Curriculum Vitae

Emília Isabel Mayer Godinho Mendonça

Data da última atualização »Last update : 24/01/2018


Emília Isabel Mayer Godinho Mendonça. Concluiu Doutoramento em História da Arte pela Universidade do Porto em 2000. É da Universidade Nova de Lisboa. Publicou 11 artigos em revistas especializadas e 13 trabalhos em actas de eventos, possui 27 capítulos de livros e 6 livros publicados. Possui 25 itens de produção técnica. Participou em 9 eventos no estrangeiro e 28 em Portugal. Co-orientou 1 tese de doutoramento e co-orientou 6 dissertações de mestrado na área de Artes. Recebeu 5 prémios e/ou homenagens. Actualmente coordena 1 projecto de investigação. Actua nas áreas de Humanidades com ênfase em Artes, Humanidades com ênfase em História e Arqueologia e Humanidades com ênfase em Outras Humanidades. Nas suas actividades profissionais interagiu com 2 colaboradores em co-autorias de trabalhos científicos. No seu curriculum DeGóis os termos mais frequentes na contextualização da produção científica, tecnológica e artístico-cultural são: Arquitectura doméstica, Artes Decorativas, Azulejo, Estuques decorativos, Mobiliário e Pintura decorativa.


Endereço de acesso a este CV:

http://www.degois.pt/visualizador/curriculum.jsp?key=0637078998947148


Dados pessoais (Personal data)
Nome completo
Full name
Emília Isabel Mayer Godinho Mendonça
Nome em citações bibliográficas
Quoting name
Isabel Mendonça
Domínio científico de atuação
Scientific domain
Humanidades-História e Arqueologia.
Humanidades-Outras Humanidades.
Endereço profissional
Professional address
Universidade Nova de Lisboa
Pç Príncipe Real, 26
1269-150 Lisboa
Portugal
Correio electrónico: isabelmayergodinho@gmail.com
Sexo
Gender
Feminino»Female




Graus Académicos (Academic Degrees)
1996-2000 Doutoramento
Phd
Doutoramento em História da Arte.
Universidade do Porto, Portugal.

1991-1995 Mestrado
Master degree
História da Arte (2 anos » years) .
Universidade de Lisboa, Portugal.

1983-1989 Licenciatura
Licentiate degree
História da Arte (4 anos » years) .
Universidade de Lisboa, Portugal.

1967-1973 Licenciatura
Licentiate degree
Filologia Germânica (5 anos » years) .
Universidade de Lisboa, Portugal.





Formação complementar ( studies)
2011-2017 Pós-Doutoramento
Postdoctorate
Universidade Nova de Lisboa, Portugal.

2002-2005 Pós-Doutoramento
Postdoctorate
Universidade do Porto, Portugal.

1991-1992 Especialização/ Pós-Graduação
Specialization/ Postgraduation
Pós-graduação em Museologia, Restauro e Conservação do Património.
Universidade Lusíada de Lisboa, Portugal.





Vínculos profissionais (Professional Positions)
Universidade Nova de Lisboa
Ago/2011-Actual Outra Situação

Escola Superior de Artes Decorativas
Out/2009-Mar/2011 Professor Coordenador
Jan/2006-Set/2009 Outra Situação
Jan/1998-Jan/2005 Professor Coordenador
Out/1991-Jul/1997 Professor Coordenador

Ministério das Obras Públicas, Transportes e Comunicações
Jan/1992-Dez/1995 Outra Situação





Atividades de Investigação e Desenvolvimento (Research and Development activities)
Universidade Nova de Lisboa
Jan/2009-Actual
Linhas de investigação»Research fields:


Pre-modern visual and material cultures






Linhas de Investigação (Research fields)
1. Pre-modern visual and material cultures
Objectivos»Goals: The tradition of Medieval and Early Modern Art studies in FCSH is an extensive and successful one, and has promoted the development of several generations of Portuguese art historians, specialized mainly in the field of history of architecture and sculpture (particularly due to the lessons of José-Augusto França, Artur Nobre Gusmão, José Eduardo Horta Correia and, more recently, José Custódio Vieira da Silva). The MA and PhD courses taught at FCSH, together with the activities promoted by IHA have enabled a remarkable scientific production, which justifies the organization of autonomous research groups within the areas mentioned above. A multidisciplinary art history, already present in the former research line “Architecture and the Visual Arts” (formally extinct in 2011), has informed most the “Applied Research”, traceable in the projects approved in 2002 and 2010, both in the field of medieval and early modern art studies. These projects became the key-element of other researchers in IHA. However, the emergence of otherresearch lines led to a group readjustment, not to mention the arrival of several researchers specialized in the Baroque period. It has been considered that both groups should merge in order to take advantage of its diversity, chronological scope and r focus, also allowing a greater interaction among them. The main goals of the former group of “Medieval Art” was to promote, develop and disseminate research in art history from the Middle Ages in Portugal and its relationship with European West. It fostered the research on medieval art in its various forms, particularly those focused in architecture (religious, civil, military, etc.); sculpture and painting. Besides, it also developed an important strand of research focused on ceramics and tiles. The progress of the IMAGO project (ended 2009) and its continuation IMAGO2 also allowed the promotion of research in unexplored areas within the historiography of Portuguese medieval art (such as that of t.
Domínio Científico: Humanidades / Área Científica: Artes.
Domínio Científico: Humanidades / Área Científica: Outras Humanidades.




Projetos de Investigação (Research projects)
Participação como Investigador responsável
Participation as responsible Researcher
2011-2014
A Casa Senhorial em Lisboa e no Rio de Janeiro (sécs. XVII, XVIII e XIX). Anatomia dos Interiores-The manor house in Lisboa and Rio de Janeiro (XVIIth., XVIIIth. and XIXth. centuries). An inside view
Referência do projeto»Project reference: PTDC/EAT-HAT/112229/2009.
Parceiro(s)»Partners: Fundação Ricardo do Espírito Santo Silva; Fundação das Casas de Fronteira e Alorna; Ministério da Cultura; Fundação Casa de Rui Barbosa.
Financiador(es)»Funding: Fundação para a Ciência e a Tecnologia.






Línguas (Languages)
Compreende
Understandig
Inglês (Bem), Francês (Bem), Italiano (Bem), Alemão (Razoavelmente), Espanhol (Bem).
Fala
Speaking
Inglês (Bem), Francês (Bem), Italiano (Bem), Alemão (Pouco), Espanhol (Pouco).

Reading
Inglês (Bem), Francês (Bem), Italiano (Bem), Alemão (Razoavelmente), Espanhol (Bem).
Escreve
Writing
Inglês (Bem), Francês (Razoavelmente), Italiano (Razoavelmente), Alemão (Pouco), Espanhol (Pouco).




Prémios e títulos (Awards Prizes, and Honours)
2003 Cidadã Honorária de Belém, Pará, Brasil, Assembleia da cidade de Belém, Pará, Brasil.
2006 Prémio José de Figueiredo, Academia de Belas-Artes de Lisboa.
2007 Brasão de Armas da cidade de Belém, Brasil , Assembleia da cidade de Belém, Pará, Brasil.
2007 Honra ao Mérito , Câmara Municipal de Belém, Pará, Brasil.
2008 Prémio Europa Nostra, Federação Europa Nostra.




Membro de Associações Profissionais/Científicas (Professional/Scientific Association membership)
2010- Actual Centro de Estudos de Artes Decorativas da ESAD / Fundação Ricardo do Espírito Santo Silva, Membro fundador.
Jan/2007 - Actual Centro de Literaturas e Culturas Lusófonas e Europeias (CLEPUL), Membro.
Jan/2007 - Set/2009 Instituto Europeu de Ciências da Cultura – Padre Manuel Antunes (IECC-PMA), Membro fundador.
Vice-presidente da Comissão Científica.




Produção científica, técnica e artística/cultural (Scientific, technical and artistical/cultural production)
Livros publicados/organizados ou edições
Published/organized books or Editions
1. Mendonça, Isabel. 2017. Devoção em viagem. Em torno do altar portátil do Centro Científico e Cultural de Macau. ed. 1, ISBN: 78-972-8586-49-2. Lisboa: Centro Científico e Cultural de Macau.
2. Mendonça, Isabel M. G; Carita, Hélder. 2014. A Casa Senhorial em Lisboa e no Rio de Janeiro. Anatomia dos Interiores. ed. 1, 300 vols., ISBN: 978-989-99192-0-4. Lisboa: Instituto de História da Arte da FCSH-Universidade Nova de Lisboa.
3. Mendonça, Isabel M. G. 2014. “Casas senhoriais Rio-Lisboa e seus interiores”. Estudos luso-brasileiros em arte, memória e património (coord. de Marize Malta e Isabel Mendonça). ed. 1, 400 vols., ISBN: 978-85-87145-58-1. Rio de Janeiro: Universidade Federal do Rio de Janeiro.
4. Mendonça, Isabel M. G. 2009. Estuques Decorativos - a evolução das formas (séculos XVI a XIX). ed. 1, 1 vol., ISBN: 978-989-8131-59-1. Lisboa: Nova Terra - Patriarcado de Lisboa.
5. Mendonça, Isabel M. G. 2005. Os últimos faustos do Antigo Regime. ed. 1, 2000 vols., ISBN: 972-9402-96-5. Lisboa: Chaves Ferreira Publicações.
6. Mendonça, Isabel M. G. 2005. Picadeiro do Palácio de Belém. ed. 1, ISBN: 972-8971-01-X. Lisboa: Presidência da República.
7. Mendonça, Isabel M. G. 2003. António José Landi (1713-1791) Um artista entre dois continentes. ed. 1, 1000 vols., ISBN: 972-31-1025-3. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian e Fundação para a Ciência e a Tecnologia.
8. Mendonça, Isabel M. G. 2000. Os “Desenhos de História Natural: Zoologia e Botânica do Brasil” e o manuscrito de António José Landi da Biblioteca Pública Municipal do Porto. ed. 1, 1 vol., ISBN: 972-634-107-8. Porto: Biblioteca Pública Municipal do Porto.
9. Mendonça, Isabel M. G. ed. 1999. Amazónia Felsínea – José António Landi: itinerário artístico e científico de um arquitecto bolonhês na Amazónia luso-brasileira do séc. XVIII ed. 1, ISBN: 972-8325-91-6. Lisboa: Comissão Nacional para as Coemorações dos Descobrimentos Portugueses .

