Curriculum Vitae

João Manuel Marques Carrilho

Data da última atualização »Last update : 23/01/2018


Sound Artist, Compositor, Improvisador, Musicólogo. PhD em Ciência e Tecnologia das Artes. As suas obras foram apresentadas em Itália (55ª e 56ª Bienal de Veneza), China (798 Art District), Dinamarca (ARoS Kunstmuseum), Alemanha (Galerie Scheffel), Bélgica (Fundação Logos), Chile (Museo de Arte Contemporáneo, Santiago), França (Théâtre de la Ville), Brasil (Teatro Cacilda Becker, Teatro Martim Gonçalves), Holanda (Arnold Schoenberg Hall), Macau (Sands Theatre) e Portugal. Criou o duo Zul Zelub, com Jorge Lima Barreto. Colabora regularmente com a artista plástica Joana Vasconcelos, e com a coreógrafa Clara Andermatt.


Endereço de acesso a este CV:

http://www.degois.pt/visualizador/curriculum.jsp?key=2891105809311734


Dados pessoais (Personal data)
Nome completo
Full name
João Manuel Marques Carrilho
Nome em citações bibliográficas
Quoting name
Marques Carrilho, João Manuel
Domínio científico de atuação
Scientific domain
Engenharia e Tecnologia-Engenharia Electrotécnica, Electrónica e Informática.
Humanidades-Filosofia, Ética e Religião.
Ciências Exactas-Ciências da Computação e da Informação.
Endereço profissional
Professional address
Universidade Nova de Lisboa
Faculdade de Ciências Sociais e Humanas
Centro de Estudos de Sociologia e Estética Musical
Av. de Berna, 26 C
Lisboa
1069-061 Lisboa
Portugal
Telefone: (+351)217908300
Correio electrónico: jonasruna@gmail.com
Homepage: http://www.jonasruna.com/
Sexo
Gender
Masculino»Male




Graus Académicos (Academic Degrees)
2008-2015 Doutoramento
Phd
Doutoramento em Ciência e Tecnologia das Artes (3 anos » years) .
Universidade Católica Portuguesa, Portugal.

2004-2008 Licenciatura
Licentiate degree
Sonology. Composition, Performance and Research of Electronic Music (4 anos » years) .
Royal Conservatory of the Hague, Países Baixos.
Instituição portuguesa que atribuiu reconhecimento/equivalência/registo » Portuguese Instituition providing acknowledgement/equivalence/registry : Universidade Católica Portuguesa.





Formação complementar ( studies)
2002 Outros
Others
Licenciatura em Matemática Aplicada e Computação.
Universidade de Lisboa, Portugal.

1999 Outros
Others
Licenciatura em Engenharia Física Tecnológica.
Universidade de Lisboa, Portugal.





Vínculos profissionais (Professional Positions)
Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias
Set/2015-Actual Professor Auxiliar

Universidade Nova de Lisboa
Fev/2015-Actual Outra Situação

Escola Superior de Tecnologias e Artes de Lisboa
Set/2014-Jul/2015 Outra Situação

Centro de Investigação em Ciências e Tecnologias das Artes
Jan/2010-Jan/2015 Outra Situação

Fundação para a Ciência e a Tecnologia
Dez/2009-Dez/2013 Outra Situação

Conservatorio di Musica Benedetto Marcello di Venezia
Fev/2007-Jul/2007 Outra Situação





Atividades de Investigação e Desenvolvimento (Research and Development activities)
Universidade Nova de Lisboa
Jun/2016-Actual Faculdade de Ciências Sociais e Humanas
Linhas de investigação»Research fields:


Grupo de Investigação em Música Contemporânea






Atividades de Ensino (Teaching activities)
Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias
Set/2017-Actual
Curso»Academic program: Pós-Graduação em Produção e Tecnologia do Som

Disciplinas lecionadas»Taught units:

  • Síntese e Processamento de Sinais Audio(Regente)
  • Informática Musical: Composição e Investigação(Regente)


Set/2015-Actual
Curso»Academic program: Licenciatura em Ciência e Tecnologia do Som

Disciplinas lecionadas»Taught units:

  • Artes Sónicas(Regente)
  • Estudos Culturais(Regente)
  • Projecto Final(Regente)


Escola Superior de Tecnologias e Artes de Lisboa
Set/2014-Actual
Disciplinas lecionadas»Taught units:

  • Música Electrónica(Docente)






Linhas de Investigação (Research fields)
1. Grupo de Investigação em Música Contemporânea
Objectivos»Goals: GIMC (Grupo de Investigação em Música Contemporânea) is one of the working groups, part of CESEM. Evaluated as “Excellent” by the European Science Foundation in 2014, CESEM is a research unit dedicated to studies on the phenomenon of Music from a great variety of points of view — sociological, aesthetic, historical, compositional, etc. —, through, both disciplinary and interdisciplinary, and its interaction between the various areas of Musicology and between these and the other Social and Human Sciences. .




Projetos de Investigação (Research projects)
Participação como Investigador
Participation as Researcher
2017-2018
A técnica e os media como problema: da representação ao pensamento-Technique and Media as Problem: from Representation to Thought
Referência do projeto»Project reference: TMRP.
Projecto Exploratório de Investigação
Financiador(es)»Funding: Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias; Fundação para a Ciência e a Tecnologia.






