Curriculum Vitae

Rita Maria da Silva Marnoto

Data da última atualização »Last update : 01/05/2018


Rita Marnoto é Professora da Faculdade de Letras e do Colégio das Artes da Universidade de Coimbra, onde lecciona Estudos Italianos, Tradução e Literatura e Artes. É Directora do Doutoramento em Línguas Modernas - Culturas, Literaturas, Tradução, Coordenadora da Secção de Estudos Italianos e Vice-Presidente do "Centre International d’ Études Portugaises de Genève". Dedicou trabalhos à literatura italiana contemporânea (vanguardas históricas, teatro moderno, neo-realismo, pós-modernismo), às vanguardas portuguesas do início do século XX e à recepção de Pirandello e de outros escritores contemporâneos em Portugal; às relações entre Portugal e Itália na época do Risorgimento; à história da literatura portuguesa do século XVIII e à Arcadia Romana; à poesia portuguesa barroca; a Luís de Camões, coordenando um projecto sobre o seu comentário, à sociedade de corte ou ao petrarquismo português do século XVI. Traduziu para português Bodoni e Pirandello. Estabeleceu o texto do diário de Fernando Távora. Além disso, tem vindo a desenvolver actividade no campo da dramaturgia e da reflexão sobre as artes plásticas. Utiliza uma metodologia que tem na sua base a hermenêutica do texto, potenciando valências que explora à luz de contributos metodológicos que se estendem da semiótica à crítica textual, à história literária ou aos estudos inter-artes, de forma a inserir o fenómeno literário numa rede de centralidades, à margem de pressupostos de hierarquização. Ao considerar o dinamismo e a heterogeneidade como suas marcas intrínsecas, privilegia a intersecção entre línguas e literaturas, em particular a italiana e a portuguesa, campos artísticos e faixas diacrónicas. Recebeu várias distinções, de entre as quais a de «Grande Ufficiale della Repubblica» do «Ordine della Stella della Solidarietà Italiana», atribuído pelo Presidente da República Italiana Carlo Azeglio Ciampi.


Endereço de acesso a este CV:

http://www.degois.pt/visualizador/curriculum.jsp?key=2737429086568739


Dados pessoais (Personal data)
Nome completo
Full name
Rita Maria da Silva Marnoto
Nome em citações bibliográficas
Quoting name
Marnoto, Rita
Categoria profissional
Position
Professor Associado com Agregação
Domínio científico de atuação
Scientific domain
Humanidades-Artes.
Humanidades-Línguas e Literaturas.
Endereço profissional
Professional address
Universidade de Coimbra
Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra / Praça da Porta Férrea
3004--530 Coimbra
Portugal
Telefone: (+351)239859900
Fax: (+351)239836733
Correio electrónico: rmarnoto@fl.uc.pt
Sexo
Gender
Feminino»Female




Graus Académicos (Academic Degrees)
2005 Agregação
Aggregation
Universidade de Coimbra, Portugal.

1983-1994 Doutoramento
Phd
Literatura Italiana.
Universidade de Coimbra, Portugal.

1975-1979 Licenciatura
Licentiate degree
Línguas e Literaturas Modernas. Português-Francês (4 anos » years) .
Universidade de Coimbra, Portugal.

1975-1978 Bacharelato
Bachelor degree
Línguas e Literaturas Modernas. Português-Francês (4 anos » years) .
Universidade de Coimbra, Portugal.





Vínculos profissionais (Professional Positions)
Universidade de Coimbra
Abr/2018-Actual Professor Catedrático

Universidade de Coimbra
Set/2005-Actual Professor Associado com Agregação

Universidade de Coimbra
Jan/2002-Set/2005 Professor Associado

Universidade Católica Portuguesa Polo Regional das Beiras
Set/1999-Jul/2004 Professor Associado

Universidade de Coimbra
Jan/1997-Dez/2002 Professor Associado

Universidade de Coimbra
Dez/1994-Jan/1997 Professor Auxiliar

Universidade de Coimbra
Out/1979-Dez/1994 Assistente





Atividades de Ensino (Teaching activities)
Universidade de Coimbra
Set/2017-Actual
Disciplinas lecionadas»Taught units:

  • Doutoramento em Línguas Modernas: Literatura e Cultura de Língua Italiana I Literatura e Cultura de Língua Italiana I (Regente)


Fev/2016-Actual
Disciplinas lecionadas»Taught units:

  • Doutoramento em Línguas Modernas: Práticas de Tradução(Regente)


Fev/2016-Actual
Disciplinas lecionadas»Taught units:

  • Licenciatura em Línguas Modernas: História da Língua Italiana(Regente)


Set/2015-Actual
Disciplinas lecionadas»Taught units:

  • Licenciatura em Línguas Modernas: Clássicos da Literatura Italiana (Regente)


Set/2015-Actual
Disciplinas lecionadas»Taught units:

  • Licenciatura em Línguas Modernas: Literatura Italiana do Classicismo (Regente)


Set/2013-Actual
Disciplinas lecionadas»Taught units:

  • Mestrado em Estudos de Cultura, Literatura e Línguas Modernas: Literatura e Artes (Regente)


Set/2010-Fev/2017
Disciplinas lecionadas»Taught units:

  • Doutoramento em Arte Contemporânea - CUC: Seminário de Arte Contemporânea I(Regente)


Set/2005-Jul/2016
Disciplinas lecionadas»Taught units:

  • Mestrado em Tradução: Tradução Italiano-Português(Regente)


Set/2012-Jul/2015
Disciplinas lecionadas»Taught units:

  • Mestrado em Crítica de Arte e de Arquitectura: Seminário de Orientação (Regente)


Fev/2014-Jul/2014
Disciplinas lecionadas»Taught units:

  • Doutoramento em Culturas e Literaturas Modernas: Literatura e Artes (Regente)


Set/2010-Jul/2013
Disciplinas lecionadas»Taught units:

  • Mestrado em Crítica de Arte e de Arquitectura: Seminário de Escrita(Regente)


Set/2008-Jul/2013
Disciplinas lecionadas»Taught units:

  • Mestrado em Estudos Literários e Culturais: Cultura e Literatura de Língua Italiana(Regente)






Atividades de Direção e Administração (Management and Administration activities)
Universidade de Coimbra
Mai/2015-Actual
- Coordenadora da Secção de Estudos Italianos


Abr/2014-Actual Departamento de Línguas, Literaturas e Culturas,Faculdade de Letras
- Coordenadora do Curso de Doutoramento em Línguas Modernas - Culturas, Literaturas, Tradução


Mai/2015-Dez/2017
- Sub-Directora do Colégio das Artes da Universidade de Coimbra


Jan/2016-Dez/2016
- Sub-Directora do Instituto de Investigação Interdisciplinar da Universidade de Coimbra


Mai/2011-Mai/2013
- Diretora do Departamento de Línguas, Literaturas e Culturas


Mai/2009-Mai/2013
- Responsável pela Área de Italiano


Jan/1995-Mai/2003
- Diretora do Instituto de Estudos Italianos






Línguas (Languages)
Compreende
Understandig
Italiano (Bem), Francês (Bem), Inglês (Bem), Alemão (Bem), Espanhol (Bem).
Fala
Speaking
Italiano (Bem), Francês (Bem), Inglês (Bem), Alemão (Razoavelmente), Espanhol (Razoavelmente).

Reading
Italiano (Bem), Francês (Bem), Inglês (Bem), Alemão (Razoavelmente), Espanhol (Bem).
Escreve
Writing
Italiano (Bem), Francês (Bem), Inglês (Razoavelmente), Alemão (Razoavelmente), Espanhol (Razoavelmente).




Prémios e títulos (Awards Prizes, and Honours)
2005 Premio Flaiano di Italianistica, Alto Patronato del Presidente della Repubblica.
2005 “Grande Ufficiale della Repubblica”, grau superior do “Ordine della Stella della Solidarietà Italiana”, Presidente da República Italiana, Carlo Azeglio Ciampi.
2007 Diploma de Mérito Cultural, Academia Brasileira de Filologia.
2016 Galardão João Carvalho, Associação Cultural de Ílhavo.




Membro de Associações Profissionais/Científicas (Professional/Scientific Association membership)
Jan/2004 - Actual Associação Portuguesa para a História do Ensino das Línguas e Literaturas Estrangeiras, Membro.
Vice-Presidente da Assembleia-Geral (2002-2003) Secretária do Conselho Fiscal (2003-2004).
Jan/1995 - Actual Associação Portuguesa de Estudos Clássicos, Membro.
Jan/1994 - Actual Associação Portuguesa de Literatura Comparada, Membro.
Secretária do Conselho Fiscal (2006-2008) Presidente da Mesa da Assembleia Geral (2010-2012).
Jan/1990 - Actual Associação Internacional de Lusitanistas, Membro.




Produção científica, técnica e artística/cultural (Scientific, technical and artistical/cultural production)
Livros publicados/organizados ou edições
Published/organized books or Editions
1. Marnoto, Rita. 2017. Cortegiano e cortesão. Baldassarre Castiglione e D. Miguel da Silva. ed. 1, ISBN: 978 2 8399 2224 1. Genève: Centre International d’Études Portugaises.
2. Marnoto, Rita. ed. 2016. Comentário a Camões. Vol. 3. Sôbolos rios, Odes ed. 1, ISBN: 978 2 8399 2001 8. Genève: Centre d’Études Lusophones.
Introdução, 7-10. Textos de Vasco Graça Moura, Barbara Spaggiari, Maurizio Perugi, Soledad Pérez-Abadín Barro.

3. Marnoto, Rita. ed. 2016. Vanguardas ed. 1, ISBN: 978 989 99425 5 4. Coimbra: Colégio das Artes da Universidade de Coimbra.
Rec. Henriques, Marisa das Neves. 2017. Colóquio Letras 195: 278-280. Introdução, 5-6. Textos de Fernando Cabral Martins, Giusi Baldissone, Cezary Bronowski, José Manuel de Vasconcelos, Stefania Stefanelli, Clelia Bettini, Manuel Ferro, Rita Marnoto, María Antonia Yélamos Martínez, Ana Marques Gastão.

4. Marnoto, Rita. ed. 2016. Comentário a Camões. Vol. 4. Sonetos, Redondilhas ed. 1, ISBN: 978 2 8399 1946 3. Genève: Centre d’Études Lusophones.
Introdução, 7-10. Textos de Maurizio Perugi, Valeria Tocco, Roberto Gigliucci, Helder Macedo, Rita Marnoto.

5. Marnoto, Rita. ed. 2016. Luís de Camões. Os Lusíadas ed. 1, ISBN: 978 972 40 6542 7. Coimbra: Almedina.
6. Marnoto, Rita. 2015. O petrarquismo português do «Cancioneiro Geral» a Camões. ed. 1, ISBN: 978 972 27 2326 8. Lisboa: Imprensa Nacional – Casa da Moeda .
Rec. Earle, T. F. 2016. Colóquio. Letras 193: 261-262. Rec. Macedo, Helder. 2016. Estudos Italianos em Portugal n. s. 11: 204-207 10.14195/0870-8584_11_19 Rec. Simões, Manuel G. 2016. Rassegna Iberistica 39, 109: 405-406.

7. Marnoto, Rita. ed. 2012. «On board» Diary. Vol. 1. Diário de «bordo» ed. 1, ISBN: 978 989 20 3394 5. Porto: Casa da Arquitectura, Fundação Instituto Arquitecto Marques da Silva.
Coord. Álvaro Siza. Trad. Jane Considine & Tiago Esquível Faria. The eyes and the mind, 13-32.

8. Marnoto, Rita. ed. 2012. Cinco ensaios circum-camonianos ed. 1, ISBN: 978 989 98092 2 2. Coimbra: CIEC.
Rec. Celani, Simone. 2014. Critica del Testo 17, 2: 205-231. Rec. Matos, Maria Vitalina. 2014. Colóquio. Letras 187: 260-262. Rec. Pinho, Sebastião Tavares de. 2015. Humanitas 67: 292-293 10.14195/2183-1718_67_29 Rec. Rodrigues, Ernesto. 2013. Estudos Italianos em Portugal n. s. 8: 200-205 10.14195/0870-8584_8_15 Introdução, 7-9. Textos de Maria Luisa Meneghetti, Cesare Segre, Giuseppe Tavani.

9. Marnoto, Rita. ed. 2012. Diário de «bordo». Vol. 1. Diário de «bordo» ed. 1, ISBN: 978 989 20 3394 5. Porto: Casa da Arquitectura, Fundação Instituto Arquitecto Marques da Silva.
Coord. Álvaro Siza. Os olhos e a mente, 13-32.

10. Marnoto, Rita. ed. 2012. Comentário a Camões. Vol. 2. Sonetos ed. 1, ISBN: 978 972 795 329 5. Lisboa: Cotovia.
Rec. Celani, Simone. 2014. Critica del Testo 17, 2: 205-231. Rec. Torrão, João Manuel. 2015. Humanitas 66: 470-471 10.14195/2183 Textos de Maurizio Perugi, Clelia Bettini, Marimilda Rosa Vitali. Introdução, 9-12.

11. Marnoto, Rita. ed. 2012. Comentário a Camões. Vol. 1. Sonetos ed. 1, ISBN: 978 972 795 330 1. Lisboa: Cotovia.
Rec. Celani, Simone. 2014. Critica del Testo 17, 2: 205-231. Rec. Torrão, João Manuel. 2015. Humanitas 66: 470-471 10.14195/2183 Introdução, 9-12. Textos de Maurizio Perugi, Rita Marnoto, Roberto Gigliucci, Barbara Spaggiari.

12. Marnoto, Rita. ed. 2012. Diário de «bordo». Facsímile ed. 1, ISBN: 978 989 20 3394 5. Porto: Casa da Arquitectura, Fundação Instituto Arquitecto Marques da Silva.
Coord. Álvaro Siza.

13. Marnoto, Rita. ed. 2011. Causa pública ed. 1. Coimbra: Instituto de Estudos Italianos da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra, Imprensa da Univer.
EBSCO. Série Leonardo, 6. Introdução, 5-6. Textos de Armando Gnisci, Rita Marnoto, Clelia Bettini, Omar Calabrese, Giuseppe Galasso, Massimo Morigi, Marco Gomes, Nando dalla Chiesa, Jorge Pais de Sousa, Rui Manuel Figueiredo Marcos.

14. Marnoto, Rita. 2010. História crítica da literatura portuguesa. Vol. 4. Neoclassicismo e Pré-Romantismo. ed. 1, ISBN: 978 972 22 3003 2. Lisboa: Babel, Verbo .
Direcção Carlos Reis.

15. Marnoto, Rita. ed. 2009. Imaginação e literatura ed. 1, ISBN: 978 972 95222 4 6. Coimbra: Instituto de Estudos Italianos da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra .
EBSCO. Série Leonardo, 5. Introdução, 5-7. Textos de Giulio Ferroni, Maria Luísa Malato Borralho, Manuel Ferro, Daniela Di Pasquale, Ana Maria Machado, Lino Mioni, Alberto Sismondini, Stefano Jossa, Rita Marnoto.

16. Marnoto, Rita. 2009. Francisco Levita, Negreiros-Dantas, Uma página para a história da literatura nacional. Óscar, Pereira São-Pedro (Pintor), Tristão de Teive, Príncipe de Judá, Coimbra Manifesto 1925. ed. 1, ISBN: 978 989 603 038 4. Lisboa: Fenda.
17. Marnoto, Rita; Topa, Francisco. eds. 2009. «Nel mezzo del cammin». Actas da Jornada de Estudos Italianos em honra de Giuseppe Mea ed. 1, ISBN: 978 989 96206 1 2. Porto: Sombra pela Cintura .
Textos de Agostinho Araújo, Albano Martins, Alberto Sismondini, Aniello Angelo Avella, Brunello De Cusatis, Catia Benedetti, Celina Silva, Cidália Dinis, Clelia Bettini, Cristina A. M. de Marinho, Danyel Guerra, Elio Pecora, Elisa Gomes da Torre, Elsa Pereira, Francisco Topa, Geraldo J. A. Coelho Dias, Giulia Lanciani, Giuseppe Tavani, Jorge Martins Ribeiro, José Manuel Martins, Maciel Morais Santos, Manuel Augusto Rodrigues, Maria Bochicchio, Mariagrazia Russo, Maria João Reynaud, Maria Luisa Cusati, Maria Luisa Malato Borralho, Mário Cláudio, Mário Vilela, Marta Afonso, Monica Lupetti, Patrícia de Almeida Silva, Rita Ciotta Neves, Rita Marnoto, Simonetta Neto, Susana Restier Poças, Vasco Graça Moura.

18. Marnoto, Rita. ed. 2007. Luigi Pirandello e a recepção da sua obra em Portugal ed. 1, ISBN: 978 972 95222 3 9. Coimbra: Instituto de Estudos Italianos da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra .
EBSCO. Série Leonardo, 4. Introdução, 5-7. Textos de Rita Marnoto, Joseph Farrell, Pietro Frassica, Maria José de Lancastre, Manuel Ferro, Roberto Francavilla, Fernando Mora Ramos.

19. Marnoto, Rita. 2007. Sete ensaios camonianos. ed. 1, ISBN: 978 989 95097 19. Coimbra: CIEC.
Rec. Moura, Vasco da Graça. 2008-02-27. Sobre alguns livros recentes. Diário de Notícias.

20. Marnoto, Rita; Fausto, Rui. eds. 2006. Tempo e ciência ed. 1, ISBN: 9896 160 96 1. Lisboa: Gradiva.
Prefácio, 7-13. Textos de Martin Rees, João Fernandes, Peter Atkins, Luís G. Arnaut, José Gaspar Martinho, Lewis Wolpert, Desidério Murcho, Maurice Bloch, José Manuel Mota, Luís Reis Torgal, Robert Rowland, Bertrand Jordan, Mário Sousa, Nuno Grande, Carlo Carena, José Luís Lopes Brandão, Lélio Quaresma Lobo.

21. Marnoto, Rita. ed. 2005. Petrarca 700 anos ed. 1, ISBN: 972 9038 81 3. Coimbra: Instituto de Estudos Italianos da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra .
EBSCO. Série Leonardo, 3. Introdução, 5-10. Textos de Luciana Stegagno Picchio, João R. Figueiredo, Xosé Manuel Dasilva, Vasco Graça Moura, Fernando J. B. Martinho, Giulio Ferroni, Gian Mario Anselmi, Roberto Gigliucci, Manuel Cadafaz de Matos, Amedeo Quondam, Rita Marnoto, Maria Manuela Toscano, Sylvie Deswarte-Rosa, Soledad Pérez-Abadín Barro, Maria Manuel Baptista, Hélio J. Alves, Giulia Poggi, Leonel Ribeiro dos Santos, Gionna Tuccini.

22. Marnoto, Rita. ed. 2004. Leonardo express ed. 1, ISBN: 972 9038 62 7. Coimbra: Instituto de Estudos Italianos da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra, Ed. DARQ.
EBSCO. Rec. Milheiro, Ana Vaz. 2006. Estudos Italianos em Portugal n. s. 1: 397-400 10.14195/0870-8584_1_19. Série Leonardo, 2. Introdução, 5-11. Ceserani, Remo, Gianni Vattimo, Armando Gnisci, Francesco Dal Co.

23. Marnoto, Rita. ed. 2004. Caminhos da Italianística em Portugal ed. 1, ISBN: 972 9038 62 7. Coimbra: Instituto de Estudos Italianos da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra .
EBSCO. Rec. Morujão, Isabel. 2006. Estudos Italianos em Portugal n. s. 1: 393-397 10.14195/0870-8584_1_18 Série Leonardo, 1. Introdução, 5-10. Textos de Américo da Costa Ramalho, Jorge Alves Osório, Zulmira Santos, Giuseppe Mea, Roberto Francavilla.

