Carcerária, 2006. 
2. DORES, António Pedro. Participação no júri de Ângelo. Abordagem de algumas particularidades para a concepção e organização do subsistema de estatísticas agrícolas nas condições actuais de Angola, 1998. 
3. DORES, António Pedro. Participação no júri de Mário Figueiredo Bugalhão . O Sistema de codificação automática para os Censos 2001, 1997. 


Bacharelato/Licenciatura
Degree of licentiate
1. DORES, António Pedro. Participação no júri de Patrícia Isabel Félix. Modos de Adaptação ao Centro Educativo Padre António de Oliveira, 2003. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelato/Licenciatura em Sociologia) - ISCTE - Instituto Universitário de Lisboa.
2. DORES, António Pedro. Participação no júri de Isabel Fialho de Cunha. Prisões em questão, 1998. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelato/Licenciatura em Sociologia) - ISCTE - Instituto Universitário de Lisboa.


Provas de Aptidão Pedagógica/Capacidade Científica
Evaluation of Pedagogic Readiness/Cientific Ability
1. DORES, António Pedro. Participação no júri de Maria do Amparo Ferreira. Polarização social, representação espacial e identidade da cidade de Lisboa, 2000. Trabalho de Conclusão de Curso (Provas de Aptidão Pedagógica/Capacidade Científica em Psicologia e Educação Ambientais ) - ISPA - Instituto Universitário de Ciências Psicológicas, Sociais e da Vida.


Participação em eventos
Event participation
Participação como Membro da Comissão Científica
Participation as Member of the Program Committee
1. Congresso Internacional sobre Cidades, Culturas e Sociabilidades, 2009 (Conferência).
2. Ética e Moral, 2009 (Conferência).
3. Direitos Humanos e Prevenção da Tortura, 2008 (Congresso).
4. Sociologia e instabilidade, 2008 (Congresso).
5. Jornadas Internacionais de Estudos Sobre Questões Sociais, 2007 (Outra).
6. Congresso Internacional de Investigação e Desenvolvimento Sócio-cultural, 2007 (Congresso).
7. Espírito de Missão: Colóquio Internacional sobre Trauma e Medicina Humanitária, 2006 (Conferência).
8. Ciências de Segurança - medos e necessidades, 2006 (Conferência).
9. Instituições Sociais e a Justiça Social – o caso da prisão e dos não nacionais, 2005 (Conferência).
10 Sistema Prisional em Portugal , 1999 (Mesa-Redonda).
11. Prisões: Economia, Justiça e Sociedade, 1999 (Seminário).
12. Tecno-optimisme et le changement, 1987 (Outra).

Participação como Membro da Comissão de Honra
Participation as Member of the Honour Committee
1 A Situação das Prisões em Portugal , 2000 (Mesa-Redonda).

Participação como Moderador
Participation as Chairman
1. Experiências Penitenciárias, 2004 (Outra).
2. Prisões: Economia, Justiça e Sociedade, 1999 (Seminário).