Capítulos de livros publicados
Published book chapters
1. Mendonça, Isabel M. G. 2016. Gosto e Mobiliário. As encomendas da família Eugénio de Almeida ao marceneiro francês Henri-Auguste Fourdinois.  In O Gosto português na Arte, ed. Scribe, 82 - 101. . Lisboa: Scribe.
2. Mendonça, Isabel M. G. 2015. Desenhos para Artes Decorativas em Portugal. O contributo de Brás de Almeida (1649/1705).  In Dibujo y Ornamento: trazas y dibujos de artes decorativas entre Portugal, España, Italia, Malta y Genova. Diputación de Cordoba, De Luca Editori d’Arte, 2015, pp. 56-67;, ed. Diputación de Cordoba, De Luca Editori d’Arte, 56 - 67. . Cordoba: Diputación de Cordoba, De Luca Editori d’Arte.
3. Mendonça, Isabel M. G. 2015. António José Landi (1713/1791) e o Urbanismo de Belém do Pará.  In Arquitectura e Urbanismo na Época Pombalina, ed. Espaço e Memória, Associação Cultural de Oeiras, 174 - 184. ISBN: 978-989-96703-2-7. Oeiras: Espaço e Memória, Associação Cultural de Oeiras.
4. Mendonça, Isabel M. G. 2014. Estuques de Paris e parquets de Bruxelas num palácio oitocentista de Lisboa.  In A Casa Senhorial em Lisboa e no Rio de Janeiro. Anatomia dos Interiores, 444 - 471. . Lisboa e Rio de Janeiro: Instituto de História da Arte da FCSH-Universidade Nova de Lisboa.
5. Mendonça, Isabel M. G. 2014. O frontal de prata da Igreja do Carmo de Belém do Pará: uma atribuição ao ourives lisboeta Manuel da Silva.  In Aurea Quersoneso. Estudios sobre la plata iberoamericana. Siglos XVI-XIX, ed. Universidad de Leon, Universidade Católica do Porto, Conaculta e INAH do México, 253 - 267. ISBN: 978-989-8497-03-1. Leon: Universidad de Leon.
6. Mendonça, Isabel M. G. 2014. Paolo Dardani (1726/1789): «O pintor de batalhas» que viu baleias no Tejo.  In Le nove son tanto e tante buone, che dir non se pò». Lisboa dos Italianos: História e Arte (sécs. XIV-XVIII), ed. Cátedra de Estudos Sefarditas «Alberto Benveniste» da Universidade de Lisboa, 219 - 237. ISBN: 978-989-8492-13-5. Lisboa: Cátedra de Estudos Sefarditas «Alberto Benveniste» da Universidade de Lisboa.
7. Mendonça, Isabel M. G. 2014. “Estuques Decorativos em palácios da região de Lisboa: encomendadores, artistas e fontes de inspiração”.  In “Casas senhoriais Rio-Lisboa e seus interiores”. Estudos luso-brasileiros em arte, memória e património (coord. de Marize Malta e Isabel M, ed. Universidade Federal do Rio de Janeiro (Escola de Belas Artes), 175 - 202. ISBN: 978-85-87145-58-1. Rio de Janeiro: Universidade Federal do Rio de Janeiro .
8. Mendonça, Isabel M. G. 2013. O fascínio do Oriente: Salas chinesas em Palácios de Lisboa no século XIX.  In Oitocentos. Intercâmbios culturais entre Portugal e Brasil,, 218 - 230. ISBN: 978-85-8067-045-5. Rio de Janeiro, Brasil: Edur-UFRRJ Dez.
9. Mendonça, Isabel M. G. 2010. Igreja de Santana.  In Património Português no Mundo - América do Sul, ed. José Mattoso, 495 - 495. ISBN: 978-989-95758-2-0. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian.
10. Mendonça, Isabel M. G. 2010. A sacristia da igreja do convento de S. Domingos em Lisboa e o património integrado de Artes Decorativas .  In Dominicanos em Portugal. História, Cultura e Arte, 350 - 377. ISBN: 978-989-622-156-0. Lisboa: Aletheia Editores.
11. Mendonça, Isabel M. G. 2010. Igreja de Nossa Senhora do Rosário dos Homens Pretos.  In Património Português no Mundo - América do Sul, ed. José Mattoso, 497 - 497. ISBN: 978-989-95758-2-0. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian.
12. Mendonça, Isabel M. G. 2010. Capela de S. João Baptista.  In Património Português no Mundo - América do Sul, ed. José Mattoso, 496 - 496. ISBN: 978-989-95758-2-0. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian.
13. Mendonça, Isabel M. G. 2010. Palácio dos Governadores.  In Património Português no Mundo - América do Sul, ed. José Mattoso, 497 - 497. ISBN: 978-989-95758-2-0. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian.
14. Mendonça, Isabel M. G. 2010. Casa das Onze Janelas.  In Património Português no Mundo - América do Sul, ed. José Mattoso, 498 - 498. ISBN: 978-989-95758-2-0. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian.
15. Mendonça, Isabel M. G. 2008. O Jardim Botânico da Ajuda – entre o Barroco e o Iluminismo.  In Jardins do Mundo: Discursos e Práticas , ed. José Eduardo Franco e Ana Cristina da Costa Gomes, 423 - 436. ISBN: 978-989-616-261-0. Lisboa : Gradiva.
16. Mendonça, Isabel M. G. 2007. Brás de Almeida (1649-c.1707) e a pintura de tectos no reinado de D. Pedro II.  In Lisboa Barroca e o Barroco de Lisboa, ed. Teresa Vale, 97 - 108. . Lisboa: Livros Horizonte.
17. Mendonça, Isabel M. G. 2006. António José Landi e o Hospital Real de Belém – uma adaptação de um sobrado português.  In Feliz Lusitânia – Forte do Presépio, Casa das Onze Janelas, Casario da Rua Padre Champagnat, ed. Paulo Chaves Fernandes, 109 - 125. . Belém do Pará: Secretaria de Estado da Cultura do Pará.
18. Mendonça, Isabel M. G. 2005. Picadeiro. Do Palácio de Belém.  In Do Palácio de Belém, ed. Diogo Gaspar, 45 - 69. ISBN: 972-8971-07-9. Lisboa: Presidência da República.
19. Mendonça, Isabel M. G. 2005. Estuques. Do Palácio de Belém.  In Do Palácio de Belém, ed. Diogo Gaspar, 246 - 263. ISBN: 972-8971-00-1. Lisboa: Presidência da República.
20. Mendonça, Isabel M. G. 2005. Estuques do Palácio de Belém.  In Azulejos, Estuques e Tectos do Palácio de Belém, ed. Diogo Gaspar, 47 - 70. ISBN: 972-8971-07-9. Lisboa: Presidência da República.
21. Mendonça, Isabel M. G. 2004. As intervenções de António José Landi na igreja de Santo Alexandre, em Belém do Pará.  In Feliz Lusitânia – Museu de Arte Sacra, ed. Paulo Chaves Fernandes, 93 - 99. . Belém do Pará: Secretaria de Estado da Cultura do Pará.
22. Mendonça, Isabel M. G. 2003. Lo scalone di Palazzo Malvasia in Strada Maggiore a Bologna.  In Arti a confronto. Scritti in onore di Anna Maria Matteucci, ed. Deanna Lenzi, 289 - 294. ISBN: 88-7794-403-X. Bolonha, Itália: Compositori Ed. e Alma Mater Studiorum - Università di Bologna.
23. Mendonça, Isabel M. G. 2000. Desembarque da princesa Leopoldina no Rio de Janeiro.  In Arte Efémera em Portugal, ed. João Castel-Branco Pereira, 303 - 303. ISBN: 972-8128-65-7. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian.
24. Mendonça, Isabel M. G. 2000. Desembarque da princesa Leopoldina.  In Arte Efémera em Portugal, ed. João Castel-Branco Pereira, 303 - 303. ISBN: 972-8128-65-7. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian.
25. Mendonça, Isabel M. G. 2000. Festas do casamento de D. João, infante de Portugal, com D. Carlota Joaquina, infanta de Espanha, em Madrid, em 1785.  In Arte Efémera em Portugal, 200 - 201. ISBN: 972-8128-65-7. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian.
26. Mendonça, Isabel M. G. 2000. Leque comemorativo do casamento de D. Pedro e D. Leopoldina.  In Arte Efémera em Portugal, ed. João Castel-Branco Pereira, 321 - 321. ISBN: 972-8128-65-7. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian.
27. Mendonça, Isabel M. G. 2000. Carros alegóricos realizados por ocasião do nascimento do príncipe da Beira, D. António, em 1795.  In Arte Efémera em Portugal, 208 - 209. ISBN: 972-8128-65-7. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian.
28. Mendonça, Isabel M. G. 2000. Festas e Arte Efémera em honra da família real portuguesa no Brasil.  In Arte Efémera em Portugal, ed. João Castel-Branco Pereira, 300 - 327. ISBN: 972-8128-65-7. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian.
29. Mendonça, Isabel M. G. 2000. Chiesa della Memoria di Lisbona.  In I Bibiena – una famiglia europea, ed. Deanna Lenzi e Jadranka Bentini, 99 - 101. . Veneza: Marsilio Ed..
30. Mendonça, Isabel M. G. 1999. Vida e obra de António José Landi. Dados cronológicos.  In Amazónia Felsínea – José António Landi: itinerário artístico e científico de um arquitecto bolonhês na Amazónia luso-brasileira do séc. XVIII, ed. Isabel Mayer Godinho Mendonça e Mauro Bondi, 284 - 295. ISBN: 972-8325-91-6. Lisboa: Comissão Nacional para as Comemorações dos Descobrimentos Portugueses.
31. Mendonça, Isabel M. G. 1999. Giuseppe Antonio Landi – dados biográficos.  In Amazónia Felsínea – José António Landi: itinerário artístico e científico de um arquitecto bolonhês na Amazónia luso-brasileira do séc. XVIII, ed. Isabel Mayer Godinho Mendonça e Mauro Bondi, 13 - 23. ISBN: 972-8325-91-6. Lisboa: Comissão Nacional para as Comemorações dos Descobrimentos Portugueses (CNCDP).
32. Mendonça, Isabel M. G. 1999. Um panteão para os reis de Portugal – um álbum de desenhos oferecidos a D. José.  In Amazónia Felsínea – José António Landi: itinerário artístico e científico de um arquitecto bolonhês na Amazónia luso-brasileira do séc. XVIII, ed. Isabel Mayer Godinho Mendonça e Mauro Bondi, 130 - 145. ISBN: 972-8325-91-6. Lisboa: Comissão para a Comemoração dos Descobrimentos Portugueses.
33. Mendonça, Isabel M. G. 1999. Landi desenhador e gravador.  In Amazónia Felsínea – José António Landi: itinerário artístico e científico de um arquitecto bolonhês na Amazónia luso-brasileira do séc. XVIII, ed. Isabel Mayer Godinho Mendonça e Mauro Bondi, 120 - 130. ISBN: 972-8325-91-6. Lisboa: Comissão Nacional para a Comemoração dos Descobrimentos Portugueses.
34. Mendonça, Isabel M. G. 1999. Amazónia Felsínea e a festa barroca – o contributo de Landi.  In Amazónia Felsínea – José António Landi: itinerário artístico e científico de um arquitecto bolonhês na Amazónia luso-brasileira do séc. XVIII, ed. Isabel Mayer Godinho Mendonça e Mauro Bondi, 320 - 370. ISBN: 972-8325-91-6. Lisboa: CNCDP.