24. Marnoto, Rita. 2001. A «Vita nova» de Dante Alighieri. Deus, o amor e a palavra. ed. 1, ISBN: 972 772 210 5. Lisboa: Colibri .
Rec. Rickertts, Peter T. 2005. Medium Aevum 74, 1: 149 10.2307/ 43632279 Rec. Tesio, Giovanni. 2005. Estudos Italianos em Portugal n. s. 0: 234-235 10.14195/0870-8584_0_15 .

25. Marnoto, Rita. 1997. A «Arcadia» de Sannazaro e o bucolismo . ed. 1, ISBN: 972 9038 49 X. Coimbra: Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra .
Rec. Ricciardi, Giovanni. 1996-07-11. Diário de Notícias. Prefácio Aníbal Pinto de Castro, 5-8.

26. Marnoto, Rita. 1997. O petrarquismo português do Renascimento e do Maneirismo . ed. 1, ISBN: 972 6162 11 4. Coimbra: Universidade de Coimbra - Acta Universitatis Conimbrigensis .
Apresentação Aníbal Pinto de Castro. Versão reestruturada.

27. Marnoto, Rita. 1997. Luigi Pirandello. Os Gigantes da Montanha. ed. 1, ISBN: 972 8423 01 2. Lisboa: Cotovia.
Apresentação, 11-29. Esgotado.

28. Marnoto, Rita. 1994. O petrarquismo português do Renascimento e do Maneirismo. ed. 1, ISBN: s. ISBN. Coimbra : Publ. policopiada.
Tese de Doutoramento em Literatura Italiana apresentada à UC.


Capítulos de livros publicados
Published book chapters
1. Marnoto, Rita. 2017. Linguagem teatral e cómico. O teatro chão do século XVI.  In Incontri poetici e teatrali fra Italia e Penisola Iberica, ed. Michela Graziani, Salomé Vuelta García , 3 - 19. ISBN: 978 88 222 6537 1. Firenze: Leo S. Olschki.
2. Marnoto, Rita. 2016. A viagem de Itália de Sá de Miranda e a introdução do soneto.  In La spugna è la mia anima. Omaggio a Piero Ceccucci, ed. Michela Graziani, Orietta Abbati & Barbara Gori , 85 - 98. ISBN: 978 88 6453 378 0. Firenze: Firenze University Press .
Rec. Vasconcelos, José Manuel. 2017. [a La spugna è la mia anima. Omaggio a Piero Ceccucci] Estudos Italianos em Portugal n. s. 12: 369-375.

3. Marnoto, Rita. 2016. Achegas ao comentário das redondilhas Cinco galinhas e meia.  In Comentário a Camões. Vol. 4. Sonetos, Redondilhas , ed. Rita Marnoto, 141 - 156. ISBN: 978 2 8399 1946 3. Genève: Centre d’Études Lusophones.
4. Marnoto, Rita. 2016. As Musas no Colégio das Artes.  In Arte e Universidade , ed. António Olaio, 55 - 62. ISBN: 978 989 99425 6 1. Coimbra: Colégio das Artes da Universidade de Coimbra.
5. Marnoto, Rita. 2016. O feminino no diálogo luso-italiano.  In Feminino plural: Literatura, língua e linguagem nos contextos italiano e lusófono. Femminile plurale: letteratura, lingua e linguaggi in ambito lusofono e italiano , ed. Debora Ricci, Annabela Rita, Ana Luísa Vilela, Isa Severino & Fabio Mario da Silva , 13 - 41. ISBN: 978 989 8814 45 6. Lisboa: Centro de Literaturas e Culturas Lusófonas e Europeias, Faculdade de Letras de Lisboa .
6. Marnoto, Rita. 2016. As relações Portugal Itália: excentricidade e policentricidade.  In Giochi di specchi. Modelli, tradizioni, contaminazioni e dinamiche interculturali nei e tra i paesi di lingua portoghese , ed. Monica Lupetti & Valeria Tocco , 15 - 31. ISBN: 978 884674536 1. Pisa: ETS .
Rec. Simões, Manuel G. 2017. [Giochi di specchi. Modelli, tradizioni, contaminazioni e dinamiche interculturali nei e tra i paesi di lingua portoghese] Estudos Italianos em Portugal n. s. 12, 357-360. Com comentário de Davide Conrieri, Sulle tracce della panthera redolens: variazioni attorno al dialogo tra Italia e Portogallo: 33-35.

7. Marnoto, Rita. 2016. Cinco galinhas e meia.  In Comentário a Camões. Vol. 4. Sonetos, Redondilhas , ed. Rita Marnoto, 55 - 61. ISBN: 978 2 8399 1946 3. Genève: Centre d’Études Lusophones.
8. Marnoto, Rita. 2016. Humberto Silveira Fernandes, paroliberista.  In Vanguardas , ed. Rita Marnoto , 151 - 193. ISBN: 978 989 99425 5 4. Coimbra: Colégio das Artes da Universidade de Coimbra.
Rec. Henriques, Marisa das Neves. [Vanguardas] Colóquio. Letras 195: 278-280.

9. Marnoto, Rita. 2015. José V. de Pina Martins e a Itália.  In José V. de Pina Martins. Uma biblioteca humanística. Os objectos procuram aqueles que os amam , ed. Vanda Anastácio , 34 - 46. ISBN: s. ISBN. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian.
10. Marnoto, Rita. 2014. Sobre o lirismo português do século XVI e a retórica.  In Matrizes Clássicas da Literatura Portuguesa: uma revisão da literatura portuguesa das origens à contemporaneidade, ed. Paula Morão, Cristina Pimentel , 129 - 140. ISBN: 978 989 8465 24 5. Lisboa: Campo da Comunicação.
11. Marnoto, Rita. 2014. Il Settecento.  In Il Settecento e l’Ottocento in Portogallo, ed. Giulia Lanciani , 7 - 108. ISBN: 978 88 6507 564 7. Roma: UniversItalia.
Rec. Cusati, Maria Luisa. 2016. [Il Settecento e l’Ottocento in Portogallo] Estudos Italianos em Portugal n. s. 11: 191-194 10.14195/0870-8584_11_14 .

12. Marnoto, Rita. 2013. Frammentazione e narratività da Pirandello e Pessoa a Tabucchi.  In Finzioni & Finzioni. Illusione e Affabulazione in Pirandello e nel Modernismo Europeo. Atti del Convegno Internazionale, Lovaino/Anversa, 19-21 maggio 2010, ed. Bart von der Bossche, Monica Jansen, Natalie Dupré , 209 - 215. ISBN: 978 88 7667 466 2. Firenze: Franco Cesati.
13. Marnoto, Rita. 2013. Être à l’extrémité de l’Europe. Il Risorgimento visto dal Portogallo.  In Il Risorgimento visto dagli altri , ed. Matilde Dillon, Giulio Ferroni , 43 - 59. ISBN: 987 88 6372 508 7. Roma: Edizioni di Storia e Letteratura.
14. Marnoto, Rita. 2013. O tópico da mediania e a crítica à corte na literatura portuguesa de quinhentos.  In Del poder y sus críticos en el mundo ibérico del Siglo de Oro , ed. Ignacio Arellano, Antonio Feros, Jesús M. Usunáriz , 179 - 195. ISBN: 978 84 8489 719 4. Madrid, Frankfurt am Main: Universidad de Navarra, Iberoamericana, Vervuert.
15. Marnoto, Rita. 2013. Locum multum ante descripta. Sobre um passo da Menina e moça.  In «Vir bonus peritissimus aeque». Estudos de homenagem a Arnaldo Espírito Santo , ed. Maria Cristina Pimentel, Paulo Farmhouse Alberto, 653 - 660. ISBN: 978 972 9376 29 0. Lisboa: Centro de Estudos Clássicos da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa.
16. Marnoto, Rita. 2012. Sobre figuras de oposição em dois sonetos de Camões.  In Comentário a Camões. Vol. 1. Sonetos , ed. Rita Marnoto, 147 - 204. ISBN: 978 972 795 330 1. Lisboa: Cotovia.
Rec. Celani, Simone. 2014. [Comentário a Camões] Critica del Testo 17, 2: 205-231. Rec. Torrão, João Manuel. 2015. [Comentário a Camões] Humanitas 66: 470-471 10.14195/2183.

17. Marnoto, Rita. 2012. Tanto de meu estado me acho incerto.  In Tanto de meu estado me acho incerto, ed. Rita Marnoto , 21 - 36. ISBN: 978 972 795 330 1. Lisboa: Cotovia.
Rec. Celani, Simone. 2014. [Comentário a Camões] Critica del Testo 17, 2: 205-231. Rec. Torrão, João Manuel. 2015. [Comentário a Camões] Humanitas 66: 470-471 10.14195/2183.

18. Marnoto, Rita. 2012. Entre Cloud gate e Il cortegiano. Portugal no espelho de Castiglione.  In Uma ordem para as coisas. Estudos para Ofélia Paiva Monteiro , ed. Carlos Reis, José Augusto Bernardes, Maria Helena Santana, 643 - 659. ISBN: 978 989 26 0273 8. Coimbra: Imprensa da Universidade de Coimbra.
19. Marnoto, Rita. 2012. Amor é fogo que arde sem se ver.  In Comentário a Camões. Vol. 1. Sonetos , ed. Rita Marnoto, 37 - 50. ISBN: 978 972 795 330 1. Lisboa: Cotovia.
Rec. Celani, Simone. 2014. [Comentário a Camões] Critica del Testo 17, 2: 205-231. Rec. Torrão, João Manuel. 2015. [Comentário a Camões] Humanitas 66: 470-471 10.14195/2183.

20. Marnoto, Rita. 2012. Sobre o sentido da lírica camoniana.  In Actas da VI Reunião Internacional de Camonistas , ed. José Carlos Seabra Pereira, Manuel Ferro, 217 - 241. ISBN: 978 989 8074 58 4. Coimbra: Imprensa da Universidade de Coimbra.
21. Marnoto, Rita. 2012. La letteratura italiana e le letterature di lingua portoghese: contatti lungo i secoli.  In Giuseppe Carlo Rossi lusitanista (1908-1983), ed. Teresa Gil Mendes , 78 - 91. ISBN: 978 885 67 5988 4. Napoli: Il Filo.
Rec. Simões, Manuel G. 2013. [Giuseppe Carlo Rossi lusitanista (1908-1983)] Estudos Italianos em Portugal n. s. 8: 191-194 10.14195/0870-8584_8_12.

22. Marnoto, Rita. 2011. Plutarco: o regresso a terras itálicas.  In Caminhos de Plutarco na Europa , 51 - 98. ISBN: 978 989 8281 94 4. Coimbra: Centro de Estudos Clássicos e Humanísticos.
2.ª ed. rev. e aumentada.

23. Marnoto, Rita. 2011. [Verbete] Ariosto, Ludovico.  In Dicionário de Luís de Camões , ed. Vítor Aguiar e Silva , 38 - 42. ISBN: 978 972 21 2146 0. Lisboa: Caminho.
24. Marnoto, Rita. 2011. [Verbete] Bembo, Pietro.  In Dicionário de Luís de Camões , ed. Vítor Aguiar e Silva , 63 - 66. ISBN: 978 972 21 2146 0. Lisboa: Caminho.
25. Marnoto, Rita. 2011. Crítica à corte e antinomia urbana.  In Filologia e Literatura. Actas do CEL Centre d’Études Lusophones de Genève. Vol. 3 , ed. Maurizio Perugi, 81 - 104. ISBN: 978 989 689 359 0. Lisboa, Genève: Colibri, Centre d’Études Lusophones.
26. Marnoto, Rita. 2011. [Verbete] Castiglione, Baldassare.  In Dicionário de Luís de Camões , ed. Vítor Aguiar e Silva , 251 - 254. ISBN: 978 972 21 2146 0. Lisboa: Caminho.
27. Marnoto, Rita. 2011. Futurisms in Portuguese: from Azores to India.  In Shades of Futurism. Futurismo in ombra , ed. Pietro Frassica , 71 - 87. ISBN: 978 88 8212 821 0. Novara: Interlinea.
28. Marnoto, Rita. 2011. O italiano, uma língua para a Itália unida. In Rita Marnoto .  In Causa pública , ed. Rita Marnoto, 23 - 45. ISBN: 978 989 26 0130 4. Coimbra: Instituto de Estudos Italianos da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra, Imprensa da Univer.
29. Marnoto, Rita. 2011. [Verbete] Camões no Neoclassicismo.  In Dicionário de Luís de Camões , ed. Vítor Aguiar e Silva , 158 - 167. ISBN: 978 972 21 2146 0. Lisboa: Caminho.
30. Marnoto, Rita. 2011. [Verbete] Sannazaro, Iacopo.  In Dicionário de Luís de Camões , ed. Vítor Aguiar e Silva , 892 - 895. ISBN: 978 972 21 2146. Lisboa: Caminho.
31. Marnoto, Rita. 2011. Corte e literatura no Renascimento.  In Actas do Colóquio Renascimentos na Europa do século XVI. Formas, ritmos e convergências. 11 e 12 Dezembro 2008, ed. Mafalda Ferin Cunha, Maria de Jesus C. Relvas, Pedro Flor, 1 - 17. ISBN: 978 972 674 707 9. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian .
32. Marnoto, Rita. 2011. Arcades ambo. Os estatutos da Arcádia Romana e da Arcádia Lusitana.  In Miscelânea de estudos em homenagem a Maria Manuela Gouveia Delille. Vol. 1, ed. Maria Teresa Delgado Mingocho, Maria de Fátima Gil, Maria Esmeralda Castendo, 667 - 686. ISBN: 978-972-9038-99-0. Coimbra: FLUC, CIEG, Minerva.
33. Marnoto, Rita. 2011. [Verbete] Hebreu, Leão.  In Dicionário de Luís de Camões , ed. Vítor Aguiar e Silva , 407 - 410. ISBN: 978 972 21 2146 0. Lisboa: Caminho.
34. Marnoto, Rita. 2011. [Verbete] Petrarquismo em Camões.  In Dicionário de Luís de Camões , ed. Vítor Aguiar e Silva , 679 - 688. ISBN: 978 972 21 2146 0. Lisboa: Caminho.
35. Marnoto, Rita. 2011. [Verbete] Petrarquismo.  In Dicionário de Luís de Camões , ed. Vítor Aguiar e Silva , 670 - 679. ISBN: 978 972 21 2146 0. Lisboa: Caminho.
36. Marnoto, Rita. 2011. [Verbete] Retratos femininos na poesia de Camões.  In Dicionário de Luís de Camões , ed. Vítor Aguiar e Silva , 851 - 855. ISBN: 978 972 21 2146 0. Lisboa: Caminho.
37. Marnoto, Rita. 2010. Mapas do Futurismo português. O Futurismo em Coimbra.  In Cem anos de Futurismo. Do italiano ao português , ed. Sandra Bagno, Andréia Guerini, Patricia Peterle, 197 - 217. ISBN: 978 85 7577 708 4. Rio de Janeiro: 7 Letras.
38. Marnoto, Rita. 2010. O Futurismo em Coimbra.  In Filologia e Literatura. Actas do CEL Centre d’Études Lusophones de Genève. Vol. 2 , ed. Maurizio Perugi , 241 - 261. ISBN: 978 989 689 036 0. Lisboa, Genève: Colibri, Centre d’Études Lusophones.
39. Marnoto, Rita. 2009. Italiano para portugueses: perspectivas didácticas.  In «Nel mezzo del cammin». Actas da Jornada de Estudos Italianos em honra de Giuseppe Mea , ed. Francisco Topa, Rita Marnoto , 571 - 588. ISBN: 978 989 96206 1 2. Porto: Sombra pela Cintura.
40. Marnoto, Rita. 2009. Luís de Camões. A forma cancioneiro nas edições de 1595 e de 1598. Ensaio de filologia comparada.  In Filologia e Literatura. Actas do CEL Centre d’Études Lusophones de Genève. Vol. 1 , ed. Maurizio Perugi , 23 - 43. ISBN: 978 989 689 036 0. Lisboa, Genève: Colibri, Centre d’Études Lusophones.
41. Marnoto, Rita. 2009. Literatura comparada. Imaginar, interrogar.  In Imaginação e literatura , ed. Rita Marnoto , 167 - 194. ISBN: 978 972 95222 4 6. Coimbra: Instituto de Estudos Italianos da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra.
42. Marnoto, Rita. 2008. Plutarco: o regresso a terras itálicas.  In Plutarco: o regresso a terras itálicas, 11 - 55. ISBN: 978 989 95858 2 9. Coimbra: Centro de Estudos Clássicos e Humanísticos .
43. Marnoto, Rita. 2008. As Rimas de Francesco Petrarca em tradução de Vasco Graça Moura.  In Paulo Quintela. Homenagem no centenário do seu nascimento , ed. Maria Teresa Delgado Mingocho, Maria António Hörster, 97 - 105. ISBN: 978 972 9038 92 1. Coimbra: Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra.
44. Marnoto, Rita. 2008. Il Marco Paulo del 1502 nella catena traslativa del Milione.  In Traduzioni, imitazioni, scambi tra Italia e Portogallo nei secoli , ed. Monica Lupetti , 25 - 38. ISBN: 978 88 222 5705 5. Firenze: Leo S. Olschki.
45. Marnoto, Rita. 2008. A forma cancioneiro e as Rimas de Camões de 1598.  In Congresso Internacional de Língua Portuguesa, Filosofia e Literaturas de Língua Portuguesa comemorativo do 63.º aniversário da Fundação da ABRAFIL e do 80.º aniversário do Professor Emérito da UERJ, Leodegário A. de Azevedo Filho , ed. Leodegário A. de Azevedo Filho, Ilka Azevedo, Marcia Moraes , 395 - 412. . Rio de Janeiro: CCAA.
46. Marnoto, Rita. 2007. O desconcerto.  In História e Antologia da Literatura Portuguesa. Século XVI. Vol. 2. Tomo 1 , ed. Isabel Allegro de Magalhães , 577 - 583. ISBN: 978 972 31 1161 3. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian .
Excerto de: Marnoto, Rita. 1997. O petrarquismo português do Renascimento e do Maneirismo. Coimbra: Acta Universitatis Conimbrigensis.

47. Marnoto, Rita. 2007. O falecido Mattia Pascal está ao telefone.  In Luigi Pirandello e a recepção da sua obra em Portugal , ed. Rita Marnoto, 155 - 172. ISBN: 978 972 95222 3 9. Coimbra: Instituto de Estudos Italianos da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra .
48. Marnoto, Rita. 2007. A forma cancioneiro e a edição dos Poemas lusitanos de 1598. Petrarquismo forte e petrarquismo débil.  In Estudos para Maria Idalina Rodrigues, Maria Lucília Pires, Maria Vitalina Leal de Matos , ed. Isabel Almeida, Maria Isabel Rocheta, Teresa Amado, 807 - 819. ISBN: 9789899560901. Lisboa: Departamento de Literaturas Românicas, Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa.
49. Marnoto, Rita. 2007. Luigi Pirandello.  In Luigi Pirandello e a recepção da sua obra em Portugal, ed. Rita Marnoto , 9 - 63. ISBN: 978 972 95222 3 9. Coimbra: Instituto de Estudos Italianos da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra.
50. Marnoto, Rita. 2006. Laura bianca, Bárbora nera.  In Il Petrarchismo. Un modello di poesia per l’Europa. Vol. 1 , ed. Loredana Chines , 145 - 159. ISBN: 978 88 7870 181 6. Roma: Bulzoni .
51. Marnoto, Rita. 2005. [Verbete] Petrarquismo.  In E-Dicionário de Termos Literários (EDTL), ed. Carlos Ceia, sp - sp. ISBN: 989 20 0088 9. Lisboa: Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa.
2005, 1.ª ed. 2015, 2.ª ed.