Outro tipo de participação
Other kind of participation
1. O Observatório dos Direitos Humanos, 2011 (Conferência).
2. Emotions build systems?, 2010 (Congresso).
3. A Idade do Porco, 2010 (Outra).
4. Rationalization essays to understand urban violence, 2009 (Conferência).
5. Outcast spirit attraction – dealing with fears, 2009 (Conferência).
6. Perspectivas Comparadas entre Brasil e Portugal, 2009 (Outra).
Nome do evento: Jornada sobre Segurança e Violências Urbanas.
7. As Prisões em Portugal e na Europa, 2009 (Congresso).
8. Vozes Contra o Silêncio, 2009 (Congresso).
9. Direitos Humanos e Fronteiras, 2009 (Congresso).
10. Direitos Humanos e Fronteiras, 2009 (Outra).
11. Da ética artificial e da moral de Estado, 2009 (Conferência).
12. Jovens e Violência, 2009 (Seminário).
13. Corrupção ou extorsão?, 2009 (Outra).
Nome do evento: Corrupção e os Portugueses Conversas na Biblioteca.
14. Espírito do Lugar – selectividade penal em Portugal, 2008 (Conferência).
15. Ecologias Criminais: Segredos e Organização, 2008 (Conferência).
16. Criminalidade Urbana: Sintoma de doença social?, 2008 (Mesa-Redonda).
17. Espírito do Lugar – o direito de estar, 2008 (Conferência).
18. Direito à Palavra, 2007 (Conferência).
19. Tertúlia Liberdade , 2007 (Mesa-Redonda).
20. Abuso sexual de crianças – o trauma da revelação, o rito do encobrimento, a produção mitológica, 2007 (Seminário).
21. Família e Sociedade: A Influência da estrutura familiar na formação das ideologias, 2007 (Seminário).
22. Tortura nas Prisões: um Património de Silêncio nas Ciências Sociais, 2007 (Conferência).
23. Social theory and prison system in Portugal, 2007 (Conferência).
24. Abuso sexual de crianças – o trauma da revelação, o rito do encobrimento, a produção mitológica, 2007 (Congresso).
25. Artes de fuga, 2007 (Outra).
26. Public Sociology, 2006 (Conferência).
27. Comparing Industrial Work under Capitalism and Socialism, 1975-2000: Methodological and Theoretical Dilemmas of multi-sited ethnography in United-States, Hungry and Russia, 2006 (Conferência).
28. Methodology, Ethnography and the Extended Case Method, 2006 (Conferência).
29. A violência faz parte integrante das naturezas sociais, 2006 (Congresso).
30. Prevenção da tortura na Europa, 2006 (Seminário).
31. Abuso sexual de crianças – o trauma da revelação, o rito do encobrimento, a produção mitológica, 2006 (Congresso).
32. Querer e saber: tratamento de situações de exclusão social, 2005 (Conferência).
33. Teoria Social e Direito Penal, 2005 (Workshop).
34. Abuso Sexual de Crianças: Identificação e Avaliação, 2005 (Workshop).
35. Ghettos everywhere? Rethinking urban poverty and segregation in european societie, 2005 (Conferência).
36. Les scories de l´Amerique: toxicomanes, malades mentaux et sans-abris, 2005 (Conferência).
37. De la Psychiatrie coloniale à la vie dês migrants dans les banlieues de L`Europe contemporaine, 2005 (Conferência).
38. Comment peut-on etre boxeur? Une experience de sociologie charnelle, 2005 (Workshop).
39. As modernas formas elementares de vida - Estudos sobre prisões e não nacionais - Apresentação, 2005 (Conferência).
40. Definições de justiça, segundo não nacionais lisboetas, 2005 (Conferência).
41. The two cultures and the real thing, 2005 (Congresso).
42. Towards a Sociology of Human Rights, 2005 (Congresso).
43. Tamanho do pátio, 2005 (Outra).
44. Risco Penitenciário - Direito e Direitos Humanos na pos-modernidade portuguesa, 2004 (Outra).
45. Sociologia das Prisões - Espírito modernista e risco penitenciário, 2004 (Outra).
46. Emoções Sociais” ao “Encontro Nacional de Ciência e Tecnologia 2004 - Dinamização de Redes Temáticas de Investigação, 2004 (Outra).
47. Prohibitionism - contributions for a debate about the social goals of justice institutions, 2004 (Conferência).
48. Discursos sobre o crime do Diário de Notícias de 1892, 2004 (Seminário).
