Curriculum Vitae

Ricardo Jorge de Almeida Dias Ribeiro

Data da última atualização »Last update : 06/12/2017


Ricardo Jorge de Almeida Dias Ribeiro. É Assistente de Investigação na Universidade Técnica de Lisboa. Publicou 3 artigos em revistas especializadas e 6 trabalhos em actas de eventos, possui 7 capítulos de livros e 6 livros publicados. Possui 7 itens de produção técnica. Recebeu 3 prémios e/ou homenagens. Actua na área de Artes Nas suas actividades profissionais interagiu com 20 colaboradores em co-autorias de trabalhos científicos.


Endereço de acesso a este CV:

http://www.degois.pt/visualizador/curriculum.jsp?key=4545868121817848


Dados pessoais (Personal data)
Nome completo
Full name
Ricardo Jorge de Almeida Dias Ribeiro
Nome em citações bibliográficas
Quoting name
Ribeiro, R.
Categoria profissional
Position
Assistente de Investigação
Domínio científico de atuação
Scientific domain
Humanidades-Artes.
Ciências Naturais-Ciências da Terra e do Ambiente.
Endereço profissional
Professional address
Universidade Técnica de Lisboa
Faculdade de Arquitectura
Centro de Investigação em Arquitectura, Urbanismo e Design (CIAUD)
Rua Rolando Sá Nogueira - Pólo Universitário - Alto da Ajuda
Lisboa
1349-055 Lisboa
Portugal
Telefone: (+351)213615808Extensão: 425808
Correio electrónico: ricardoribeiro@fa.ulisboa.pt
Homepage: http://www.linkedin.com/profile/view?id=82396659&trk=hb_tab_pro_top
Sexo
Gender
Masculino»Male




Graus Académicos (Academic Degrees)
2010-2010 Mestrado
Master degree
Arquitectura Paisagista (1 anos » years) .
Universidade Técnica de Lisboa, Portugal.

2004-2009 Licenciatura
Licentiate degree
Arquitectura Paisagista (5 anos » years) .
Universidade Técnica de Lisboa, Portugal.





Formação complementar ( studies)
2014-2014 Especialização/ Pós-Graduação
Specialization/ Postgraduation
Eco-Arquitectura.
Universidade Técnica de Lisboa, Portugal.





Vínculos profissionais (Professional Positions)
Fundação para a Ciência e a Tecnologia
Mai/2015-Actual Assistente de Investigação

Universidade Técnica de Lisboa
Jan/2012-Actual Assistente de Investigação

Universidade Técnica de Lisboa
Set/2009-Jun/2010 Estagiário Investigador

Estudos, Projectos e Consultoria Ambiental, Lda
Abr/2009-Jul/2009 Outra Situação

Consultores para Obras, Barragens e Planeamento, SA
Set/2007-Jun/2008 Estagiário





Atividades de Ensino (Teaching activities)
Universidade Técnica de Lisboa
Set/2015-Actual
Curso»Academic program: Arquitectura

Disciplinas lecionadas»Taught units:

  • Landscape and Heritage(Monitor)






Estágios realizados (Traineeships)


Consultores para Obras, Barragens e Planeamento, SA
Set/2007-Jun/2008
Estágios realizados»Traineeships:

   - Landscape Architect






Projetos de Investigação (Research projects)
Participação como Investigador
Participation as Researcher
2015-2018
Pró-Aldeias – Repovoar o Campo-Pro-Villages - Repopulate the Countryside
Referência do projeto»Project reference: PTDC/ATP-EUR/0723/2014.

2014-2018
Arquitecturas Auto-Suficientes (projecto de mosteiro sustentável)-Self-Sufficient Architecture (sustainable monastery project)
Referência do projeto»Project reference: CIAUD_CI_EAT/4008.

2012-2015
Ordenamento Potencial da Paisagem de Base Ecológica. Aplicação a Portugal-Potential Land-Use Ecological Plan. Application to Portugal
Referência do projeto»Project reference: PTDC/AUR-URB/119340/2010.

2011-2014
Arquitecturas do Mar-Sea Architectures
Referência do projeto»Project reference: PTDC/AUR-AQI/113587/2009.
Parceiro(s)»Partners: ISCTE - Instituto Universitário de Lisboa; Centro de Estudos de Arquitectura Paisagista Prof. Caldeira Cabral; Centro de Investigação em Arquitectura, Urbanismo e Design.; Centro de Recursos Naturais e Ambiente; Campo Arqueológico de Mértola.