Artigos em revistas com arbitragem científica
Papers in periodics with scientific refereeing
1. Mendonça, Isabel M. G. 2014. "O Palácio de Fernando Larre na calçada do Combro e os seus Estuques", Revista de História da Arte - Estudos de Lisboa, 11: 209 - 223.
2. Mendonça, Isabel M. G. 2014. "Estucadores do Ticino na Lisboa joanina", Cadernos do Arquivo Municipal. Lisboa joanina (1700-1755), 1: 185 - 220.

Trabalhos completos/resumidos em eventos com arbitragem científica
Papers in conference proceedings with scientific refereeing
1. Mendonça, Isabel M. G. 2015. "“Os retábulos de António José Landi na Amazónia brasileira”", Trabalho apresentado em O retábulo no espaço ibero-americano: forma, função e iconografia, In O retábulo no espaço ibero-americano: forma, função e iconografia, Lisboa.
2. Mendonça, Isabel M. G. 2015. "A decoração das casas senhoriais de Lisboa revelada pelos inventários", Trabalho apresentado em II Colóquio Internacional A Casa Senhorial. Anatomia dos Interiores, In Actas do II Colóquio Internacional A Casa Senhorial. Anatomia dos Interiores, Rio de Janeiro.
3. Mendonça, Isabel M. G. 2014. " “As sacristias barrocas da Sé e do Colégio jesuítico do Funchal”, in Diocese do Funchal. A primeira diocese global, História, Cultura e Espiritualidade, pp. 179-211.", Trabalho apresentado em Diocese do Funchal. A primeira diocese global, História, Cultura e Espiritualidade, In Diocese do Funchal. A primeira diocese global, História, Cultura e Espiritualidade, Funchal.
4. Mendonça, Isabel M. G. 2012. "(2015) “O que Cirilo não sabia sobre Giovanni Grossi e os outros estucadores suíços em Lisboa”", Trabalho apresentado em IV Congresso de História da Arte Portuguesa em homenagem a José-Augusto França, APHA, 2012, pp. 490-498;, In Actas do IV Congresso de História da Arte Portuguesa em homenagem a José-Augusto França, Lisboa.
5. Mendonça, Isabel M. G. 2013. "O frontal de prata da igreja do Carmo de Belém do Pará: uma atribuição ao ourives lisboeta Manuel da Silva", Trabalho apresentado em Aurea Quersoneso. Estudios sobre la plata iberoamericana. Siglos XVI-XIX, In Aurea Quersoneso. Estudios sobre la plata iberoamericana. Siglos XVI-XIX, Porto.

Artigos em revistas sem arbitragem científica
Papers in periodics without scientific refereeing
1. Mendonça, Isabel M. G. 2014. "João Grossi e a sua “companhia”. Estucadores estrangeiros na capela da Ordem Terceira de Jesus", Rossio, 3: 168 - 179.
2. Mendonça, Isabel M. G. 2010. "Bastidores de uma festa de corte no Palácio de Queluz em 1795", Revista de Artes Decorativas, 4: 145 - 175.
3. Mendonça, Isabel M. G. 2006. "Brás de Almeida: sete desenhos inéditos e algumas notícias sobre a família do artista", Monumentos, 24: 218 - 227.
4. Mendonça, Isabel M. G. 2004. "Os restauros no convento de Cristo em Tomar nos sécs. XIX e XX – critérios de intervenção", Lusíada, 2/4: 155 - 178.
5. Mendonça, Isabel M. G. 2004. "Ferros decorativos da Praça do Comércio — um desenho inédito de Carlos Mardel", Monumentos, 21: 196 - 203.
6. Mendonça, Isabel M. G. 2004. "Um projecto de Vincenzo Mazzoneschi para o primeiro barão de Quintela", Monumentos 2004, 21: 98 - 107.
7. Mendonça, Isabel M. G. 2004. "As exéquias de D. Gaspar de Bragança na Sé de Braga (um desenho inédito de Carlos Amarante)", Ciências e Técnicas do Património - Revista da Faculdade de Letras da Universidade do Porto 3, 2004: 255 - 270.
8. Mendonça, Isabel M. G. 2003. "Giovanni Carlo Sicinio Galli Bibiena na correspondência do Arquivo Malvasia (1745-1757) ", L’Archiginnasio", Bolonha. 98, 98: 369 - 400.
9. Mendonça, Isabel M. G. 2003. "Os teatros régios portugueses em vésperas do terramoto de 1755 ", Brotéria, 157: 21 - 43.
10. Mendonça, Isabel M. G. 2003. "Bologna, Portogallo, Brasile: i disegni di Giuseppe Antonio Landi (1713-1791)", I Disegni di Architettura , 27: 31 - 35.
11. Mendonça, Isabel M. G. 2002. "Um tecto quinhentista na capela-mor da igreja do convento de Santa Marta, em Lisboa", in "Monumentos", nº 17, Lisboa, DGEMN; ", Monumentos, 17: 124 - 131.
12. Mendonça, Isabel M. G. 1996. "Um panteão para os reis de Portugal? Uma obra inédita de Giuseppe Antonio Landi", Olisipo 1, 2: 9 - 19.

Trabalhos completos/resumidos em eventos sem arbitragem científica
Papers in conference proceedings without scientific refereeing
1. Mendonça, Isabel M. G. 2014. " “Desenhos para Artes Decorativas em Portugal. O contributo de Brás de Almeida (1649/1705)”", Trabalho apresentado em , in Dibujo y Ornamento: trazas y dibujos de artes decorativas entre Portugal, España, Italia, Malta y Genova. Estudios en honor de Doña Fuensanta García de la Torre, Diputación de Cordoba, De Luca Editori d’Arte, 2015, pp. 56-67;, In Dibujo y Ornamento: trazas y dibujos de artes decorativas entre Portugal, España, Italia, Malta y Genova. Estudios en honor de Doña Fuensanta García de la Torre, Diputación de Cordoba, De Luca Editori d’Arte, Cordoba.
2. Mendonça, Isabel M. G. 2013. "“Salas chinesas: uma moda em palácios oitocentistas de Lisboa”", Trabalho apresentado em Património Cultural Chinês em Portugal”, Lisboa, CCCM, pp. 177-185., In Património Cultural Chinês em Portugal”, Lisboa.
3. Mendonça, Isabel M. G. 2010. "O primeiro inventário de S. Roque (1561)", Trabalho apresentado em Congresso Internacional «Ordens e Congregações Religiosas em Portugal», In Actas do Congresso Internacional «Ordens e Congregações Religiosas em Portugal», Lisboa.
4. Mendonça, Isabel M. G. 2012. "Antonio Giuseppe Landi (Bologna 1713 - Belém1791): un architetto tra due continenti", Trabalho apresentado em Crocevia e capitale della migrazione artistica: forestieri a Bologna e bolognesi nel mondo (secolo XVIII), In Crocevia e capitale della migrazione artistica: forestieri a Bologna e bolognesi nel mondo (secolo XVIII), Bolonha.
5. Mendonça, Isabel M. G. 2009. "Inspirações Eruditas em Estuques Decorativos Portugueses", Trabalho apresentado em III Colóquio de Artes Decorativas - Iconografia e Fontes de Inspiração nas Artes Decorativas Portuguesas: Imagem e Memória da Gravura Europeia, In Actas do III Colóquio de Artes Decorativas - Iconografia e Fontes de Inspiração nas Artes Decorativas Portuguesas: Imagem e Memória da Gravura Europeia (publicadas em CD), Lisboa.
6. Mendonça, Isabel M. G. 2009. "Emblemas de Alciato na cúpula da igreja de S. Pedro de Elvas ", Trabalho apresentado em III Colóquio de Artes Decorativas - "Iconografia e Fontes de Inspiração nas Artes Decorativas Portuguesas: Imagem e Memória da Gravura Europeia, In Actas do III Colóquio de Artes Decorativas - Iconografia e Fontes de Inspiração nas Artes Decorativas Portuguesas: Imagem e Memória da Gravura Europeia (publicadas em CD), Lisboa.
7. Mendonça, Isabel M. G. 2011. "Os Pollet: uma dinastia de joalheiros ao serviço da Casa Real portuguesa: novos dados biográficos", Trabalho apresentado em 3º colóquio de Ourivesaria, a convite do CITAR / Universidade Católica do Porto;, In 3º colóquio de Ourivesaria, Porto.
8. Mendonça, Isabel M. G. 2008. "A Árvore da Vida nas Artes Decorativas", Trabalho apresentado em II Colóquio de Artes Decorativas – As Artes Decorativas e a Expansão Portuguesa: Imaginário e Viagem, In Actas do II Colóquio de Artes Decorativas – As Artes Decorativas e a Expansão Portuguesa: Imaginário e Viagem, Lisboa.
9. Mendonça, Isabel M. G. 2006. "Estuques em igrejas de Lisboa. A viagem das formas", Trabalho apresentado em A presença do estuque em Portugal do neolítico à época contemporânea – estudos para uma base de dados, In A presença do estuque em Portugal do neolítico à época contemporânea – estudos para uma base de dados , Cascais.
10. Mendonça, Isabel M. G. 2007. "Estuques decorativos no Centro e Sul de Portugal: elementos para a sua caracterização", Trabalho apresentado em I Encontro sobre Estuques Portugueses, In Actas do I Encontro sobre Estuques Portugueses , Porto.
11. Mendonça, Isabel M. G. 2007. "O mobiliário religioso de António Vaz de Castro “ensamblador e entalhador de Sua Magestade (act. 1646 / 1667)", Trabalho apresentado em I Colóquio de Artes Decorativas – Mobiliário Português, In Actas do I Colóquio de Artes Decorativas – Mobiliário Português, Lisboa.
12. Mendonça, Isabel M. G. 2007. "Renascimentos e Artes Decorativas em Portugal - a linguagem decorativa e as suas fontes de inspiração", Trabalho apresentado em Renascimentos na Europa do século XVI: Formas, Ritmos e Convergências Lisboa, In Renascimentos na Europa do século XVI: Formas, Ritmos e Convergências (publicadas em CD), Lisboa.
13. Mendonça, Isabel M. G. 2005. "Domenico Maria Francia: um pintor bolonhês no Portugal joanino", Trabalho apresentado em VII Colóquio Luso Brasileiro de História da Arte - Artistas e Artífices e sua Mobilidade no Mundo de Expressão Portuguesa, In Actas do VII Colóquio Luso Brasileiro de História da Arte - Artistas e Artífices e sua Mobilidade no Mundo de Expressão Portuguesa, Porto.
14. Mendonça, Isabel M. G. 2001. "António José Landi (1713/1791) e a Arquitectura Religiosa em Belém do Pará", Trabalho apresentado em II Congresso Internacional de História da Arte, In Actas do II Congresso Internacional de História da Arte, Porto.
15. Mendonça, Isabel M. G. 2001. "O contributo de António José Landi para as artes decorativas no Brasil (composições retabulares em madeira, estuque e pintura de quadratura)", in "Actas do II Congresso Internacional do Barroco", Porto; ", Trabalho apresentado em II Congresso Internacional do Barroco, In Actas do II Congresso Internacional do Barroco, Porto.
16. Mendonça, Isabel M. G. 2003. "António José Landi e a transmissão de modelos artísticos para o Brasil", Trabalho apresentado em Landi e a Amazónia do século XVIII, In Landi e a Amazónia do século XVIII, Belém do Pará.
17. Mendonça, Isabel M. G. 2003. "Os desenhos de Landi", Trabalho apresentado em Landi e a Amazónia do século XVIII, In Landi e a Amazónia do século XVIII, Belém do Pará.