49. Expressões de Medo e de Confiança no Sistema da Justiça por imigrantes de Leste em Lisboa, 2004 (Seminário).
50. A Reforma Prisional em Portugal, 2004 (Mesa-Redonda).
51. Prisão de Não Nacionais em Portugal, 2004 (Seminário).
52. Estados de espírito de segunda geração, 2004 (Outra).
53. Portugal mantém lugar de topo dos sistemas prisionais mais mortíferos do Conselho da Europa, 2004 (Outra).
54. Direito e Justiça no século XXI, 2003 (Outra).
55. A Reforma do Sistema Prisional, 2003 (Outra).
56. Imigração do Leste – Uma Nova Realidade: Oportunidades e Desafios, 2003 (Workshop).
57. Abuso Sexual de Crianças, 2003 (Conferência).
58. Espírito moderno, a violência e a teoria social , 2003 (Mesa-Redonda).
59. Espírito Proibicionista, 2003 (Conferência).
60. Desconfiança e Insegurança de Imigrantes em Portugal, 2003 (Outra).
61. O sistema prisional em Portugal, 2003 (Congresso).
62. Espirito moderno, violência e teoria social, 2003 (Congresso).
63. Proibizionismo e globalizzazione. Per la costruzione di una rete antiproibizionista europea, 2002 (Workshop).
64. I Nemici Perfetti. Contro Il Governo Penale E L'internamento Della Poverta', Delle Differenze E Del Disagio, 2002 (Workshop).
65. Risco de americanização dos sistemas prisionais na Europa, 2002 (Seminário).
66. Bomba demográfica e dilemas das políticas de imigração, 2002 (Simpósio).
67. Bourdieu: o clássico da sociologia da segunda metade do século XX, 2002 (Conferência).
68. Guerra, sim, contra as barreira que impedem a partilha da sabedoria - os estados da educação, 2002 (Conferência).
69. A Guerra da Sabedoria - os estados da educação, 2002 (Conferência).
70. Os estados da Justiça, 2002 (Conferência).
71. Surveillance as social sorting: computer codes and mobile bodies, 2001 (Conferência).
72. Cultura Científica e Sociedade do Conhecimento, 2001 (Workshop).
73. Cultura Científica e Sociedade do Conhecimento, 2001 (Mesa-Redonda).
74. Prison is torture, 2001 (Conferência).
75. Ever wanted never finished Prison Reform, 2001 (Congresso).
76. Prendam os serviços prisionais, 2001 (Outra).
77. Conferência Europeia sobre Prisões, 2001 (Conferência).
78. Pecado e penitência, culpa e castigo, 2001 (Workshop).
79. Prisões na Europa e as especificidades portuguesas, 2001 (Workshop).
80. Prisão de não nacionais, 2001 (Outra).
81. Bomba demográfica e dilemas das políticas de imigração, 2001 (Seminário).
82. Computer Science Profession in Portugal and the New Soul of Capitalism, 2000 (Conferência).
83. Violência, 2000 (Outra).
84. Controlo Social e Político da Violência na Europa, 2000 (Workshop).
85. Historical Development of Imprisonment, 2000 (Conferência).
86. Planeamento e a Avaliação de Impactes Sociais, 1999 (Congresso).
87. Congresso Português de Sociologia Económica, 1998 (Congresso).
88. Reclusão com Direitos, Segurança com Cidadania, 1998 (Outra).
89. Exclusão, Violência e Toxicodependência, 1998 (Workshop).
90. Habermas e o projecto inacabado da modernidade, 1998 (Conferência).
91. Aprendizagem ao Longo da Vida na Europa - Diferenças e Divisões, Estratégias de Integração Social e Biografias Individuais de Aprendizagem, 1998 (Conferência).
92. O Livro Verde - A Parceria para uma Nova Organização do Trabalho, 1998 (Seminário).
93. Sobre Ecologia Social e as suas Perspectivas Políticas, 1998 (Conferência).
94. Congresso Espanhol de Sociologia , 1998 (Congresso).
95. Cultures of Science and Technology - Europe and the global context, 1998 (Conferência).
96. Micro-crédito contra a pobreza, 1998 (Seminário).
97. INESLA, 1998 (Congresso).
98. Why interdisciplinarity is desirable and not done?, 1998 (Conferência).
99. Prospectivar a Economia Social, 1998 (Congresso).
100. A (Con)fusão Institucional: novas relações de aprendizagem na Sociedade da Informação, 1998 (Conferência).
101. A Mediação, Uma Cultura de Paz, 1997 (Encontro).