Línguas (Languages)
Compreende
Understandig
Português (Bem), Inglês (Bem), Francês (Bem), Espanhol (Razoavelmente), Italiano (Razoavelmente).
Fala
Speaking
Português (Bem), Inglês (Bem), Francês (Bem), Espanhol (Razoavelmente), Italiano (Razoavelmente).

Reading
Português (Bem), Inglês (Bem), Francês (Bem), Espanhol (Bem), Italiano (Razoavelmente).
Escreve
Writing
Português (Bem), Inglês (Bem), Francês (Razoavelmente), Espanhol (Pouco), Italiano (Pouco).




Prémios e títulos (Awards Prizes, and Honours)
2011 Nomeação como representante português da música de khomus siberiana, The Museum and Centre of the Khomus of the World Peoples (Russia).
2015 Distinguido como um dos portugueses mais inovadores em todas as áreas, no âmbito do prémio “Nação Inovadora”, SIC NOTICIAS / AUDI.
2014 Composição Musical das Paisagens Sonoras Electrónicas de "Fica no Singelo", considerado o melhor espectáculo de Dança de 2014 (coreografia: Clara Andermatt), Público - Ípsilon.
2015 Sonoplastia e composição musical da obra de vídeo-arte "1989", vencedora do Prémio Sonae Media Art (realização: Tatiana Macedo), SONAE / Museu Nacional de Arte Contemporânea .




Membro de Associações Profissionais/Científicas (Professional/Scientific Association membership)
Ago/2014 - Actual International Jew's Harp Society, Membro.
Representante Português.
Jun/2013 - Actual Sociedade Portuguesa de Autores (SPA), Membro.
Out/2011 - Actual PEOPLE OF THE WORLD KHOMUS MUSEUM AND CENTER, Membro.
Representante Português.




Produção científica, técnica e artística/cultural (Scientific, technical and artistical/cultural production)
Textos em jornais ou revistas
Texts in newspapers or magazines
1. Marques Carrilho, J. M. 18 maio 2016. "Sound at the edge of consciousness: Biomusicology and Quantum Biology" animalia vegetalia mineralia | ecomedia & ecocritica studies (Year III - Number VII), 37 - 59.
2. Marques Carrilho, J. M. 30 nov. 2015. "Sound as a vibration of Life" animalia vegetalia mineralia | ecomedia & ecocritical studies (Year II - Number VI), 0 - 0.
3. Marques Carrilho, J. M. 03 abr. 2015. "Zoomusicology: The Wisdom of Living Sound (V)" animalia vegetalia mineralia | ecomedia & ecocritical studies (Year II - Number V), 0 - 0.
4. Marques Carrilho, J. M. 03 nov. 2014. "Zoomusicology: The Wisdom of Living Sound (IV)" animalia vegetalia mineralia | ecomedia & ecocritical studies (Year I - Number IV), 0 - 0.
5. Marques Carrilho, J. M. 13 ago. 2014. "Zoomusicology: The Wisdom of Living Sound (III)" animalia vegetalia mineralia | ecomedia & ecocritical studies (Year I - Number III), 0 - 0.
6. Marques Carrilho, J. M. 03 abr. 2014. "Zoomusicology: The Wisdom of Living Sound (I)" animalia vegetalia mineralia | ecomedia & ecocritica studies (Year I - Number I), 0 - 0.
ABSTRACT: The sound emissions from animals are currently studied in two ways: 1) from the point of view of communication (ethological studies) 2) the acoustic nature (anatomical and psychological studies). Both approaches refuse the aesthetic hypothesis. We thus introduce the scientific field of Zoomusicology, which extends the musical phenomenon well beyond mankind. After a brief conceptual contextualization, we discuss the contemporary concept of Zoomusicology, as presented by the composer and musicologist François-Bernard Mâche. We argue that it is a field with enormous potential for rigorous investigation, which has not been developed because of deeply rooted prejudices. Assuming the new conceptions would imply a radical redefinition of the role that music plays in the dialogue between mankind and nature.

7. Marques Carrilho, J. M. 03 abr. 2014. "Zoomusicology: The Wisdom of Living Sound (II)" animalia vegetalia mineralia | ecomedia & ecocritical studies (Year I - Number II), 0 - 0.
8. Marques Carrilho, J. M; Barreto, Jorge L. 25 nov. 2011. "Zul Zelub: Energia musical Irrealizada " REVISTA TRIPLOV de Artes, Religiões e Ciências - TriploII - Blog do TriploV, 0 - 0.
9. Marques Carrilho, J. M. 07 set. 2009. "Musica Electronica Documenta" Atlântida, 53 - 63.
10. Marques Carrilho, J. M. 25 abr. 2006. "Música e Filosofia desde Avicena" Atlântida, 93 - 101.