Prefácio, Posfácio
Preface, Postface
1. Mendonça, Isabel M. G; Carita, Hélder. 2014. "A Casa Senhorial em Lisboa e no Rio de Janeiro. Anatomia dos Interiores". Lisboa. (Prefácio)
2. Mendonça, Isabel M. G. 2014. "Raul Lino. Natureza e Tradição nas Artes Decorativas". Lisboa. (Prefácio)
3. Mendonça, Isabel M. G. 2014. "Casas senhoriais Rio-Lisboa e seus interiores. Estudos luso-brasileiros em arte, memória e património ". Rio de Janeiro. (Prefácio)
4. Mendonça, Isabel M. G. 2012. "Actas do III Colóquio de Artes Decorativas - "Iconografia e Fontes de Inspiração nas Artes Decorativas Portuguesas: Imagem e Memória da Gravura Europeia". Lisboa. (Prefácio)
5. Mendonça, Isabel M. G. 2012. "Os Embrechados do Paço das Alcáçovas". Lisboa. (Prefácio)
6. Mendonça, Isabel M. G. 2009. "Actas do II Colóquio de Artes Decorativas - As Artes Decorativas e a Expansão Portuguesa: Imaginário e Viagem". Lisboa. (Apresentação)
7. Mendonça, Isabel M. G. 2008. "Actas do I Colóquio de Artes Decorativas - Mobiliário Português". Lisboa. (Apresentação)
8. Mendonça, Isabel M. G. 2006. "A capela de S. Roque no Real Arsenal da Ribeira das Naus". Lisboa. (Prefácio)
9. Mendonça, Isabel M. G. 1999. "Amazónia Felsínea – José António Landi: itinerário artístico e científico de um arquitecto bolonhês na Amazónia luso-brasileira do séc. XVIII". Lisboa. (Introdução)



Apresentação oral de trabalho
Oral work presentation
1. Mendonça, Isabel. A China em casas portuguesas,Lisboa,2017 (Comunicação).
2. Mendonça, Isabel. A lareira da Casa Fourdinois em Paris,Lisboa,2017 (Comunicação).
3. Mendonça, Isabel. “Estucadores de Viana do Castelo em palácios lisboetas. A oficina de Rodrigues Pita e Domingos Meira",IV Colóquio Internacional: A Casa Senhorial. Anatomia dos Interiores,Pelotas,2017 (Comunicação).
4. Mendonça, Isabel. "O estuque da Sala das Batalhas do Palácio Fronteira",O Fio da Memória. Vivências e espaços do Palácio Fronteira,Lisboa,2016 (Comunicação).
5. Mendonça, Isabel. Do rei D. Fernando II ao presidente Sidónio. A pintura de claro-escuro em palácios da região de Lisboa - Paolo Pizzi, Pierre Bordes, Eugénio Cotrim,3º Colóquio Internacional A Casa Senhorial. Anatomia dos Interiores,Porto ,2016 (Comunicação).
6. Mendonça, Isabel. A decoração das casas senhoriais de Lisboa revelada pelos inventários,II Colóquio Internacional A Casa Senhorial. Anatomia dos Interiores,Rio de Janeiro,2015 (Comunicação).
7. Mendonça, Isabel. Les acteurs de la rocaille à Lisbonne (1730/1780): l’apport des stucateurs tessinois, 2015 ,Colloque internationale “Les Acteurs de la Rocaille” / International Conference “Agents and Agency of Rocaille Ornament” ,Paris,2015 (Comunicação).
8. Mendonça, Isabel. Gosto e Mobiliário. As encomendas da família Eugénio de Almeida ao marceneiro parisiense Henri-Auguste Fourdinois ,O Gosto 2,Lisboa,2015 (Comunicação).
9. Mendonça, Isabel M. G. Estuques de Paris e parquets de Bruxelas num palácio oitocentista de Lisboa,Colóquio Luso-brasileiro A Casa Senhorial em Lisboa e no Rio de Janeiro. Anatomia dos Interiores,Lisboa,2014 (Comunicação).
10. Mendonça, Isabel M. G. Os estuques da capela do palácio de Oeiras,Oeiras,2014 (Conferência ou palestra).
11. Mendonça, Isabel M. G. O Palácio de S. Sebastião da Pedreira, residência da família Eugénio de Almeida: interiores oitocentistas ao gosto de Paris e Bruxelas,Lisboa,2014 (Conferência ou palestra).
12. Mendonça, Isabel M. G. Os Estuques do Palácio Pombal em Oeiras,Sábados no Palácio,Oeiras,2014 (Conferência ou palestra).
13. Mendonça, Isabel M. G. As sacristias barrocas da Sé e do Colégio jesuítico do Funchal,500 anos da Diocese do Funchal. A primeira diocese global,Funchal,2014 (Comunicação).
14. Mendonça, Isabel. “O Palácio de São Sebastião da Pedreira: interiores oitocentistas ao gosto de Paris e Bruxelas”,Évora,2014 (Comunicação).
15. Mendonça, Isabel M. G. O frontal de prata da igreja do Carmo de Belém do Pará. Uma atribuição ao ourives lisboeta Manuel da Silva,IV Colóquio internacional La Plata en Ibero-America,Porto,2013 (Comunicação).
16. Mendonça, Isabel M. G. Estuques Decorativos em palácios da região de Lisboa: encomendadores, artistas e fontes de inspiração,A Casa Senhorial em Lisboa e no Rio de Janeiro: Fontes primárias e investigações em curso,Lisboa,2013 (Conferência ou palestra).
17. Mendonça, Isabel M. G. Salas chinesas: uma moda em palácios oitocentistas de Lisboa,Património cultural chinês em Portugal,Lisboa,2013 (Comunicação).
18. Mendonça, Isabel M. G. Dibujos de Brás de Almeida: un catalogo para techos,Dibujar las Artes Aplicadas – Dibujos de ornamentatión para platería, maiolica, mobiliario, arquitectura efímera y retablística entre Italia, España y Portugal (sécs. XVI-XVIII,Córdova,2013 (Comunicação).
19. Mendonça, Isabel M. G. O palácio Vilalva em Lisboa. Interiores oitocentistas ao gosto de Paris e Bruxelas,A Casa Senhorial em Lisboa e no Rio de Janeiro (sécs. XVII, XVIII e XIX). Anatomia dos Interiores. Patrimônios comuns e circulação de experiências,Rio de Janeiro,2013 (Comunicação).
20. Mendonça, Isabel M. G. O estuque ornamental e o apelo do exótico em interiores portugueses: Domingos Meira e as gravuras de Owen Jones,IV Encontro Luso-Brasileiro de Museus-Casas Revestimentos internos das casas do século XIX: Azulejo, estuque e pinturas artísticas ,2012 (Comunicação).
21. Mendonça, Isabel M. G. Paolo Dardani (1726/1789): o pintor de batalhas que viu baleias no Tejo,Lisboa dos Italianos: Arte e História (sécs. XIV a XVIII),Lisboa,2012 (Conferência ou palestra).
22. Mendonça, Isabel M. G. Estuques decorativos em palácios da região de Lisboa: encomendadores, artistas e fontes de inspiração,A Casa Senhorial em Lisboa e no Rio de Janeiro (sécs. XVII, XVIII e XIX). Anatomia dos interiores (PTDC/EAT-HAT/112229/2009). Investigação e estudos de caso,Lisboa,2012 (Comunicação).
23. Mendonça, Isabel M. G. Antonio Giuseppe Landi (1717/1791). Un architetto tra due continenti,Convegno Internazionale di Studi “Crocevia e capitale della migrazione artistica: forestieri a Bologna e bolognesi nel mondo”,Bolonha,2012 (Comunicação).
24. Mendonça, Isabel M. G. O fascínio do Oriente: Salas chinesas em Palácios de Lisboa no século XIX,III Colóquio de Estudos Sobre a Arte Brasileira do Século XIX – Intercâmbios Culturais entre Brasil e Portugal,Rio de Janeiro,2012 (Comunicação).
25. Mendonça, Isabel M. G. O que Cirilo não sabia sobre Giovanni Grossi e os outros estucadores suíços em Lisboa,IV Colóquio Internacional da Associação Portuguesa dos Historiadores de Arte,Lisboa,2012 (Comunicação).
26. Mendonça, Isabel M. G. Giovanni Grossi e os estuques de Oeiras,Oeiras, Espaço e Memória ,Oeiras,2011 (Conferência ou palestra).
27. Mendonça, Isabel M. G. Singularidades da obra de Landi no Brasil,II Reunião Internacional do Fórum Landi,Belém do Pará,2011 (Conferência ou palestra).
28. Mendonça, Isabel M. G. Os estuques decorativos da igreja de S. Luís dos Franceses em Lisboa,Conférence sur la restauration de l'Église Saint Louis des Français à Lisbonne,Lisboa,2011 (Conferência ou palestra).
29. Mendonça, Isabel M. G. As Artes Decorativas: uma aventura no mundo das formas, Rio de Janeiro,2011 (Conferência ou palestra).
30. Mendonça, Isabel M. G. Os Pollet: uma dinastia de joalheiros ao serviço da Casa Real portuguesa: novos dados biográficos,3º colóquio de Ourivesaria,Porto,2011 (Comunicação).
31. Mendonça, Isabel M. G. A Fundação Ricardo do Espírito Santo Silva - o seu papel no estudo, preservação e divulgação das Artes Decorativas portuguesas,Rio de Janeiro,2011 (Conferência ou palestra).
32. Mendonça, Isabel M. G. Devoção em Viagem: o altar portátil do Centro Científico e Cultural de Macau (CCCM),Lisboa,2010 (Conferência ou palestra).
33. Mendonça, Isabel M. G. Os interiores portugueses na época do Barroco e a dinamização da Arquitectura,II encontro World Heritage of Portuguese Origin,Coimbra,2010 (Conferência ou palestra).
34. Mendonça, Isabel M. G. O primeiro inventário de S. Roque (1561),Congresso Internacional «Ordens e Congregações Religiosas em Portugal»,Lisboa,2010 (Comunicação).
35. Mendonça, Isabel M. G. Estuques Decorativos em Portugal,Lançamento das actas do encontro "A presença do estuque em Portugal do neolítico à época contemporânea – estudos para uma base de dados",Cascais,2009 (Conferência ou palestra).
36. Mendonça, Isabel M. G. O altar portátil da colecção do CCCM,Ciclo de conferências de Verão,Lisboa,2009 (Conferência ou palestra).
37. Mendonça, Isabel M. G. António José Landi (1713/1791) Um arquitecto bolonhês na Amazónia do século XVIII,Ciclo de palestras,Lisboa,2009 (Conferência ou palestra).
38. Mendonça, Isabel M. G. António José Landi (1713/1791) e o Urbanismo de Belém do Pará,Arquitectura e Urbanismo na Época Pombalina,Oeiras,2009 (Conferência ou palestra).
39. Mendonça, Isabel M. G. Uma iconografia singular: as pinturas da sacristia do convento de S. Domingos em Lisboa,Lisboa,2008 (Conferência ou palestra).
40. Mendonça, Isabel M. G. As Artes Decorativas na Charola do Convento de Cristo em Tomar,8º Curso de História das Ordens Militares: “Arte e Artistas das Ordens Militares",Palmela,2008 (Conferência ou palestra).
41. Mendonça, Isabel M. G. Estuques no concelho de Oeiras,Artes Decorativas no Concelho de Oeiras,Oeiras,2008 (Conferência ou palestra).
42. Mendonça, Isabel M. G. António José Landi: um arquitecto bolonhês ao serviço dos governadores do Estado do Grão-Pará e Maranhão, na segunda metade do século XVIII,A Nobreza na Administração Colonial Portuguesa,Lisboa,2002 (Conferência ou palestra).
43. Mendonça, Isabel M. G. A actividade do arquitecto António José Landi e o seu papel na transmissão de modelos artísticos da Europa para o Brasil,II Curso Livre de Arte Ibero-Americana,Porto,2001 (Conferência ou palestra).
44. Mendonça, Isabel M. G. A obra de António José Landi no Brasil,Belém do Pará,2000 (Conferência ou palestra).
45. Mendonça, Isabel M. G. Estuques decorativos em Portugal,Lisboa,1998 (Conferência ou palestra).
46. Mendonça, Isabel M. G. O Revestimento Azulejar da capela da Casa dos Vargos, Torres Novas,Seminário sobre Azulejaria portuguesa ,Lisboa,1991 (Seminário).