102. Europe and the Developing World in the Globalised Information Society: Employment, Education and Trade Implications, 1996 (Workshop).
103. Os Sistemas de Educação e de Formação Profissional e o Desenvolvimento Económico, 1996 (Seminário).
104. Novas relações de aprendizagem, 1996 (Outra).
105. O interesse da Associação Portuguesa de Apoio ao Recluso (APAR) no desenvolvimento local, 1996 (Outra).
106. Congresso da Sociedade Portuguesa de Estatística, 1995 (Congresso).
107. Computadores no Ensino da Matemática, Ciências e Tecnologia, 1995 (Encontro).
108. Contribuição para a discussão do livro branco da Educação e Cultura Científica, 1995 (Conferência).
109. Pela democratização da estatística (II), 1995 (Seminário).
110. Para superar o (d)efeito tecnocrático no estudo das aplicações TIC ao ensino das Ciências e Tecnologia, 1995 (Encontro).
111. Pela democratização da estatística, 1995 (Congresso).
112. Encontro Nacional de Sociologia Industrial das Organizações e do Trabalho, 1994 (Encontro).
113. Porque é que não pomos os putos a trabalhar? (II), 1994 (Encontro).
114. Mudança social e tecnológica com a informatização das escolas, 1994 (Congresso).
115. O movimento informático nas escolas portuguesas, 1994 (Congresso).
116. Porque é que não pomos os putos a trabalhar?, 1994 (Congresso).
117. Dinâmicas culturais, cidadania e autarquias locais, 1993 (Encontro).
118. Reforma educativa: um desafio à Escola?, 1993 (Outra).
119. Democracia: Cidadania e Desenvolvimento, 1993 (Conferência).
120. Computer Science, Communications and Society, a technical and cultural challenge, 1993 (Conferência).
121. Cultura Científica, 1993 (Conferência).
122. O efeito tecnocrático, 1993 (Conferência).
123. Disponibilização de informação estatística ao nível de quarteirões e lugares no Instituto Nacional de Estatística, 1993 (Outra).
124. A Escola do Futuro, 1993 (Encontro).
125. Estatísticas Demográficas Europeias, 1992 (Seminário).
126. Le mouvement informatique, 1992 (Outra).
127. Valores e Representações: Classes, Família e Espaços Sociais, 1991 (Seminário).
128. Informação estatística da construção e habitação, 1991 (Encontro).
129. Classificação de profissões: sugestões de formas de utilização, promoção e crítica, 1990 (Seminário).
130. Para que serve o inquérito-piloto, 1990 (Seminário).
131. Sociologia e Mudança Educativa, 1989 (Encontro).
132. Desenvolvimento Económico e Social da Empresa , 1989 (Outra).
133. Encontro da Associação Portuguesa de Sociologia Industrial das Organizações do Trabalho , 1989 (Encontro).
134. Informática nas PME: um princípio ou um fim?, 1989 (Encontro).
135. Revolução pós-industrial, 1989 (Encontro).
136. Encontro Luso-espanhol de Profissionais de Informática, 1988 (Encontro).
137. 5ºCongresso Português de Informática, 1988 (Congresso).
138. II Encontro Informática e Ensino , 1988 (Outra).
139. I Jornadas dos Centros Escolares de Informática, 1988 (Outra).
140. Congresso Português de Sociologia, 1988 (Congresso).
141. O papel social da profissão informática, 1988 (Encontro).
142. Uma análise sociológica da memória informática - ainda o perfil do informático, 1988 (Congresso).
143. A lógica de uma investigação sociológica, 1988 (Encontro).
144. III Encontro da Associação Portuguesa de Sociologia Industrial das Organizações do Trabalho , 1987 (Encontro).
145. Encontro da Associação Internationale des Sociologues de Langue Française, 1987 (Encontro).
146. V Jornadas de Comunicação, 1987 (Outra).
147. Tecno-optimismo e a mudança, 1987 (Outra).
148. Congresso Português de Informática, 1986 (Congresso).
149. Informática e Ensino, 1986 (Encontro).
150. Sociologia: uma profissão, 1986 (Encontro).
151. Um ponto de vista sociológico sobre as novas tecnologias - os computadores na Escola e na Sociedade, 1986 (Encontro).
152. Os jovens de hoje - práticas e representações, 1984 (Encontro).