Partitura musical
Musical partitur
1. Marques Carrilho, J. M. 2013. "Luna Andermatt", 10 pp.. Portugal: Centro de Investigação & Informação da Música Portuguesa (MIC.PT). (Orquestra)
2. Marques Carrilho, J. M. 2013. "Sylvano Bussotti ", 1 pp.. Portugal: Centro de Investigação & Informação da Música Portuguesa (MIC.PT). (Orquestra)
3. Marques Carrilho, J. M. 2011. "Malevich, Concert for Kyma and Microtonal Amplified Orchestra", 25 pp.. Portugal: Centro de Investigação & Informação da Música Portuguesa (MIC.PT). (Orquestra)
4. Marques Carrilho, J. M. 2011. "Echi Colorati ", 3 pp.. Portugal: Centro de Investigação & Informação da Música Portuguesa (MIC.PT). (Outro)
5. Marques Carrilho, J. M. 2009. "Negus, for Organ", 8 pp.. Portugal: Centro de Investigação & Informação da Música Portuguesa (MIC.PT). (Outro)
6. Marques Carrilho, J. M. 2008. "Fluxo, for Solo Piano", 3 pp.. Portugal: Centro de Investigação & Informação da Música Portuguesa (MIC.PT). (Canto)
7. Marques Carrilho, J. M. 2008. "Occam’s Razor", 208 pp.. Portugal: Centro de Investigação & Informação da Música Portuguesa (MIC.PT). (Outro)
8. Marques Carrilho, J. M. 2007. "Il Contrappunto di Specie ", 12 pp.. Portugal: Centro de Investigação & Informação da Música Portuguesa (MIC.PT). (Outro)



Software sem registo ou patente
Software without patent or official record
1. Carrilho, João M. M. MathComp,2011.
MathComp é uma livraria de funções programadas na linguagem Mathematica para a Composição Assistida por Computador.

Apresentação oral de trabalho
Oral work presentation
1. Marques Carrilho, J. M. A Música e o Infinito,Dark Sky Alqueva,Mourão,2016 (Conferência ou palestra).
2. Marques Carrilho, J. M; Tércio, Daniel. A assinatura sonora de um corpo em movimento: cruzamentos entre dança e tecnologia,Conferência-Demonstração TeDance,Lisboa,2016 (Conferência ou palestra).
TeDance é um projeto de investigação/ação da responsabilidade do Prof. Daniel Tércio, investigador do INET-md, polo da FMH, que se centra nas questões da dança e da tecnologia. A utilização de um sistema de sensores inerciais ampliado pelo compositor Jonas Runa permite ao performer modelar o seu movimento tal como um compositor, com recurso à improvisação e explorando um novo sentido de incorporação. De um corpo sonoro a uma assinatura sonora de um corpo, pretende-se refletir e exemplificar as questões que nascem deste cruzamento.

3. Marques Carrilho, J. M. Kino Eyes: Music and Interactivity,Kino Eyes The European Movie Masters,Lisboa,2015 (Conferência ou palestra).
4. Marques Carrilho, J. M. Música Cósmica: O Som como Vibração da Vida,Starlight Party Alqueva: O céu e a terra como património da humanidade,Mourão,2015 (Conferência ou palestra).
5. Marques Carrilho, J. M. Energia Musical Irrealizada,1ª Bienal Jorge Lima Barreto,Vinhais,2014 (Conferência ou palestra).
6. Marques Carrilho, J. M. The liberation of Sound,Colóquios do Departamento de Física do IST,Lisboa,2014 (Conferência ou palestra).
7. Marques Carrilho, J. M. Invisible Instruments,7ª Temporada de Música do IST,Lisboa,2014 (Comunicação).
8. Marques Carrilho, J. M. TERZA PRATTICA: A Arte dos Sons na Idade da Tecnociência,Semana Internacional do Audiovisual e Multimédia,Lisboa,2014 (Outra).
9. Marques Carrilho, J. M. Jorge Lima Barreto,Ciclo ‘Nas Escritas Po.Ex’,Coimbra,2013 (Conferência ou palestra).
10. Marques Carrilho, J. M. Instrumentos Invisíveis: ciência e tecnologia na criação artística contemporânea,ciclo “ARTES PERFORMATIVAS E TECNOLOGIAS” – Conferências, Microlaboratórios, Performances e Debates,Lisboa,2013 (Outra).
11. Marques Carrilho, J. M; Vidolin, Alvise. From Luigi Nono to the 21st Century: An Infinity of Possibilities,55ª Bienal de Veneza,Veneza,2013 (Conferência ou palestra).
55th VENICE BIENNALE, PORTUGUESE PAVILION "TRAFARIA PRAIA". Conference by Jonas Runa (J. Marques Carrilho) & Alvise Vidolin; There is no thought without feeling. There is no feeling without thought. For centuries, composers worked from outside the sounds, combining them through symbolic representations to produce works of art. With the new electronic means, there was a radical paradigm shift, allowing the artists to immerse themselves inside sound. Electronic music was born out of two antagonistic perspectives: Musique concrète flourished in France in the late 1940s, extending the world of composition from the traditional orchestral instruments to all sounds that could be recorded with a microphone; Elektronische musik started in Germany, with the initial purpose of composing the sound itself, through its electric generation (sound synthesis).