Organização de evento
Event organization
1. Mendonça, Isabel. International Conference. The Art of Ornament. Senses, Archetypes, Shapes and Functions,2017 (Simpósio).
2. Mendonça, Isabel. O Fio da Memória. As artes decorativas no Palácio Fronteira e em outros palácios seiscentistas de Lisboa,2017 (Simpósio).
3. Mendonça, Isabel. IV Colóquio Internacional: A Casa Senhorial. Anatomia dos Interiores,2017 (Simpósio / Organização).
4. Mendonça, Isabel M. G. O Fio da Memória. Vivências e espaços do Palácio Fronteira,2016 (Simpósio).
5. Mendonça, Isabel M. G. Colóquio Luso-brasileiro A Casa Senhorial em Lisboa e no Rio de Janeiro. Anatomia dos Interiores”,2014 (Congresso / Organização).
6. Mendonça, Isabel M. G. A Casa Senhorial em Lisboa e no Rio de Janeiro: fontes primárias e investigações em curso,2013 (Simpósio / Curadoria).
7. Mendonça, Isabel M. G. “A Casa Senhorial em Lisboa e no Rio de Janeiro (sécs. XVII, XVIII e XIX). Anatomia dos interiores (PTDC/EAT-HAT/112229/2009). Investigação e estudos de caso”,2012 (Seminário / Organização).
8. Mendonça, Isabel M. G. III Colóquio de Artes Decorativas - "Iconografia e Fontes de Inspiração nas Artes Decorativas Portuguesas: Imagem e Memória da Gravura Europeia,2009 (Congresso).
9. Mendonça, Isabel M. G. II Colóquio de Artes Decorativas – As Artes Decorativas e a Expansão Portuguesa: Imaginário e Viagem,2008 (Congresso).
10. Mendonça, Isabel M. G. I Colóquio de Artes Decorativas – Mobiliário Português", Lisboa, ESAD/FRESS,2007 (Congresso).
11. Mendonça, Isabel M. G. Amazónia Felsínea – José António Landi: itinerário artístico e científico de um arquitecto bolonhês na Amazónia luso-brasileira do séc. XVIII,1999 (Exposição).



Curso de curta duração
Short duration course
1. Mendonça, Isabel. Em torno do mobiliário do palácio Pombal em Oeiras,2017 (Extensão e Divulgação Científica).
2. Mendonça, Isabel M. G. Estuques Decorativos em Portugal,2015 (Especialização).
3. Mendonça, Isabel M. G. Estuques Decorativos em Portugal,2011 (Extensão e Divulgação Científica).
4. Mendonça, Isabel M. G. Estuques Decorativos em Portugal,2011 (Extensão e Divulgação Científica).
5. Mendonça, Isabel M. G. António José Landi (1713/1791). Um artista bolonhês na Amazónia setecentista,2007 (Especialização).





Dados Complementares (Additional data)


Orientações
Orientations


Tese de Doutoramento
Phd Thesis
Concluídas
Completed
1. Armando Palavras, A Pintura de Tectos em Trás-os-Montes e Alto Douro, 2010. Tese (História da Arte) - Universidade Lusíada de Lisboa (Co-orientador).


Dissertação de Mestrado
Master degree dissertation
Concluídas
Completed
1. Rita Monteiro de Aguiar Pereira, A intervenção de Conservação e Restauro no Salão Árabe, 2011. Dissertação (Artes Decorativas) - Escola Superior de Artes Decorativas (Co-orientador).
2. Inês Nobre Félix Bento Vieira, A Capela de S. José: subsídios para o seu estudo, conservação, salvaguarda e valorização, 2011. Dissertação (Artes Decorativas) - Escola Superior de Artes Decorativas (Co-orientador).
3. Alexandrina Costa, A colecção de instumentos para fumo de ópio do Museu do Centro Científico e Cultural de Macau, 2010. Dissertação (Arte, Património e Restauro) - Universidade de Lisboa (Co-orientador).
4. Maria João Burnay, Utilidade e Gosto na corte portuguesa. A higiene e toilette nos séculos XVIII e XIX. Estojos com serviços de toucador e escritório do Palácio Nacional da Ajuda, 2010. Dissertação (Arte, Património e Restauro) - Universidade de Lisboa (Co-orientador).
5. Susana Pedroso, Uma colcha bordada indo-portuguesa do Palácio Nacional de Sintra – entre as artes decorativas nos interiores quinhentistas e seiscentistas, 2003. Dissertação (Arte, Património e Restauro) - Universidade de Lisboa (Co-orientador).
6. Duarte Frias, A pintura decorativa de Nicolau Nasoni na sé de Lamego, 2003. Dissertação (História da Arte) - Universidade Lusíada de Lisboa (Co-orientador).


Participação no júri de Graus Académicos
Academic Degrees jury participation


Doutoramento
Phd
1. Isabel Mayer Godinho Mendonça. Participação no júri de Carlos Franco. Casas das Elites de Lisboa: Objectos, interiores e vivências (1750/1830), 2015.
2. Isabel Mayer Godinho Mendonça. Participação no júri de Miguel Leal. A pintura de Pereira Cão, 2015.
3. Isabel Mayer Godinho Mendonça. Participação no júri de Adelina Valente. Matrizes inglesas no mobiliário português da 2ª metade do século XVIII, 2014. Tese (História da Arte) - Universidade Católica Portuguesa.
4. Isabel Mayer Godinho Mendonça. Participação no júri de Ana Paula Rebelo Correia.  “Histoire en azulejos, miroir et mémoire de la gravure européenne. Azulejos baroques à thème mythologique dans l’architecture de Lisbonne” , 2005. Tese (Histoire de l'Art) - Universite Catholique de Louvain.