52. Marnoto, Rita. 2005. [Verbete] Tabucchi (Antonio).  In Biblos. Enciclopédia Verbo das Literaturas de Língua Portuguesa. Vol. 5, ed. José Augusto Cardoso Bernardes, Aníbal Pinto de Castro, Maria de Lourdes A. Ferraz, Gladstone Chaves de Melo, Maria Aparecida Ribeiro, 257 - 260. ISBN: 972 22 2390 9. Lisboa, São Paulo: Verbo.
53. Marnoto, Rita. 2005. Petrarca em Portugal. ‘Ad eorum littus irem’.  In Petrarca 700 anos , ed. Rita Marnoto , 251 - 271. ISBN: 972 9038 81 3. Coimbra: Instituto de Estudos Italianos da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra.
54. Marnoto, Rita. 2005. [Verbete] Dantismo.  In E-Dicionário de Termos Literários (EDTL), ed. Carlos Ceia, sp - sp. ISBN: 989 20 0088 9. Lisboa: Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa.
2005, 1.ª ed. 2015, 2.ª ed.

55. Marnoto, Rita. 2005. Primo Levi in Portogallo.  In La Manutenzione della Memoria. Diffusione e Conoscenza di Primo Levi nei Paesi Europei , ed. Giovanni Tesio , 75 - 86. ISBN: 88 8262 045 X. Torino: Centro Studi Piemontesi, Ca dë Studi Piemontèis.
56. Marnoto, Rita. 2005. Calling Fu Mattia Pascal.  In Magia di un romanzo. Il fu Mattia Pascal prima e dopo , ed. Pietro Frassica , 175 - 187. ISBN: 88 8212 518 1. Novara: Interlinea.
57. Marnoto, Rita. 2005. [Verbete] Arcadismo.  In E-Dicionário de Termos Literários (EDTL), ed. Carlos Ceia, sp - sp. ISBN: 989 20 0088 9. Lisboa: Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa.
2005, 1.ª ed. 2015, 2.ª ed. .

58. Marnoto, Rita. 2004. Teoria dos géneros e prática literária na Arcádia Lusitana. O processo de contaminatio.  In Retórica, poética y géneros literarios, ed. José A. Sánchez Marín, M. Nieves Muñoz Martín, 599 - 626. ISBN: 84 338 3223 9. Granada: Editorial Universidad de Granada.
59. Marnoto, Rita. 2004. El Aleph. Encontrar Beatriz.  In Actas do IV Congresso Internacional da Associação Portuguesa de Literatura Comparada. Estudos Literários, Estudos Culturais. Vol. 2. Tradução, tradições e cânones , 1 - 13. . Évora: Associação Portuguesa de Literatura Comparada, Universidade de Évora.
60. Marnoto, Rita. 2004. Il Principe ou De principatibus de Niccolò Machiavelli. O príncipe novo que parece antigo.  In O retrato literário e a biografia como estratégia de teorização política, ed. Aurelio Pérez Jiménez, José Ribeiro Ferreira, Maria do Céu Fialho, 159 - 180. ISBN: 972 8704 25 9 . Coimbra: Imprensa da Universidade de Coimbra.
61. Marnoto, Rita. 2003. A ciência vista da literatura. E pure si muove.  In Fronteiras da ciência. Desenvolvimentos recentes. Desafios futuros, ed. Rui Fausto, Carlos Fiolhais, João Filipe Queiró, 261 - 269. ISBN: 972 662 923 3. Lisboa, Coimbra: Gradiva, Imprensa da Universidade de Coimbra.
62. Marnoto, Rita. 2003. Oh montes de Coimbra.  In Castro. Manual de leitura, sp - sp. . Porto: Teatro Nacional de São João.
2003, 1.ª ed., 2.ª ed.

63. Marnoto, Rita. 2003. Castro na boca, Castro na alma.  In Castro. Manual de leitura , sp - sp. . Porto: Teatro Nacional de São João.
2003, 1.ª ed. 2.ª ed.

64. Marnoto, Rita. 2003. O Ulisses de Dante e a sua presença na cultura italiana do século XX.  In Penélope e Ulisses , ed. Francisco Oliveira , 167 - 195. ISBN: 972981421X. Coimbra: Associação Portuguesa de Estudos Clássicos, Instituto de Estudos Clássicos da Universidade de Coimbr.
65. Marnoto, Rita. 2003. O sol como lume dos olhos. Shakespeare e António Ferreira.  In Actas do I Congresso Internacional de Estudos Anglo-Portugueses, ed. Maria Leonor Machado de Sousa , 689 - 703. ISBN: 972 8152 69 8. Lisboa: Centro de Estudos Anglo-Portugueses, Faculdade de Ciências Sociais e Humanas.
66. Marnoto, Rita. 2002. Viajar, confrontar, homologar. O Portugal de Montale e de Rigoni Stern.  In Visão de Portugal por Estrangeiros. 1.ª Jornada, ed. Ana Fernandes , 57 - 80. ISBN: 9729 587 81 7. Viseu: Centro de Literatura e Cultura Portuguesa e Brasileira.
67. Marnoto, Rita. 2002. O dissídio camoniano: fractura e significação.  In Congresso Internacional de Lexicografia e Literaturas no Mundo Lusofônico (de 17 a 21 de Julho de 2000) , ed. Leodegário A. de Azevedo Filho & Marina Machado Rodrigues , 284 - 290. ISBN: 8586 854 90 5. Rio de Janeiro: Ágora da Ilha.
68. Marnoto, Rita. 2002. Plutarco: o regresso a terras itálicas.  In Actas do Congresso Plutarco Educador da Europa. 11 e 12 de Novembro de 1999 , 293 - 321. ISBN: 9728 386 41 9. Coimbra: Instituto de Estudos Clássicos.
69. Marnoto, Rita. 2001. Vero amor delle lettere.  In Manual tipográfico de Giambattista Bodoni , ed. João Bicker , 13 - 28. ISBN: 972 40 1435 5. Coimbra: Almedina.
70. Marnoto, Rita. 2001. [Verbete] Petrarquismo.  In Biblos. Enciclopédia Verbo das Literaturas de Língua Portuguesa. Vol. 4 , ed. José Augusto Cardoso Bernardes, Aníbal Pinto de Castro, Maria de Lourdes A. Ferraz, Gladstone Chaves de Melo, Maria Aparecida Ribeiro , 121 - 127. ISBN: 972 22 2101 9. Lisboa, São Paulo: Verbo.
71. Marnoto, Rita. 2001. [Verbete] Sannazaro (Jacopo).  In Biblos. Enciclopédia Verbo das Literaturas de Língua Portuguesa. Vol. 4 , ed. José Augusto Cardoso Bernardes, Aníbal Pinto de Castro, Maria de Lourdes A. Ferraz, Gladstone Chaves de Melo, Maria Aparecida Ribeiro , 1097 - 1101. ISBN: 972 22 2101 9. Lisboa, São Paulo: Verbo.
72. Marnoto, Rita. 2001. O lirismo renascentista: António Ferreira e Pero de Andrade Caminha.  In História da Literatura Portuguesa. Vol. 2. Renascimento e Maneirismo , 199 - 122. ISBN: 9726 262 63 1. Lisboa: Edições Alfa.
73. Marnoto, Rita. 2001. Il petrarchismo in Portogallo.  In Civiltà letteraria dei paesi di espressione portoghese. Il Portogallo. Dalle origini al Seicento , ed. Luciana Stegagno Picchio , 373 - 385. ISBN: 88 368 0662 7. Firenze: Passigli.
74. Marnoto, Rita. 2001. [Verbete] Petrarca.  In Biblos. Enciclopédia Verbo das Literaturas de Língua Portuguesa. Vol. 4, ed. José Augusto Cardoso Bernardes, Aníbal Pinto de Castro, Maria de Lourdes A. Ferraz, Gladstone Chaves de Melo, Maria Aparecida Ribeiro, 117 - 121. ISBN: 972 22 2101 9. Lisboa, São Paulo: Verbo.
75. Marnoto, Rita. 2001. Petrarca em redondilha.  In Dynamique d’une Expansion Culturelle. Pétrarque en Europe. XIV-XX siècle. Actes du XXVI Congrès International du CEFI, Turin et Chambéry, 11-15 décembre 1995. À la mémoire de Franco Simone , ed. Pierre Blanc , 275 - 289. ISBN: 2 7453 0363 5. Paris: Honoré Champion.
76. Marnoto, Rita. 2001. O ensino da língua e da literatura italianas na Universidade de Coimbra.  In A.P.H.E.L.L.E. Associação Portuguesa para a História do Ensino das Línguas e Literaturas Estrangeiras. Actas do I Colóquio. Para uma História das Línguas e Literaturas Estrangeiras em Portugal: das Origens à Actualidade. Universidade de Aveiro, 23 e 24 de, ed. Maria Hermínia Amado Laurel , 91 - 117. . Dafundo: APHELLE.
77. Marnoto, Rita. 2000. A cozinha futurista, de Itália ao Palace do Buçaco.  In Alimentação e Cultura. Textos e Contextos da Cozinha Italiana , 62 - 68. . Coimbra: Pro-Reitoria para a Cultura da Universidade de Coimbra.
78. Marnoto, Rita. 2000. La poesía.  In Historia de la Literatura Portuguesa , ed. José Luis Gavilanes, António Apolinário , 152 - 195. ISBN: 8437 617 38 3. Madrid: Cátedra.
79. Marnoto, Rita. 2000. Humanismo y Renascimiento.  In Historia de la Literatura Portuguesa , ed. José Luis Gavilanes, António Apolinário, 149 - 152. ISBN: 8437 617 38 3. Madrid: Cátedra.
80. Marnoto, Rita. 1999. [Verbete] Marinetti, Filippo Tommaso.  In Biblos. Enciclopédia Verbo das Literaturas de Língua Portuguesa. Vol. 3, ed. José Augusto Cardoso Bernardes, Aníbal Pinto de Castro, Maria de Lourdes A. Ferraz, Gladstone Chaves de Melo, Maria Aparecida Ribeiro, 472 - 477. ISBN: 9722 223 90 9. Lisboa, São Paulo: Verbo.
81. Marnoto, Rita. 1999. A afirmação do petrarquismo na poesia portuguesa.  In História crítica da Literatura Portuguesa. 2. Humanismo e Renascimento, ed. José Augusto Cardoso Bernardes, 67 - 69. ISBN: 9722 219 59 6. Lisboa: Verbo .
Excerto de: Marnoto, Rita. 1997. O petrarquismo português do Renascimento e do Maneirismo. Coimbra: Acta Universitatis Conimbrigensis.

82. Marnoto, Rita. 1999. [Verbete] Levita, Francisco.  In Biblos. Enciclopédia Verbo das Literaturas de Língua Portuguesa. Vol. 3 , ed. José Augusto Cardoso Bernardes, Aníbal Pinto de Castro, Maria de Lourdes A. Ferraz, Gladstone Chaves de Melo, Maria Aparecida Ribeiro, 34 - 34. ISBN: 9722 223 90 9. Lisboa, São Paulo: Verbo.
83. Marnoto, Rita. 1999. [Verbete] Neoplatonismo.  In Biblos. Enciclopédia Verbo das Literaturas de Língua Portuguesa. Vol. 3 , ed. José Augusto Cardoso Bernardes, Aníbal Pinto de Castro, Maria de Lourdes A. Ferraz, Gladstone Chaves de Melo, Maria Aparecida Ribeiro , 1906 - 1100. ISBN: 9722 223 90 9. Lisboa, São Paulo: Verbo.
84. Marnoto, Rita. 1999. António Ferreira e a imitação petrarquista.  In História crítica da Literatura Portuguesa. 2. Humanismo e Renascimento , ed. José Augusto Cardoso Bernardes, 236 - 239. ISBN: 9722 219 59 6. Lisboa: Verbo .
Excerto de: Marnoto, Rita. 1997. O petrarquismo português do Renascimento e do Maneirismo. Coimbra: Acta Universitatis Conimbrigensis.

85. Marnoto, Rita. 1999. Camões, Laura e a Bárbora escrava.  In Estudos de Literatura Portuguesa. Jornadas de formação de professores, ed. Manuel de Oliveira Pulquério, 75 - 102. ISBN: 9729 643 82 5. Viseu: Faculdade de Letras da Universidade Católica Portuguesa.
86. Marnoto, Rita. 1999. Raízes do bucolismo de Pero de Andrade Caminha: desdobramento e reidentificação.  In Raízes Greco-Latinas da Cultura Portuguesa. Actas do I Congresso da APEC, ed. Francisco Oliveira , 219 - 234. ISBN: 9729 814 20 1 . Coimbra: Associação Portuguesa de Estudos Clássicos.
87. Marnoto, Rita. 1998. Da Arcadia a «Sôbolos rios».  In Associação Internacional de Lusitanistas. Actas do Quinto Congresso. Universidade de Oxford, 1 a 8 de Setembro de 1996. Vol. 1, ed. T. F. Earle , 1023 - 1044. ISBN: 9729 762 70 8. Oxford: Associação Internacional de Lusitanistas.
88. Marnoto, Rita. 1997. [Verbete] Dolce stil novo.  In Biblos. Enciclopédia Verbo das Literaturas de Língua Portuguesa. Vol. 2 , ed. José Augusto Cardoso Bernardes, Aníbal Pinto de Castro, Maria de Lourdes A. Ferraz, Gladstone Chaves de Melo, Maria Aparecida Ribeiro , 177 - 180. ISBN: 9722 223 90 9. Lisboa, São Paulo: Verbo.
89. Marnoto, Rita. 1997. Salvar Veneza.  In «A salvação de Veneza» de Thomas Otway , ed. s. ed., sp - sp. ISBN: s. ISBN. Porto: Teatro Nacional de São João.
90. Marnoto, Rita. 1997. Petrarca. Cancioneiro.  In Panorama da Literatura Universal. Vol. 1, ed. Olívio Caeiro, 106 - 108. ISBN: 972 42 0355 7. Lisboa: Círculo de Leitores.
91. Marnoto, Rita. 1997. [Verbete] Dante.  In Biblos. Enciclopédia Verbo das Literaturas de Língua Portuguesa. Vol. 2 , ed. José Augusto Cardoso Bernardes, Aníbal Pinto de Castro, Maria de Lourdes A. Ferraz, Gladstone Chaves de Melo, Maria Aparecida Ribeiro, 6 - 10. ISBN: 9722 223 90 9. Lisboa, São Paulo: Verbo.
92. Marnoto, Rita. 1997. [Verbete] Ditirambo.  In Biblos. Enciclopédia Verbo das Literaturas de Língua Portuguesa. Vol. 2 , ed. José Augusto Cardoso Bernardes, Aníbal Pinto de Castro, Maria de Lourdes A. Ferraz, Gladstone Chaves de Melo, Maria Aparecida Ribeiro, 173 - 175. ISBN: 9722 223 90 9. Lisboa, São Paulo: Verbo.
93. Marnoto, Rita. 1997. O Ramalhete poético do Parnaso italiano — a Língua portuguesa como arauto da poesia italiana na América do Sul.  In Congresso Internazionale il Portogallo e i Mari. Un Incontro tra Culture (Napoli, 15-17 dicembre 1994). Vol. 1 , ed. Maria Luisa Cusati , 241 - 260. ISBN: 8820 724 67 7. Napoli: Istituto Universitario Orientale, Luguori.
94. Marnoto, Rita. 1996. A figura feminina petrarquista em Camões, entre imitação e transformação.  In Lírica camoniana. Estudos diversos , 47 - 63. ISBN: 972 7620 12 4. Lisboa: Cosmos.
95. Marnoto, Rita. 1996. Camões e o ciclo da sextina.  In Lírica camoniana. Estudos diversos, 101 - 108. ISBN: 972 7620 12 4. Lisboa: Cosmos.
96. Marnoto, Rita. 1995. [Verbete] Caminha (Pero de Andrade).  In Biblos. Enciclopédia Verbo das Literaturas de Língua Portuguesa. Vol. 1, ed. José Augusto Cardoso Bernardes, Aníbal Pinto de Castro, Maria de Lourdes A. Ferraz, Gladstone Chaves de Melo & Maria Aparecida Ribeiro , 879 - 880. ISBN: 972 2223 90 9. Lisboa, São Paulo: Verbo.
97. Marnoto, Rita. 1995. Laura bárbara.  In O Rosto Feminino da Expansão Portuguesa. Actas. Vol. 1, ed. Maria Reynolds de Souza, Teresa Joaquim, Pedro Pires & Isabel de Castro , 305 - 318. ISBN: 972 5971 14 0. Lisboa: Comissão para a Igualdade e os Direitos das Mulheres.
98. Marnoto, Rita. 1995. [Verbete] Canção.  In Biblos. Enciclopédia Verbo das Literaturas de Língua Portuguesa. Vol. 1, ed. José Augusto Cardoso Bernardes, Aníbal Pinto de Castro, Maria de Lourdes A. Ferraz, Gladstone Chaves de Melo & Maria Aparecida Ribeiro, 922 - 925. ISBN: 972 2223 90 9. Lisboa, São Paulo: Verbo.
99. Marnoto, Rita. 1995. [Verbete] Castilho (António de).  In Biblos. Enciclopédia Verbo das Literaturas de Língua Portuguesa. Vol. 1, ed. José Augusto Cardoso Bernardes, Aníbal Pinto de Castro, Maria de Lourdes A. Ferraz, Gladstone Chaves de Melo, Maria Aparecida Ribeiro, 1044 - 1045. ISBN: 972 2223 90 9. Lisboa, São Paulo: Verbo.
100. Marnoto, Rita. 1995. [Verbete] Arte maior / arte menor.  In Biblos. Enciclopédia Verbo das Literaturas de Língua Portuguesa. Vol. 1, ed. José Augusto Cardoso Bernardes, Aníbal Pinto de Castro, Maria de Lourdes A. Ferraz, Gladstone Chaves de Melo & Maria Aparecida Ribeiro, 413 - 418. ISBN: 972 2223 90 9. Lisboa, São Paulo: Verbo.
101. Marnoto, Rita. 1995. [Verbete] Balada.  In Biblos. Enciclopédia Verbo das Literaturas de Língua Portuguesa. Vol. 1 , ed. José Augusto Cardoso Bernardes, Aníbal Pinto de Castro, Maria de Lourdes A. Ferraz, Gladstone Chaves de Melo, Maria Aparecida Ribeiro, 511 - 514. ISBN: 972 2223 90 9. Lisboa, São Paulo: Verbo.
102. Marnoto, Rita. 1993. Algumas referências cronológicas; Os cenários de Florença; Maquiavel e o teatro; O cherne e a Mandrágora.  In «Mandrágora» de Nicolau Maquiavel , sp - sp. . Coimbra: Escola da Noite.

Artigos em revistas com arbitragem científica
Papers in periodics with scientific refereeing
1. Marnoto, Rita. 2018. "Para a edição crítica da poesia lírica de Camões. Entrevista a Maurizio Perugi", Colóquio. Letras, 197: 52 - 60.
2. Marnoto, Rita. 2017. "Nós os futuristas portugueses", Colóquio. Letras, 194: 38 - 48.
3. Marnoto, Rita. 2016. "Petrarca e o grego. O prazer de um surdo", Delphica. Letras & Artes, 3: 47 - 57.
4. Marnoto, Rita. 2016. "Sá de Miranda e a introdução de novas formas métricas", Colóquio. Letras, 191: 1 - 22.
Anexo de Colóquio. Letras 191, 2016 [pp. 22].

5. Marnoto, Rita. 2016. "Nuno Júdice, Caravaggio e o chiaroscuro: a conspiração de Cellamare", Estudos Italianos em Portugal, 11: 135 - 150.
6. Marnoto, Rita. 2016. "Studi sulla letteratura italiana in Portogallo: una modernità incompiuta", Rassegna della Letteratura Italiana, 120, 1-2: 265 - 274.
Situazione degli studi sulla letteratura italiana. Ed. Giulio Ferroni.