12. Marques Carrilho, J. M. O Elogio da Abertura,ciclo ‘Quintas Abertas – Agricultura Electroacústica’,Parede,2013 (Conferência ou palestra).
13. Marques Carrilho, J. M. Khomus e Kyma: dois instrumentos musicais a descobrir,Cascais,2013 (Conferência ou palestra).

Curso de curta duração lecionado
Taught short course
1. Marques Carrilho, J. M. Som em Movimento / Movimento em Som, 2017 (Aperfeiçoamento), promovido por Associação dos Amigos de Arte Inclusiva - Dançando com a Diferença.
Duração: 1 semanas. Local: Associação dos Amigos de Arte Inclusiva - Dançando com a Diferença, Cidade: Funchal, Tipo de participação: Docente.
Workshop "Som em Movimento/Movimento em Som", com a Companhia de Dança "Dançando com a Diferença". 23 a 27 de Janeiro de 2017, Funchal.

2. Marques Carrilho, J. M; Rua, Vitor. ESTÚDIO DE CRIAÇÃO 2013 - Módulo de Música: Composição e Improvisação, 2013 (Outra), promovido por Associação Cultural Companhia Clara Andermatt (ACCCA) / Associação Cultural Sons da Lusofonia.
Duração: 25 horas. Local: Companhia Clara Andermatt, Cidade: Lisboa, Tipo de participação: Organizador.
Para profissionais das várias áreas artísticas – dança, teatro, música, performance, vídeo, artes plásticas. Ação de formação pluridisciplinar intensiva dirigida a profissionais das várias áreas artísticas com vertentes prática e teórica que coloca a tónica na Criação e na multidisciplinariedade. Visa partilhar métodos, técnicas discursivas e materiais de várias linguagens.

3. Marques Carrilho, J. M. Entre a Música e a Dança , 2013 (Aperfeiçoamento), promovido por Companhia Nacional de Bailado.
Duração: 3 dias. Local: Teatro Camões, Cidade: Lisboa, Tipo de participação: Docente.

Outra produção técnica
Other technical production
1. Marques Carrilho, J. M. TeDance - Technologically Expanded Dance,2015.
TeDance was presented at ICT 2015 (Innovate, Connect, Transform), 20-22 October 2015 in Lisbon, Portugal, organised by the European Commission, together with the Fundação para a Ciência e a Tecnologia. TeDance began in Lisbon in 2004. This project is based at the Faculty of Human Kinetics - ULisboa, and is coordinated by Daniel Tércio, a member of the research centre INET-MD. In 2008, TeDance integrated a network conceived by Ivani Santana called “Map and Program of Arts in Digital Dance – MAPA D2”, a virtual platform for interchange, broadcast and streaming dance and performance from IberoAmerica. In 2014, a telematic event in Lisbon, Salvador da Bahia and Santiago do Chile introduced a new dimension of staging. Displacing the usual compositional body presence into a stage network, dancers and technologists shared graphics and modulated sounds into a new choreographic environment. The articulation between different technological layers and devices was improved using a motion tracking system. Jonas Runa conceived a new software that turned that device into a sound generator.




Apresentação de obra artística
Artistical work presentation
1. Marques Carrilho, J. M. Synchronicity - 15 electronic performances at the Venice Biennale,2015 (Outra).
Performance integrated in the installation -Giardino dell'Eden- by Joana Vasconcelos; 56th Venice Biennale - Swatch Pavilion, 5, 6, 7, 8, 9 May 2015, ; “Synchronicity” is an interactive solo performance, combining: a) motion sensors (gyroscope and accelerometers); b) an electroluminescent light costume controlled wirelessly by a microprocessor (Arduino) and c) Electronic art music. The technology involved is thus at the frontier of its field (c.f. Computer Music Journal, 2014: The Mobile Phone as Musical Instrument). “Synchonicity” is performed inside -Giardino dell'Eden- (an installation by Joana Vasconcelos) and conceptually inspired by the homonymous book of C.G. Jung (Synchronicity: An Acausal Connecting Principle).

2. Marques Carrilho, J. M. Personare, Embodied in Vários Darmstadt 58 (Espetáculo de Dança Telemática entre Portugal, Brasil e Chile),2014 (Outra).
Estreia em Portugal: Anfiteatro 1 da Faculdade de Motricidade Humana, Cruz Quebrada, 27 e 28 de Setembro de 2014. Espetáculo de Dança Telemática em três países, simultaneamente: Portugal, Chile e Brasil. [ Vídeo e audio difundidos live pela Internet, e retransmitidos em cada teatro de cada país ]. Direção global e da equipa brasileira: Ivani Santana. Direção da equipa chilena: Rolando Cori. Direção da equipa portuguesa: Daniel Tércio. Jonas Runa: Composição e Interpretação Musical; Comunicação Audio (streaming) com Brasil e Chile, usando os softwares jacktrip, jackpilot. http://www.anillaculturalmac.cl/es/eventos/personare_embodied_in_varios_darmstadt58_danza_telematica.