2010-2013
Estrutura Ecológica Nacional-National Ecological Network
Referência do projeto»Project reference: PTDC/AUR-URB/102578/2008.






Línguas (Languages)
Compreende
Understandig
Português (Bem), Inglês (Bem), Espanhol (Razoavelmente), Francês (Razoavelmente).
Fala
Speaking
Português (Bem), Inglês (Razoavelmente).

Reading
Português (Bem), Inglês (Bem), Espanhol (Bem), Francês (Razoavelmente).
Escreve
Writing
Português (Bem), Inglês (Razoavelmente).




Prémios e títulos (Awards Prizes, and Honours)
2011 Young Artist Competition – “Best exhibitor” prize “Funfair in the Park” , Câmara Municipal de Almada.
2010 IF - Innovation Festival Competition – “7 Best National Ideas” prize , Centro Português de Design .
2009 1st Young Talent Competition of Almada 2009 Almada, Knowledge-land prize , Câmara Municipal de Almada.




Membro de Associações Profissionais/Científicas (Professional/Scientific Association membership)
Jan/2012 - Actual Sustenta - Laboratory for Sustainable Design, Membro.
Colaborative member at Research Centre for Architecture, Urbanism and Design.
Set/2008 - Set/2012 [RE]usa - Grupo de Jovens Criativos, Membro fundador.
Coordinator of [RE]usa – Young Creative Group (http://reusa-arte.blogspot.com), exploring a intervention concept, which combines an artistic approach with an ecologic approach for recycling obsolete objects according to a sustainable human process and a public awareness strategy. .




Produção científica, técnica e artística/cultural (Scientific, technical and artistical/cultural production)
Livros publicados/organizados ou edições
Published/organized books or Editions
1. Jorge, J. G; Nunes, J.; Ribeiro, R.; Antunes, E.. eds. 2018. Guia Prático de uma Arquitectura do Mar ed. 1, ISBN: 978-972-9346-42-2. Lisboa: Sustenta - Laboratório de Projecto Sustentável.
2. Rosa, I.; Ribeiro, R.; Mendes, A.; Lopes, J.. eds. 2017. Handbook of Research on Methods and Tools for Assessing Cultural Landscape Adaptation ed. 1. Hershey, PA: IGI Global Editor.
3. JORGE, José G; FERREIRA, Carlos H; ANTUNES, Eduardo. eds. 2015. A Cidade Não Adormece ed. 1, ISBN: 978-972-9346-43-9. Lisboa: Sustenta - Laboratório de Projecto Sustentável.
Se qualquer território, juntamente com o seu ambiente, serve de suporte a todas as actividades das espécies vivas que o ocupam, há um período no qual essa actividade abranda (quando não é quase totalmente suspensa). Esse período é a noite. Algumas espécies, é verdade, sobretudo as predadoras, aproveitam a noite ara se proverem daquilo que é determinado pelas necessidades da sua sobrevivência. Em termos antropológicos, poder-se-á considerar, num plano de razoável generalização, que se passa exactamente o mesmo com os homens (na sua vida em sociedade). “A Cidade Não Adormece” é o livro resultante das comunicações apresentadas no Seminário Internacional no âmbito do projecto de investigação “Arquitectura Fora d’Horas” da Fundação para a Ciência e Tecnologia.
4. Jorge, José D. C. G. J; Lopes, Joana I. S. C; Ribeiro, Ricardo J. A. eds. 2014. O (Re)verso da Paisagem ed. 1, 1 vol., ISBN: 978-972-9346-35-4. Lisboa: Faculdade de Arquitectura da Univseridade de Lisboa.
Member of the “The (Other)side of the Landscape – Philosophies of the Wealth and the Poverty" CD (2013 | ISBN 978-972-9346-29-3) and Book (2014 | ISBN 978-972-9346-35-4) editorial commission at the Faculty of Architecture – University of Lisbon (FA-UL), as part of the “Sea Architectures¿? (PTDC/AUR-AQI/113587/2009), research project, coordinated by Prof. José Duarte Centeno Gorjão Jorge (FA-UL).