7. Marnoto, Rita. 2016. "Rec. a Ana Marques Gastão. 2016. L de Lisboa. Lisboa: Assírio e Alvim", Relâmpago, 38: 211 - 214.
8. Marnoto, Rita. 2015. "A canção à Virgem na literatura portuguesa do século XVI", Quaderns d’Italià, 20: 155 - 173.
Petrarca y el humanismo en la península Ibérica, Ed. Juan Miguel Valero Moreno. ISSN 1135 9730 (paper) ISSN 2014 8828 (digital) .

9. Marnoto, Rita. 2015. "O poema de Camões entre Europa e Oceano", Studi (e Testi) Italiani. Semestrale del Dipartimento di Italianistica e Spettacolo, 34: 123 - 132.
Epica e Oceano. Ed. Roberto Gigliucci.

10. Marnoto, Rita. 2015. "O futurista azul", Revista de História da Arte, 02: 404 - 419.
11. Marnoto, Rita. 2015. "Rec. a Marco Santagata. 2014. L’amoroso pensiero. Petrarca e il romanzo di Laura. Milano: Mondadori", Biblos. Revista da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra 3.ª s., 1: 447 - 451.
12. Marnoto, Rita. 2015. "Rec. a Alessandro Manzoni. 2015. Os noivos. Trad. José Colaço Barreiros. Lisboa: Edições Paulinas", Estudos Italianos em Portugal n. s., 10: 174 - 177.
Colecção «Biblioteca Indispensável» dirigida por José Tolentino Mendonça.

13. Marnoto, Rita. 2013. "Pelas florestas da noite. Vasco Graça Moura tradutor e poeta", Rassegna Iberistica, 98: 91 - 101.
14. Marnoto, Rita. 2012. "Esuli e figure di esuli risorgimentali nel Portogallo dell’Ottocento", La Rivista dell’Arte, 1: 107 - 118.
15. Marnoto, Rita. 2011. "Corte e literatura no Renascimento", O Marrare, 15: 36 - 40.
http://www.omarrare.uerj.br/numero15/ritamarnoto.html.

16. Marnoto, Rita. 2011. "Futurismo coimbrão, Humberto da Silveira Fernandes", Censive. Revue Internationale d’Études Lusophones, 5: 63 - 73.
17. Marnoto, Rita. 2011. "Rec. a Paola D’Agostino. 2011. Este frio e outras histórias de amor. Trad. Miguel Serras Pereira. Lisboa: Fenda", Estudos Italianos em Portugal n. s., 7: 174 - 177.
18. Marnoto, Rita. 2010. "Futuristas na Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra. Décadas de 1910 e de 1920", Foro das Letras, 19-20: 185 - 191.
19. Marnoto, Rita. 2010. "O ensino do italiano em Portugal - Universidade de Coimbra, Perspectiva histórica", Estudos Italianos em Portugal n. s., 5: 15 - 30.
20. Marnoto, Rita. 2010. "O ensino do italiano em Portugal - Universidade de Coimbra, Súmula legislativa", Estudos Italianos em Portugal n. s., 5: 46 - 52.
21. Marnoto, Rita; Benedetti, Catia. 2010. "O ensino do italiano em Portugal - Universidade dos Açores", Estudos Italianos em Portugal n. s., 5: 83 - 86.
22. Marnoto, Rita; Brunetta, Silvia. 2010. "O ensino do italiano em Portugal - Universidade de Aveiro", Estudos Italianos em Portugal n. s., 5: 90 - 91.
23. Marnoto, Rita. 2010. "Rec. a Dante Alighieri. 2010. Vida nova. Trad., intr., notas Jorge Vaz de Carvalho. Lisboa: Relógio d’Água", Colóquio. Letras, 178: 215 - 218.
24. Marnoto, Rita. 2009. "Futurismo e futurismos em Portugal", Estudos Italianos em Portugal n. s., 4: 61 - 75.
Reed. em 2015 de Estudos Italianos em Portugal n. s. 4.

25. Marnoto, Rita. 2009. "Eugénio de Castro entre Simbolismo e Futurismo", Biblos: Revista da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra n. s., 7: 347 - 360.
Estudos Italianos em Portugal n. s. 4: 1.ª ed. 2009, 2.ª ed. 2015.

26. Marnoto, Rita. 2009. "Rec. a Giusi Baldissone. 2009. Filippo Tommaso Marinetti. Milano: Mursia", Estudos Italianos em Portugal , 4: 275 - 277.
Estudos Italianos em Portugal n. s. 4: 1.ª ed. 2009, 2.ª ed. 2015.

27. Marnoto, Rita. 2009. "Rec. a D. Ottinger. Ed. 2009. Futurismo Avanguardia Avanguardie. Paris: Centre Georges Pompidou; G. Lista, A. Masoero. Eds. 2009. Futurismo 1909-2009. Milano: Skira", Estudos Italianos em Portugal n. s., 4: 271 - 275.
Estudos Italianos em Portugal n. s. 4: 1.ª ed. 2009, 2.ª ed. 2015.

28. Marnoto, Rita. 2008. "Onde a terra se acaba e o mar começa", Studi (e Testi) Italiani. Semestrale del Dipartimento di Italianistica e Spettacolo, 22: 75 - 88.
Studi europei e mediterranei. Ed. Armando Gnisci, Nora Moll.

29. Marnoto, Rita. 2008. "Heranças bucólicas na Arcádia Lusitana", Estudos Italianos em Portugal, 3: 117 - 132.
30. Marnoto, Rita. 2007. "Literatura italiana: confrontações", Estudos Italianos em Portugal, 2: 413 - 427.
31. Marnoto, Rita. 2007. "Rec. a Marco Santagata, Laura Carotti, Alberto Casadei, Mirko Tavoni. 2006. Il filo rosso. Antologia e storia della letteratura italiana ed europea. Vv. voll. Roma, Bari: Laterza", Estudos Italianos em Portugal , 2: 468 - 471.
32. Marnoto, Rita. 2006. "O sétimo centenário de Petrarca entre Portugal e a Itália", Estudos Italianos em Portugal, 1: 129 - 138.
33. Marnoto, Rita. 2005. "La follia dell’Hidalgo e del Paladino. Una summa della filologia e della critica", L’Erasmo. Trimestrale della Civiltà Europea, 28: 14 - 19.
Don Chisciotte Centenario. Ed. Carlo Carena.

34. Marnoto, Rita. 2005. "Camões. A ordem dos clássicos e o ruído de fundo", Aprendizagem. Desenvolvimento, 10: 145 - 156.
35. Marnoto, Rita. 2005. "Uomini e no: literatura e Resistência", Estudos Italianos em Portugal n. s., 0: 151 - 171.
36. Marnoto, Rita. 2005. "Rec. a Giambattista Vico.2005. Ciência nova. Trad. Jorge Vaz de Carvalho. Pref. António M. Barbosa de Melo. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian", Estudos Italianos em Portugal n. s., 2: 462 - 463.
37. Marnoto, Rita. 2004. "O ‘livro de poesia’. O cancioneiro petrarquista e a edição das Obras de Sá de Miranda de 1595", Revista Portuguesa de História do Livro 8, 15: 105 - 138.
38. Marnoto, Rita. 2004. "‘Dove Petrarca scrisi. Loco beato’. Petrarchismo transculturale: il Portogallo del Cinquecento nelle rotte oceaniche", L’Erasmo. Bimestrale della Civiltà Europea, 22: 54 - 60.
Orizzonti Petrarchesch. Ed. Carlo Carena.

39. Marnoto, Rita. 2003. "‘Spero trovar pietà, nonché perdono’. Tradução e imitação no lirismo português do século XVI", Critica del Testo, 6, 2: 837 - 851.
40. Marnoto, Rita. 2003. "A ambivalência da mimicry. Leituras da Bárbora escrava", Revista Camoniana , 14: 169 - 184.
Versão port. de "Bárbora escrava. Canon, beauty and color: an embarrassing contradition".

41. Marnoto, Rita. 2003. "Fronteiras entre a Terra e a Lua. Ariosto e Galileu", Biblos, 1: 61 - 85.
42. Marnoto, Rita. 2003. "Uomini e no e a literatura da Resistência", Leonardo Express, 1: 1 - 11.
Leonardo Express [revista em linha do Instituto de Estudos Italianos da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra, hptt://www.uc.pt/fluc/INSTITU/IEITAL/Leonardoexpress/Marnoto.html descontinuada em 2007].

43. Marnoto, Rita. 2002. "Bárbora escrava. Canon, beauty and color: an embarrassing contradition", Portuguese Literary & Cultural Studies, 9: 49 - 61.
Post-Imperial Camões. Ed. João R. Figueiredo.

44. Marnoto, Rita. 2001. "O desconcerto", História e Antologia da Literatura Portuguesa, sn.: 35 - 41.
Ed. Isabel Allegro de Magalhães [continuação de Boletim Cultural da Fundação Calouste Gulbenkian. ISSN 1647 8843, anexo a: 2-5 a 15-5-2001. Jornal de Letras, Artes e Ideias 798]. Excerto de: Marnoto, Rita. 1997. O petrarquismo português do Renascimento e do Maneirismo. Coimbra: Acta Universitatis Conimbrigensis.

45. Marnoto, Rita. 1998. "Os Gigantes da Montanha de Luigi Pirandello — ‘nada que ver com Dioniso’", Humanitas, 50, 2: 1001 - 1018.
46. Marnoto, Rita. 1998. "Lisboa. Livro de bordo. Cúmplices de vozes, olhares e memorações", Veredas. Revista da Associação Internacional de Lusitanistas, 1: 261 - 270.
47. Marnoto, Rita. 1997. "Rec. a Maria Luisa Cusati. Ed. 1997. Congresso Internazionale il Portogallo e i Mari. Un Incontro tra Culture. 3 Voll. Napoli: IUO, Luguori", Annali dell’Istituto Universitario Orientale. Sezione Romanza, 41, 1: 229 - 230.
48. Marnoto, Rita. 1997. "Camões, Laura e a Bárbora escrava", Mathesis, 6: 77 - 103.
49. Marnoto, Rita. 1995. "Dois sonetos de D. Tomás de Noronha no Cancionero Manuel de Faria", Biblos. Revista da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra, 71, 1: 117 - 128.
50. Marnoto, Rita. 1994. "Levita, Almada e Dantas. O feitiço contra o feiticeiro", A Cidade. Revista Cultural de Portalegre , 9: 7 - 21.
51. Marnoto, Rita. 1993. "A Mandragola e o seu duplo", Estudos Italianos em Portugal, 54-56: 169 - 183.
52. Marnoto, Rita. 1990. "A obra de Francisco Levita, um futurismo inconcluso", Estudos Italianos em Portugal, 53: 145 - 162.
53. Marnoto, Rita. 1988. "Sobre as sextinas de Pietro Bembo", Biblos. Revista da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra, 64: 383 - 398.
54. Marnoto, Rita. 1987. "La fine di tutto: um fim incompleto", Estudos Italianos em Portugal, 48-50: 79 - 90.
55. Marnoto, Rita. 1986. "Se una notte d’inverno, ... Italo Calvino e o ... Lector in fabula", Cadernos de Literatura, 23: 31 - 45.
56. Marnoto, Rita. 1984. "A narrativa neo-realista italiana", Biblos. Revista da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra, 60, 2: 125 - 195.
57. Marnoto, Rita. 1983. "O nome da Rosa: a abertura de um texto fechado", Vértice, 454-457: 169 - 178.
58. Marnoto, Rita. 1981. "Uomini e no de Elio Vittorini", Estudos Italianos em Portugal, 43-44: 255 - 269.
59. Marnoto, Rita. 1981. "Rec. a Italo Calvino. 1979. Se una notte d’inverno un viaggiatore. Torino: Einaudi", Estudos Italianos em Portugal, 43-44: 283 - 284.

Textos em jornais ou revistas
Texts in newspapers or magazines
1. Marnoto, Rita. 30 out. 2017. "150 anos do nascimento de Luigi Pirandello" Estudos Italianos em Portugal n. s. 12, 347 - 348.
2. Marnoto, Rita. 30 out. 2016. "Paulo Cunha e Silva in memoriam" Estudos Italianos em Portugal n. s. 11, 211 - 213.
3. Marnoto, Rita. 10 fev. 2016. "Filinto — o poeta amargurado" O Ilhavense, x - x.
4. Marnoto, Rita. 30 out. 2015. "Entrevista a Insula Europea conduzida por Carlo Pulsoni" Insula Europea, x - x.
5. Marnoto, Rita. 30 out. 2014. "Vasco Graça Moura in memoriam" Estudos Italianos em Portugal n. s. 9, 163 - 170.
6. Marnoto, Rita. 01 set. 2014. "Vasco Graça Moura: a grandeza das letras" Colóquio. Letras 187, 143 - 145.
7. Marnoto, Rita. 30 out. 2012. "Três sonetos de Camões traduzidos por Roberto Gigliucci" Estudos Italianos em Portugal n. s. 7, 163 - 164.
8. Marnoto, Rita. 30 out. 2011. "Jubilação do Doutor José Ribeiro Ferreira" Humanitas 63, 859 - 861.
9. Marnoto, Rita. 30 out. 2009. "Quinto Encontro de Italianística. Os Palermas de Coimbra" Estudos Italianos em Portugal n. s. 4, 299 - 300.
10. Marnoto, Rita. 30 out. 2009. "Nel mezzo del camin. Jornada de Estudos Italianos em Honra de Giuseppe Mea" Estudos Italianos em Portugal n. s. 4, 301 - 302.
11. Marnoto, Rita. 30 out. 2009. "Il Futurismo dall’Italia a Coimbra" Comunità Italiana , 22 - 23.
12. Marnoto, Rita. 30 out. 2008. "Cristina Babino" Estudos Italianos em Portugal n. s. 3, 176 - 176.
13. Marnoto, Rita. 30 out. 2008. "Quarto Encontro de Italianística. Literatura e Imaginação" Estudos Italianos em Portugal n. s. 3, 219 - 221.
14. Marnoto, Rita. 30 maio 2007. "‘A Europa morde a mão que a protege’ — entrevista a Vasco Graça Moura" Rua Larga 16, x - x.
15. Marnoto, Rita. 30 out. 2006. "Terceiro Encontro de Italianística. Luigi Pirandello e a recepção da sua obra em Portugal" Estudos Italianos em Portugal n. s. 1, 435 - 438.
16. Marnoto, Rita. 30 maio 2006. "Luigi Pirandello: o regresso a Coimbra" Rua Larga 11, x - x.
17. Marnoto, Rita. 30 out. 2005. "Encontros de Italianística" Estudos Italianos em Portugal n. s. 0, 264 - 265.
18. Marnoto, Rita. 30 out. 2005. "José da Costa Miranda in memoriam" Estudos Italianos em Portugal n. s. 0, 287 - 288.
19. Marnoto, Rita. 30 mar. 2003. "Petrarca, o primeiro moderno" Jornal de Letras, Artes e Ideias 872, x - x.

Prefácio, Posfácio
Preface, Postface
1. Marnoto, Rita. 2012. "Introduzione". Arcidosso. (Prefácio)
19-23.

2. Marnoto, Rita. 2011. "Petrarca ou a poesia". Coimbra. (Prefácio)
5-9.

3. Marnoto, Rita. 2010. "Uma poética da imaginação". Ílhavo. (Prefácio)
5-9.

4. Marnoto, Rita. 2008. "Prefácio. E outras, e mais outras obras". Pato de Minas. (Prefácio)
7-12.

5. Marnoto, Rita. 2007. "O reencontro de uma biblioteca". Coimbra. (Prefácio)
7-9.

6. Marnoto, Rita; Biagione, Giovanni. 2005. "Editoriale / Editorial". Lisboa. (Prefácio)
7. Marnoto, Rita. 2003. "Apresentação". Coimbra. (Prefácio)
19-21.

8. Marnoto, Rita. 1999. "Apresentação". Lisboa. (Prefácio)
v-vii.


Tradução
Translation
1. Marnoto, Rita. 2012. "Fernando Távora. Modernidade permanente. Permanent Modernity", 17 pp.. Porto: Associação Casa da Arquitectura. (Outra)
2. Marnoto, Rita. 2011. "Prefácio", 5 pp.. Coimbra: Imprensa da Universidade de Coimbra. (Outra)
3. Marnoto, Rita. 2010. "Arquitectos portugueses. Identidade, nacionalidade, modernidade", 9 pp.. Lisboa: Ordem dos Arquitectos Portugal. (Artigo)
4. Marnoto, Rita; Almeida, Isabel. 2010. "Água e gás em todos os pisos: notas sobre a estranheza da casa / Paisagem de interiores / Entre mapa e grafo: o fenómeno metropolitano / Uma topologia dos umbrais", 68 pp.. Lisboa: Edições 70. (Outra)
Água e gás em todos os pisos: notas sobre a estranheza da casa, 99-112. Paisagem de interiores, 113-131. Entre mapa e grafo: o fenómeno metropolitano, 173-181. Uma topologia dos umbrais, 233-257. .

5. Marnoto, Rita. 2009. "Rec. a Angelo D’Orsi. 2009. Il Futurismo tra cultura e politica. Reazione o rivoluzione? Con antologia di testi. Roma: Salerno", 2 pp.. Lisboa: Instituto Italiano de Cultura em Portugal. (Artigo)

6. Marnoto, Rita. 2009. "O teatro futurista", 11 pp.. Lisboa: Instituto Italiano de Cultura de Lisboa. (Artigo)
2009, 1.ª ed. 2015, 2.ª ed.


7. Marnoto, Rita. 2008. "A loucura de Orlando", 22 pp.. Lisboa: Instituto Italiano de Cultura de Lisboa. (Artigo)

8. Marnoto, Rita. 2007. "Uma tessela dantesca no poema Soldati de Ungaretti", 13 pp.. Lisboa: Instituto Italiano di Cultura di Lisbona. (Artigo)

9. Marnoto, Rita. 2005. "Manual tipográfico de Giambattista Bodoni ", 78 pp.. Coimbra: Almedina. (Livro)
10. Marnoto, Rita. 2005. "Introdução a Sei personaggi in cerca di autore", 10 pp.. Coimbra: Instituto de Estudos Italianos da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra. (Outra)
Leonardo Express [revista em linha do Instituto de Estudos Italianos da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra, hptt://www.uc.pt/fluc/INSTITU/IEITAL/Leonardoexpress/Marnoto.html] [descontinuada em 2007].

11. Marnoto, Rita; Ferreira, Sónia. 2005. "Presença italiana na tratadística portuguesa da primeira metade do século XVIII", 24 pp.. Lisboa: Instituto Italiano de Cultura de Lisboa. (Artigo)

12. Marnoto, Rita. 2001. "Os novos intermediários culturais", 24 pp.. Oeiras: Celta. (Outra)
1997, 1.ª ed. 2005, 2.ª ed.

13. Marnoto, Rita. 1997. "[vv.] «Os Gigantes da Montanha» de Luigi Pirandello", sp pp.. Porto: Teatro Nacional de São João. (Outra)

Outra produção científica
Other scientific production
1. Marnoto, Rita. 2017. "[Org. Dossiê] Arquitectos italianos em Portugal", 335 pp.. Lisboa: Instituto Italiano de Cultura de Lisboa.
Estudos Italianos em Portugal n. s. 12, 7-343. Introdução, 7-12. Textos de Nuno Grande, Jorge Figueira, José Miguel Rodrigues, Luís Miguel Correia, Elisa Pegorin, Francisco Pato de Macedo, Rafael Moreira, José Ferrão Afonso, Jorge Correia, Domingos Tavares, João Cabeleira, Rui Lobo, Giuseppina Raggi, Pedro Miguel Gomes Januário, José Camões, Teresa Cunha Ferreira, Joana Cunha Leal, Walter Rossa, Francesco Marconi, Michele Cannatà, Nadir Bonaccorso.