3. Marques Carrilho, J. M. Concerto de Música Cósmica Intuitiva,2014 (Musical).
Jonas Runa: concerto de Música Cósmica Intuitiva acompanhando Observação Astronómica (Astrofísicos do Centro de Astrofísica da Universidade do Porto). Dark Sky Alqueva. Convento da Orada. 22-08-2014. Observação astronómica acompanhada pelos Guias do Céu Dark Sky® Alqueva Tiago Kalisvaart, Vítor Quinta e Olga Miguel e Astrofísicos do CAUP Filipe Pires, Ricardo Reis e Elsa Silva; Organização: Dark Sky® Alqueva e Câmara Municipal de Reguengos de Monsaraz Parceiros: CAUP, ESTSP/IPP, The Astrotourism Society e Membros da Rota Dark Sky® Alqueva.

4. Marques Carrilho, J. M; Prévost, Eddie; Kim, Jin H; Shishigin, Spiridon. Jonas Runa Cosmic Ensemble,2013 (Musical).
55th VENICE BIENNALE; PAVILION OF PORTUGAL "TRAFARIA PRAIA" - 1 June 2013 Jin Hi Kim is the world’s greatest Komungo player, a korean instrument from the IV century. She is known for introducing that instrument to the wider world through her contemporary chamber and orchestral compositions and large-scale multimedia pieces, as well as her extensive work in avant-garde and cross-cultural free improvisation. Eddie Prévost is a percussionist, and a leading figure in improvised music. He was one of the founders of the group AMM (which included the composer Cornelius Cardew). The core aesthetic of the ensemble is one of enquiry: there was no attempt to create a spontaneous music reflecting, or emulating, other forms. The AMM sound-world emerged from what Cardew referred to as 'searching for sounds'. Spiridon Shishigin is Khomus virtuoso (one of the oldest musical instruments known to mankind), teacher, writer. He has been propogating the khomus music for 30 years, improving the performing technique and the methods of playing. A shaman from Yakutiya, has been playing the Khomus since 10 years of age, and thus a specialist is music therapy : the spiritual “cure” using sound. He has released records in some of the world’s most important labels, such as WERGO “Soul of Yakutiya”. Jonas Runa is a composer and improviser in the field of “classical” electronic music. With a background in physics, mathematics, and sonology (composition, performance, and research in electronic music), he founded the group Zul Zelub, with Jorge Lima Barreto.

5. Marques Carrilho, J. M. Solo With Robot Orchestra,2013 (Musical).
55th VENICE BIENNALE; PAVILION OF PORTUGAL "TRAFARIA PRAIA" - 12 October 2013 (http://www.vasconcelostrafariapraia.com/en/programacao/) Jonas Runa: Concept and Musical Performance Kristof Lauwers: Technical Assistance Robot Orchestra of the Logos Foundation Instruments Godfried-Willem Raes Inventor of the Robots Solo with Robot Orchestra is a project craved out of the visionary worlds of Karel Capek (the inventor of the word Robot) and Godfried-Willem Raes, brought into existence through the enthusiastic support of Joana Vasconcelos. The human being is not only homo sapiens (rationality), but also homo demens (madness) and homo ludens (game), homo faber (productive action), homo economicus (interested only in personal profit), and so on. Intuition involves concepts in the limit of the thinkable, in the say way that Improvisation depends on an openness hic et nunc to the unforeseen. Scientific and cultural contemporaneity affirms itself as the end of certainties, where the concept of Noise is the hallmark of deconstruction and polysemy, from the positive sciences to philosophy and art, permeating the postmodern situation of music. The electronic world has become a sensory extension of our perception, memory, even imagination... The over-specialization of knowledge is one of the great tragedies of the current Era. Solo with Robot Orchestra attempts to explore the ineffable, unknown, and obscure area of creative musical thinking that escapes contemporary science and rationality, since reason appears nowadays restricted and fragmented, thus closed to the complexity of the Real. Like the fragmented body of cellist Zil Zelub, of Guido Buzzelli, we are experiencing a post-holocaust world of universal psychosis dominated by machines. But we should not forget music, poetry, or myth on the road to reality: It is urgent to reunite creative spiritual intentions with most advanced technology.

6. Marques Carrilho, J. M. Sagres, para 8 Apitos-Mestre e Kyma X,2011 (Musical).
Estreia: Navio NRP “Sagres”, atracado no Jardim do Tabaco, Lisboa 30 de Outubro de 2012, dia das comemorações dos 75 anos do Navio NRP Sagres Intérpretes: Marinheiros do Navio-Escola Sagres A concepção desta obra musical partiu de um princípio múltiplo: 1. Levar a música onde ela ainda não é considerada como tal; 2. Desenvolver a criatividade sonora de pessoas que não se julgam músicos; 3. Tornar musicais sons que ainda não são pensados artisticamente. O contexto escolhido foi então o navio NRP Sagres 480 , sendo os músicos o mestre e contramestres do navio. Uma das múltiplas particularidades do Sagres é a preservação, rara, de uma antiga prática: A utilização de sons de Apito-Mestre como forma de comunicação das mais diversas funções: ‘estibordo’, ‘bombordo’, ‘oficial ao Portaló’, ‘alvorada’ ou ‘silêncio’ são algumas das dezenas mensagens sonoras que estas pessoas utilizam no seu dia-a-dia, no seu trabalho. O objectivo foi assim transformar sons que são característicos dessa intensa atividade naval em sons musicais, organizados numa composição sonora, utilizando o próprio navio como palco.