Mestrado
Master degree
1. Isabel Mendonça. Participação no júri de Maria Amália Simão Martins del Valle Monsalve. O Azulejo na ornamentação da Arquitectura nas avenidas de Ressano Garcia entre o Romantismo e o Modernismo, 2016.  Dissertação (Artes Decorativas) - Escola Superior de Artes Decorativas.
2. Isabel Mayer Godinho Mendonça. Participação no júri de Filipe Garrido Ventura. Reconversão de edifícios de escritórios para habitação, 2012.  Dissertação (Design de Interiores) - Escola Superior de Artes Decorativas.
3. Isabel Mayer Godinho Mendonça. Participação no júri de Joana Meireles Costa Vasques de Carvalho. O espaço de dormir na arquitectura japonesa: uma reinterpretação, 2012.  Dissertação (Design de Interiores) - Escola Superior de Artes Decorativas.
4. Isabel Mayer Godinho Mendonça. Participação no júri de Inês Nobre Félix Bento Vieira. A Capela de S. José: subsídios para o seu estudo, conservação, salvaguarda e valorização, 2011.  Dissertação (Artes Decorativas) - Escola Superior de Artes Decorativas.
5. Isabel Mayer Godinho Mendonça. Participação no júri de António Manuel Serôdio Lopes. A capela da Misericórdia de Colares. Uma capela palatina da damília Mello e Castro, 2011.  Dissertação (Artes Decorativas) - Escola Superior de Artes Decorativas.
6. Isabel Mayer Godinho Mendonça. Participação no júri de Cristina Goulart Labath Morisson. O Antigo Colégio dos Jesuítas da Horta – Interpretação e proposta de reimplementação do programa museológico, 2011.  Dissertação (Artes Decorativas) - Escola Superior de Artes Decorativas.
7. Isabel Mayer Godinho Mendonça. Participação no júri de Maria Manuela Guerreiro Rocha. Intervenção de Conservação e Restauro da Capela-Mor da Igreja de Nossa Senhora da Purificação, Bucelas – Critérios e problemáticas de intervenção, 2011.  Dissertação (Artes Decorativas) - Escola Superior de Artes Decorativas.
8. Isabel Mayer Godinho Mendonça. Participação no júri de Maria João Burnay. Utilidade e Gosto na corte portuguesa. A higiene e toilette nos séculos XVIII e XIX. Estojos com serviços de toucador e escritório do Palácio Nacional da Ajuda, 2011.  Dissertação (Arte, Património e Restauro) - Universidade de Lisboa.
9. Isabel Mayer Godinho Mendonça. Participação no júri de Susana Tordo de Almeida Viegas. Convento de Santa Iria (Tomar) - Fundamentos para uma proposta de recuperação e valorização do conjunto arquitectónico, 2011.  Dissertação (Artes Decorativas) - Escola Superior de Artes Decorativas.
10. Isabel Mayer Godinho Mendonça. Participação no júri de André Lourenço e Silva. Os embrechados do Horto e da Ermida do Paço das Alcáçovas: origem, significado artístico e estratégias de conservação, 2011.  Dissertação (mestrado em artes decorativas) - Escola Superior de Artes Decorativas.
11. Isabel Mayer Godinho Mendonça. Participação no júri de Joana Cardoso Gonçalves. Conservação e Reabilitação do Edifício Antigo dos Paços do Concelho de Santiago do Cacém, 2011.  Dissertação (Artes Decorativas) - Escola Superior de Artes Decorativas.
12. Isabel Mayer Godinho Mendonça. Participação no júri de Cidália Maria Frutuoso Bento. Ermida de São Julião e Basilissa: Arquitectura e Património Azulejar, 2011.  Dissertação (Artes Decorativas) - Escola Superior de Artes Decorativas.
13. Isabel Mayer Godinho Mendonça. Participação no júri de Maria Alexandrina Costa. A colecção de instumentos para fumo de ópio do Museu do Centro Científico e Cultural de Macau, 2010.  Dissertação (Arte, Património e Restauro) - Universidade de Lisboa.
14. Isabel Mayer Godinho Mendonça. Participação no júri de Teresa Maria Pimenta Pedro Peralta. Pavimentos Cerâmicos Portugueses – História, técnicas, tipologias e iconografia (c. 1450-1550), 2010.  Dissertação (Arte, Património e Restauro) - Universidade de Lisboa.
15. Isabel Mayer Godinho Mendonça. Participação no júri de Paula Alexandra da Costa Leite Pinto Pereira. O livro antigo: aspectos materiais e artísticos. Contribuição para o estudo da biblioteca do Professor Pacheco de Amorim, 2005.  Dissertação (História da Arte) - Universidade Lusíada de Lisboa.
16. Isabel Mayer Godinho Mendonça. Participação no júri de Sandra Patrícia Antunes Ferreira da Costa. Real Fábrica do Santíssimo Coração de Jesus à Estrela, 2004.  Dissertação (História da Arte) - Universidade Lusíada de Lisboa.
17. Isabel Mayer Godinho Mendonça. Participação no júri de Liliana Maria Ferreira Figueiredo Pereira. Estuques no espaço doméstico – contributo para um itinerário na arquitectura rústica e nobre do Norte de Portugal, com particular incidência no Douro superior. Estudo de uma peça: o Solar dos Pimentéis, em Torre de Moncorvo, 2004.  Dissertação (História da Arte) - Universidade Lusíada de Lisboa.
18. Isabel Mayer Godinho Mendonça. Participação no júri de Duarte Nuno Oliva de Frias. A pintura decorativa de Nicolau Nasoni na Sé de Lamego, 2003.  Dissertação (História da Arte) - Universidade Lusíada de Lisboa.
19. Isabel Mayer Godinho Mendonça. Participação no júri de Susana Margarida Portas Ruivo Pedroso. Uma colcha bordada indo-portuguesa do Palácio Nacional de Sintra – entre as artes decorativas nos interiores quinhentistas e seiscentistas, 2003.  Dissertação (Arte, Património e Restauro) - Universidade de Lisboa.
20. Isabel Mayer Godinho Mendonça. Participação no júri de Maria João Pacheco Ferreira. As alfaias bordadas sino-portuguesas datáveis dos séculos XVI a XVIII. Contextualização, caracterização, análise, 2002.  Dissertação (História da Arte) - Universidade Lusíada de Lisboa.
21. Isabel Mayer Godinho Mendonça. Participação no júri de Maria João Pereira Coutinho. Os embutidos marmóreos do retábulo da Capela dos Lencastres no Convento de S. Pedro de Alcântara, em Lisboa, 2002.  Dissertação (História da Arte) - Universidade Lusíada de Lisboa.
22. Isabel Mayer Godinho Mendonça. Participação no júri de Maria Alice de Oliveira Lázaro. Leopoldo Battistini: Realidade e Utopia – Percurso estético do pintor italiano em Portugal (1889-1936), 2002.  Dissertação (História da Arte) - Universidade Lusíada de Lisboa.
23. Isabel Mayer Godinho Mendonça. Participação no júri de Maria do Carmo Pimenta de Vasconcelos Sousa Lino. As artes decorativas na obra de Raul Lino, 2000.  Dissertação (História da Arte) - Universidade Lusíada de Lisboa.
24. Isabel Mayer Godinho Mendonça. Participação no júri de José Brito Ferreira dos Santos. A pintura da nave da igreja do Menino Deus em Lisboa, 2000.  Dissertação (História da Arte) - Universidade Lusíada de Lisboa.
25. Isabel Mayer Godinho Mendonça. Participação no júri de Valdemar dos Santos Mendes. A batalha do Buçaco – obra azulejar de Jorge Colaço, 2000.  Dissertação (História da Arte) - Universidade Lusíada de Lisboa.


Agregação
Aggregation
1. Isabel Mayer Godinho Mendonça. Participação no júri de Armando Manuel Gomes Palavras. Os anjos de Penaguião, 2002. Agregação em (História da Arte) - Universidade Lusíada de Lisboa.


Participação em eventos
Event participation
Participação como Keynote Speaker
Participation as Keynote Speaker
1. António José Landi (1713/1791) e a imagem urbana de Belém do Pará, 2016 (Conferência).
Nome do evento: Ciclo de conferências no âmbito da exposição Da Feliz Lusitânia à Felix Belém: 400 anos da fundação de Belém do Pará, com coordenação e moderação de Maria Adelina Amorim (CH-UL e CHAM / FCSH-UNL, FCT¿).; Nome da Instituição: CH-UL e CHAM / FCSH-UNL, FCT e Biblioteca Nacional; Cidade do evento: Lisboa / Biblioteca Nacional.
2. De Paris a Oeiras. o trajecto acidentado da lareira da Casa Fourdinois, 2016 (Conferência).
Nome da Instituição: Câmara Municipal de Oeiras; Cidade do evento: Oeiras / Palácio Pombal.
3. O Palácio de Fernando de Larre na calçada do Combro, 2016 (Conferência).
Nome do evento: Palácios lisboetas. Um património a preservar; Nome da Instituição: Forum Cidadania; Cidade do evento: Lisboa / Palácio Pombal.
4. Os estuques da Sala das Batalhas do Palácio Fronteira, 2016 (Encontro).
Nome do evento: O Fio da Memória; Nome da Instituição: IHA-FCSH Universidade Nova e Fundação das Casas de Fronteira e Alorna; Cidade do evento: Lisboa / Palácio Fronteira.
5. Les acteurs de la rocaille à Lisbonne (1730/1780): l’apport des stucateurs tessinois, 2015 (Congresso).
Nome do evento: Colloque internationale “Les Acteurs de la Rocaille” / International Conference “Agents and Agency of Rocaille Ornament”; Nome da Instituição: Institut National d’Histoire de l’Art, Paris ; Cidade do evento: Paris / Institut National d’Histoire de l’Art, Paris .
6. A decoração das casas senhoriais de Lisboa revelada pelos inventários, 2015 (Congresso).
Nome do evento: II Colóquio Internacional A Casa Senhorila em Lisboa e no Rio de Janeiro. Anatomia dos Interiores; Nome da Instituição: Fundação Casa de Rui Barbosa; Cidade do evento: Rio de Janeiro / Casa Rui Barbosa.
7. Gosto e Mobiliário. As encomendas da família Eugénio de Almeida ao marceneiro pariseinse Henri-Auguste Fourdinois, 2015 (Encontro).
Nome do evento: O Gosto 2; Nome da Instituição: Fundação das Casas de Fronteira e Alorna; Cidade do evento: Lisboa / Palácio Fronteira.
8. “O Palácio de São Sebastião da Pedreira: interiores oitocentistas ao gosto de Paris e Bruxelas”, 2014 (Conferência).
Nome da Instituição: Fundação Eugénio de Almeida; Cidade do evento: Lisboa / Palácio Vilalva.
9. "Os Estuques do Palácio Pombal em Oeiras”, 2014 (Conferência).
Nome da Instituição: Câmara Municipal de Oeiras; Cidade do evento: Oeiras / Palácio Pombal .
10. “Os estuques da capela do palácio de Oeiras”, 2014 (Conferência).
Nome da Instituição: Associação Cultural de Oeiras; Cidade do evento: Oeiras / Palácio Pombal.
11. Estuques de Paris e parquets de Bruxelas num palácio oitocentista de Lisboa, 2014 (Congresso).
Nome do evento: Colóquio luso-brasileiro "A Casa Senhorial em Lisboa e no Rio de Janeiro. Anatomia dos Interiores"; Nome da Instituição: IHA-FCSH-UNL; Cidade do evento: Lisboa / Museu de Artes Decorativas - FRESS.
12. O estuque ornamental e o apelo do exótico em interiores portugueses: Domingos Meira e as gravuras de Owen Jones, 2012 (Congresso).
Nome do evento: IV Encontro Luso-Brasileiro de Museus-Casas “Revestimentos internos das casas do século XIX: Azulejo, estuque e pinturas artísticas”; Nome da Instituição: Fundação Casa de Rui Barbosa; Cidade do evento: Rio de Janeiro / Fundação Casa de Rui Barbosa.
13. Singularidades da obra de Landi no Brasil, 2011 (Congresso).
Nome do evento: II Reunião Internacional do Fórum Landi; Nome da Instituição: Forum Landi - Universidade Federal do Pará; Cidade do evento: Belém do Pará / Universidade Federal do Pará.
14. O frontal de prata da igreja do Carmo de Belém do Pará, 2011 (Congresso).
Nome do evento: VIII Colóquo Luso-brasileiro de História da Arte”, Belém do Pará, Universidade Federal do Pará;; Nome da Instituição: Universidade Federal do Pará; Cidade do evento: Belém do Pará / Universidade Federal do Pará.
15. António José Landi e a transmissão de modelos artísticos da Europa para o Brasil, 2003 (Congresso).
Nome do evento: Congresso Internacional "A Amazónia do século XVIII"; Nome da Instituição: Universidade Federal do Pará; Cidade do evento: Belém do Pará / Universidade Federal do Pará.