2. Marnoto, Rita. 2017. "[Org. Dossiê] Futuros", 231 pp.. Coimbra: Imprensa da Universidade de Coimbra.
ERIH Plus. Biblos. Revista da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra 3.ª s. 2, 11-242. Futuros, 9-10. Textos de Ana Teresa Peixinho, Clara Almeida Santos, Javier Monserrat, Maria Celeste Natário, Stefania Stefanelli, Ana Marques Gastão, Filipa Rino Almeida, Maria Luísa Cabral, Sérgio Alexandre Gomes, Henry Horst Mantsch, João Ferrão, Gonçalo M. Tavares, Jean-Luc Nancy, Fernanda Bernardo.

3. Marnoto, Rita. 2016. "[Org. Dossiê] Mar", 212 pp.. Coimbra: Imprensa da Universidade de Coimbra.
Biblos. Revista da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra 3.ª s. 2, 11-221. Mar, 9-10.

4. Marnoto, Rita. 2015. "[Org. Dossiê] O valor das Humanidades", 224 pp.. Coimbra: Imprensa da Universidade de Coimbra.
Biblos. Revista da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra (3.ª s.), 1, 11-235. O valor das Humanidades, 11-12 [Nota de abertura de José Pedro Paiva]. Textos de António Nóvoa, Maria Adélia de Sousa, João Maria André, Moisés de Lemos Martins, Adriano Duarte Rodrigues, Carlos Fiolhais, Maria Aline Ferreira, Ana Teresa Peixinho, Alcir Pécora, Lídia Jorge, Eduardo Lourenço, Diogo Ferrer.

5. Marnoto, Rita. 2014. "[Org. Dossiê] O 25 de Abril de 1974 e as relações luso-italianas", 109 pp.. Lisboa: Instituto Italiano de Cultura de Lisboa.
Estudos Italianos em Portugal (n. s.), 9, 9-118. Introdução, 9-11. Textos de Luciana Castellina, Susana Lobo, Giulia Strippoli, Marco Gomes, Dea Merlini, Maria João Almeida.

6. Marnoto, Rita. 2013. "[Org. Dossiê] Antonio Tabucchi. A vida não basta", 36 pp.. Lisboa: Instituto Italiano de Cultura de Lisboa.
Estudos Italianos em Portugal n. s. 8, 141-167. Introdução, 141-142. Textos de Anna Dolfi, Thea Rimini, Clelia Bettini .

7. Marnoto, Rita. 2011. "[Org. Dossiê] Unificação da Itália 1861-2011", 178 pp.. Lisboa: Instituto Italiano de Cultura de Lisboa.
Estudos Italianos em Portugal n. s. 6, 7-175. Introdução 7-9. Textos de Maria Luisa Cusati, Manuel G. Simões, Francesca Di Giuseppe, Mario G. Losano, Ernesto Rodrigues, Luísa Cymbron, Viola Fiorentino, Carlos Loures, Marco Gomes, Carmine Cassino, Mauro La Mancusa, Paulo Archer de Carvalho .

8. Marnoto, Rita. 2011. "[Org. Dossiê] Pina Martins. O autor e a obra", 30 pp.. Lisboa: Instituto Italiano de Cultura de Lisboa.
Estudos Italianos em Portugal n. s. 6, 203-232. Introdução, 205-206. Textos de João Bigotte Chorão, Artur Anselmo, Aires A. Nascimento .

9. Marnoto, Rita. 2010. "[Org. Dossiê] José Vitorino de Pina Martins in memoriam", 18 pp.. Lisboa: Instituto Italiano de Cultura de Lisboa.
Estudos Italianos em Portugal (n. s.), 5, 161-179. Introdução, 161-162. Textos de Aires A. Nascimento, Ernesto Rodrigues, Elsa Gonçalves, Adriano Moreira, Eduardo Lourenço .

10. Marnoto, Rita. 2010. "[Org. Dossiê] O ensino do Italiano em Portugal", 84 pp.. Lisboa: Instituto Italiano de Cultura de Lisboa.
Estudos Italianos em Portugal n. s. 5, 7-91. Introdução, 7-8. Textos de Clelia Bettini, Rita Marnoto, Maria João Almeida, Giuseppe Mea, Zulmira Santos, Lino Mioni, Marcello Sacco, Catia Benedetti, Emanuele Ducrocchi, Silvia Brunetta .

11. Marnoto, Rita. 2009. "[Org. Dossiê] Para um dicionário de tradutores", 19 pp.. Lisboa: Instituto Italiano de Cultura de Lisboa.
Estudos Italianos em Portugal (n. s.), 4, 223-242. Introdução, 223-225. Textos de Alberto Sismondini, Marisa das Neves Henriques, Manuel Ferro. Reed. em 2015 de Estudos Italianos em Portugal n. s. 4 .

12. Marnoto, Rita. 2007. "[Org. Dossiê] Temas e debates. História da literatura italiana: vias, confins", 50 pp.. Lisboa: Instituto Italiano de Cultura de Lisboa.
Estudos Italianos em Portugal n. s. 2, 399-445. Introdução, 399. Textos de Roberto Gigliucci, Rita Marnoto, Giulio Ferroni, Armando Gnisci, Marco Santagata .

13. Marnoto, Rita. 2006. "[Org. Dossiê] Francesco Petrarca 1304-2004", 129 pp.. Lisboa: Instituto Italiano de Cultura de Lisboa.



Desenvolvimento de material didáctico ou pedagógico
Didactic and pedagogic material development
1. Marnoto, Rita. Relatório das disciplinas de Estudos Luso-Italianos 1 e Estudos Luso-Italianos 2,2005. 
Relatório de provas de agregação apresentado à Universidade de Coimbra, pp. 202.
2. Marnoto, Rita. Sumário da lição,2005. 
Sumário da lição de provas de agregação apresentada à Universidade de Coimbra, pp. 12.
3. Marnoto, Rita; Neves, Leonor C; Buescu, Helena C; Lima, Isabel P.; Lopes, Óscar; Saraiva, António J. [Rev.] Óscar Lopes, António José Saraiva, História da Literatura Portuguesa,2001. 
História da Literatura Portuguesa. Porto, Porto Editora, CD ROM PC e DVD-ROM para Windows 95, 98, 2000, Me, XP ou Windows NT 4.0 (SP6). ISBN 972 0 66006 6 .



Apresentação em rádio ou TV
Radio or TV presentation
1. Marnoto, Rita. Biblos. Revista da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra - uma nova série,2015 (Outra).
2. Marnoto, Rita. As artes do Colégio fecham o ciclo,2014 (Outra).
3. Marnoto, Rita. Ler, Ver e Ouvir as Cidades Invisíveis de Italo Calvino,2012 (Outra).
4. Marnoto, Rita. Entrevista sobre Cinecittà - Tre mercoledì con Fellini, programa Alvorada,2011 (Outra).
5. Marnoto, Rita. As múltiplas cidades de Calvino,2011 (Outra).
6. Marnoto, Rita. Entrevista sobre o ciclo Babel, integrado 13.ª Semana Cultural da UC,2011 (Outra).
7. Marnoto, Rita. O livro da semana. Le città invisibili, de Italo Calvino,2011 (Outra).
8. Marnoto, Rita. Entrevista sobre a actividade científica de Carolina Michaelis de Vasconcelos,2009 (Outra).
9. Marnoto, Rita. Entrevista sobre o livro, Rui Fausto, Rita Marnoto. 2006 Tempo e ciência. Lisboa: Gradiva ,2006 (Outra).





Dados Complementares (Additional data)


Orientações
Orientations


Tese de Doutoramento
Phd Thesis
Concluídas
Completed
1. Maria Leonor Leal da Nazaré, O esquecimento de si na arte contemporânea, 2017. Tese (Arte Contemporânea) - Universidade de Coimbra (Co-orientador).
2. António Manuel Sucena Silveira Gomes, Ver e ler Paulo Cantos : um projecto bio-bibliográfico, 2017. Tese (Arte Contemporânea) - Universidade de Coimbra (Orientador).
3. Valdemar dos Santos Mendes, Pintura contemporânea, imagem diferida e proposição crítica, 2016. Tese (Arte Contemporânea) - Universidade de Coimbra (Co-orientador).


Dissertação de Mestrado
Master degree dissertation
Concluídas
Completed
1. Helena Márcia Aço Borges Baptista, António Ferro vanguardista: «Nós», a experiência do teatro-manifesto, 2013. Dissertação (Estudos Literários e Culturais) - Universidade de Coimbra (Orientador).
2. Marilena Lafornara, Il dibattito contemporaneo sull’identità portoghese tra migrazione, post-colonialismo ed Europa, 2008. Dissertação (Critica Letteraria e Letterature Comparate) - Università di Roma La Sapienza, Bolseiro(a) de Università di Roma La Sapienza (Orientador).
3. Alexandra Maria Castro Seabra Morais, Ulisses n’«Os Lusíadas»: entre o antigo e o moderno, 2004. Dissertação (Mestrado em Literatura Portuguesa ) - Universidade Católica Portuguesa Polo Regional das Beiras (Orientador).


Orientação de outra natureza
Other orientation
Concluídas
Completed
1. Maria Bochicchio, Edição crítica e estudo da obra de Carlos Queiroz, 2017. Universidade de Coimbra, Bolseiro(a) de Fundação para a Ciência e a Tecnologia (Orientador).
Pós-Doutoramento.
2. Clelia Bettini, Imagem do Turco na literatura portuguesa do século XVI, 2015. Universidade de Coimbra, Bolseiro(a) de Fundação para a Ciência e a Tecnologia (Orientador).
Pós-Doutoramento.
3. Daniela Di Pasquale, Recepção de Dante em Portugal, 2010. Fundação para a Ciência e a Tecnologia, Bolseiro(a) de Fundação para a Ciência e a Tecnologia (Orientador).
Pós-Doutoramento.
4. Marina Machado Rodrigues, Petrarquismo de Luís de Camões, 2009. Universidade de Coimbra, Bolseiro(a) de Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Orientador).
Pós-Doutoramento.


Participação no júri de Graus Académicos
Academic Degrees jury participation


Doutoramento
Phd
1. Marnoto, Rita. Participação no júri de Maria Leonor Leal da Nazaré. O esquecimento de si na arte contemporânea, 2017. Tese (Arte Contemporânea) - Universidade de Coimbra.
2. Marnoto, Rita. Participação no júri de António Manuel Sucena Silveira Gomes. Ver e ler — Paulo de Cantos um projeto bio-bibliográfico, 2017. Tese (Arte Contemporânea) - Universidade de Coimbra.
3. Marnoto, Rita. Participação no júri de José Pereira Valente. Pensamento musical. A composição como processo, 2016. Tese (Arte Contemporânea) - Universidade de Coimbra.
4. Marnoto, Rita. Participação no júri de Artur Luís Gonçalves de Azevedo Rebelo Alves. Elementos para a definição de uma prática de autor em design gráfico, uma autobiografia do atelier R2, 2016. Tese (Arte Contemporânea) - Universidade de Coimbra.
5. Marnoto, Rita. Participação no júri de Valdemar dos Santos Mendes. Pintura contemporânea, imagem deferida e proposição crítica, 2016. Tese (Arte Contemporânea) - Universidade de Coimbra.
6. Marnoto, Rita. Participação no júri de Filipa Maria Gonçalves Medeiros Araújo. Verba significant, res significantur: a receção dos “Emblemata” de Alciato na produção literária do Barroco em Portugal, 2014. Tese (Estudos Literários e Culturais) - Universidade de Coimbra.
7. Marnoto, Rita. Participação no júri de David Manuel Gargalo dos Santos. A reinvenção do real. Da reflexão crítica ao exercício de curadoria, 2014. Tese (Arte Contemporânea) - Universidade de Coimbra.
8. Marnoto, Rita. Participação no júri de Cláudia Tamm Renault. Habitar como poética: percurso plástico e conceitual a partir da obra de Alberto Carneiro e de Pedro Cabrita Reis, 2014. Tese (Arte Contemporânea) - Universidade de Coimbra.
9. Marnoto, Rita. Participação no júri de Ana Isabel Simões Dias Vieira Barbosa. Derivação nominal em português. Denominações em –ismo, 2013. Tese (Línguas e Literaturas Modernas ) - Universidade de Coimbra.
10. Marnoto, Rita. Participação no júri de Marinete Luzia Francisca de Souza. A literatura amazônica dos textos de viagem aos romances contemporâneos, 2013. Tese (Literatura Portuguesa, Investigação e Ensino ) - Universidade de Coimbra.
11. Marnoto, Rita. Participação no júri de Ana Isabel Araújo Marques Rafael. Hum fio de voz, naõ quebra silencio. Retórica e pedagogia do silêncio em Rafael Bluteau, 2013. Tese (Literaturas e Culturas Românicas) - Universidade do Porto.
12. Marnoto, Rita. Participação no júri de Marta Alice Gabriel Soares. «I know it hurts to burn» Joan of Arc as an Incendiary Metaphor in Adrienne Rich’s Poetry and Prose, 2013. Tese (Estudos Americanos) - Universidade de Coimbra.
13. Marnoto, Rita. Participação no júri de Maria Alice Barriga Geirinhas dos Santos. Como eu sou assim, mapeamento visual na primeira pessoa: documento e índice, 2013. Tese (Arte Contemporânea) - Universidade de Coimbra.
14. Marnoto, Rita. Participação no júri de Carla Sofia da Silva Ferreira. Usos do particípio passado duplo no português europeu contemporâneo: padrões de variação numa amostra de população escolar, 2013. Tese (Literatura Portuguesa, Investigação e Ensino ) - Universidade de Coimbra.
15. Marnoto, Rita. Participação no júri de Hermínia Maria Pimenta Fereira Sol. «The impossible fusion of horizons»: a temática das viagens na contística de Paul Bowles, 2013. Tese (Estudos Americanos) - Universidade de Coimbra.
16. Marnoto, Rita. Participação no júri de Julçara Cavalcante Cruz. José Rodrigues Miguéis, Literatura e Escola: um projecto inacabado, 2012. Tese (Literatura Portuguesa, Investigação e Ensino ) - Universidade de Coimbra.
17. Marnoto, Rita. Participação no júri de Maria da Glória Marques Ferreira. O percurso do mito inesiano da literatura ao cinema. Exercício de transposição didática de «A trança de Inês», 2012. Tese (Literatura Portuguesa, Investigação e Ensino ) - Universidade de Coimbra.
18. Marnoto, Rita. Participação no júri de Susana Mendes da Costa Silva. A performance enquanto encontro ín, 2012. Tese (Arte Contemporânea) - Universidade de Coimbra.
19. Marnoto, Rita. Participação no júri de Isabella Venceslau Fortunato. Expressões com o verbo ‘meter’ no português europeu e no português brasileiro: análise semântico-conceitual, 2012. Tese (Literatura Portuguesa, Investigação e Ensino ) - Universidade de Coimbra.
20. Marnoto, Rita. Participação no júri de Vera Lúcia Viana de Macedo. Metáforas psicanalíticas na obra de Mário de Sá Carneiro. Uma Hermenêutica da morte em vida, 2012. Tese (Literatura Portuguesa, Investigação e Ensino ) - Universidade de Coimbra.
21. Marnoto, Rita. Participação no júri de Susana Margarida da Costa Nunes. Prefixação de origem preposicional na língua portuguesa, 2011. Tese (Línguas e Literaturas Modernas ) - Universidade de Coimbra.
22. Marnoto, Rita. Participação no júri de Rosaria De Marco. Il realismo «fantasticato» di Italo Calvino e José Saramago, 2009. Tese (Letterature Romanze Comparate) - Università degli Studi di Napoli.
23. Marnoto, Rita. Participação no júri de Lucia Pezzera. La letteratura ebreo-maghrebine: la scrittura di Edmond Amran el Maleh, 2009. Tese (Letterature Romanze Comparate) - Università degli Studi di Napoli.
24. Marnoto, Rita. Participação no júri de Fernando Matos Oliveira. Poesia e metromania. Inscrições setecentistas (1750-1820), 2008. Tese (Estudos Literários e Culturais) - Universidade de Coimbra.
25. Marnoto, Rita. Participação no júri de Catia Benedetti . «Il giardino dei Finzi-Contini»: as tensões líricas na experiência de Giorgio Bassani , 2007. Tese (Literatura Italiana) - Universidade dos Açores.
26. Marnoto, Rita. Participação no júri de Maria Teresa Duarte de Jesus Gonçalves do Nascimento. O diálogo na literatura portuguesa. Renascimento e Maneirismo, 2006. Tese (Estudos Literários e Culturais) - Universidade de Coimbra.
27. Marnoto, Rita. Participação no júri de Nelson Manuel Carvalho de Almeida. Pastoral lusitana. Habent sua fata libelli, 2005. Tese (Estudos Literários e Culturais) - Universidade de Coimbra.
28. Marnoto, Rita. Participação no júri de Manuel Simplício Geraldes Ferro. A recepção de Torquato Tasso na épica portuguesa do Barroco e Neoclassicismo, 2004. Tese (Estudos Literários e Culturais) - Universidade de Coimbra.
29. Marnoto, Rita. Participação no júri de Manuel Henrique Maximino de Almeida. Aquilino Ribeiro entre jornalismo e literatura: conformação e canonização da escrita aquiliniana (1903-1933), 2001. Tese (Literatura Portuguesa) - Universidade Católica Portuguesa Polo Regional das Beiras.
30. Marnoto, Rita. Participação no júri de Hélio João dos Santos Alves. Camões, Corte-Real e o sistema da epopeia quinhentista, 1999. Tese (Literatura Portuguesa) - Universidade de Évora.