5. Jorge, José D. C. G. J; Lopes, Joana I. S. C; Ribeiro, Ricardo J. A. eds. 2013. Para uma Ética do Território ed. 1, 1 vol., ISBN: 978-972-9346-37-8. Lisboa: Faculdade de Arquitectura da Universidade Técnica de Lisboa.
Member of the “For a Ethic’s Landscape¿? (2014 | ISBN 978-972-9346-37-8) book editorial commission at the Faculty of Architecture – University of Lisbon (FA-UL), as part of the “Sea Architectures¿? (PTDC/AUR-AQI/113587/2009), research project, coordinated by Prof. José Duarte Centeno Gorjão Jorge (FA-UL).

6. Ribeiro, Ricardo J. A. 2010. Cidade do Futuro - Visão do Sistema Paisagem.. ed. 1. Lisboa: BISA.
Landscape Architecture master thesis about “City of the Future – Vision of the Landscape-system¿?: Climate Changes, Energy Efficiency and Urban Mobility with design solutions according to ecological urban plan for the city of Lisbon – Research Project “National Ecological Network - a proposal of mapping and policies¿? by FCT.


Capítulos de livros publicados
Published book chapters
1. Ribeiro, R.; Lopes, Joana I. S. C; Boucault, François. 2018. Alternative tool for an integrative landscape interpretation. Case Study of the Arrábida Maritime Coast, Portugal.  In Handbook of Research on Methods and Tools for Assessing Cultural Landscape Adaptation, 1 - 21. . Lisboa: Sustenta - Laboratório de Projecto Sustentável.
The present chapter aims to describe an alternative tool developed to represent the interdependence established in the landscape between the human activities and the capacity of natural resources to answer for these activities. Therefore, focused on a case study of the Arrábida Maritime Coast located in Portugal, the research not only allowed to analyze the ecological and cultural landscape components but also to diagnose its resilience to the human activities. In this sense, considering the functional limits of the current cartographic representation models, it was necessary to set up complementary diagrammatic ones to show how that interdependence is established. Despite the complex scientific data calculation nature associated with the geoprocessing techniques to connect both representation models, this alternative tool has integrative and intuitive interpretation features, by which it is possible to know the landscape suitability to support new land-uses and land-covers.

2. Rosa, Isabel M. A. S; Lopes, Joana I. S. C; Ribeiro, Ricardo J. A. 2015. The Landscape Cultural Construction: A Recognition of the Roman Tradition.  In Handbook of Research on Emerging Digital Tools for Architectural Surveying, Modeling, and Representation, ed. Stefano Brusaporci, 810 - 835. ISBN: 978-146-6683-79-2. Hershey: IGI Global.
3. Rosa, Isabel M. A. S; Ribeiro, Ricardo J. A; Lopes, Joana I. S. C. 2014. Vivência Estética na e da Paisagem.  In O (Re)verso da Paisagem – Filosofias da Pobreza e da Riqueza, ed. Jorge, J.; Lopes, I.; Ribeiro, R., 167 - 173. ISBN: 978-972-9346-35-4. Lisboa: Faculdade de Arquitectura da Universidade Técnica de Lisboa.
O conceito de Paisagem tem resultado de um complexo processo de transformação do pensar humano ao longo dos tempos. A sucessiva sectorização do saber, associado ao conhecimento tecnológico e científico, deu origem a um distanciamento da sua relação com a “natureza¿?.Consciente dos efeitos das suas ações, o Homem tem procurado restabelecer uma nova relação com a natureza através da paisagem. Com a necessária reorientação do conceito, ao mostrar e justificar a sua pertinência ética face ao conhecimento científico, foi importante o contributo de ASSUNTO (1973) na definição espacial e temporal de paisagem associado à cidade. O presente artigo, enquadrado no tema Estéticas do Poder como expressão de uma ordem instituída, propõe com base na abordagem de ASSUNTO (1973) e tendo em conta as utopias e realidades dos modelos urbanísticos pós-cidade industrial (CHOAY, 1965), um possível retorno actualizado à cidade histórica. Mas no (re)verso da paisagem, a cidade tem evoluído no sentido de Megalópole, com a recusa pelo passado e a ausência de uma definição espacial, esgotando-se no presente efémero. Será assim necessário compreender o papel da natureza vegetal que garanta o efeito espacial e temporal dos novos modelos de cidade do futuro.Palavras-chave: Paisagem; Temporalidade; Temporaneidade; Vivência Estética; Cidade Histórica.