Participação como Membro da Comissão Científica
Participation as Member of the Program Committee
1. III Colóquio Internacional. A Casa Senhorial. Anatomia dos Interiores, 2016 (Congresso).
Nome do evento: III Colóquio Internacional. A Casa Senhorial. Anatomia dos Interiores; Nome da Instituição: Escola das Artes, Universidade Católica; Cidade do evento: Porto / Universidade Católica.
2. O Fio da Memória. Vivências e espaços do Palácio Fronteira, 2016 (Encontro).
Nome do evento: O Fio da Memória. Vivências e espaços do Palácio Fronteira; Nome da Instituição: IHA-FCSH Universidade Nova e Fundação das Casas de Fronteira e Alorna; Cidade do evento: Lisboa / Palácio Fronteira.
3. A decoração das casas senhoriais de Lisboa revelada pelos inventários, 2015 (Congresso).
Nome do evento: II Colóquio Internacional A Casa Senhorila em Lisboa e no Rio de Janeiro. Anatomia dos Interiores; Nome da Instituição: Fundação Casa de Rui Barbosa; Cidade do evento: Rio de Janeiro / Casa de Rui Barbosa.
4. Salas chinesas: uma moda em palácios oitocentistas de Lisboa, 2013 (Congresso).
Nome do evento: Património cultural chinês em Portugal; Nome da Instituição: Centro Científico e Cultural de Macau, I.P. - CCCM; Cidade do evento: Lisboa / CCCM.
5. Estuques Decorativos em palácios da região de Lisboa: encomendadores, artistas e fontes de inspiração, 2013 (Simpósio).
Nome do evento: A Casa Senhorial em Lisboa e no Rio de Janeiro: Fontes primárias e investigações em curso ; Nome da Instituição: Instituto de História da Arte da Universidade Nova de Lisboa e Fundação das Casas de Fronteira e Alorna; Cidade do evento: Lisboa / Palácio Fronteira.
6. Inspirações eruditas em Estuques Decorativos portugueses, 2009 (Congresso).
Nome do evento: III Colóquio de Artes Decorativas - Iconografia e Fontes de Inspiração nas Artes Decorativas Portuguesas: Imagem e Memória da Gravura Europeia; Nome da Instituição: Fundação Ricardo do Espírito Santo Silva (FRESS); Cidade do evento: Lisboa / Museu de Artes Decorativas Portuguesas da Fundação Ricardo do Espírito Santo Silva.
7. Emblemas de Alciato na cúpula da igreja de S. Pedro de Elvas, 2009 (Congresso).
Nome do evento: III Colóquio de Artes Decorativas - "Iconografia e Fontes de Inspiração nas Artes Decorativas Portuguesas: Imagem e Memória da Gravura Europeia; Nome da Instituição: Fundação Ricardo do Espírito Santo Silva (FRESS); Cidade do evento: Lisboa / Museu de Artes Decorativas da FRESS.
8. A árvore da vida nas Artes Decorativas, 2008 (Congresso).
Nome do evento: II Colóquio de Artes Decorativas – As Artes Decorativas e a Expansão Portuguesa: Imaginário e Viagem; Nome da Instituição: Fundação Ricardo do Espírito Santo Silva; Cidade do evento: Lisboa / Museu de Artes Decorativas Portuguesas da Fundação Ricardo do Espírito Santo Silva.
9. O mobiliário religioso de António Vaz de Castro “ensamblador e entalhador de Sua Magestade” (act. 1646 / 1667) , 2007 (Congresso).
Nome do evento: I Colóquio de Artes Decorativas - Mobiliário Português; Nome da Instituição: Escola Superior de Artes Decorativas da Fundação Ricardo do Espírito Santo Silva; Cidade do evento: Lisboa / Museu de Artes Decorativas Portuguesas da FRESS.

Participação como Moderador
Participation as Chairman
1. IV Congresso Internacional: A Casa Senhorial. Anatomia dos Interiores, 2017 (Congresso).
Nome do evento: IV Congresso Internacional: A Casa Senhorial. Anatomia dos Interiores; Nome da Instituição: Universidade Federal do Rio Grande do Sul, IHA da FCSH da Universidade Nova de Lisboa e Fundação Casa Rui Barbosa; Cidade do evento: Pelotas / Universidade Federal do Rio Grande do Sul - Pelotas.
2. O Fio da Memória. Vivências e espaços do Palácio Fronteira, 2016 (Encontro).
Nome do evento: O Fio da Memória. Vivências e espaços do Palácio Fronteira; Nome da Instituição: IHA-FCSH Universidade Nova e Fundação das Casas de Fronteira e Alorna; Cidade do evento: Lisboa / Palácio Fronteira.
3. O primeiro inventário da igreja de S. Roque (1561), 2010 (Congresso).
Nome do evento: Congresso Internacional “Ordens e Congregações Religiosas em Portugal” ; Nome da Instituição: CLEPUL; Cidade do evento: Lisboa / Fundação Calouste Gulbenkian.