Mestrado
Master degree
1. Marnoto, Rita. Participação no júri de Sílvio Manuel Gomes Alves. Fernando Távora no País do Desassossego, 2016.  Dissertação (Arquitectura) - Universidade de Coimbra.
2. Marnoto, Rita. Participação no júri de Carolina Vieira Filippini Curi. Estéticas da consciência alterada. Uma análise das mitologias individuais e dos estados alterados na arte, 2015.  Dissertação (Estudos Curatoriais) - Universidade de Coimbra.
3. Marnoto, Rita. Participação no júri de Mafalda Maria Barbosa Gonçalves. O jogo na literatura. Uma leitura de «Se numa noite de inverno um viajante» de Italo Calvino, 2014.  Dissertação (Estudos Literários, Culturais e Interartes) - Universidade do Porto.
4. Marnoto, Rita. Participação no júri de Helena Márcia Aço Borges Baptista. António Ferro vanguardista: «Nós», a experiência do teatro-manifesto, 2013.  Dissertação (Estudos Literários e Culturais) - Universidade de Coimbra.
5. Marnoto, Rita. Participação no júri de Fabrice Teixeira Francisco. Entre a representação (pseudo-)histórica e a revisitação crítica dos alicerces do Cristianismo: o «Vangelo di Giuda» de Roberto Pazzi, 2012.  Dissertação (Estudos Literários e Culturais) - Universidade de Coimbra.
6. Marnoto, Rita. Participação no júri de Maria Cecília Silveira de Faria Gomes. Valor imaterial. O trabalho da fotografia, 2012.  Dissertação (Estudos Curatoriais) - Universidade de Coimbra.
7. Marnoto, Rita. Participação no júri de Érika Machado Hermeto. Inventário das insignificâncias ou a virtude do inútil, 2012.  Dissertação (Estudos Curatoriais) - Universidade de Coimbra.
8. Marnoto, Rita. Participação no júri de Francesco Mai. «Planisfério pessoal» de Gonçalo Cadilhe. Tradução para italiano e reflexões sobre a tradução, 2010.  Dissertação (Tradução) - Universidade de Lisboa.
9. Marnoto, Rita. Participação no júri de Sandra Cristina Matos Folgado. Saber ver a Arquitectura Neo-realista em Portugal, 2010.  Dissertação (Arquitectura) - Universidade de Coimbra.
10. Marnoto, Rita. Participação no júri de Carla Santos Marques. A representação do mundo em agonia: Curzio Malaparte — o escritor-repórter, 2010.  Dissertação (Estudos Literários e Culturais) - Universidade de Coimbra.
11. Marnoto, Rita. Participação no júri de Marilena Lafornara. Il dibattito contemporaneo sull’identità portoghese tra migrazione, post-colonialismo ed Europa, 2008.  Dissertação (Critica Letteraria e Letterature Comparate) - Università di Roma La Sapienza.
12. Marnoto, Rita. Participação no júri de Paolo Brama. Tecnologia e scrittura. Riflessioni antropologiche, 2008.  Dissertação (Critica Letteraria e Letterature Comparate) - Universita degli Studi La Sapienza.
13. Marnoto, Rita. Participação no júri de Sara Sgrano. La 0 femminista negli anni Settanta, 2008.  Dissertação (Storia del Giornalismo) - Università di Roma La Sapienza.
14. Marnoto, Rita. Participação no júri de Laura Fedel. Essere immigrato in Europa nel III millennio. L’immagine nei mass media durante e dopo la campagna del 2008, 2008.  Dissertação (Critica Letteraria e Letterature Comparate) - Università di Roma La Sapienza.
15. Marnoto, Rita. Participação no júri de Federico Tosi. Letteratura della migrazione nei maggiori quotidiani italiani, 2008.  Dissertação (Letteratura e Interculturalità) - Università di Roma La Sapienza.
16. Marnoto, Rita. Participação no júri de Samuele Petri. Porta Portese. Dinamiche dei consumi popolari e delle relazioni etniche in un mercato formale-informale, 2008.  Dissertação (Letteratura e Interculturalità) - Università di Roma La Sapienza.
17. Marnoto, Rita. Participação no júri de Sara Iori. L’immortalità in un petalo di fiore. La ricerca dell’immortalità in Cina tra scienza medica ed alchimia esterna, 2008.  Dissertação (Lingue e Culture del Mondo Moderno) - Università di Roma La Sapienza.
18. Marnoto, Rita. Participação no júri de Giulia Ficcadenti. Reti di consumo sostenibile e gruppi d’acquisto solidale, 2008.  Dissertação (Letteratura e Interculturalità) - Università di Roma La Sapienza.
19. Marnoto, Rita. Participação no júri de Andrea Gisela Vilela Borges. «Meu triste canto deve ser ouvido». Introdução à vida e obra de Francisca Possolo (1783-1838), 2007.  Dissertação (Literaturas e Culturas Românicas) - Universidade do Porto.
20. Marnoto, Rita. Participação no júri de Alexandra Maria Castro Seabra Morais. Ulisses n’ «Os Lusíadas»: entre o antigo e o moderno, 2005.  Dissertação (Literatura Portuguesa) - Universidade Católica Portuguesa Polo Regional das Beiras.


Bacharelato/Licenciatura
Degree of licentiate
1. Marnoto, Rita. Participação no júri de Giorgia Rocchi. Cristoforo Colombo e Amerigo Vespucci. L’inizio della modernità, 2008. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelato/Licenciatura em Studi Italiani) - Università di Roma La Sapienza.
2. Marnoto, Rita. Participação no júri de Giovanna Amato. Spoglio della «Revue de Littérature Comparée», 2008. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelato/Licenciatura em Studi Italiani) - Università di Roma La Sapienza.
3. Marnoto, Rita. Participação no júri de Maura Sermonetta. Rappresentazioni del Confucianesimo in Europa e del Cristianesimo in Cina nei secoli XVII-XVIII, 2008. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelato/Licenciatura em Teorie e Pratiche dell Antropologia) - Università di Roma La Sapienza.
4. Marnoto, Rita. Participação no júri de Francesco Mascia. Un genere «piccollo». Due scrittrici straniere per l’infanzia italiana, 2008. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelato/Licenciatura em Studi Italiani) - Università di Roma La Sapienza.
5. Marnoto, Rita. Participação no júri de Taulant Ligori. Albania e Italia. L’emigrazione come ricerca di libertà nei romanzi di R. Kubati, 2008. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelato/Licenciatura em Italianistica, Musica e Spettacolo) - Università di Roma La Sapienza.
6. Marnoto, Rita. Participação no júri de Désirée Leonardi. La circolazione e il collezionismo degli oggetti nel tardo periodo Ming, 2008. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelato/Licenciatura em Lingue e Culture del Mondo Moderno) - Università di Roma La Sapienza.
7. Marnoto, Rita. Participação no júri de Francesca Faiella. L’Orchestra di Piazza Vittorio come fenomeno interculturale, 2008. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelato/Licenciatura em Italianistica, Musica e Spettacolo) - Università di Roma La Sapienza.
8. Marnoto, Rita. Participação no júri de Cristina Santullo. L’universo interiore. La ricerca dell’immortalità taoista attraverso la coltivazione del sé. L’alchimia interna, 2008. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelato/Licenciatura em Lingue e Culture del Mondo Moderno) - Università di Roma La Sapienza.


Participação em outros júris
Other jury participation


Concurso de Professor Adjunto
Adjunt professor tender
1. Marnoto, Rita. Concurso de recrutamento de dois Professores Auxiliares para a Escola de Artes, na Área de Estudos Artísticos e Culturais, 2017. Universidade Católica Portuguesa.



Participação em Comissões de Avaliação
Evaluation comissions participation
1. Concurso de Bolsas de Pós-Doutoramento do Fundo Regional para a CT do Governo Regional dos Açores, FCT, 2017, Governo Regional dos Açores.
2. Recursos do Concurso de Bolsas Individuais de Doutoramento e Pós-doutoramento para o Painel de Estudos Literários, FCT, 2015, Fundação para a Ciência e a Tecnologia.
3. Bolsas Individuais de Doutoramento e Pós-doutoramento para o Painel de Estudos Literários, FCT, 2015, Fundação para a Ciência e a Tecnologia.
4. Reavaliação de projetos em Ciências Sociais e Humanas, Subárea Línguas e Literatura, FCT, 2012, Fundação para a Ciência e a Tecnologia.
5. Avaliação do «Research Plan – Projects Evaluation» da Università degli Studi di Siena, Área de Letras e Artes, 2007, Universita degli Studi - Siena.
6. Concurso para tradutores de Italiano para Português da Comunidade Europeia. Bruxelas, 1989, Comissão Europeia.