4. Ribeiro, Ricardo J. A; Lopes, Joana I. S. C. 2014. O lugar da paisagem no litoral português [The landscape place in the Portuguese coastline].  In Arquitecturas do Mar, da Terra e do Ar. A arquitetura e o urbanismo na geografia e na cultura, 203 - 211. ISBN: 978-150-2424-95-2. Lisboa: AEAULP.
No litoral, o interface terra-mar é o suporte físico de ecossistemas naturais e processos de ocupação humana muito diferenciados. As dinâmicas sociais, culturais e económicas que aí se verificam são sobretudo influenciadas pela sua diversidade ecológica.Até aos finais do século XIX, a ocupação do litoral português dependeu de uma exploração integrada dos recursos do mar associados aos da terra. Com a mecanização da indústria pesqueira e posterior massificação do turismo balnear, os novos sistemas de exploração tornaram-se incompatíveis com os processos naturais de transformação da paisagem.Na tentativa de proteger e conservar os seus valores ecológicos e culturais, foram implementadas um conjunto de medidas de gestão e regulamentação do território, embora apenas vocacionadas à prevenção dos recursos existentes. Surge, por isso, a necessidade de desenvolver formas alternativas de intervenção no território que contemplem a construção cultural da paisagem de acordo com a sua aptidão ecológica.Serão deste modo estabelecidas algumas premissas de análise e diagnóstico da paisagem costeira para uma gestão sustentável do litoral.Palavras-Chave: Litoral, Paisagem Cultural, Ordenamento do Território, Instrumentos de Gestão Territorial, Aptidão Ecológica.

5. Ribeiro, Ricardo J. A; Magalhães, Manuela R; Cunha, Natália S. 2013. Estrutura Ecológica Nacional: Escala Municipal - Lisboa.  In Estrutura Ecológica Nacional. Uma Proposta de Delimitação e Regulamentação, ed. Magalhães, M. (Coord.), 201 - 206. ISBN: 978-972-8669-53-9. Lisboa: ISAPress.
Research work of the “National Ecological Network - a proposal of mapping and policies¿? (PTDC/AUR-URB/102578/2008) project by Portuguese Foundation of Investigation (FCT):- photo-interpretation of the Green Areas and determination of the Potential Water Infiltration Areas in Lisbon; - elaboration of a Ecological Network for Lisbon;- Geographic Information System (GIS).

6. Rosa, Isabel M. A. S; Ribeiro, Ricardo J. A. 2012. A Urbanidade das Áreas Costeiras (no contexto das «Arquitecturas do Mar»).  In Palcos da Arquitectura , ed. AEAULP, 227 - 235. ISBN: 978-972-9346-27-9. Lisboa: AEAULP.
A condição geográfica privilegiada de Portugal, com uma orla costeira que abrange quase metade do seu território, possibilitou que a sua ocupação fosse feita por populações que, encontraram no mar, a grande razão da sua sobrevivência. A sua inquestionável riqueza cultural e importância no funcionamento do Sistema da Paisagem, exigem um estudo detalhado sob diversas perspetivas disciplinares.Da investigação realizada sobre Setúbal e Sesimbra, no âmbito do projeto “Arquitecturas do Mar¿?, foi possível concluir que, no passado, ambas dependeram da pesca num sistema integrado com a agricultura. Contudo, entre meados do séc. XIX e XX, essa ligação ao campo perdeu-se, apostando-se quase exclusivamente nos recursos marítimos relacionados com a indústria conserveira. Porém, com o advento da refrigeração artificial, a “economia do mar¿? entrou em decadência.Na segunda metade do séc. XX, o desenvolvimento destes aglomerados começou a depender de um mercado global: da indústria em Setúbal e do turismo em Sesimbra. Surge, por isso, um território “desarrumado¿?, onde as “Arquitecturas do Mar¿? viram-se votadas a um processo de patrimonialização sustentado em tradições mercantilizadoras do passado.O presente estudo procura analisar bairros tradicionais que viveram do mar, comparando-os com aqueles que apenas foram construídos para as gentes do mar, permitindo assim avaliar a sua aptidão marítima a novas apropriações.Palavras-chave: Património, ¿?reas Costeiras, Identidade, Paisagem, Sustentabilidade.