7. Marques Carrilho, J. M; Shishigin, Spiridon. Khomus/Kyma (Museu do Côa),2011 (Musical).
Projeto Khomus/Kyma (Spiridon Shishigin/Jonas Runa); Spiridon Shishigin é um músico siberiano de origens nómadas, considerado o maior intérprete mundial de khomus, um dos instrumentos mais antigos do mundo, que toca desde os 10 anos de idade. É autor de vários artigos e livros sobre o instrumento.

8. Carrilho, João M. M; Barreto, Jorge L; Prévost, Eddie. Concerto de Zul Zelub + Eddie Prevost (Culturgest),2010 (Musical).
Jorge Lima Barreto: Piano; Jonas Runa: Kyma; Eddie Prévost: Drums; Culturgest, Ciclo "Isto é Jazz?" 10 de Dezembro de 2010 (Pequeno Auditório).

9. Marques Carrilho, J. M; Barreto, Jorge L. Zul Zelub (XV Bienal de Cerveira),2009 (Musical).
“Zul Zelub” de Jorge Lima Barreto e Jonas Runa & “OM” de Antonio Palolo na XV Bienal de Cerveira Concerto “Zul Zelub”, concerto multimédia de música de vanguarda e experimental. vídeo “OM” – Key to the Universe – de António Palolo. (Projecção simultânea).

10. Carrilho, João M. M; Barreto, Jorge L; Berrocal, Jacques. Concerto de Zul Zelub + Jacques Berrocal (Casa da Música),2009 (Musical).
Jorge Lima Barreto: Piano; Jonas Runa: Kyma; Jacques Berrocal: Trumpet.

Obra de artes visuais
Visual art production
1. Marques Carrilho, J. M; Vasconcelos, Joana. Call Center (Sinfonia Eletroacústica para Escultura de 168 Telefones),2016 (Outra).
Call Center is a multisensory experience: 1) as a visual work of art, it was conceived by the plastic artist Joana Vasconcelos 2) as a sound-sculpture, it contains music composed by Jonas Runa Globalization in the age of technoscience unfolds a new phenomenology of the presence, allowing our existence to be projected, simultaneously, into different spaces and different times. With light-speed satellite communications, the same voice may be heard live, both in the Sahara and China; the same image can be seen in Australia as well as in the Moon, at the same time. The telephone is one of the clearest examples of the dissociation of our own presence. The sound of our voice is here, there and everywhere: it may no longer originate from our own mouth. This cleavage was the basis for a primordial type of electronic music, namely Musique Concrète. In the physical world, sounds follow causality to a large degree: An instrument only produces a sound as a result of a gesture made by a musician. When we decouple the physical action from it’s audible result, sound becomes pure sound, and not a consequence of anything else. It is itself, and, as pure sound, it requires a much more attentive listening. While Science is mainly focused on reductionist approaches (“divide and conquer” strategies), it is up to Art to produce models of holistic unification. To compete with the atomic bomb, all the weapons of mass destruction and all the mind-controlling mass media, Art must abandon all traditional notions of Beauty. A symphony of telephones played by a giant gun might thus compete with the horrors that can be seen in everyday television - the explosion of information symbolically unified in the immediacy of a sensation.

2. Marques Carrilho, J. M; Vasconcelos, Joana. AEGIR (Composição Musical e Luminosa para a obra VALKYRIE RÁN, de Joana Vasconcelos),2016 (Outra).
3. Marques Carrilho, J. M; Vasconcelos, Joana. POP GALO (Composição Musical e Luminosa para escultura de Joana Vasconcelos),2016 (Outra).
4. Marques Carrilho, J. M. Piano Dentelle Electrolírico (Performance using -Piano Dentelle #2-, by Joana Vasconcelos) ,2014 (Outra).
Apresentações: 05/07/2014, Centro Cultural Solar dos Condes de Vinhais, Vinhais (http://www.turismo-braganca.com/blog/1a-bienal-jorge-lima-barreto-vinhais/) 21/05/2016, Jakobshallen, Galerie Scheffel, Frankfurt, Alemanha.


Sonoplastia
Sound moulding
1. Marques Carrilho, J. M. Novo-Velho Circo: Os acrobatas do desejo (Circo Contemporâneo),2015 (Outra).
Encenação e Direcção: Clara Andermatt Composição Musical e Sonoplastia: Jonas Runa Cenografia: Emanuel Santos Desenho de luz: Wilma Moutinho Figurinos: Julieta Rodrigues Intérpretes: André Araújo, Bruno Machado, Francesco Cerutti, Jolanda Loellmann, Julieta Rodrigues, Mickaella Dantas Produção: Radar 360º e ACCCA – Companhia Clara Andermatt Co-produtores: Teatro Viriato, Rivoli Teatro Municipal, Centro Cultural Vila Flôr.

2. Marques Carrilho, J. M. 1989 (Instalação/Tríptico Vídeo),2015 (Outra).
Composição Musical e Sonoplastia de "1989", Instalação/Tríptico-Vídeo (Realização: Tatiana Macedo). MUSEU NACIONAL DE ARTE CONTEMPORÂNEA (MNAC) : de 21/11/2015 a 31/01/2016 Prémio Sonae Media Art 2015.