Participação em eventos
Event participation
Participação como Keynote Speaker
Participation as Keynote Speaker
1. Poesia. Sá de Miranda, 2017 (Conferência).
Nome do evento: Coimbra (t)em Poesia; Nome da Instituição: Câmara Municipal de Coimbra; Cidade do evento: Coimbra / Casa da Escrita.
2. Tra Luigi Pirandello e Fernando Pessoa, 2017 (Congresso).
Nome do evento: Pirandello oggi. Centocinquantenario della nascita (1867-2017). Convegno Internazionale; Nome da Instituição: Università degli Studi di Roma La Sapienza, Università di Roma Tor Vergata, Università degli Studi Roma Tre; Cidade do evento: Roma / Università di Roma Tor Vergata.
3. Le Portugal et les lettres de Castiglione, 2017 (Conferência).
Nome da Instituição: Centre d’Études Lusophones de la Faculté des Lettres de l’Université de Genève; Cidade do evento: Genève / Centre d’Études Lusophones de la Faculté des Lettres de l’Université de Genève.
4. Personaggi. Luigi Pirandello e Fernando Pessoa, 2017 (Congresso).
Nome do evento: 150 Anos do Nascimento de Luigi Pirandello; Nome da Instituição: Istituto Italiano di Cultura di Lisbona; Cidade do evento: Lisboa / Istituto Italiano di Cultura di Lisbona.
5. Gigantes, montanhas, palavras, abismos, 2017 (Congresso).
Nome do evento: 150 Anos de Pirandello em Portugal. Jornada Pirandello em Portugal; Nome da Instituição: Centro de Estudos de Teatro; Cidade do evento: Lisboa / FLUL.
6. Portugais Futuristas. Futurismo coimbrão, 2017 (Congresso).
Nome do evento: Portugal Futurista e o Futurismo; Nome da Instituição: Biblioteca Nacional; Cidade do evento: Lisboa / Biblioteca Nacional.
7. Voluptas canendi, voluptas dolendi. Palavra e música em Camões, 2016 (Congresso).
Nome do evento: Português: Palavra e Música. Colóquio; Nome da Instituição: Fundação Calouste Gulbenkian; Cidade do evento: Lisboa / Fundação Calouste Gulbenkian.
8. Il Marco Paulo del 1502 nel Portogallo delle scoperte, 2016 (Conferência).
Nome da Instituição: Circolo Filologico Linguistico Padovano. Università degli Studi di Padova; Cidade do evento: Padova / Circolo Filologico Linguistico Padovano. Università degli Studi di Padova.
9. Linguagem teatral e cómico. Teatro chão do século XVI, 2016 (Congresso).
Nome do evento: Relazioni Letterarie tra Italia e Mondo Iberico in Età Moderna; Nome da Instituição: Dipartimento di Lingue, Letterature e Studi Interculturali, Università degli Studi di Firenze; Cidade do evento: Firenze / Università degli Studi di Firenze.
10. Camões com espectador. Sílvio Castro camonista, 2016 (Congresso).
Nome do evento: Jornada de Estudos Luso-Brasílica Patavina em memória de Sílvio Castro; Nome da Instituição: Università degli Studi di Padova; Cidade do evento: Padova / Università degli Studi di Padova.
11. Mapear Roma com Pina Martins, 2015 (Congresso).
Nome do evento: Os dois olhares de Jano. Revisitar o Humanismo Português pela Mão de José V. de Pina Martins; Nome da Instituição: Centro de Estudos Clássicos da Faculdade de Letras da UL. Palácio de Fronteira; Cidade do evento: Lisboa / Palácio de Fronteira.
12. Vasco Graça Moura. Possibilidades e desafios, 2015 (Congresso).
Nome do evento: Dia Vasco Graça Moura, painel O ensaísta e o polemista; Nome da Instituição: Centro Cultural de Belém, Centro Nacional de Cultura; Cidade do evento: Lisboa / Pequeno Auditório do Centro Cultural de Belém.
13. A comédia, a cidade e a corte, 2015 (Congresso).
Nome do evento: Colóquio Internacional Jorge Ferreira de Vasconcelos. Um Homem do Renascimento; Nome da Instituição: Fundação Calouste Gulbenkian; Cidade do evento: Lisboa / Fundação Calouste Gulbenkian.
14. Dante no encalce da poesia, 2015 (Congresso).
Nome do evento: Dante Alighieri em Portugal. I Colóquio Internacional; Nome da Instituição: Associazione Socio-Culturale Italiana del Portogallo Dante Alighieri; Cidade do evento: Porto / Casa do Infante.
15. Almada e nós, 2015 (Congresso).
Nome do evento: Congresso Internazionale Almada Negreiros. Un trait-de-union tra Arti e Culture; Nome da Instituição: Università degli Studi di Pisa; Cidade do evento: Pisa / Università degli Studi di Pisa.
16. A condição humana de Camões, 2015 (Congresso).
Nome do evento: 80 Years of Helder Macedo; Nome da Instituição: St. Peter’s College, University of Oxford; Cidade do evento: Oxford / St. Peter’s College, University of Oxford.
17. Il poema di Camões tra Europa e Oceano, 2014 (Congresso).
Nome do evento: Seminario Epica e Oceano; Nome da Instituição: Dipartimento di Studi Greco-latini, Italiani, Scenico-musicali della Facoltà di Lettere dell’Università degli Studi di Roma La Sapienza; Cidade do evento: Roma / Facoltà di Lettere dell’Università degli Studi di Roma La Sapienza.
18. As relações Portugal Itália: excentricidade e policentricidade, 2014 (Congresso).
Nome do evento: Giochi di Specchi. Modelli, Tradizioni, Contaminazioni e Dinamiche Interculturali nei/tra i Paesi di Lingua Portoghese; Nome da Instituição: Associazione Italiana di Studi Portoghesi e Brasiliani, Università degli Studi di Pisa; Cidade do evento: Pisa / Università degli Studi di Pisa.
19. O feminino no diálogo luso-italiano, 2014 (Congresso).
Nome do evento: I Jornada de Estudos de Género. As Mulheres e a Escrita no Contexto Lusófono e Italiano / I Convegno di Studi di Genere. Donne e Scrittura in Contesto Lusofono e Italiano; Nome da Instituição: Centro de Literatura Comparada; Cidade do evento: Lisboa / FLUL.
20. A canção à Virgem atribuída a Martim de Castro do Rio, 2013 (Congresso).
Nome do evento: Escritos para sempre já ficais. Colóquio de Homenagem a Mafalda Ferin Cunha; Nome da Instituição: Universidade Aberta; Cidade do evento: Lisboa / Universidade Aberta, Palácio Ceia.
21. Investigar Arte, 2013 (Congresso).
Nome do evento: Colóquio Arte e Universidade; Nome da Instituição: CAUC, História de Arte da FCSHUNL; Cidade do evento: Coimbra / CAUC.
22. Sá de Miranda e a introdução das novas formas métricas italianas, 2013 (Congresso).
Nome do evento: The Portuguese Renaissance. Challenges and New Directions. O Renascimento Português. Desafios e Novas Linhas de Investigação; Nome da Instituição: St. Peter’s College, University of Oxford, King’s College, London, Associação Internacional de Lusitanistas; Cidade do evento: Oxford / St. Peter’s College.
23. O futurista azul, 2013 (Congresso).
Nome do evento: Colóquio Internacional Almada Negreiros; Nome da Instituição: , Instituto de Estudos de Literatura Tradicional, Instituto de História de Arte da FCSHUNL, Fundação Calouste Gulbenkian; Cidade do evento: Lisboa / Fundação Calouste Gulbenkian.
24. Sobre o lirismo Português do século XVI e a retórica, 2013 (Congresso).
Nome do evento: II Colóquio Internacional A Literatura Clássica ou os Clássicos na Literatura. Uma Revisão da Literatura Portuguesa das Origens à Contemporaneidade; Nome da Instituição: FLUL, Centro de Estudos Clássicos; Cidade do evento: Lisboa / FLUL.
25. Nas florestas da noite. Vasco Graça Moura tradutor, 2012 (Congresso).
Nome do evento: Colóquio Vasco Graça Moura 50 Anos de Vida Literária; Nome da Instituição: Centro de Estudos Clássicos e Humanísticos da FLUC; Cidade do evento: Coimbra / FLUC.
26 Comentário a Camões. Percursos, Impasses e Perspectivas, 2012 (Mesa-Redonda).
Nome do evento: VII Congresso da Associação Portuguesa de Literatura Comparada. Congresso Internacional Comemorativo dos 25 Anos da Associação Portuguesa de Literatura Comparada. Pensar o Comparatismo. Percursos. Impasses. Perspectivas; Nome da Instituição: Universidade de Aveiro; Cidade do evento: Aveiro / Universidade de Aveiro.
27. Il Cortegiano in villaggio, 2011 (Conferência).
Nome do evento: Relazioni Letterarie tra Italia e Penisola Iberica nell’Epoca Rinascimentale e Barocca ; Nome da Instituição: Scuola Normale Superiore di Pisa; Cidade do evento: Pisa / Scuola Normale Superiore di Pisa, Sala degli Stemmi.
28. O Italiano — tão próximo e tão distante, 2011 (Congresso).
Nome do evento: As Línguas Neolatinas e a Internacionalização da Língua Portuguesa. Jornada do Feslatino na Universidade do Porto; Nome da Instituição: Feslatino, Reitoria da Universidade do Porto; Cidade do evento: Porto / Reitoria da Universidade do Porto.
29. Crítica à Corte e antinomia urbana, 2011 (Congresso).
Nome do evento: Colloque-Séminaire. Les Études Camoniennes à Coimbra et à Genève: le Point sur les Recherches en Cours; Nome da Instituição: Centre d’Études Lusophones de la Faculté des Lettres de l’Université de Genève; Cidade do evento: Genève / Centre d’Études Lusophones de la Faculté des Lettres de l’Université de Genève.
30. Le CIEC (Centro Interuniversitário de Estudos Camonianos) et ses activités, 2011 (Congresso).
Nome do evento: Colloque-Séminaire. Les Études Camoniennes à Coimbra et à Genève: le Point sur les Recherches en Cours; Nome da Instituição: Centre d’Études Lusophones de la Faculté des Lettres de l’Université de Genève; Cidade do evento: Genève / Centre d’Études Lusophones de la Faculté des Lettres de l’Université de Genève.
31. Être à l’extrémité de l’Europe. Il Risorgimento visto dal Portogallo, 2011 (Congresso).
Nome do evento: Il Risorgimento Visto dagli Altri. Convegno Internazionale; Nome da Instituição: Dipartimento di Studi Greco-latini, Italiani, Scenico-musicali della Facoltà di Lettere e Filosofia dell’Università degli Studi di Roma La Sapienza; Cidade do evento: Roma / Facoltà di Lettere e Filosofia dell’Università degli Studi di Roma La Sapienza.
32. Tabucchi e la narratività interdetta. Pirandello, Pessoa, 2010 (Congresso).
Nome do evento: Fictions and Fictions. Illusions and Storytelling in Luigi Pirandello and in the International Modernism. International Conference; Nome da Instituição: Katholieke Universiteit Leuven, Universiteit Antwerpen, Hogeschool-Universiteit Brussel, Stichting Luigi Pirandello; Cidade do evento: Antwerpen / Universiteit Antwerpen.
33. Crítica à Corte e antinomia urbana, 2010 (Congresso).
Nome do evento: La Crítica del Poder en el Mundo Ibérico (siglos XVI y XVII). Sesión del Seminario Internacional Autoridad y Poder; Nome da Instituição: Université de la Sorbonne Nouvelle Paris 3, University of Oxford, Wstfälische Wilhelms-Universität Münster, GRISO-Universidad de Navarra, Centro de Literatura Portuguesa; Cidade do evento: Coimbra / FLUC.
34. Marian Papahagi: um romeno que falava português, 2009 (Congresso).
Nome do evento: Colóquio Marian Papahagi (1948-1999) Ilustre Italianista e Luso-brasilianista romeno; Nome da Instituição: Instituto de Cultura Romeno; Cidade do evento: Lisboa / Instituto de Cultura Romeno.
35. Futurism in Portuguese: from Azores to India, 2009 (Congresso).
Nome do evento: Shades of Futurism. An International Conference at Princeton University in Celebration of the 100th Anniversary of the Publication of F. T. Marinetti’s Futurist Manifesto; Nome da Instituição: Department of Italian and French of the University of Princeton; Cidade do evento: Princeton / University of Princeton.
36. Futurismo, Futurismos. As vanguardas portuguesas de início de século, 2009 (Congresso).
Nome do evento: Colloque Inaugural. Centre d’Études Lusophones; Nome da Instituição: Centre d’Études Lusophones de la Faculté des Lettres de l’Université de Genève; Cidade do evento: Genève / la Faculté des Lettres de l’Université de Genève.
37. Mapas do Futurismo português. O Futurismo em Coimbra, 2009 (Congresso).
Nome do evento: 100 Anos de Futurismo: do italiano ao português; Nome da Instituição: Universidade Federal de Santa Catarina, Università degli Studi di Padova; Cidade do evento: Florianópolis / Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis.
38. Luís de Camões, entre a Europa e as rotas oceânicas, 2008 (Conferência).
Nome da Instituição: Museu Marítimo de Ílhavo; Cidade do evento: Ílhavo / Museu Marítimo de Ílhavo.
39. Luís de Camões: a forma cancioneiro nas edições de 1595 e 1598, 2008 (Congresso).
Nome do evento: Colóquio Internacional de Literatura e Filologia Portuguesas; Nome da Instituição: Faculté des Lettres, Université de Genève; Cidade do evento: Genève / Faculté des Lettres, Université de Genève.
40. Le lingue europee nella rete internazionale, 2008 (Congresso).
Nome do evento: Settimana dell’Internazionalizzazione; Nome da Instituição: Facoltà di Lingue e Letterature Straniere, Università degli Studi di Bari; Cidade do evento: Coimbra, Bari / CIUC, Facoltà di Lingue e Letterature Straniere, Università degli Studi di Bari.
41. La letteratura italiana e le letterature di lingua portoghese: contatti lungo i secoli, 2008 (Congresso).
Nome do evento: Colloquio in omaggio a Giuseppe Carlo Rossi; Nome da Instituição: Istituto Universitario Orientale di Napoli; Cidade do evento: Napoli / Istituto Universitario Orientale di Napoli.
42. Corte e literatura no Renascimento europeu, 2008 (Congresso).
Nome do evento: Colóquio Renascimentos na Europa do século XVI. Formas, ritmos e convergências; Nome da Instituição: Universidade Aberta, Fundação Calouste Gulbenkian; Cidade do evento: Lisboa / Fundação Calouste Gulbenkian.
43. A forma cancioneiro em Camões, 2007 (Conferência).
Nome do evento: Ciclo de Conferências sobre Luís de Camões; Nome da Instituição: FLUP; Cidade do evento: Porto / FLUP.
44. O livro de poesia e a segunda edição das Rimas de Camões, 2007 (Congresso).
Nome do evento: Congresso Internacional de Língua Portuguesa, Filosofia e Literaturas de Língua Portuguesa; Nome da Instituição: Academia Brasileira de Filologia; Cidade do evento: Rio de Janeiro / Universidade CAA.
45. Perspectivas de investigação em campo interdisciplinar, 2007 (Conferência).
Nome da Instituição: Real Gabinete Português de Leitura; Cidade do evento: Rio de Janeiro / Real Gabinete Português de Leitura.
46. Petrarca: a revelação da subjectividade moderna, 2007 (Conferência).
Nome da Instituição: Departamento de Letras Modernas, Universidade de São Paulo; Cidade do evento: São Paulo / Departamento de Letras Modernas, Universidade de São Paulo.
47. Comentário das trovas à maneira antiga, 2006 (Conferência).
Nome do evento: Ciclo de Música e Poesia, Sá de Miranda; Nome da Instituição: Fundação das Casas de Fronteira e Alorna; Cidade do evento: Lisboa / Palácio Fronteira.
48. L’ambiente accademico di Coimbra e il futurismo di Xico Levita, 2006 (Conferência).
Nome da Instituição: Dipartimento di Iberistica della Facoltà di Lingue e Letterature dell’Università degli Studi di Pisa; Cidade do evento: Pisa / Dipartimento di Iberistica della Facoltà di Lingue e Letterature dell’Università degli Studi di Pisa.
49. Heranças bucólicas na Arcádia Lusitana, 2006 (Congresso).
Nome do evento: Colóquio Internacional Heranças Bucólicas. Paisagens, Paraísos, Peregrinações; Nome da Instituição: Centro de Estudos Linguísticos e Literários da UL; Cidade do evento: Castelo de Vide / Castelo de Vide.
50. A edição das Rimas de 1595 e o cancioneiro petrarquista, 2005 (Congresso).
Nome do evento: VII Reunião Internacional de Camonistas; Nome da Instituição: CIEC; Cidade do evento: Coimbra / Auditório da Reitoria da UC.
51. Laura bianca, Bárbora nera. Le letture di Camões come riconversione al canone, 2004 (Congresso).
Nome do evento: Il Petrarchismo: un Modello di Poesia per l’Europa. Convegno Internazionale di Studi; Nome da Instituição: Dipartimento di Italianistica, Facoltà di Lettere e Filosofia, Università degli Studi di Bologna; Cidade do evento: Bologna / Facoltà di Lettere e Filosofia, Università degli Studi di Bologna.
52. Petrarca, entre Portugal, a Itália e as rotas oceânicas, 2004 (Conferência).
Nome do evento: Ciclo de conferências Do Renascimento ao Barroco; Nome da Instituição: FLUL; Cidade do evento: Lisboa / FLUL.
53. Petrarca in Portogallo. ‘Ad eorum littus irem, 2004 (Congresso).
Nome do evento: Convegno Internazionale di Studi Petrarca nel Mondo; Nome da Instituição: Comitato Nazionale per le Celebrazioni del VII Centenario della Nascita di Francesco Petrarca; Cidade do evento: Firenze / Incisa in Val d’Arno.
54. Riscoprire Petrarca. Petrarca, Camões, Manuel Alegre, Alexandre O’Neill, 2004 (Conferência).
Nome da Instituição: Dipartimento di Lingue e Culture Neolatine della Facoltà di Lettere dell’ Università degli Studi di Firenze; Cidade do evento: Firenze / Dipartimento di Lingue e Culture Neolatine della Facoltà di Lettere dell’ Università degli Studi di Firenze.
55. Il Marco Paulo del 1502 nella catena traslativa del Milione, 2004 (Congresso).
Nome do evento: Traduzioni, imitazioni, scambi tra Italia e Portogallo nei secoli. Colloquio Internazionale; Nome da Instituição: Scuola Normale Superiore di Pisa, Università degli Studi di Pisa; Cidade do evento: Pisa / Scuola Normale Superiore di Pisa.
56. Calling Fu Mattia Pascal, 2004 (Congresso).
Nome do evento: The Magic of a Novel: Before The Late Mattia Pascal and After; Nome da Instituição: Department of Italian and French of the University of Princeton; Cidade do evento: Princeton / Department of Italian and French of the University of Princeton. Princeton.
57. A língua portuguesa, hoje: tradução da identidade, tradução da diversidade, 2003 (Congresso).
Nome do evento: I Jornada de Homenagem à Língua Portuguesa, painel O projecto planetário da CPLP; Nome da Instituição: Instituto Piaget; Cidade do evento: Viseu / Instituto Piaget. Campo Universitário de Viseu.
58. Um projecto editorial para a língua portuguesa, 2003 (Congresso).
Nome do evento: I Jornada de Homenagem à Língua Portuguesa, painel Política(s) da língua no quadro da CPLP; Nome da Instituição: Instituto Piaget; Cidade do evento: Viseu / Instituto Piaget, Campo Universitário de Viseu.
59. Teoria dos géneros e prática literária na Arcádia Lusitana. O processo de contaminatio, 2003 (Congresso).
Nome do evento: Retórica, Poética y Géneros Literarios desde la Antigüedad hasta nuestros Días; Nome da Instituição: Departamento de Filología Latina de la Universidad de Granada; Cidade do evento: Granada / Departamento de Filología Latina de la Universidad de Granada.
60. Primo Levi in Portogallo, 2003 (Congresso).
Nome do evento: La Manutenzione della Memoria. Diffusione e Conoscenza di Primo Levi nei Paesi Europei; Nome da Instituição: Centro Studi Piemontesi; Cidade do evento: Torino / Torino.
61. Camões. Quem é quem, 2002 (Congresso).
Nome do evento: Jornada Clássica; Nome da Instituição: Faculdade de Letras da Universidade Católica Portuguesa, Polo de Viseu do Centro Regional das Beiras; Cidade do evento: Viseu / Faculdade de Letras da Universidade Católica Portuguesa, Polo de Viseu do Centro Regional das Beiras.
62. Viajar, confrontar, homologar. O Portugal de Montale e de Rigoni Stern, 2002 (Congresso).
Nome do evento: Visão de Portugal por Estrangeiros. Primeira Jornada; Nome da Instituição: Centro de Literatura e Cultura Portuguesa e Brasileira da Faculdade de Letras da Universidade Católica Portuguesa, Polo de Viseu do Centro Regional das Beiras; Cidade do evento: Viseu / Faculdade de Letras da Universidade Católica Portuguesa, Polo de Viseu do Centro Regional das Beiras.
63. Il Principe ou De principatibus de Niccolò Machiavelli. O Príncipe novo que parece antigo, 2002 (Congresso).
Nome do evento: O Retrato Literário e a Biografia como Estratégia de Teorização Política; Nome da Instituição: Associação Portuguesa de Estudos Clássicos, Instituto de Estudos Clássicos da FLUC, UID Estudos Clássicos e Humanísticos da UC; Cidade do evento: Coimbra / FLUC.
64. O Ulisses de Dante e a sua presença na cultura italiana do século XX, 2002 (Congresso).
Nome do evento: Congresso Internacional Penélope e Ulisses; Nome da Instituição: Euroclássica, Associação Portuguesa de Estudos Clássicos, Instituto de Estudos Clássicos da FLUC, UID Estudos Clássicos e Humanísticos da UC; Cidade do evento: Coimbra / FLUC.
65. Camões. A ordem dos clássicos e o ruído de fundo, 2002 (Congresso).
Nome do evento: 3 Conferências Internacionais de Epistemologia e Filosofia. Platão - Camões - Shakespeare - Edgar Morin. Ser e não Ser. Ir e não Ir. Eis a Questão; Nome da Instituição: Instituto Piaget; Cidade do evento: Viseu / Instituto Piaget. Campo Universitário de Viseu.
66. ‘Bárbora escrava’. Canon, Beauty and Color. An Embarassing Contradiction, 2002 (Congresso).
Nome do evento: Post-Imperial Camões, a Colloquium; Nome da Instituição: Center for Portuguese Studies and Culture of the Department of Portuguese of the University of Massachusetts Dartmouth; Cidade do evento: Boston / University of Massachusetts Dartmouth.
67. Comentário de sonetos de Luís de Camões, 2001 (Conferência).
Nome da Instituição: Fundação das Casas de Fronteira e Alorna; Cidade do evento: Lisboa / Palácio Fronteira.
68. O sol como lume dos olhos. Shakespeare e António Ferreira, 2001 (Congresso).
Nome do evento: I Congresso Internacional de Estudos Anglo-Portugueses; Nome da Instituição: Centro de Estudos Anglo-Portugueses da FCSHUNL; Cidade do evento: Lisboa / FCSHUNL.
69. La cultura portoghese e il suo contesto mediterraneo, 2001 (Conferência).
Nome da Instituição: Dipartimento di Italianistica e Spettacolo della Facoltà di Lettere dell’Università degli Studi di Roma, La Sapienza (Roma 1); Cidade do evento: Roma / Facoltà di Lettere dell’Università degli Studi di Roma, La Sapienza (Roma 1).
70. O dissídio camoniano: fractura e significação, 2000 (Congresso).
Nome do evento: Congresso Internacional de Lexicografia e Literaturas no Mundo Lusofônico; Nome da Instituição: Universidade do Estado do Rio de Janeiro; Cidade do evento: Rio de Janeiro / Universidade do Estado do Rio de Janeiro.
71. O ensino da língua e da literatura italianas na Universidade de Coimbra, 2000 (Congresso).
Nome do evento: Primeiro Colóquio da Associação Portuguesa para a História do Ensino das Línguas e Literaturas Estrangeiras. Para uma História das Línguas e Literaturas Estrangeiras em Portugal: das Origens à Actualidade; Nome da Instituição: Associação Portuguesa para a História do Ensino das Línguas e Literaturas Estrangeiras; Cidade do evento: Aveiro / Universidade de Aveiro.
72. Plutarco: o regresso a terras itálicas, 1999 (Congresso).
Nome do evento: Congresso Internacional Plutarco Educador da Europa; Nome da Instituição: Instituto de Estudos Clássicos da FLUC, Centro de Estudos Clássicos e Humanísticos da UC; Cidade do evento: Coimbra / FLUC.
73. Raízes do bucolismo de Pero de Andrade Caminha. Desdobramento e reidentificação, 1998 (Congresso).
Nome do evento: I Congresso da Associação Portuguesa de Estudos Clássicos. Raízes Greco-Latinas da Cultura Portuguesa; Nome da Instituição: Associação Portuguesa de Estudos Clássicos; Cidade do evento: Coimbra / Auditório da Reitoria da UC.
74. A Ciência vista da Literatura. ‘E pure si muove’, 1998 (Congresso).
Nome do evento: Congresso Internacional Fronteiras da Ciência. Desenvolvimentos Recentes. Desafios Futuros; Nome da Instituição: FCTUC; Cidade do evento: Coimbra / Auditório da Reitoria da UC.
75. Da Le città invisibili a Lisboa. Livro de Bordo. Vozes, olhares, memorações, 1997 (Conferência).
Nome da Instituição: Dipartimento di Filologia Romanza della Facoltà di Lingue e Letterature dell’Università degli Studi di Genova; Cidade do evento: Genova / Università degli Studi di Genova.
76. Sobre o sentido da poesia camoniana, 1996 (Congresso).
Nome do evento: VI Reunião Internacional de Camonistas; Nome da Instituição: CIEC; Cidade do evento: Coimbra / FLUC.
77. A figura feminina petrarquista em Camões, entre imitação e transformação, 1995 (Congresso).
Nome do evento: III Fórum Camoniano; Cidade do evento: Constância / Constância.
78. Il petrarchismo camoniano, 1995 (Conferência).
Nome do evento: Dipartimento di Filologia Romanza della Facoltà di Lingue e Letterature dell’Università degli Studi di Genova; Nome da Instituição: Dipartimento di Filologia Romanza della Facoltà di Lingue e Letterature dell’Università degli Studi di Genova; Cidade do evento: Genova / Facoltà di Lingue e Letterature dell’Università degli Studi di Genova.
79. Laura in Camões e in altri poeti portoghesi del Cinquecento, 1995 (Conferência).
Nome da Instituição: Dipartimento di Iberistica della Facoltà di Lingue dell’Università degli Studi di Torino; Cidade do evento: Torino / Facoltà di Lingue dell’Università degli Studi di Torino.
80. Petrarca in ‘redondilha’, 1995 (Congresso).
Nome do evento: Pétrarque en Europe. Dynamique d’une Expansion Culturelle. XIV-XX siècle. XXVI Congrès International du CEFI; Nome da Instituição: Centre d’Études Franco-Italiennes, Università degli Studi di Torino; Cidade do evento: Chambéry / Chambéry.
81. Milano e la resistenza: Uomini e no, 1983 (Conferência).
Nome do evento: Elio Vittorini, Scrittore e Organizzatore di Cultura; Nome da Instituição: Fondazione Corrente; Cidade do evento: Milano / Fondazione Corrente.

Participação como Membro da Comissão Científica
Participation as Member of the Program Committee
1. Comemorações em Portugal dos 150 anos do nascimento de Luigi Pirandello, 2017 (Congresso).
Nome do evento: Comemorações em Portugal dos 150 anos do nascimento de Luigi Pirandello; Nome da Instituição: Istituto Italiano di Cultura di Lisbona ; Cidade do evento: Lisboa / Lisboa.
2. XVI-XVII: Letras hispano-portuguesas, 2017 (Congresso).
Nome do evento: XVI-XVII: Letras hispano-portuguesas; Nome da Instituição: Universidade de Santiago de Compostela; Cidade do evento: Santiago de Compostela / Universidade de Santiago de Compostela.
3. Ciclo de conferências As Artes do Colégio, 2016 (Simpósio).
Nome do evento: As Artes do Colégio; Nome da Instituição: CAUC; Cidade do evento: Coimbra / CAUC.
4. I Convegno di Studi di Genere. Donne e Scrittura in Contesto Lusofono e Italiano, 2015 (Congresso).
Nome do evento: I Convegno di Studi di Genere. Donne e Scrittura in Contesto Lusofono e Italiano; Nome da Instituição: Università degli Studi di Napoli L’Orientale; Cidade do evento: Napoli / Università degli Studi di Napoli L’Orientale.
5. Ciclo de conferências As Artes do Colégio. VI edição, 2015 (Simpósio).
Nome do evento: Ciclo de conferências As Artes do Colégio. VI edição; Nome da Instituição: CAUC; Cidade do evento: Coimbra / CAUC.
6. Ciclo de conferências As Artes do Colégio. V edição, 2014 (Simpósio).
Nome do evento: Ciclo de conferências As Artes do Colégio. V edição; Nome da Instituição: CAUC; Cidade do evento: Coimbra / CAUC.
7. III Seminário sobre o Comentário da Lírica de Camões, 2014 (Seminário).
Nome do evento: III Seminário sobre o Comentário da Lírica de Camões; Nome da Instituição: CIEC; Cidade do evento: Coimbra / CIEC.
8. 5.º Congresso Internacional do Réseau Européen d’Études Littéraires Comparées (REELC-ENCLS), Ilhas e Continentes: (re) Condtruções Identitárias, 2013 (Congresso).
Nome do evento: 5.º Congresso Internacional do Réseau Européen d’Études Littéraires Comparées (REELC-ENCLS), Ilhas e Continentes: (re) Condtruções Identitárias; Nome da Instituição: Réseau Européen d’Études Littéraires Comparées ; Cidade do evento: Funchal / Universidade Madeira.
9. Ciclo de conferências As Artes do Colégio. IV edição, 2013 (Simpósio).
Nome do evento: Ciclo de conferências As Artes do Colégio. IV edição; Nome da Instituição: CIEC; Cidade do evento: Coimbra / CIEC.
10. Viagens à Volta do Mundo, Viagens à Volta do Homem, 2012 (Congresso).
Nome do evento: Viagens à Volta do Mundo, Viagens à Volta do Homem; Nome da Instituição: Centro de Estudos Clássicos e Humanísticos, 14.ª Semana Cultural da UC; Cidade do evento: Coimbra / FLUC.
11. Ciclo de conferências As Artes do Colégio. III Edição, 2012 (Simpósio).
Nome do evento: Ciclo de conferências As Artes do Colégio. III Edição; Nome da Instituição: CAUC; Cidade do evento: Coimbra / CAUC.
12. Colóquio Internacional Pólis Cosmopólis, 2011 (Congresso).
Nome do evento: Colóquio Internacional Pólis Cosmopólis; Nome da Instituição: Centro de Estudos Clássicos e Humanísticos, 13.ª Semana Cultural da UC; Cidade do evento: Coimbra / FLUC.
13. I Seminário sobre o Comentário da Lírica de Camões, 2010 (Seminário).
Nome do evento: I Seminário sobre o Comentário da Lírica de Camões; Nome da Instituição: CIEC; Cidade do evento: Coimbra / CIEC.
14. II Seminário sobre o Comentário da Lírica de Camões, 2010 (Seminário).
Nome do evento: II Seminário sobre o Comentário da Lírica de Camões; Nome da Instituição: CIEC; Cidade do evento: Coimbra / CIEC.
15. Ciclo de conferências As Artes do Colégio. I edição, 2010 (Simpósio).
Nome do evento: Ciclo de conferências As Artes do Colégio. I edição; Nome da Instituição: CAUC; Cidade do evento: Coimbra / CAUC.
16. Colóquio Internacional Petrarca 700 Anos. O Petrarquismo Português, 2004 (Congresso).
Nome do evento: Colóquio Internacional Petrarca 700 Anos. O Petrarquismo Português; Nome da Instituição: Instituto Internacional da Fundação da Casa de Mateus com a colaboração da Reitoria da UC; Cidade do evento: Vila Real, Coimbra / Instituto Internacional da Fundação da Casa de Mateus, Reitoria da UC.
17. I Congresso Bienal. A Língua Portuguesa na CPLP. Sonhar e Realizar em Português, 2004 (Congresso).
Nome do evento: I Congresso Bienal. A Língua Portuguesa na CPLP. Sonhar e Realizar em Português; Nome da Instituição: Instituto Piaget; Cidade do evento: Viseu / Instituto Piaget. Campo Universitário de Viseu.
18. Ciclo de Conferências Leonardo express. A Cidade e a Crítica Italiana Contemporânea, 2003 (Congresso).
Nome do evento: Ciclo de Conferências Leonardo express. A Cidade e a Crítica Italiana Contemporânea; Nome da Instituição: Coimbra Capital Nacional da Cultura 2003, Departamento de Arquitectura da FCTUC, Instituto de Estudos Italianos da FLUC; Cidade do evento: Coimbra / UC.
19. I Jornada de Homenagem à Língua Portuguesa, 2003 (Congresso).
Nome do evento: I Jornada de Homenagem à Língua Portuguesa; Nome da Instituição: Instituto Piaget; Cidade do evento: Viseu / Instituto Piaget. Campo Universitário de Viseu.
20. As Artes do Colégio. II edição, 2001 (Simpósio).
Nome do evento: As Artes do Colégio. II edição; Nome da Instituição: CAUC; Cidade do evento: Coimbra / CAUC.