7. Rosa, Isabel M. A. S; Ribeiro, Ricardo J. A. 2012. O paradigma da Paisagem na Construção da Arquitectura de Tradição. Caso de Estudo de Cidadelhe.  In Patrimônio e paisagem em espaços lusófonos e hispânicos: património arquitectónico e urbanístico, ed. Gazzaneo, L. (Coord.), 141 - 150. ISBN: 978-85-88341-49-4. Rio de Janeiro: Colecção PROARQ.
No âmbito do projecto de investigação “Aldeias em Paisagem Patrimonial¿?, desenvolvido no Centro de Investigação em Arquitectura, Urbanismo e Design (CIAUD) da Faculdade de Arquitectura – Universidade Técnica de Lisboa, Portugal (FA-UTL), financiado pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia – Ministério da Educação e da Ciência (FCT), estabelece-se aqui um conjunto de estratégias de intervenção de carácter ambiental, social e paisagístico para o desenvolvimento sustentável de Cidadelhe. De acordo com o referido estudo, considera-se que esta aldeia da Beira Interior deverá ser considerada um caso especial de salvaguarda a ser regulamentado pela Lei de Bases da Política de Ordenamento do Território (Lei n.º 48/98, de 11 de Agosto).


Artigos em revistas com arbitragem científica
Papers in periodics with scientific refereeing
1. Ribeiro, Ricardo J. A; Lopes, Joana I. S. C. 2014. "Landscape Process: coastal area transformation", Landscape: a place of cultivation, 1: 328 - 330.
2. Ribeiro, Ricardo J. A; Lopes, Joana I. S. C. 2014. "Cidade de Futuro - Visão do Sistema-Paisagem. Caso de estudo da cidade de Lisboa", Metamorfoses do Campo e da Cidade, 1: 0 - 11.
3. Rosa, Isabel M. A. S; Ribeiro, Ricardo J. A. 2012. "O Desempenho da Paisagem enquanto Construção da Arquitetura de Tradição em Portugal", DoCo 2012 – Documentazione e Conservazione del Patrimonio Architettonico ed Urbano.  5, 10: 55 - 60.

Trabalhos completos/resumidos em eventos com arbitragem científica
Papers in conference proceedings with scientific refereeing
1. Ribeiro, Ricardo J. A. 2017. "Contributos para o desenvolvimento de um Sistema de Interpretação Integrada da Paisagem centrado no estudo do seu Lugar Arquitectónico. Estudo de Caso do Parque Natural da Ria Formosa", Trabalho apresentado em I colóquio Ibérico de Paisagem - O estudo e a construção da Paisagem como problema metodológico, In Estudos de Paisagem. , Lisboa.
In a theoretical approach, the word Landscape arised from a knowledge sectorization about Nature that happened during Modernity. The current need for a landscape integrated interpretation results, in a significant part, from an understanding of the relationship between Man and Nature through the process of inhabiting. Its singular feature, altough depending on a cultural collective plan, emerges from what is called place, by which the architecture is simultaenously its evidence and its condition in the landscape. As an operative pratice, this kind of interpretation consists in understand the biophysical functioning systems of the landscape and, acoording that, to determine the human action’s possibilities and limits on the landscape. For this reason, a landscape conservation integrated strategy can only be physically and symbolically guaranteed as long as it is culturally recognized by the comunity. This is what we call ecological condition of the landscape. By detailing the description of these assumptions based on Ria Formosa Natural Park (as a coastal area located in the eastside of Algarve), the present paper aims to contribute to the development of a Landscape Integrated Interpretation System, which takes into account the preservation of the ecological condition, based on the study of its architectural place.