Outro tipo de participação
Other kind of participation
1. Do rei D. Fernando II ao presidente Sidónio. A pintura de claro-escuro em palácios da região de Lisboa - Paolo Pizzi, Pierre Bordes, Eugénio Cotrim, 2016 (Congresso).
Nome do evento: III Colóquio Internacional A Casa Senhorial. Anatomia dos Interiores; Nome da Instituição: Escola das Artes, Universidade Católica; Cidade do evento: Porto / Universidade Católica.
2. Estucadores em Portugal: um ofício sem bandeira?, 2015 (Seminário).
Nome do evento: ‘Irmãos por devoção’ Artistas e relações de trabalho no tempo das Irmandades (sécs. XVI-XVIII); Nome da Instituição: Instituto de História da Arte da FCSH da Universidade Nova de Lisboa; Cidade do evento: Lisboa / Instituto de História da Arte da FCSH da Universidade Nova de Lisboa.
3. Portais de Landi na Amazónia Brasileira, 2015 (Encontro).
Nome do evento: Portais e ornamentação de fachadas de igrejas e palácios na época moderna; Nome da Instituição: Instituto de História da Arte da FCSH da Universidade Nova de Lisboa; Cidade do evento: Lisboa / Instituto de História da Arte da FCSH da Universidade Nova de Lisboa.
4. Os retábulos de António José Landi na Amazónia lusitana, 2015 (Congresso).
Nome do evento: O retábulo no espaço ibero-americano: forma, função e iconografia; Nome da Instituição: Instituto de História da Arte da FCSH da Universidade Nova de Lisboa; Cidade do evento: Lisboa / Instituto de História da Arte da FCSH da Universidade Nova de Lisboa.
5. Imagens de Versailles em estuques de Oeiras, 2015 (Congresso).
Nome do evento: Colóquio Palácio Marquês de Pombal – Uma Casa, uma Herança, uma História; Nome da Instituição: Câmara Municipal de Oeiras; Cidade do evento: Oeiras / Câmara Municipal de Oeiras.
6. Ambientes decorativos em casas nobres lisboetas - uma reconstituição a partir da documentação Um estudo de caso: o Palácio do Conde de Redondo, 2015 (Encontro).
Nome do evento: Novos contributos para o estudo da casa nobre em Portugal; Nome da Instituição: Instituto de História da Arte da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa; Cidade do evento: Lisboa / Instituto de História da Arte da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa.
7. As sacristias barrocas da Sé e do Colégio jesuítico do Funchal, 2014 (Congresso).
Nome do evento: 500 anos da Diocese do Funchal. A primeira diocese global; Nome da Instituição: UMA, CLEPUL-UL, CHAM-FCSH-UNL; Cidade do evento: Funchal / Pavilhão de Congressos e UMA.
8. Giovanni Carlo Bibiena e a sua equipa: artistas bolonhesesna Lisboa pré-terramoto, 2013 (Congresso).
Nome do evento: Lisboa e os Estrangeiros. Lisboa dos Estrangeiros até ao terramto de 1755; Nome da Instituição: Grupo Amigos de Lisboa / Fundação das Casas de Fronteira e Alorna; Cidade do evento: Lisboa / Palácio Fronteira.
9. Dibujos de Brás de Almeida: un catalogo para techos, 2013 (Congresso).
Nome do evento: Dibujar las Artes Aplicadas – Dibujos de ornamentatión para platería, maiolica, mobiliario, arquitectura efímera y retablística entre Italia, España y Portugal (sécs. XVI-XVIII); Nome da Instituição: Universidad de Cordoba; Cidade do evento: Cordoba / Universidad de Cordoba.
10. O palácio Vilalva em Lisboa. Interiores oitocentistas ao gosto de Paris e Bruxelas, 2013 (Simpósio).
Nome do evento: A Casa Senhorial em Lisboa e no Rio de Janeiro (sécs. XVII, XVIII e XIX). Anatomia dos Interiores. Patrimônios comuns e circulação de experiências; Nome da Instituição: Fundação Casa de Rui Barbosa; Cidade do evento: Rio de Janeiro / Fundação Casa de Rui Barbosa.
11. O frontal de prata da igreja do Carmo de Belém do Pará. Uma atribuição ao ourives lisboeta Manuel da Silva, 2013 (Congresso).
Nome do evento: IV Colóquio internacional La Plata en Ibero-America; Nome da Instituição: Universidade Católica Portuguesa; Cidade do evento: Porto / Museu Soares dos Reis.
12. Antonio Giuseppe Landi (1713/1791). Un architeto tra due continenti, 2012 (Congresso).
Nome do evento: Convegno Internazionale di Studi “Crocevia e capitale della migrazione artistica: forestieri a Bologna e bolognesi nel mondo”; Nome da Instituição: Fondazione della Cassa di Risparmio di Bolonha e École Pratique des Hautes Études; Cidade do evento: Bolonha / Cassa di Risparmio di Bologna.
13. O fascínio do Oriente: salas chinesas em palácios de Lisboa no séc. XIX, 2012 (Congresso).
Nome do evento: III Colóquio de Estudos sobre a Arte Brasileira do Século XIX – “Intercâmbios Culturais entre Brasil e Portugal”; Nome da Instituição: Departamento de Artes, Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro; Cidade do evento: Rio de Janeiro / Museu da República - Palácio do Catete.
14. O que Cirilo não sabia sobre Giovanni Grossi e os outros estucadores suíços em Lisboa, 2012 (Congresso).
Nome do evento: IV Colóquio Internacional da Associação Portuguesa dos Historiadores de Arte; Nome da Instituição: Associação Portugesa dos Historiadores de Arte; Cidade do evento: Lisboa / Fundação Calouste Gulbenkian.
15. Os Pollet: uma dinastia de joalheiros ao serviço da Casa Real portuguesa: novos dados biográficos, 2011 (Congresso).
Nome do evento: III colóquio de Ourivesaria Portuguesa; Nome da Instituição: CITAR - Universidade Católica do Porto; Cidade do evento: Porto / Universidade Católica do Porto.
16. Estuques decorativos românticos na região de Lisboa: Revivalismos e Ecletismos , 2010 (Simpósio).
Nome do evento: II encontro nacional sobre "O Estuque em Portugal"; Nome da Instituição: Museu do Estuque; Cidade do evento: Porto / Palácio da Bolsa.
17. Os estuques decorativos do Palácio Fronteira e as oficinas de Lisboa na segunda metade do século XVIII, 2010 (Simpósio).
Nome do evento: Encontro internacional "Portugal, a Europa e o Oriente. Circulação de artistas, modelos e obras"; Nome da Instituição: Fundação das Casas de Fronteira e Alorna; Cidade do evento: Lisboa / Palácio Fronteira.
18. Estuques em Palácios Setecentistas , 2008 (Seminário).
Nome do evento: “Os Interiores em Portugal”; Nome da Instituição: Instituto de Artes Visuais, Design e Marketing (IADE); Cidade do evento: Lisboa / IADE - Palácio Quintela.
19. Estuques Decorativos em Portugal, 2008 (Seminário).
Nome do evento: I seminário organizado sobre "O Estuque em Portugal"; Nome da Instituição: Museu do Estuque e Museu Soares dos Reis; Cidade do evento: Porto / Museu Soares dos Reis.
20. Renascimentos e Artes Decorativas em Portugal - a linguagem decorativa e as suas fontes de inspiração, 2008 (Seminário).
Nome do evento: "Renascimentos na Europa do Século XVI"; Nome da Instituição: Universidade Aberta; Cidade do evento: Lisboa / Fundação Calouste Gulbenkian.
21. Brás de Almeida (1649-c. 1707) e a pintura de tectos no reinado de D. Pedro II";, 2007 (Simpósio).
Nome do evento: "Lisboa Barroca e o Barroco de Lisboa”; Nome da Instituição: Grupo dos Amigos de Lisboa ; Cidade do evento: Lisboa / Palácio Fronteira.
22. Estuques decorativos em Igrejas de Lisboa – A viagem das formas , 2007 (Simpósio).
Nome do evento: I ciclo de conferências para o estudo dos bens culturais da Igreja: “Formas de Religiosidade e Sacralidade nas Artes Decorativas Portuguesas”; Nome da Instituição: Patriarcado de Lisboa; Cidade do evento: Lisboa / Igreja dos Paulistas.
23. O Jardim Botânico da Ajuda – a obra e os artistas , 2007 (Congresso).
Nome do evento: Jardins do Mundo: Discursos e Práticas; Nome da Instituição: Centro de Literaturas e Culturas Lusófonas e Europeias (CLEPUL) e Direcção Regional dos Assuntos Culturais da Madeira (DRAC); Cidade do evento: Funchal / Pavilhão dos Congressos.
24. Estuques Maneiristas em Portugal, 2006 (Congresso).
Nome do evento: "A presença do estuque em Portugal do neolítico à época contemporânea – estudos para uma base de dados”; Nome da Instituição: Fórum Unesco, Universidade Lusíada e Câmara Municipal de Cascais; Cidade do evento: Cascais / Centro Cultural de Cascais.
25. A sacristia da igreja do convento de S. Domingos em Lisboa e o património integrado de Artes Decorativas"; , 2006 (Congresso).
Nome do evento: Dominicanos em Portugal; Nome da Instituição: Instituto de S. Tomás de Aquino (ISTA) e Centro de Literaturas e Culturas Lusófonas e Europeias (CLEPUL); Cidade do evento: Porto / Faculdade de Letras da Universidade do Porto e Museu Soares dos Reis.
26. Domenico Maria Francia: um pintor bolonhês no Portugal joanino , 2005 (Congresso).
Nome do evento: VII Colóquio Luso Brasileiro de História da Arte - Artistas e Artífices e sua Mobilidade no Mundo de Expressão Portuguesa"; Nome da Instituição: Faculdade de Letras da Universidade do Porto; Cidade do evento: Porto / Faculdade de Letras da Universidade do Porto.
27. O Picadeiro do Palácio de Belém , 2005 (Seminário).
Nome do evento: O património do Palácio de Belém; Nome da Instituição: Museu da Presidência da República; Cidade do evento: Lisboa / Palácio de Belém.
28. Os Estuques do Palácio de Belém, 2005 (Seminário).
Nome do evento: O património do Palácio de Belém; Nome da Instituição: Museu da Presidência da República ; Cidade do evento: Lisboa / Palácio de Belém.
29. Os desenhos de Landi, 2003 (Congresso).
Nome do evento: Congresso Internacional "A Amazónia do século XVIII"; Nome da Instituição: Universidade Federal do Pará; Cidade do evento: Belém do Pará / Universidade Federal do Pará.
30. António José Landi: um arquitecto bolonhês ao serviço dos governadores do Estado do Grão-Pará e Maranhão, na segunda metade do século XVIII, 2002 (Encontro).
Nome do evento: A Nobreza na Administração Colonial Portuguesa; Nome da Instituição: Comissão Nacional para a Comemoração dos Descobrimentos Portugueses; Cidade do evento: Lisboa / Palácio Fronteira.
31. O contributo de António José Landi para a arquitectura religiosa em Belém do Pará, Brasil , 2001 (Congresso).
Nome do evento: II Congresso Internacional de História da Arte; Nome da Instituição: Associação Portuguesa de Historiadores de Arte (APHA); Cidade do evento: Porto / Seminário de Vilar.
32. O contributo de António José Landi para as artes decorativas no Brasil , 2001 (Congresso).
Nome do evento: II Congresso Internacional do Barroco; Nome da Instituição: Faculdade de Letras da Universidade do Porto; Cidade do evento: Porto / Faculdade de Letras da Universidade do Porto.
33. O Revestimento Azulejar da capela da Casa dos Vargos, 1991 (Seminário).
Nome do evento: Seminário sobre Azulejaria portuguesa; Nome da Instituição: Fundação das Casas de Fronteira e Alorna; Cidade do evento: Lisboa / Palácio Fronteira.



Participação editorial em revistas
Magazine editorial participation
1. Isabel Mayer Godinho Mendonça. Revista CPC, desde 2016/12/20.
2. Isabel Mayer Godinho Mendonça. ANAIS DO MUSEU PAULISTA. HISTÓRIA E CULTURA MATERIAL (NS) Museu Paulista da USP, desde 2016/03/10.
3. Isabel Mayer Godinho Mendonça. Revista de Artes Decorativas, desde 2015/02/14, Editora: CITAR - Universidade Católica Portuguesa.
4. Isabel Mayer Godinho Mendonça. Cadernos Do Arquivo Municipal, desde 2014/03/15.







Indicadores de produção (Production indicators)

Total
Produção científica
Scientific production
88

Livros e capítulos
Books and book chapters
43
Livros publicados ou organizados
Published or organized books
9
Capítulos de livros publicados
Published book chapters
34
Artigos científicos em revistas
Papers in periodics
14
Com arbitragem científica
With scientific refereeing
2
Sem arbitragem científica
Without scientific refereeing
12
Trabalhos em eventos
Papers in conference proceedings
22
Com arbitragem científica
With scientific refereeing
5
Sem arbitragem científica
Without scientific refereeing
17

Total
Produção técnica
Technical production
57

Outros tipos de produção técnica
Other technical production
57

Total
Produção artística/cultural
Artistical/cultural production
5


Total
Dados complementares
(Additional data)
100

Orientações
Orientations
7
Participação no Júri de Graus Académicos
Academic Degrees jury participation
29
Participação em Eventos
Event participation
60
Participação editorial em revistas
Magazine editorial participation
4


Visualizações do curriculum [ 2936 ]
 
Página gerada pela Plataforma de Curricula DeGóis promovida pela FCT e pelo Gávea/DSI/UM em 25-08-2019 às 19:48:06
Plataforma de Curricula DeGóis: http://www.degois.pt | Icons by Axialis Team