Participação como Moderador
Participation as Chairman
1 O ensino da literatura do século XVI numa perspectiva europeia. Conteúdos programáticos, 2010 (Mesa-Redonda).
Nome da Instituição: CIEC; Cidade do evento: Coimbra / UC.
2 Os palermas de Coimbra, 2009 (Mesa-Redonda).
Nome do evento: Quinto Encontro de Italianística. Os palermas de Coimbra; Nome da Instituição: Instituto de Estudos Italianos da FLUC; Cidade do evento: Coimbra / FLUC.
Com António Pedro Pita, Jorge Pais de Sousa e Miguel Tedim.
3 Relazioni tra Italia e Portogallo, 2008 (Mesa-Redonda).
Nome da Instituição: Istituto Italiano di Cultura di Lisbona, Consolato d’Italia a Oporto; Cidade do evento: Porto / Palácio Balsemão.
Participação de Giulia Lanciani e Giuseppe Tavani.
4 O comentário de Camões, 2008 (Mesa-Redonda).
Nome da Instituição: CIEC; Cidade do evento: Coimbra / CIEC.
Com Giulio Ferroni e Stefano Jossa.
5 A face moderna dos mitos clássicos – II, 2005 (Mesa-Redonda).
Nome do evento: O Mito Clássico no Imaginário Ocidental. Comemoração dos 60 anos do Instituto de Estudos Clássicos; Nome da Instituição: Instituto de Estudos Clássicos; Cidade do evento: Coimbra / FLUC.

Outro tipo de participação
Other kind of participation
1. Quatro manifestos de Almada Negreiros, 2017 (Mesa-Redonda).
Nome da Instituição: FCSHUNL, Casa Fernando Pessoa; Cidade do evento: Lisboa / Casa Fernando Pessoa.
Moderação de Mariana Pinto dos Santos e Joana Leal, participação de Sara Afonso e Antonio Saez.
2. Il sentimento del contrario di Pirandello e la moltitudine di Pessoa, 2017 (Congresso).
Nome do evento: Décimo Encontro de Italianística. Luigi Pirandello 150 Anni; Nome da Instituição: Estudos Italianos do DLLC da FLUC; Cidade do evento: Coimbra / FLUC.
3. 5 Livros 5 Autores, 2016 (Mesa-Redonda).
Nome da Instituição: Centro Nacional de Cultura. Grémio Literário de Lisboa; Cidade do evento: Lisboa / Grémio Literário de Lisboa.
Moderação de Guilherme d’Oliveira Martins e Ana Marques Gastão, participação de Eduardo Lourenço e Miguel Manso.
4. ‘Onde há comunição há desconstrução’. Literatura e Artes, 2016 (Conferência).
Nome do evento: As Artes do Colégio; Nome da Instituição: CAUC ; Cidade do evento: Coimbra / CAUC .
5. A viagem a Itália: Sá de Miranda, 2015 (Congresso).
Nome do evento: Nono Encontro de Italianística. Incontri; Nome da Instituição: Estudos Italianos do DLLC da FLUC; Cidade do evento: Coimbra / FLUC.
6. Comentário de «Cinco galinhas e meia», 2014 (Seminário).
Nome do evento: Seminário sobre o Comentário da Lírica de Camõe; Nome da Instituição: CIEC; Cidade do evento: Coimbra / CIEC.
7. O jovem Almada Negreiros e as vanguardas, 2014 (Conferência).
Nome do evento: As Artes do Colégio; Nome da Instituição: CAUC ; Cidade do evento: Coimbra / CAUC .
8. Ver, ler e ouvir As cidades invisíveis de Italo Calvino, 2012 (Conferência).
Nome do evento: As Artes do Colégio; Nome da Instituição: CAUC; Cidade do evento: Coimbra / CAUC.
9. A revolução tipográfica futurista. Manifestos portugueses, 2012 (Conferência).
Nome do evento: As Artes do Colégio; Nome da Instituição: CAUC; Cidade do evento: Coimbra / CAUC.
10. As múltiplas cidades de Calvino, 2011 (Conferência).
Nome do evento: As Artes do Colégio; Nome da Instituição: CAUC; Cidade do evento: Coimbra / CAUC.
11. Echi del Risorgimento in Portogallo, 2011 (Congresso).
Nome do evento: Sétimo Encontro de Italianística. Itália 150 anos; Nome da Instituição: Estudos Italianos do DLLC da FLUC; Cidade do evento: Coimbra / FLUC.
12. Dictatorship and the State Representation. Second Republic Period, 2010 (Mesa-Redonda).
Nome do evento: Metodologias, Temáticas e Objectivos da Investigação em Arquitectura; Nome da Instituição: Núcleo de Arquitectura e Urbanismo do Centro de Estudos Sociais; Cidade do evento: Coimbra / Centro de Estudos Sociais.
Moderação de Georges Teyssot.
13. Comentário a «Tanto de meu estado me acho incerto», 2010 (Congresso).
Nome do evento: Seminário sobre o Comentário da Lírica de Camões; Nome da Instituição: CIEC; Cidade do evento: Coimbra / CIEC.
14. Para um mapa do Futurismo português, 2009 (Congresso).
Nome do evento: Quinto Encontro de Italianística. Os palermas de Coimbra; Nome da Instituição: Instituto de Estudos Italianos da FLUC; Cidade do evento: Coimbra / FLUC.
15. Italiano para portugueses. Perspectivas didácticas, 2008 (Congresso).
Nome do evento: Nel mezzo del cammin. Jornada de Estudos Italianos em Honra de Giuseppe Mea; Nome da Instituição: FLUP, Instituto de Estudos Italianos da FLUC; Cidade do evento: Porto / FLUP.
16. Colonialismo, Rinascimento e Modernità, 2007 (Mesa-Redonda).
Nome da Instituição: Facoltà di Lettere dell’Università degli Studi di Roma La Sapienza; Cidade do evento: Roma / Facoltà di Lettere dell’Università degli Studi di Roma La Sapienza.
17. A Arcádia Lusitana, 2006 (Mesa-Redonda).
Nome da Instituição: Câmara Municipal de Lisboa, Gabinete de Estudos Olissiponenses; Cidade do evento: Lisboa / Câmara Municipal de Lisboa.
Participação de José-Augusto França e Ernesto Rodrigues.
18. O fu Mattia Pascal está ao telefone, 2005 (Congresso).
Nome do evento: Terceiro Encontro de Italianística. Luigi Pirandello e a recepção da sua obra em Portugal; Nome da Instituição: Instituto de Estudos Italianos da FLUC; Cidade do evento: Coimbra / Instituto de Estudos Italianos da FLUC.
19. Gil Vicente, cubanos e coca-cola, 2004 (Congresso).
Nome do evento: I Congresso Bienal. A Língua Portuguesa na CPLP. Sonhar e Realizar em Português; Nome da Instituição: Instituto Piaget; Cidade do evento: Viseu / Instituto Piaget. Campo Universitário de Viseu.
20. ‘Spero trovar pietà, nonchè perdono’. Tradução e imitação no lirismo português do século XVI, 2004 (Congresso).
Nome do evento: Segundo Encontro de Italianística. O Petrarquismo, entre Portugal e a Itália. Petrarca 700 Anos; Nome da Instituição: Instituto de Estudos Italianos da FLUC; Cidade do evento: Coimbra / Instituto de Estudos Italianos da FLUC.
21. Literatura comparada: descentrar e recentrar, 2004 (Congresso).
Nome do evento: V Congresso da Associação Portuguesa de Literatura Comparada. Fora do Centro. Espaços Comparatistas; Nome da Instituição: Associação Portuguesa de Literatura Comparada, FLUC; Cidade do evento: Coimbra / FLUC.
22. O petrarquismo português. ‘Ad eorum littus irem’, 2004 (Congresso).
Nome do evento: Colóquio Internacional Petrarca 700 Anos. O Petrarquismo Português; Nome da Instituição: Instituto Internacional da Fundação da Casa de Mateus; Cidade do evento: Vila Real / Casa de Mateus.
23. A língua portuguesa e a formação para a cidadania, 2003 (Mesa-Redonda).
Nome da Instituição: Câmara Municipal de Coimbra; Cidade do evento: Coimbra / Casa Municipal da Cultura .
24. Plurilinguismo, 2003 (Mesa-Redonda).
Nome do evento: Journée Internationale de la Francophonie; Nome da Instituição: Union Latine, Institut Franco-Portugais, Instituto Camões, Instituto Italiano de Cultura de Lisboa, Instituto Cervantes, Institut Franco-Portugais; Cidade do evento: Lisboa / Institut Franco-Portugais.
Moderação de Vasco Graça Moura, participação de Carlos Reis e Cristina Robalo Cordeiro.
25. El Aleph. Encontrar Beatriz, 2001 (Congresso).
Nome do evento: IV Congresso da Associação Portuguesa de Literatura Comparada; Nome da Instituição: Associação Portuguesa de Literatura Comparada, Universidade de Évora; Cidade do evento: Évora / Universidade de Évora.
26. A viagem à Lua de Ariosto: da ciência à ficção, 2000 (Congresso).
Nome do evento: 5. Encontros de Ficção Científica e Fantástico. Na Periferia do Império; Nome da Instituição: Simetria, Associação Portuguesa de Ficção Científica e Fantástico; Cidade do evento: Cascais / Centro Cultural de Cascais.
27. A cozinha futurista, de Itália ao Palace do Buçaco, 2000 (Congresso).
Nome do evento: Encontro Alimentação e Cultura. Textos e Contextos da Cozinha Italiana. Semana da Cultura Gastronómica Italiana; Nome da Instituição: Instituto de Estudos Italianos da FLUC, Pró-Reitoria para a Cultura; Cidade do evento: Coimbra / Cantina do Polo II da UC.
28. Os Gigantes da Montanha, 1997 (Mesa-Redonda).
Nome da Instituição: Teatro Nacional de São João; Cidade do evento: Porto / Teatro Nacional de São João.
Moderação de Ricardo Pais, participação de Umberto Artioli e Giorgio Barberio Corsetti.
29. Da Arcadia a ‘Sôbolos rios’, 1996 (Congresso).
Nome do evento: V Congresso da Associação Internacional de Lusitanistas; Nome da Instituição: Associação Internacional de Lusitanistas, Christ Church, University of Oxford; Cidade do evento: Oxford / Christ Church.
30. Laura Bárbara, 1994 (Congresso).
Nome do evento: Congresso Internacional O Rosto Feminino da Expansão Portuguesa; Nome da Instituição: Comissão para a Igualdade e os Direitos das Mulheres, Fundação Calouste Gulbenkian; Cidade do evento: Lisboa / Fundação Calouste Gulbenkian.
31. O Ramalhete poético do Parnaso italiano. A língua portuguesa como arauto da poesia italiana na América do Sul, 1994 (Congresso).
Nome do evento: Portogallo e i Mari. Un Incontro tra Culture; Nome da Instituição: Istituto Universitario Orientale di Napoli; Cidade do evento: Napoli / Istituto Universitario Orientale di Napoli.



Participação editorial em revistas
Magazine editorial participation
1. Marnoto, Rita. Academic Journal of Literature and Language, desde 2017/01/01, Função ou tipo de participação: Conselho científico, Editora: ERS.
2. Marnoto, Rita. Colóquio. Letras, desde 2015/01/01, Função ou tipo de participação: Conselho científico, Editora: Fundação Calouste Gulbenkian.
3. Marnoto, Rita. Estudos Italianos em Portugal (n. s.), desde 2014/01/01, Função ou tipo de participação: Editor, Editora: Istituto Italiano di Cultura in Portogallo / Istituto Italiano di Cultura di Lisbona.
4. Marnoto, Rita. Albertiana, desde 2014/01/01, Função ou tipo de participação: Outro, Editora: Maison des Sciences de l’Homme.
5. Marnoto, Rita. Biblos. Revista da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra, desde 2014/01/01, Função ou tipo de participação: Editor.
6. Marnoto, Rita. Delphica. Letras & Artes, desde 2013/01/01, Função ou tipo de participação: Conselho científico, Editora: Crescente Branco.
7. Marnoto, Rita. Studi (e Testi) Italiani, desde 2013/01/01, Função ou tipo de participação: Conselho científico, Editora: Dipartimento di Studi Greco-latini, Italiani, Scenico-musicali, dell’Università di Roma La Sapienza. Bulzoni.
8. Marnoto, Rita. Italianistica, desde 2012/01/01, Função ou tipo de participação: Conselho científico, Editora: Dipartimento di Filologia, Letteratura e Linguistica dell’Università degli Studi di Pisa. Serra Editore.
9. Marnoto, Rita. Nuova Rivista di Letteratura Italiana, desde 2010/01/01, Função ou tipo de participação: Conselho científico, Editora: ETS Editore.
10. Marnoto, Rita. Appunti Leopardiani, desde 2010/01/01, Função ou tipo de participação: Conselho científico, Editora: Universidade Federal de Santa Catarina.
11. Marnoto, Rita. Anuário de Literatura, desde 2009/01/01, Função ou tipo de participação: Conselho científico, Editora: Universidade Federal de Santa Catarina.
12. Marnoto, Rita. Revista Alpha, desde 2004/01/13, Função ou tipo de participação: Conselho científico, Editora: Centro de Estudos de Patos de Minas da Universidade Federal de Minas Gerais.
13. Marnoto, Rita. Letteratura Italiana Antica. Rivista Annuale di Testi e Studi. Periodico Internazionale, desde 2000/01/01, Função ou tipo de participação: Conselho científico, Editora: Fabrizio Serra Editore.
14. Marnoto, Rita. Secretum, de 2006/01/01 até 2014/01/01, Função ou tipo de participação: Conselho científico, Editora: Università degli Studi di Milano.
15. Marnoto, Rita. Guavira Letras. , de 2005/01/01 até 2013/01/01, Função ou tipo de participação: Conselho científico, Editora: Programa de Pós-Graduação em Letras da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, Três Lagoas.
16. Marnoto, Rita. Biblos. Revista da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra, de 2008/07/01 até 2009/06/01, Função ou tipo de participação: Conselho científico, Editora: Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra.
17. Marnoto, Rita. Leonardo Express, de 2003/01/01 até 2006/01/01, Função ou tipo de participação: Editor, Editora: Instituto de Estudos Italianos da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra.
18. Marnoto, Rita. Revista Camoniana, de 2001/01/01 até 2006/01/01, Função ou tipo de participação: Conselho científico, Editora: Bauru, São Paulo. Núcleo de Estudos Luso-Brasileiros da Universidade do Sagrado Coração.







Indicadores de produção (Production indicators)

Total
Produção científica
Scientific production
242

Livros e capítulos
Books and book chapters
130
Livros publicados ou organizados
Published or organized books
28
Capítulos de livros publicados
Published book chapters
102
Artigos científicos em revistas
Papers in periodics
59
Com arbitragem científica
With scientific refereeing
59
Textos em jornais ou revistas
Texts in journals or magazines
19
Jornais de notícias
Newspapers
3
Revistas
Magazines
16
Outros tipos de produção científica
Other scientific production
34

Total
Produção técnica
Technical production
3

Outros tipos de produção técnica
Other technical production
3

Total
Produção artística/cultural
Artistical/cultural production
9


Total
Dados complementares
(Additional data)
230

Orientações
Orientations
10
Participação no Júri de Graus Académicos
Academic Degrees jury participation
58
Participação em Outros Júris
Other jury participation
1
Participação em Comissões de Avaliação
Evaluation comissions participation
6
Participação em Eventos
Event participation
137
Participação editorial em revistas
Magazine editorial participation
18


Outras informações relevantes
Rita Marnoto é Professora da Faculdade de Letras e do Colégio das Artes da Universidade de Coimbra, onde lecciona Estudos Italianos, Tradução e Literatura e Artes.
É Directora do Doutoramento em Línguas Modernas - Culturas, Literaturas, Tradução, Coordenadora da Secção de Estudos Italianos e Vice-Presidente do "Centre International d´ Études Portugaises de Genève".
Dedicou trabalhos à literatura italiana contemporânea (vanguardas históricas, teatro moderno, neo-realismo, pós-modernismo), às vanguardas portuguesas do início do século XX e à recepção de Pirandello e de outros escritores contemporâneos em Portugal; às relações entre Portugal e Itália na época do Risorgimento; à história da literatura portuguesa do século XVIII e às Arcádias; à poesia barroca; a Luís de Camões, à sociedade de corte e ao petrarquismo português do século XVI; a Dante e Sannazaro; à linguística histórica italiana, etc.
Traduziu para português Bodoni e Pirandello.
Estabeleceu o texto do diário de Fernando Távora e do exemplar da primeira edição de «Os Lusíadas» da BGUC.
Além disso, tem vindo a desenvolver actividade no campo da dramaturgia e da reflexão sobre as artes plásticas.
Utiliza uma metodologia que tem na sua base a hermenêutica do texto, potenciando valências que explora à luz de contributos que se estendem da semiótica à filologia, à história literária ou aos estudos sobre artes, de forma a enquadrar o literário numa rede de centralidades, à margem de pressupostos de hierarquização.
Ao considerar o dinamismo e a heterogeneidade como suas marcas intrínsecas, privilegia a intersecção entre faixas diacrónicas, línguas e literaturas, em particular a portuguesa e a italiana.
Rita Marnoto is Full Professor at the Faculty of Arts and Humanities and at the College of Arts of the University of Coimbra, where she teaches Italian Studies, Translation, Literature, and Arts.
She is the director of the PhD program in Modern Languages - Culture, Literature, Translation, the coordinator of the Italian Studies Section, and the Vice-President of the "Centre International d' Études Portugaises de Genève".
She has developed her expertise working on Contemporary Italian Literature (historical avant-garde movements, modern theatre, neo-realism, postmodernism), on twentieth century Portuguese avant-gardes, on the reception of Pirandello and other contemporary writers' work in Portugal, on the relationships between Portugal and Italy during the Risorgimento period, on Arcadia and the eighteenth century Portuguese History of Literature, on baroque poetry, on Luís de Camões, the court society and sixteenth century Portuguese Petrarchism, on Dante and Sannazaro, on Italian Historical Linguistics, etc.
She has translated Bodoni and Pirandello to Portuguese.
She edited Fernando Távora's Diary and the first edition's first copy of Os Lusíadas by BGUC.
In addition, she has been working on the fields of dramaturgy and visual arts.


Visualizações do curriculum [ 2809 ]
 
Página gerada pela Plataforma de Curricula DeGóis promovida pela FCT e pelo Gávea/DSI/UM em 25-06-2018 às 20:22:30
Plataforma de Curricula DeGóis: http://www.degois.pt | Icons by Axialis Team