2. Ribeiro, R.; Antunes, E.. 2017. "Para uma Arquitectura do Mar. Contributo para uma metodologia de interpretação integrada das áreas costeiras", Trabalho apresentado em REPORT(H)A - II Meeting Environmental Changes in Historical Perspective, In Environmental Changes in Historical Perspective, Lisboa.
Em Portugal, a ocupação urbana do litoral esteve, numa fase inicial, confinada a uma fisiografia, clima e solo propícios à instalação das actividades humanas, associada à exploração dos recursos do mar, que era completada por uma economia de subsistência ligada à terra. Com a introdução de mecanismos de produção industrial e o consequente desenvolvimento de uma economia liberal no século XX, este sistema de exploração integrada, designe-se assim, ultrapassou o âmbito local, numa progressiva perda de identidade cultural por parte das comunidades envolvidas nesse sistema, tornando-se incompatível com os processos naturais de transformação da paisagem. Tentando compreender as causas e efeitos deste fenómeno, no que diz respeito aos factos urbanos, torna-se necessário desenvolver uma análise histórica e evolutiva das transformações ocorridas a nível social, económico, político e, também, ambiental na paisagem, tendo sempre em conta as necessidades humanas de apropriação cultural e biológica dos recursos disponíveis. Neste contexto, a arquitectura pode ser entendida como condição e testemunho desse processo de apropriação, como elemento físico constituinte da paisagem e como valor da urbanidade que daí resulta, tornando-se uma referência histórica (de permanência temporal) e sintomática (de relação emocional e afectiva) culturalmente reconhecida. .

3. Ribeiro, Ricardo J. A; Lopes, Joana I. S. C; Rosa, Isabel M. A. S. 2016. " The Landscape Suitability as a sustainable aspect of Architectural Cultural Heritage. Case Study of Ria Formosa Natural Park ", Trabalho apresentado em XIV International Forum od Studies “Le Vie dei Mercanti”, In World Heritage and Degradation: Smart Design, Planning and Technologies, Naples.
Since the 1970s, the heritage classification system has been including both tangible and intangible cultural expressions and more integrative criteria, depending on the ability of what is classified to be recognized by its community, contributing to the characterization and perpetuation of cultural identity. Within the landscape framework, that cultural identity is built through a codification process based on the interaction between the communities and their places according to the ecological conditions. As a result, the architecture has become the collective life of communities' expression and the unique character of landscape manifestation. However, the recent urban occupation, special in coastal areas, has been incompatible with the landscape transformation processes, by which was created a set of management tools and restrictive areas - like Natural Parks - to protect its values. Nevertheless, this kind of limited approach has been damaging in keeping the landscape alive and its communities have lost the sense of the architectural place". In this sense, the present paper seeks to describe the assumptions of an integrated interpretation methodology of landscape as a contribution to the sustainable conservation and valorization of architectural heritage. Such an approach considers the human action not as an exterior causality, but as an active principle of responsibility that is part of a community.

4. Boucault, François; Lopes, Joana I. S. C; Ribeiro, Ricardo J. A. 2015. "Integrative tools for landscape interpretation. Case Study of the Arrábida Maritime Coast", Trabalho apresentado em Workshop Landscape Reading Methodologies, In Landscape Reading Methodologies, Guimarães.
5. Lopes, Joana I. S. C; Ribeiro, Ricardo J. A. 2014. "Os SIG na análise do processo de ocupação romana em Portugal", Trabalho apresentado em V Encontro de Sistemas de Informação Geográfica - Recursos Agro-florestais e Ambientais. Aplicações SIG em Recursos Agro-florestais e Ambientais, In Aplicações SIG em Recursos Agro-florestais e Ambientais, Castelo Branco.
6. Ribeiro, Ricardo J. A; Rosa, Isabel M. A. S. 2013. "City of the Future – Vision of the Landscape-system. Study case in the city of Lisbon.", Trabalho apresentado em Colloque international Nature Urbaine en Projets. Vers une nouvelle alliance entre nature et ville, In Las Formes de la Nature Urbaine, Paris.