Participação editorial em revistas
Magazine editorial participation
1. DORES, António Pedro. Interface.
2. DORES, António Pedro. Sociologia Problemas e Práticas, desde 2011/02/20.







Indicadores de produção (Production indicators)

Total
Produção científica
Scientific production
80

Livros e capítulos
Books and book chapters
21
Livros publicados ou organizados
Published or organized books
9
Capítulos de livros publicados
Published book chapters
12
Artigos científicos em revistas
Papers in periodics
38
Com arbitragem científica
With scientific refereeing
10
Sem arbitragem científica
Without scientific refereeing
28
Trabalhos em eventos
Papers in conference proceedings
12
Sem arbitragem científica
Without scientific refereeing
12
Textos em jornais ou revistas
Texts in journals or magazines
2
Jornais de notícias
Newspapers
2
Outros tipos de produção científica
Other scientific production
7

Total
Produção técnica
Technical production
60

Outros tipos de produção técnica
Other technical production
60

Total
Dados complementares
(Additional data)
198

Orientações
Orientations
22
Participação no Júri de Graus Académicos
Academic Degrees jury participation
7
Participação em Eventos
Event participation
167
Participação editorial em revistas
Magazine editorial participation
2


Outras informações relevantes
4.
Formação Técnica 4.
1.
Estatística * 1996: Ingresso no Departamento de Estatísticas da População do Instituto Nacional de Estatística como Técnico Superior, Março.
* 1993: Ingresso no Gabinete de Estudos Demográficos do Instituto Nacional de Estatística como Técnico Superior, Abril.
* 1990: Chefe do Serviço de Recenseamentos da População e da Habitação do Instituto Nacional de Estatística, entre 13 de Março de 1990 e Abril de 1993.
4.
2.
Informática * 1985/86: Estágio de auditoria informática (União de Bancos Portugueses).
* 1981/85: Programador COBOL, integrado em equipa (União de Bancos Portugueses).
* 1979: Programador à tarefa.
* 1983: diversos cursos IBM (VM,VSAM,CICS,DLI,etc.
) * 1980: curso de programação COBOL (IBM).
* 1980: estágio de programação (Petrogal).
* 1979: curso de programação Assembler (ICL).
3.
3.
Formação 4.
Formação Profissional * 1989: Estágio em Formação de Formadores no Instituto de Emprego e Formação Profissional (IEFP), Outubro/Dezembro.
* 1989: Curso de Formação de Formadores de Formadores, Centro Nacional de Formação de Formadores, IEFP, entre Maio e Setembro.
* 1985/86: Organização, planeamento e monitorização do Seminário de Formação em Informática para Ciências Sociais (CIES/ISCTE).
1984: Organização, planeamento e monitorização de curso de Introdução aos Computadores e Sistemas Operativos (União de Bancos Portugueses).
3.
4.
Cursos de Análise de Dados * 1985: Curso de sensibilização a metodologia de implantação de bases de dados (Ministério do Trabalho).
* 1984: Curso intensivo de Análise de Dados (Centro de Valorização dos Recursos Minerais -Instituto Superior Técnico ).
3.
5.
Gestão e management * 1988: Curso para especialistas da acção "Estratégias empresariais em contexto de inovação" Janeiro/Maio, CIDEC/ISCTE.
* 1987: Curso de "Gestão Estratégica Aplicada às PME " (5ªacção), Setembro/Novembro, GEG/ISCTE.
* 1985: Curso de aperfeiçoamento de técnicas de gestão (União de Bancos Portugueses).
2006/2009: parceiro ocasional de estudo europeu CRIMPREV (Assessing Deviance, Crime and Prevention in Europe) financiado pela Comissão Europeia no quadro do 6º PCRD, coordenação científica de René Lévy, director de investigação no CNRS e director do GERN (Groupe Européen de Recherches sur les Normativités).
2007/2009: parceiro de estudo europeu sobre Custos e contextualização da repressão criminal em 10 países da Europa, financiado pela Comissão Europeia na área dos estudos prisionais, e responsável pela coordenação de uma das 4 tarefas programadas.
(cf: http://iscte.
pt/~apad/custos_prisoes).
2002/2005: coordenador do projecto “Prisão de não nacionais em Portugal”, financiado pelo programa Sapiens da FCT/MC, cujos desenvolvimentos estão espelhados em http://iscte.
pt/~apad/prisoesfct/ e cujos resultados estão analisados no livro Espírito de Submissão.


Visualizações do curriculum [ 6255 ]
 
Página gerada pela Plataforma de Curricula DeGóis promovida pela FCT e pelo Gávea/DSI/UM em 25-08-2019 às 18:44:35
Plataforma de Curricula DeGóis: http://www.degois.pt | Icons by Axialis Team