3. Marques Carrilho, J. M. Dance Bailarina Dance (Dança Contemporânea),2013 (Outra).
Coreografia de Clara Andermatt; Interpretação: Companhia Nacional de Bailado; Momento musical electrónico e Programação de iphones como instrumentos musicais: Jonas Runa; Estreia a 26 de abril de 2013, no Teatro Camões em Lisboa. Outras apresentações no Teatro Camões de 27-29 de Abril de 2013, e de 3 a 5 de Maio de 2013.

4. Marques Carrilho, J. M. Fica no Singelo (Dança Contemporânea),2013 (Outra).
Coreografia de Clara Andermatt; 13 e 14 DE DEZEMBRO 2013 - Teatro Viriato, Viseu; 24 e 25 DE JANEIRO 2014 - Culturgest, Lisboa; 6 DE FEVEREIRO 2014 - Centro Cultural Vila Flôr, Guimarães; 6 E 7 DE JUNHO - Teatro Nacional S. João, Porto; 13 DE JUNHO - Fundação Eugénio de Almeida, Évora (Festival Lá Fora); 27 DE SETEMBRO - Teatro Virgínia, Torres Novas (FESTIVAL MATERIAIS DIVERSOS); 5 DE DEZEMBRO - Cine-Teatro de Estarreja; 20 DE MARÇO 2015 - Teatro Municipal Joaquim Benite, Almada; 29 DE MAIO 2015 - Teatro de Vila Real, Vila Real; 2, 3 E 4 DE OUTUBRO 2015, São Luiz Teatro Municipal, Lisboa.

5. Marques Carrilho, J. M. Dez Mil Seres (Dança Contemporânea),2012 (Outra).
Coreografia de Clara Andermatt; Interpretação: Grupo Dançando com a Diferença. Composição Musical: Jonas Runa Centro das Artes Casa das Mudas, Calheta, Madeira. Portugal: Estreia a 8 de novembro de 2012. Outras apresentações a 9, 10, e 11 de novembro de 2012. Jardins das Grutas de São Vicente, Madeira : 19 de Agosto de 2013. Teatro Cacilda Becker, Rio de Janeiro, Brasil: 12 de Setembro de 2013. Teatro Carlos Alberto, Porto: 9 de Setembro de 2015.


Outra produção artística/cultural
Other artistical/cultural production
1. Marques Carrilho, J. M; Andermatt, Clara; Sá Dantas, A. (Coreografia) Suspensão ,2016.
Criação/interpretação/espaço cénico: Clara Andermatt, Jonas Runa e António Sá-Dantas Sistema electrónico de interação luz/som: Jonas Runa Desenho de luz: Wilma Moutinho Figurinos: Ana Direito Construção espaço cénico: Sergio Cobos Assistência: Guy Swinnerton Consultor artístico: Vítor Rua Produção: ACCCA Coprodução: Teatro Viriato Estreia: 12/03/2016, Teatro Viriato, Viseu Outras apresentações: 13/05/2016, Teatro Municipal Joaquim Benite, Almada.

2. Marques Carrilho, J. M; Barreto, Jorge L. (CD) Zul Zelub. Ultimaton. Plancton Music,2012.
"Zul Zelub" foi um projecto de música electroacústica para piano e computador, electronic live, fundado no ano de 2007 por Jorge Lima Barreto e Jonas Runa; Atitude conceptual radicalista, a teoria da "energia musical irrealizada" aborda um investimento puramente mental da memória e da vontade - entidade inaudível - aspecto musical secreto, não expresso, desejo do insubstancial, força parapsíquica que não gera matéria, conceito antecipatório abandonado, formulação virtual como num sonho, ou ciberviagem; Projecto para piano e música informática: O piano era captado pelo micro e recolhido no computador. O músico informático, o compositor João Marques Carrilho, nome: Jonas Runa; arquiva, interfere, sobrepõe timbres, lapsos fraseológicos, interlóquio em tempo real. O jogo do piano tem um carácter experimentalista, fluxo de improvisações e funde-se num discurso aberto em permanente acção, desdobrando-se em noções e dinâmicas de tempo (retardado, assíncrono, síncrono, acelerado) e no sentido de inventar novos espaços sonoros. O duo propôs-se interagir com outros músicos ou performers ou acções interartísticas eventuais, e para os espectáculos apresentou videos DVD originais, e diaporamas. A sua cenografia foi um novo conceito de instalação e, Zul Zelub tinha previstas actuações em instalações plásticas e multimédia de outros artistas. .






Dados Complementares (Additional data)


Participação no júri de Graus Académicos
Academic Degrees jury participation


Mestrado
Master degree
1. Marques Carrilho, João Manuel. Participação no júri de CYRIL SANTOS. Técnicas de Gravação e reprodução de áudio tridimensional - História e perspectivas, 2018.  Dissertação (Mestrado em Estudos Cinematográficos) - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias.