Apresentação oral de trabalho
Oral work presentation
1. Ribeiro, R.. The Urbanity of Coastal Areas. The Architectural Place in Landscape. Study Case of Ria Formosa Natural Park,2017 (Poster).
2. ANTUNES, Eduardo; Ribeiro, R.. Para uma arquitectura do mar: contributo para uma metodologia de interpretação integrada das áreas costeiras,REPORT(H)A - II Meeting Environmental Changes in Historical Perspective,Lisboa,2017 (Comunicação).
3. ANTUNES, Eduardo; Ribeiro, R.. For Sea Architectures,III CHAM International Conference – Oceans and Shores: Heritage, People and Environments,Lisboa,2017 (Poster).
4. Ribeiro, Ricardo J. A. Integrative tools for landscape interpretation. Case Study of the Arrábida Maritime Coast,Workshop Landscape Reading Methodologies,Guimarães,2015 (Comunicação).
5. Lopes, Joana I. S. C; Ribeiro, Ricardo J. A. Os SIG na análise do processo de ocupação romana em Portugal,V Encontro de Sistemas de Informação Geográfica - Recursos Agro-florestais e Ambientais,Castelo Branco,2014 (Comunicação).
6. Ribeiro, Ricardo J. A; Lopes, Joana I. S. C. O lugar da paisagem no litoral português,Seminário Arquitecturas do Mar, da Terra e do Ar. A arquitetura e o urbanismo na geografia e na cultura,Lisboa,2014 (Comunicação).
7. Ribeiro, Ricardo J. A; Lopes, Joana I. S. C; Santos, Tânia R. S; Mendes, Ana R. C; Figueira, Herbert. Landscape (Manifest)ation,2013 (Poster).
A | Thinking LandscapeHere we see the landscape as a manifestation of the transforming processes of the territory, the product of our gestures, driven by our desires, upon which we configure the environment in which we applied. It is by assigning meanings to lived experiences that we relate to the landscape, allowing recognize ourselves, or not, in the sites where we live in a constant dialogue between space and time. The dynamics of this dialogue lives in confrontation between different categories of time and space, where ecological processes time is different of man's time, giving different forms of space. It is then through this way of looking at the territory that we face the challenge of Porto Brandão, identifying the ecological and cultural conditions that determine and persist or not in time and space, identifying their weaknesses and strengths, enabling the attribution of meaning of the different ways of livingB | Reveal the processesIn a spatio-temporal perspective, the development process of these relations will develop through the analysis of the dynamics of the landscape, often invisible, identifying what their physical expression in the territory and what their patterns of behaviour, it is said, for example of ecological, cultural and economic factors. In addition to identifying this relationship, it is crucial to understand the variations of intensity, as are indicative of greater or lesser adaptability of each of these systems, when subjected to further change.




Outra produção artística/cultural
Other artistical/cultural production
1. Ribeiro, Ricardo J. A; Santos, Tânia R. S; Bargado, Patrícia F. [RE]xperi(Ê)ncia,2014.





Dados Complementares (Additional data)


Participação em eventos
Event participation
Participação como Relator
Participation as Commentator
1. Metodologias de Análise Integrada do Território, 2015 (Workshop).
Nome do evento: Ecologias da Arquitectura e do Território; Nome da Instituição: Sustenta - Laboratório de Projecto Sustentável; Cidade do evento: Lisboa / Faculdade de Arquitectura da Universidade de Lisboa.








Indicadores de produção (Production indicators)

Total
Produção científica
Scientific production
22

Livros e capítulos
Books and book chapters
13
Livros publicados ou organizados
Published or organized books
6
Capítulos de livros publicados
Published book chapters
7
Artigos científicos em revistas
Papers in periodics
3
Com arbitragem científica
With scientific refereeing
3
Trabalhos em eventos
Papers in conference proceedings
6
Com arbitragem científica
With scientific refereeing
6

Total
Produção técnica
Technical production
7

Outros tipos de produção técnica
Other technical production
7

Total
Produção artística/cultural
Artistical/cultural production
1


Total
Dados complementares
(Additional data)
1

Participação em Eventos
Event participation
1


Outras informações relevantes
Ricardo Dias Ribeiro is a Landscape Architect since 2010, and now he’s a Ph.<br>D.<br> student in Architecture at the Faculty of Architecture – the University of Lisbon, by which is developing an Integrative Interpretation System of Landscape, allowing the analysis of principal components that influence ecologic and cultural dynamics focused on coastal areas.<br> He’s also a member of the Research Center for Architecture, Urban Planning and Design (CIAUD), participating in research projects about “Potential Land-Use Ecological Plan”, “Sea Architectures” and “National Ecological Network”.<br>


Visualizações do curriculum [ 634 ]
 
Página gerada pela Plataforma de Curricula DeGóis promovida pela FCT e pelo Gávea/DSI/UM em 21-05-2019 às 05:33:19
Plataforma de Curricula DeGóis: http://www.degois.pt | Icons by Axialis Team
Co-Autores Relacionados no DeGóis (2)
 Co-authors listed in Degóis
Colaboração em projetos no DeGóis (7)
 Project collaboration in Degóis