Participação em eventos
Event participation
Participação como Membro da Comissão Científica
Participation as Member of the Program Committee
1. International Conference Stereo & Immersive Media’16: Photography and Sound Research, 2016 (Conferência).
Nome do evento: International Conference Stereo & Immersive Media’16; Nome da Instituição: Universidade Lusófona; Cidade do evento: Lisboa / Universidade Lusófona | Faculdade de Belas Artes, Universidade de Lisboa.
The International Conference Stereo & Immersive Media’16 aims to gather researchers, artists, curators, and archivists working on visual and sound media renowned for their immersive features. “Stereo” environments (stereoscopic and stereophonic) have been widening the fields of photography and sound since the 19th century, contributing to the emergence of a progressively immersive media culture. This conference aims to bring together photography and sound research fields and their relationship with stereo environments, including other immersive visual media (e.g. panoramas, optical displays or virtual games) as well as sound art practices.

Participação como Moderador
Participation as Chairman
1. International Conference Stereo & Immersive Media’16: Photography and Sound Research, 2016 (Conferência).
Nome do evento: Painel "Sonic Arts and New Technologies "; Nome da Instituição: Universidade Lusófona; Cidade do evento: Lisboa / Universidade Lusófona | Faculdade de Belas Artes, Universidade de Lisboa.

Outro tipo de participação
Other kind of participation
1. Semana Internacional do Audiovisual e Multimédia, 2017 (Outra).
Nome do evento: CONCERTO PARA COMPUTADORES - Semana Internacional do Audiovisual e Multimédia ; Nome da Instituição: Universidade Lusófona; Cidade do evento: Lisboa / Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias - Auditório Atlântico.
Jonas Runa: Direcção artística.
2. Computing Music IV : Simpósio Internacional de Música Informática do GIMIK: (Initiative Musik und Informatik Köln), 2006 (Simpósio).
Nome do evento: Simpósio Internacional de Música Informática do GIMIK: (Initiative Musik und Informatik Köln); Nome da Instituição: GIMIK: (Initiative Musik und Informatik Köln); Cidade do evento: Colónia / Colónia.
Simpósio Internacional que contou com a participação dos maiores compositores mundiais de computer music, entre os quais GM Koenig, Vaggione, Clarence Barlow, Trevor Wishart, etc e também de outras entidades artísticas como a Fundação Logos.



Participação editorial em revistas
Magazine editorial participation
1. Marques Carrilho, João Manuel. International Journal on Stereo & Immersive Media, de 2017/03/01 até 2017/03/30, Função ou tipo de participação: Reviewer, Editora: Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias.
The International Journal on Stereo & Immersive Media is a new open access and peer-reviewed journal that aims to reflect on the emergence of our progressively immersive media culture with a historical, critical and contemporary perspective. This immersive media culture depends both on state of the art technologies and on historical and archaeological media that once sought to expand our sensory experiences. Stereo technologies (stereoscopic and stereophonic) are an accomplished example of this desire to add a sense of presence to visual and audio experiences, participating in and boosting contemporary technologies.








Indicadores de produção (Production indicators)

Total
Produção científica
Scientific production
18

Textos em jornais ou revistas
Texts in journals or magazines
10
Revistas
Magazines
10
Outros tipos de produção científica
Other scientific production
8

Total
Produção técnica
Technical production
18

Software 1
Software sem registo ou patente
Software without patent or official record
1
Outros tipos de produção técnica
Other technical production
17

Total
Produção artística/cultural
Artistical/cultural production
21


Total
Dados complementares
(Additional data)
6

Participação no Júri de Graus Académicos
Academic Degrees jury participation
1
Participação em Eventos
Event participation
4
Participação editorial em revistas
Magazine editorial participation
1


Outras informações relevantes
João Manuel Marques Carrilho (Jonas Runa).
Composer/improviser, researcher and musicologist.
Inventor of electronic musical instruments.
His works have been presented in Italy (55th and 56th Venice Biennale), China (798 Art District Beijing), Denmark (ARoS Aarhus KunstMuseum), Germany (Galerie Scheffel, Bad Homburg), Belgium (Logos Foundation, Ghent), Chile (Museo de Arte Contemporáneo, Santiago), France (Théâtre de la Ville, Paris), Brasil (Teatro Cacilda Becker, São Paulo; Teatro Martim Gonçalves, Salvador da Bahia), The Netherlands (Arnold Schoenberg Hall, The Hague), Macau (Sands Theatre) and Portugal (CCB; Casa da Música; Palácio Nacional da Ajuda; Teatro Camões; Museu Nacional de Arte Contemporânea do Chiado; São Luiz Teatro Municipal; Museu da Música Portuguesa; Bienal de Cerveira; Teatro Thalia; Festa do Avante; Teatro Viriato; Museu do Côa; Centro das Artes Casa das Mudas, Madeira; Atelier Joana Vasconcelos).


Visualizações do curriculum [ 1234 ]
 
Página gerada pela Plataforma de Curricula DeGóis promovida pela FCT e pelo Gávea/DSI/UM em 20-02-2019 às 06:58:03
Plataforma de Curricula DeGóis: http://www.degois.pt | Icons by Axialis Team
Colaboração em projetos no DeGóis (1)
 Project collaboration in Degóis